Advanced search options

Advanced Search Options 🞨

Browse by author name (“Author name starts with…”).

Find ETDs with:

in
/  
in
/  
in
/  
in

Written in Published in Earliest date Latest date

Sorted by

Results per page:

You searched for subject:(micro organismos marinhos). One record found.

Search Limiters

Last 2 Years | English Only

No search limiters apply to these results.

▼ Search Limiters

1. Moraes, Paula Carpintero de. Resposta microbiana a pertubações naturais em sedimentos costeiros.

Degree: PhD, Oceanografia Biológica, 2012, University of São Paulo

O presente estudo visou investigar os efeitos da ressuspensão do sedimento e enriquecimento orgânico por diferentes microalgas na estrutura das comunidades microbianas do sedimento. Para tanto dois experimentos laboratoriais separados foram realizados (Nov-Dez/2009 e Abr-Maio/2011) com o intuito de simular as condições de ressuspensão e pulsos de produtividade primária observadas em campo e assim observar como a comunidade microbiana do sedimento é influenciada por esses eventos. Ambos os experimentos foram mantidos por um total de 30 dias após o tratamento, durante os quais amostras para análises sedimentares, densidade de procariotos e composição da comunidade bacteriana foram tomadas em seis períodos diferentes. A camada superficial do sedimento foi estudada mais detalhadamente e mostrou que tanto a chegada de material algal quanto a ressuspensão são responsáveis por mudanças significativas na densidade, metabolismo e composição da comunidade bacteriana do sedimento. Ainda, a chegada de diferentes tipos de algas ao sedimento (fitoflagelados e diatomáceas) levou a diferentes repostas tanto na densidade quanto na diversidade dos micro-organismos sedimentares. A estrutura vertical dos micro-organismos na coluna sedimentar também foi estudada. A chegada de material algal no sedimento não levou a grandes mudanças na estrutura da comunidade mais profundas da coluna sedimentar. A estabilidade criada pelo ambiente experimental parece ter levado a um aumento tanto da densidade quanto da diversidade microbiana na camada intermediária do sedimento, em ambos os tratamentos e no controle. Já a ressuspensão parece influenciar de forma mais efetiva a distribuição dos micro-organismos na coluna sedimentar, devido a mistura da coluna sedimentar e mudanças nas condições redox das camadas sedimentares. Concluindo, tanto a chegada de alimento no sedimento, como eventos de ressuspensão são responsáveis por mudanças significativas na comunidade microbiana dos sedimentos costeiros.

The present study aimed to investigate the effects of sediment resuspension and organic enrichment by different microalgae on the sedimentary microbial community structure. We run two separate laboratory experiments (Nov-Dec/2009 and Apr-May/2011) to simulate resuspension conditions and pulses of primary productivity observed in the field, and analyze how these events affect the microbial community. Both experiments were maintained for a total of 30 days following treatment when samples were taken for sedimentary analysis, prokaryotic density and bacterial community analyses at six different sampling times. The sediment surface layer was studied in more detail, and showed that both the input of algal material and resuspension are responsible for significant changes in density, metabolism and bacterial community composition. Also, the arrival of different types of algae to the sediment (phytoflagellates and diatoms) led to different responses in both density and diversity of sedimentary microorganisms. The vertical structure of microorganisms in the…

Advisors/Committee Members: Sumida, Paulo Yukio Gomes.

Subjects/Keywords: bacterial community; coastal sediments; comunidade bacteriana; DGGE; DGGE; enriquecimento orgânico; marine microorganisms; micro-organismos marinhos; ressuspensão sedimentar; sedimentary resuspension; sedimentos costeiros

Record DetailsSimilar RecordsGoogle PlusoneFacebookTwitterCiteULikeMendeleyreddit

APA · Chicago · MLA · Vancouver · CSE | Export to Zotero / EndNote / Reference Manager

APA (6th Edition):

Moraes, P. C. d. (2012). Resposta microbiana a pertubações naturais em sedimentos costeiros. (Doctoral Dissertation). University of São Paulo. Retrieved from http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/21/21131/tde-27032013-153955/ ;

Chicago Manual of Style (16th Edition):

Moraes, Paula Carpintero de. “Resposta microbiana a pertubações naturais em sedimentos costeiros.” 2012. Doctoral Dissertation, University of São Paulo. Accessed July 16, 2019. http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/21/21131/tde-27032013-153955/ ;.

MLA Handbook (7th Edition):

Moraes, Paula Carpintero de. “Resposta microbiana a pertubações naturais em sedimentos costeiros.” 2012. Web. 16 Jul 2019.

Vancouver:

Moraes PCd. Resposta microbiana a pertubações naturais em sedimentos costeiros. [Internet] [Doctoral dissertation]. University of São Paulo; 2012. [cited 2019 Jul 16]. Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/21/21131/tde-27032013-153955/ ;.

Council of Science Editors:

Moraes PCd. Resposta microbiana a pertubações naturais em sedimentos costeiros. [Doctoral Dissertation]. University of São Paulo; 2012. Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/21/21131/tde-27032013-153955/ ;

.