Advanced search options

Advanced Search Options 🞨

Browse by author name (“Author name starts with…”).

Find ETDs with:

in
/  
in
/  
in
/  
in

Written in Published in Earliest date Latest date

Sorted by

Results per page:

Sorted by: relevance · author · university · dateNew search

You searched for subject:(lipidic metabolism). Showing records 1 – 2 of 2 total matches.

Search Limiters

Last 2 Years | English Only

No search limiters apply to these results.

▼ Search Limiters

1. Matias, Andrea Carvalheiro Guerra. Avaliação de efeitos fisiológicos da fração fibra alimentar dos grãos de amaranto (Amaranthus cruentus L.) e linhaça (Linum usitatissimun L).

Degree: PhD, Nutrição, 2008, University of São Paulo

Os grãos de linhaça e amaranto recebem grande atenção da população em decorrência de suas alegações nutricionais e funcionais à saúde. Uma vez que estes grãos apresentam significativos teores de fibras alimentares (28 e 10%, respectivamente), os efeitos fisiológicos benéficos associados a estas frações foram investigados por meio de parâmetros do metabolismo colônico (fermentativos) e lipídico em ensaio biológico com ratos (Wistar), divididos em quatro grupos (n=12) durante 28 dias. As dietas dos grupos Referência e Controle apresentaram 7% (p/p) de celulose, e as dietas dos grupos experimentais foram formuladas com: farinha desengordurada de linhaça; amaranto extrusado, de modo que apresentassem 7% de fibra alimentar (FA). Com exceção da dieta do grupo Referência, as demais apresentaram 0,5% de colesterol (p/p). Foram observados para os grupos Linhaça e Amaranto: aumento do peso do ceco e conteúdo; aumento da massa fecal úmida; aumento dos ácidos graxos de cadeia curta (AGCC) e diminuição do pH no conteúdo do ceco, indicando fermentação colônica. Os animais do grupo Linhaça apresentaram menor peso e colesterol hepático, porém, nenhuma alteração no colesterol plasmático e na excreção de colesterol e ácidos biliares nas fezes. Já os animais do grupo Amaranto apresentaram menor peso hepático, porém, nenhuma alteração do colesterol total do órgão. Neste grupo também não foi observada redução do colesterol plasmático, acompanhada do aumento da excreção do colesterol e redução dos ácidos biliares nas fezes. Sugere-se que o trofismo da parede do ceco está relacionado à produção de ácido butírico, principal substrato energético dos colonócitos, que contribui para uma mucosa mais resistente a patógenos e carcinógenos. O mecanismo envolvido no efeito hepatoprotetor observado no grupo Linhaça pode estar relacionado à produção de ácido propiônico no cólon, uma vez que a literatura sugere que o mesmo pode estar envolvido na inibição da HMG-CoA redutase. Desconhecem-se, até o momento, os mecanismos que promoveram a menor excreção de ácidos biliares nas fezes no grupo Amaranto. De qualquer modo, as FAs do grão de linhaça e amaranto não foram capazes de promover efeito hipercolesterolemiante nas condições em que foi realizado este estudo. Conclui-se que as frações indigeríveis da linhaça e amaranto são benéficas para a saúde da mucosa intestinal.

The flaxseed and amaranth grains are recognized by their nutritional and functional health attributes. These grains have significant contents of dietary fiber (28 and 10%, respectively), and the physiological effects related to these fractions were investigated by colonic fermentative and lipid metabolism parameters with rats (Wistar) distributed in five groups (n=12) during twenty-eight days. The diets of the Reference and Control groups contained 7% (w/w) of cellulose and the diets of the experimental groups were formulated with: defatted flaxseed flour and defatted extruded amaranth, in order to provide 7% dietary fiber (DF). With the exception of the Reference, the other diets…

Advisors/Committee Members: Areas, Jose Alfredo Gomes, Damasceno, Nágila Raquel Teixeira.

Subjects/Keywords: Acidos graxos de cadeia curta; Fermentação; Fermentation; Intestinal mucosa; Lipidic metabolism; Metabolismo lipídico; Mucosa intestinal; Short chain fatty acids

Record DetailsSimilar RecordsGoogle PlusoneFacebookTwitterCiteULikeMendeleyreddit

APA · Chicago · MLA · Vancouver · CSE | Export to Zotero / EndNote / Reference Manager

APA (6th Edition):

Matias, A. C. G. (2008). Avaliação de efeitos fisiológicos da fração fibra alimentar dos grãos de amaranto (Amaranthus cruentus L.) e linhaça (Linum usitatissimun L). (Doctoral Dissertation). University of São Paulo. Retrieved from http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/6/6133/tde-19032008-101634/ ;

Chicago Manual of Style (16th Edition):

Matias, Andrea Carvalheiro Guerra. “Avaliação de efeitos fisiológicos da fração fibra alimentar dos grãos de amaranto (Amaranthus cruentus L.) e linhaça (Linum usitatissimun L).” 2008. Doctoral Dissertation, University of São Paulo. Accessed August 21, 2019. http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/6/6133/tde-19032008-101634/ ;.

MLA Handbook (7th Edition):

Matias, Andrea Carvalheiro Guerra. “Avaliação de efeitos fisiológicos da fração fibra alimentar dos grãos de amaranto (Amaranthus cruentus L.) e linhaça (Linum usitatissimun L).” 2008. Web. 21 Aug 2019.

Vancouver:

Matias ACG. Avaliação de efeitos fisiológicos da fração fibra alimentar dos grãos de amaranto (Amaranthus cruentus L.) e linhaça (Linum usitatissimun L). [Internet] [Doctoral dissertation]. University of São Paulo; 2008. [cited 2019 Aug 21]. Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/6/6133/tde-19032008-101634/ ;.

Council of Science Editors:

Matias ACG. Avaliação de efeitos fisiológicos da fração fibra alimentar dos grãos de amaranto (Amaranthus cruentus L.) e linhaça (Linum usitatissimun L). [Doctoral Dissertation]. University of São Paulo; 2008. Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/6/6133/tde-19032008-101634/ ;


Universidade de Brasília

2. Ester Yoshie Yosino da Silva. Propriedades funcionais "in vitro" e "in vivo" de alhos frescos e processados.

Degree: 2009, Universidade de Brasília

O alho (Allium sativum L.) possui 33 compostos organossulfurados que variam de acordo com o processamento utilizado e diferentes condições de estocagem. A alicina é o composto ativo mais comum do alho, representando cerca de 70% dos compostos sulfurados presentes neste bulbo. Este estudo teve como objetivo determinar a influência do processamento e armazenamento nas propriedades físico-qumícas e funcionais em diferentes cultivares de alho (estudo in vitro) e avaliar os efeitos fisiológicos dos compostos funcionais sobre o metabolismo lipídico e o infarto agudo do miocárdio (estudo in vivo). Para tanto, bulbos de alho das cultivares Caçador e Peruano foram obtidos em campos experimentais da Embrapa Hortaliças e da cultivar Jinxiang, importada da China, foram obtidos da CEASA-DF, sendo descascados, liofilizados e moídos, obtendo-se o alho em pó liofilizado para todas as cultivares e o alho fresco apenas descascado, também para todas as cultivares. No estudo in vitro, os materiais submetidos aos diferentes processos foram avaliados quanto as variáveis físico-químicas (umidade, sólido solúveis, acidez titulável e pH) e funcionais (atividade antioxidante pelo sistema - caroteno/ácido linoléico, compostos fenólicos totais e teor de alicina). Observou-se que para o alho fresco não houve diferença significativa quanto aos teores de umidade, sólidos solúveis, pH e teor de alicina entre as cultivares avaliadas, porém houve diferença significativa no teor de acidez, na atividade antioxidante e compostos fenólicos totais. Para o alho liofilizado houve diferença significativa na atividade antioxidante, compostos fenólicos totais e teor de alicina. O processo de liofilização causou redução significativa nos teores de alicina para a cultivar Jinxiang (91%); na atividade antioxidante para as cultivares Jinxiang (66%), Caçador (53%) e Peruano (30%) e no conteúdo de compostos fenólicos totais para as cultivares Caçador (46%) e Jinxiang (40%). Durante o período de armazenamento de 60 dias a 22 1C e umidade relativa (70 2%) não houve alteração nos teores de umidade e pH para as cultivares estudadas. Houve alteração significativa quanto aos teores de acidez titulável e sólidos solúveis indicando que essas características se alteram pelo armazenamento e entre diferentes cultivares. Todas as cultivares avaliadas apresentaram diminuição significativa na atividade antioxidante e aumento significativo no conteúdo de compostos fenólicos totais. Quanto ao teor de alicina a cultivar Caçador apresentou melhor estabilidade mantendo-se inalterada durante o período de estocagem. As cultivares Peruano e Jinxiang apresentaram redução significativa a partir dos 45 e 15 dias de armazenamento, respectivamente. No estudo in vivo foram realizados dois experimentos, sendo um sem esforço físico - SEF (para avaliar o efeito do alho no metabolismo lipídico) e outro com esforço físico - CEF (para avaliar o efeito do alho no IAM), com duração de 15 dias para cada experimento. No 16 dia, os animais do experimento CEF passaram por atividade física… Advisors/Committee Members: Francisco Vilela Resende, Cristina Maria Monteiro Machado, Leonora Mansur Mattos, Wilma Maria Coelho Araújo, Celso Luiz Moretti.

Subjects/Keywords: myocardial acute infarction; metabolismo lipídico; CIENCIAS DA SAUDE; garlic; allicin; antioxidant activity; lipidic metabolism; rats; infarto agudo do miocárdio e ratos; antioxidante; organosulfur compounds

Record DetailsSimilar RecordsGoogle PlusoneFacebookTwitterCiteULikeMendeleyreddit

APA · Chicago · MLA · Vancouver · CSE | Export to Zotero / EndNote / Reference Manager

APA (6th Edition):

Silva, E. Y. Y. d. (2009). Propriedades funcionais "in vitro" e "in vivo" de alhos frescos e processados. (Thesis). Universidade de Brasília. Retrieved from http://bdtd.bce.unb.br/tedesimplificado/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=6140

Note: this citation may be lacking information needed for this citation format:
Not specified: Masters Thesis or Doctoral Dissertation

Chicago Manual of Style (16th Edition):

Silva, Ester Yoshie Yosino da. “Propriedades funcionais "in vitro" e "in vivo" de alhos frescos e processados.” 2009. Thesis, Universidade de Brasília. Accessed August 21, 2019. http://bdtd.bce.unb.br/tedesimplificado/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=6140.

Note: this citation may be lacking information needed for this citation format:
Not specified: Masters Thesis or Doctoral Dissertation

MLA Handbook (7th Edition):

Silva, Ester Yoshie Yosino da. “Propriedades funcionais "in vitro" e "in vivo" de alhos frescos e processados.” 2009. Web. 21 Aug 2019.

Vancouver:

Silva EYYd. Propriedades funcionais "in vitro" e "in vivo" de alhos frescos e processados. [Internet] [Thesis]. Universidade de Brasília; 2009. [cited 2019 Aug 21]. Available from: http://bdtd.bce.unb.br/tedesimplificado/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=6140.

Note: this citation may be lacking information needed for this citation format:
Not specified: Masters Thesis or Doctoral Dissertation

Council of Science Editors:

Silva EYYd. Propriedades funcionais "in vitro" e "in vivo" de alhos frescos e processados. [Thesis]. Universidade de Brasília; 2009. Available from: http://bdtd.bce.unb.br/tedesimplificado/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=6140

Note: this citation may be lacking information needed for this citation format:
Not specified: Masters Thesis or Doctoral Dissertation

.