Advanced search options

Advanced Search Options 🞨

Browse by author name (“Author name starts with…”).

Find ETDs with:

in
/  
in
/  
in
/  
in

Written in Published in Earliest date Latest date

Sorted by

Results per page:

Sorted by: relevance · author · university · dateNew search

You searched for subject:(Schistosoma mansoni Teses). Showing records 1 – 3 of 3 total matches.

Search Limiters

Last 2 Years | English Only

No search limiters apply to these results.

▼ Search Limiters


Universidade do Estado do Rio de Janeiro

1. Christiane Pezzi Gil de Souza. Características morfológicas de vermes adultos de Schistosoma mansoni Sambon, 1907 recuperados de camundongos alimentados com dieta hiperlípidíca na fase crônica da infecção esquistossomótica. Análise por microscopia de campo claro e confocal.

Degree: Master, 2015, Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Estudos em animais experimentais evidenciaram associações significativas entre esquistossomose mansoni e hipercolesterolemia. Estudos in vitro e in vivo já demonstraram que o colesterol é essencial para Schistosoma mansoni, embora este não tenha capacidade de sintetizá-lo. A captação é realizada a partir do ambiente (cultivo ou hospedeiro) através do tegumento. O colesterol está envolvido nos mecanismos de evasão do helminto contra a resposta imunológica, além de poder participar na modulação da sinalização celular e reprodução, estimulando os órgãos reprodutores dos helmintos adultos como observado na fase aguda da infecção experimental. Este trabalho tem como objetivo avaliar se o mesmo fenômeno ocorre na fase crônica. Os helmintos foram recuperados de dez camundongos submetidos à dieta hiperlipídica ou padrão (controle) foram corados pelo carmin cloridrico e montados, individualmente, em lâmina histológica com bálsamo do Canadá. A preparação foi analisada por microscopia de campo claro nos seguintes caracteres: tegumento e o sistema reprodutor nos vermes machos (lobos testiculares, vesícula seminal, lobos testiculares supranumerários e canal ginecóforo) e, nas fêmeas (ovário, oótipo, útero, ovo, glândulas vitelínicas e espermateca). Posteriormente, algumas lâminas foram separadas para visualização pela microscopia confocal dos órgãos do sistema reprodutores acima descritos. Apesar de ter sido observado uma maior quantidade de espermatozoides, uma maior quantidade de oócitos sendo liberados no grupo da dieta, não houve diferença estatística significativa (p>0,05) entre os grupos analisados. Houve um aumento na oogênese como observado na fase aguda. Dessa forma, o colesterol pode estar relacionado com a estimulação na atividade dos órgãos reprodutores dos helmintos adultos na fase crônica da infecção.

Studies in experimental animals showed significant associations between with schistosomiasis and hypercholesterolemia. In vitro and in vivo studies have demonstrated that cholesterol is essential for Schistosoma mansoni, although this is not able to synthesize it. The capture is carried out from the environment (cultivation or host) through the tegument. The capture is carried out from the middle (cultivation or host) through the tegument. Cholesterol is involved in the helminth evasion mechanisms against the immune response, and can participate in the modulation of cell signaling and reproduction of worms by stimulating the reproductive organs of adult worms as observed in the acute phase of experimental infection. This study aims to evaluate whether the same phenomenon occurs in the chronic phase. Helminthes recovered from ten mice subjected to high fat diet or standard (control) were stained with hydrochloric carmine and mounted individually on histological slide with Canada balsam. The preparation was analyzed by bright field microscopy the following characteristics: oral sucker and ventral sucker, tubercles on tegument and the reproductive system in male worms (lobes testicular, seminal vesicles, supernumerary…

Advisors/Committee Members: Renata Heisler Neves, José Roberto Machado e Silva, Fernanda Barbosa de Almeida da Cunha, Eduardo José Lopes Torres, Débora Henrique da Silva Anjos.

Subjects/Keywords: Hypercholesterolemia; Obesity; Schistosoma mansoni; Microscopia confocal; Microscopia de campo claro; Análise morfológica; Hipercolesterolemia; Obesidade; Schistosoma mansoni; PARASITOLOGIA; Schistosoma mansoni - Teses; Obesidade - Teses; Hipercolesterolemia - Teses; Análise parasitológica; Microscopia confocal - Teses; Colesterol - Teses; Morphological analysis; Bright field microscopy; Confocal laser scanning microscopy

Record DetailsSimilar RecordsGoogle PlusoneFacebookTwitterCiteULikeMendeleyreddit

APA · Chicago · MLA · Vancouver · CSE | Export to Zotero / EndNote / Reference Manager

APA (6th Edition):

Souza, C. P. G. d. (2015). Características morfológicas de vermes adultos de Schistosoma mansoni Sambon, 1907 recuperados de camundongos alimentados com dieta hiperlípidíca na fase crônica da infecção esquistossomótica. Análise por microscopia de campo claro e confocal. (Masters Thesis). Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Retrieved from http://www.bdtd.uerj.br/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=9263 ;

Chicago Manual of Style (16th Edition):

Souza, Christiane Pezzi Gil de. “Características morfológicas de vermes adultos de Schistosoma mansoni Sambon, 1907 recuperados de camundongos alimentados com dieta hiperlípidíca na fase crônica da infecção esquistossomótica. Análise por microscopia de campo claro e confocal.” 2015. Masters Thesis, Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Accessed April 18, 2021. http://www.bdtd.uerj.br/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=9263 ;.

MLA Handbook (7th Edition):

Souza, Christiane Pezzi Gil de. “Características morfológicas de vermes adultos de Schistosoma mansoni Sambon, 1907 recuperados de camundongos alimentados com dieta hiperlípidíca na fase crônica da infecção esquistossomótica. Análise por microscopia de campo claro e confocal.” 2015. Web. 18 Apr 2021.

Vancouver:

Souza CPGd. Características morfológicas de vermes adultos de Schistosoma mansoni Sambon, 1907 recuperados de camundongos alimentados com dieta hiperlípidíca na fase crônica da infecção esquistossomótica. Análise por microscopia de campo claro e confocal. [Internet] [Masters thesis]. Universidade do Estado do Rio de Janeiro; 2015. [cited 2021 Apr 18]. Available from: http://www.bdtd.uerj.br/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=9263 ;.

Council of Science Editors:

Souza CPGd. Características morfológicas de vermes adultos de Schistosoma mansoni Sambon, 1907 recuperados de camundongos alimentados com dieta hiperlípidíca na fase crônica da infecção esquistossomótica. Análise por microscopia de campo claro e confocal. [Masters Thesis]. Universidade do Estado do Rio de Janeiro; 2015. Available from: http://www.bdtd.uerj.br/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=9263 ;


Universidade do Estado do Rio de Janeiro

2. Bruno Barbosa Bezerra. Características morfológicas de vermes adultos machos e fêmeas de Schistosoma mansoni recuperados de camundongos desnutridos e deficientes em óxido nítrico.

Degree: Master, 2013, Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Esquistossomose e desnutrição são graves problemas de saúde pública nos países em desenvolvimento. A esquistossomose provoca uma série de morbidades, que é influenciada, em grande maioria, pela natureza do estímulo à resposta imunológica e ao estado nutricional do hospedeiro. Durante a infecção esquistossomótica, a resposta imune produz citocinas que são liberadas e estimulam a produção de óxido nítrico. Numerosos estudos demonstraram que o estado nutricional e a resposta imune afetam as características fenotípicas dos vermes adultos. No entanto, se o óxido nítrico desempenha um papel neste fenômeno é desconhecido. Neste estudo, os camundongos do tipo selvagem (grupo controle) e camundongos knockout com deficiência na produção de óxido nítrico foram alimentados com uma dieta comercial (UNILAB) ou uma dieta básica regional, dieta com baixa concentração de proteína (7,87%). Por meio de um sistema digital de análise de imagem (Image Pro Plus, USA) e microscopia confocal, estudou-se a morfologia da ventosa oral, tegumento e o sistema reprodutor de vermes machos e fêmeas. Vermes machos e fêmeas recuperados de camundongos desnutridos com deficiência de oxido nítrico mostraram descamação do tegumento. A superfície dorsal de vermes desnutridos machos apresentaram tubérculos irregulares, distribuídos de forma desigual, e escassos. O sistema reprodutivo de vermes fêmeas desnutridas não demonstrou alterações morfológicas. No entanto, os machos deste grupo exibiram menor número de células no processo de diferenciação dentro dos lobos testiculares. Em conclusão, nossos resultados sugerem que a deficiência de produção de óxido nítrico não induz alterações morfológicas em nível do tegumento e do sistema reprodutor de vermes machos. Em contraste, a desnutrição é responsável por tais alterações morfológicas, principalmente no sistema reprodutivo e na ventosa oral.

Schistosomiasis and malnutrition are both serious public health concerns in developing countries. Schistosoma infection causes a range of morbidities, which is influenced to a large extent by the nature of the induced immune response and the nutritional status of the host. During the schistosomiasis infection, the immune response produces cytokines which are released by stimulating production of nitric oxide. Numerous studies have demonstrated that the nutritional status and the immune response affect the phenotypic characteristics of the adult worms. However, whether nitric oxide plays a role is unknown. In this study, wild type mice (control group) and Knockout mice deficient in nitric oxide production either fed a commercial diet (UNILAB) or a regional basic diet with low protein diet (7.87%). By means of a digital system for image analysis (Image Pro Plus, USA) and confocal microscopy, we studied the morphology of the oral sucker, tegument and reproductive system of male and female worms. Malnourished male and female worms showed sloughing of the tegument. The dorsal surface of male malnourished worms presented irregular tubercles, unevenly distributed, and scarce.…

Advisors/Committee Members: Renata Heisler Neves, José Roberto Machado e Silva, Rosângela Rodrigues e Silva, Michele Costa da Silva.

Subjects/Keywords: Esquistossomose; Óxido nítrico; Deficiência de proteínas - Aspectos nutricionais; Morfologia; Schistosoma mansoni; Schistosomiasis; Nitric oxide; Protein deficiency; Nutritional aspects; Morphology; Schistosoma mansoni; MICROBIOLOGIA MEDICA; Esquistossomose mansônica - Teses; Schistosoma mansoni - Parasitologia; Óxido Nítrico - Teses; Morfologia - Aspectos nutricionais; Deficiência de proteína - Teses; Interações hospedeiro-Parasito - Teses

Record DetailsSimilar RecordsGoogle PlusoneFacebookTwitterCiteULikeMendeleyreddit

APA · Chicago · MLA · Vancouver · CSE | Export to Zotero / EndNote / Reference Manager

APA (6th Edition):

Bezerra, B. B. (2013). Características morfológicas de vermes adultos machos e fêmeas de Schistosoma mansoni recuperados de camundongos desnutridos e deficientes em óxido nítrico. (Masters Thesis). Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Retrieved from http://www.bdtd.uerj.br/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=8234 ;

Chicago Manual of Style (16th Edition):

Bezerra, Bruno Barbosa. “Características morfológicas de vermes adultos machos e fêmeas de Schistosoma mansoni recuperados de camundongos desnutridos e deficientes em óxido nítrico.” 2013. Masters Thesis, Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Accessed April 18, 2021. http://www.bdtd.uerj.br/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=8234 ;.

MLA Handbook (7th Edition):

Bezerra, Bruno Barbosa. “Características morfológicas de vermes adultos machos e fêmeas de Schistosoma mansoni recuperados de camundongos desnutridos e deficientes em óxido nítrico.” 2013. Web. 18 Apr 2021.

Vancouver:

Bezerra BB. Características morfológicas de vermes adultos machos e fêmeas de Schistosoma mansoni recuperados de camundongos desnutridos e deficientes em óxido nítrico. [Internet] [Masters thesis]. Universidade do Estado do Rio de Janeiro; 2013. [cited 2021 Apr 18]. Available from: http://www.bdtd.uerj.br/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=8234 ;.

Council of Science Editors:

Bezerra BB. Características morfológicas de vermes adultos machos e fêmeas de Schistosoma mansoni recuperados de camundongos desnutridos e deficientes em óxido nítrico. [Masters Thesis]. Universidade do Estado do Rio de Janeiro; 2013. Available from: http://www.bdtd.uerj.br/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=8234 ;


Universidade do Estado do Rio de Janeiro

3. Adriana Cardoso Gomes. Alterações no tecido esplênico de camundongos esquistossomóticos com desnutrição calórica e protéica induzida no período de lactação.

Degree: Master, 2013, Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Apesar de significativos avanços obtidos no estudo da esquistossomose mansônica, as relações existentes entre esquistossomose e má-nutrição ainda não se acham completamente esclarecidas. Sendo a fase de lactação um período de vida de extrema importância para o indivíduo, alterações metabólicas na gestante podem afetar diretamente o desenvolvimento do feto sugerindo uma programação (imprinting) no metabolismo deste indivíduo em resposta adaptativa aos fatores ambientais encontrados em períodos iniciais de desenvolvimento. Este trabalho teve como objetivo avaliar as características do baço na fase aguda da infecção esquistossomótica de camundongos programados metabolicamente por restrição calórica e restrição protéica. Os baços dos animais eutanasiados na 9 semana de infecção foram submetidos a cortes histológicos (5m) e corados com hematoxilina-eosina. Foi realizada avaliação histopatológica, análise morfométrica e estereologia. A análise estatística foi realizada utilizando-se o programa Graph Pad Instat. Foi observada desorganização estrutural da polpa branca e da polpa vermelha nos grupos programados, independente da presença de infecção. Animais infectados apresentaram hiperplasia e hipertrofia da polpa branca e maior quantidade de pigmentos dispersos no tecido esplênico, bem como a presença de eosinófilos no interior de estruturas vasculares. A polpa branca dos grupos infectados tanto de restrição calórica quanto de restrição protéica apresentaram medidas morfométricas maiores quando comparados aos grupos não infectados. Os resultados estereológicos mostraram que o grupo de restrição calórica infectado apresentou menor densidade de volume de polpa vermelha, enquanto não houve diferenças significativas na densidade de volume de polpa branca. Megacariócitos foram vistos em maior quantidade nos grupos infectados, com ênfase no grupo de restrição protéica. Estes dados sugerem que a programação pela desnutrição materna na lactação e a infecção esquistossomótica provocam desorganização do tecido esplênico.

Despite significant advances in the study of schistosomiasis, the relationship between schistosomiasis and malnutrition are still not completely understood. As lactation stage is a extreme important lifetime for the individual, metabolic abnormalities during pregnancy can directly affect fetal development suggesting a metabolic imprinting of this individual in adaptive response to environmental factors found in earlier periods of development. This study aimed to evaluate the spleen characteristics in the acute phase of mice schistosomiasis metabolically programmed by caloric restriction and protein restriction. The spleens of animals euthanized at the 9th week of infection were subjected to histological sections (5μm) and stained with hematoxylin-eosin. It was performed histopathological evaluation, morphometric and stereological analysis. Statistical analysis was performed using Graph Pad Instat. It was observed structural disorganization of the white pulp and the red pulp on programmed groups, regardless…

Advisors/Committee Members: Jorge José de Carvalho, Christiane Leal Corrêa, Marta Guimarães Cavalcanti, José Roberto Machado e Silva.

Subjects/Keywords: Esquistossomose; Programação metabólica; Tecido esplênico; Histopatologia; Morfometria. Estereologia; Schistosomiasis; Metabolic programming; Splenic tissue; Histopathology; Morphometry; Stereology; HELMINTOLOGIA DE PARASITOS; Esquistossomose mansonica - Teses; Schistosoma mansoni - Parasitologia; Baço - Doenças - Teses; Lactação - Aspectos nutricionais - Teses; Deficiência de proteínas - Teses; Interações hospedeiro - Parasita

Record DetailsSimilar RecordsGoogle PlusoneFacebookTwitterCiteULikeMendeleyreddit

APA · Chicago · MLA · Vancouver · CSE | Export to Zotero / EndNote / Reference Manager

APA (6th Edition):

Gomes, A. C. (2013). Alterações no tecido esplênico de camundongos esquistossomóticos com desnutrição calórica e protéica induzida no período de lactação. (Masters Thesis). Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Retrieved from http://www.bdtd.uerj.br/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=9315 ;

Chicago Manual of Style (16th Edition):

Gomes, Adriana Cardoso. “Alterações no tecido esplênico de camundongos esquistossomóticos com desnutrição calórica e protéica induzida no período de lactação.” 2013. Masters Thesis, Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Accessed April 18, 2021. http://www.bdtd.uerj.br/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=9315 ;.

MLA Handbook (7th Edition):

Gomes, Adriana Cardoso. “Alterações no tecido esplênico de camundongos esquistossomóticos com desnutrição calórica e protéica induzida no período de lactação.” 2013. Web. 18 Apr 2021.

Vancouver:

Gomes AC. Alterações no tecido esplênico de camundongos esquistossomóticos com desnutrição calórica e protéica induzida no período de lactação. [Internet] [Masters thesis]. Universidade do Estado do Rio de Janeiro; 2013. [cited 2021 Apr 18]. Available from: http://www.bdtd.uerj.br/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=9315 ;.

Council of Science Editors:

Gomes AC. Alterações no tecido esplênico de camundongos esquistossomóticos com desnutrição calórica e protéica induzida no período de lactação. [Masters Thesis]. Universidade do Estado do Rio de Janeiro; 2013. Available from: http://www.bdtd.uerj.br/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=9315 ;

.