Advanced search options

Advanced Search Options 🞨

Browse by author name (“Author name starts with…”).

Find ETDs with:

in
/  
in
/  
in
/  
in

Written in Published in Earliest date Latest date

Sorted by

Results per page:

Sorted by: relevance · author · university · dateNew search

You searched for subject:(Phytolaccacea). Showing records 1 – 2 of 2 total matches.

Search Limiters

Last 2 Years | English Only

No search limiters apply to these results.

▼ Search Limiters


Universidade do Estado do Rio de Janeiro

1. Leila Cantelmo Paiva. Cultura de tecidos desdiferenciados e embriões somáticos de Petiveria alliacea L. visando à produção de substâncias bioativas .

Degree: Master, 2011, Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Petiveria alliacea L. pertence à família Phytolaccacceae e é conhecida popularmente como guiné ou amansa-senhor, entre outros nomes. Tem sido muito utilizada na medicina popular como agente terapêutico, devido à diversas propriedades farmacológicas. Estudos fitoquímicos têm contribuído para a descoberta de grande variedade de substâncias biologicamente ativas produzidas em diferentes partes da planta (saponinas, alcalóides, flavonóides, sulfetos, taninos, cumarinas, entre outros). A análise química da raiz tem revelado grande quantidade de derivados sulfurados, principalmente o dibenzil trissulfeto (DTS), com atividade antifúngica, antibacteriana, antioxidante e anticancerígena. Visando avaliar a produção biotecnológica do DTS, o presente trabalho teve como objetivo, otimizar a cultura de novas linhagens de calos, células em suspensão e embriões somáticos, a partir de plantas de P. alliacea L. mantidas in vitro, com o monitoramento da capacidade biossintética das culturas. Os resultados mostraram que a produção de calos friáveis foi possível em explantes foliares inoculados em meio MS suplementado com PIC ou 2,4-D. Além da resposta calogênica, foi observada a produção de estruturas globulares caracterizadas como embriões somáticos. A ocorrência de embriogênese somática direta foi confirmada através da análise histológica do processo regenerativo. A indução de embriões somáticos gerou um processo de embriogênese secundária altamente repetitivo até 150 dias de cultura e conversão a plantas em freqüência de 5%. Em relação à cultura de células em suspensão a partir dos calos friáveis, observou-se uma diminuição do crescimento celular ao longo das subculturas. As culturas em suspensão originadas de tecido embriogênico secundário continuaram o processo repetitivo em meio líquido e apresentaram conversão a plantas em taxas mais baixas que as obtidas em meio sólido. A obtenção de plantas completas a partir dos embriões somáticos demonstrou a possibilidade de utilização desse sistema para a micropropagação dessa espécie. O monitoramento fitoquímico dos sistemas de cultura in vitro e plantas de campo mantidas em casa de vegetação durante 02 anos apresentou diferenças significativas, confirmando que a cultura de tecidos pode alterar as rotas metabólicas. A cromatografia gasosa acoplada à espectrometria de massas realizada com extrato em diclorometano de embriões secos e hexânico de embriões frescos e raízes secas de plantas provenientes de embriões somáticos, demonstrou a presença do DTS, constituindo, portanto, sistemas in vitro importantes para a modulação desta substância.

Petiveria alliacea L. belongs to the family Phytolaccacceae and is commonly known as "guinea" or "master tamed," among other names. It has been used in folk medicine as a therapeutic agent due to its distinct pharmacological properties. Phytochemical studies have lead to the discovery of a wide range of biologically active substances produced in different parts of the plant (saponins, alkaloids, flavonoids, sulfates, tannins, coumarins, among others).…

Advisors/Committee Members: Marsen Garcia Pinto Coelho, Elisabeth Atalla Mansur de Oliveira, Georgia Pacheco Peters de Almeida, Celso Luiz Salgueiro Lage, Rachel Fatima Gagliardi Araujo.

Subjects/Keywords: Phytolaccacea; Guiné; BOTANICA APLICADA; Calo; Células em suspensão; Embriogênese somática; Dibenzil trissulfeto; Guinea; Phytolaccacea; Callus; Cell suspension; Somatic embryogenesis; Dibenzyl trisulfide; Petiveria alliacea - Propagação-in-vitro; Petiveria alliacea - Anatomia

Record DetailsSimilar RecordsGoogle PlusoneFacebookTwitterCiteULikeMendeleyreddit

APA · Chicago · MLA · Vancouver · CSE | Export to Zotero / EndNote / Reference Manager

APA (6th Edition):

Paiva, L. C. (2011). Cultura de tecidos desdiferenciados e embriões somáticos de Petiveria alliacea L. visando à produção de substâncias bioativas . (Masters Thesis). Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Retrieved from http://www.bdtd.uerj.br/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=3509 ;

Chicago Manual of Style (16th Edition):

Paiva, Leila Cantelmo. “Cultura de tecidos desdiferenciados e embriões somáticos de Petiveria alliacea L. visando à produção de substâncias bioativas .” 2011. Masters Thesis, Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Accessed January 24, 2020. http://www.bdtd.uerj.br/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=3509 ;.

MLA Handbook (7th Edition):

Paiva, Leila Cantelmo. “Cultura de tecidos desdiferenciados e embriões somáticos de Petiveria alliacea L. visando à produção de substâncias bioativas .” 2011. Web. 24 Jan 2020.

Vancouver:

Paiva LC. Cultura de tecidos desdiferenciados e embriões somáticos de Petiveria alliacea L. visando à produção de substâncias bioativas . [Internet] [Masters thesis]. Universidade do Estado do Rio de Janeiro; 2011. [cited 2020 Jan 24]. Available from: http://www.bdtd.uerj.br/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=3509 ;.

Council of Science Editors:

Paiva LC. Cultura de tecidos desdiferenciados e embriões somáticos de Petiveria alliacea L. visando à produção de substâncias bioativas . [Masters Thesis]. Universidade do Estado do Rio de Janeiro; 2011. Available from: http://www.bdtd.uerj.br/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=3509 ;


Universidade do Estado do Rio de Janeiro

2. Bianka de Oliveira Soares. Micropropagação e avaliação da potencialidade genotóxica de Petiveria alliacea L.

Degree: Master, 2013, Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Petiveria alliacea L. é uma planta pertencente à família Phytolaccaceae, conhecida popularmente no país como guiné, erva-de-alho, erva-tipi ou amansa-senhor. Nativa da Região Amazônica tem sido cultivada em muitas áreas tropicais com propósito medicinal ou ritualístico. O objetivo desse trabalho foi (i) o desenvolvimento e a multiplicação de plantas de P. alliacea L. através de métodos de cultura de tecidos, e monitoramento fitoquímico das culturas, e (ii) avaliação comparativa das potencialidades genotóxica e antigenotóxica entre plantas coletadas no campo e produzidas in vitro. Exemplares de diferentes populações ocorrentes no estado do Rio de Janeiro foram utilizados como matrizes para a cultura. Foi estabelecido um protocolo para multiplicação das plantas em meio MS suplementado com BAP e ANA em diferentes concentrações e combinações, que forneceu como melhor resultado em média 8 plantas por explante na concentração de BAP 4,4 μM + ANA 0,54 μM. A análise fitoquímica foi baseada em métodos cromatográficos de diferentes extratos de plantas de campo e plantas in vitro das populações estudadas resultando em diferentes substâncias identificadas nas amostras analisadas por cromatografia em camada delgada. Os extratos foram também avaliados por cromatografia gasosa acoplada á espectrometria de massas, sendo identificadas diferentes substâncias, entre as quais o dibenzil dissulfeto, um produto de degradação de tiosulfinatos com importantes atividades biológicas na defesa das plantas. Os extratos aquosos das plantas de campo e daquelas estabelecidas in vitro foram submetidos à avaliação da potencialidade genotóxica e antigenotóxica, usando-se como modelo o DNA plasmidial pUC 9.1. Os resultados demonstraram que as concentrações utilizadas do extrato aquoso foram capazes de induzir alterações na conformação estrutural do DNA, indicando a ocorrência de quebras simples e duplas nesta molécula. Observou-se também que as lesões aumentaram, proporcionalmente ao aumento da concentração dos extratos, caracterizando-se, assim, um efeito dose-resposta. Os dados também apontaram para um efeito protetor do extrato aquoso, em relação aos danos oxidativos causados pelo cloreto estanoso, indicando, também, uma potencialidade antigenotóxica do extrato aquoso.

Petiveria alliacea L. popularly known in Brazil as Guiné, Amansa-senhor or Tipi belongs to the Phytolaccaceae family. Native from the Amazon region, it has been cultivated in many tropical areas for medicinal or ritualistic purposes. The aim of this study was: i) the development and multiplication of plants of P. alliacea L. through tissue culture methods as well as monitoring phytochemical cultures; ii) comparative assessment of genotoxic and antigenotoxic potentialities between field collected and in vitro grown plants. Specimens from different populations occurring in the state of Rio de Janeiro were used as matrices for the culture. It was established a protocol for propagation in MS medium supplemented with different BAP + ANA concentrations and combinations whose…

Advisors/Committee Members: Adriano Caldeira de Araujo, Aline Castellar Duarte, Claudia Ribeiro da Silva, Flávio José da Silva Dantas, Rachel Fatima Gagliardi Araujo.

Subjects/Keywords: Guiné; Phytolaccacea; Dibenzil dissulfeto; Cromatografia gasosa; Potencial antigenotóxico; Antioxidante; Guinea; Phytolaccacea; Dibenzyl disulfide; Gas chromatography; Antigenotoxic potential; Antioxidant; BOTANICA APLICADA; Petiveria alliacea; Ervas - Uso terapêutico

Record DetailsSimilar RecordsGoogle PlusoneFacebookTwitterCiteULikeMendeleyreddit

APA · Chicago · MLA · Vancouver · CSE | Export to Zotero / EndNote / Reference Manager

APA (6th Edition):

Soares, B. d. O. (2013). Micropropagação e avaliação da potencialidade genotóxica de Petiveria alliacea L. (Masters Thesis). Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Retrieved from http://www.bdtd.uerj.br/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=5175 ;

Chicago Manual of Style (16th Edition):

Soares, Bianka de Oliveira. “Micropropagação e avaliação da potencialidade genotóxica de Petiveria alliacea L.” 2013. Masters Thesis, Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Accessed January 24, 2020. http://www.bdtd.uerj.br/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=5175 ;.

MLA Handbook (7th Edition):

Soares, Bianka de Oliveira. “Micropropagação e avaliação da potencialidade genotóxica de Petiveria alliacea L.” 2013. Web. 24 Jan 2020.

Vancouver:

Soares BdO. Micropropagação e avaliação da potencialidade genotóxica de Petiveria alliacea L. [Internet] [Masters thesis]. Universidade do Estado do Rio de Janeiro; 2013. [cited 2020 Jan 24]. Available from: http://www.bdtd.uerj.br/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=5175 ;.

Council of Science Editors:

Soares BdO. Micropropagação e avaliação da potencialidade genotóxica de Petiveria alliacea L. [Masters Thesis]. Universidade do Estado do Rio de Janeiro; 2013. Available from: http://www.bdtd.uerj.br/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=5175 ;

.