Advanced search options

Advanced Search Options 🞨

Browse by author name (“Author name starts with…”).

Find ETDs with:

in
/  
in
/  
in
/  
in

Written in Published in Earliest date Latest date

Sorted by

Results per page:

You searched for subject:(Needs assessment trends). One record found.

Search Limiters

Last 2 Years | English Only

No search limiters apply to these results.

▼ Search Limiters

1. Pires, Sandra Cristina Fonseca. A relação linguagem-cognição no trabalho com Comunicação Suplementar e/ou Alternativa com a criança com paralisia cerebral.

Degree: Mestrado, Fisiopatologia Experimental, 2005, University of São Paulo

Comunicação Suplementar e/ou Alternativa (CSA) é uma área clínica reconhecida pela ASHA (1991) que visa suprir temporária ou permanentemente dificuldades severas de comunicação oral, seja qual for o fator etiológico e a idade do indivíduo em questão. É uma área ainda recente no Brasil, havendo poucos estudos científicos, sobretudo que a relacionem com o trabalho cognitivo e de linguagem e com quadros de alteração sensório-motora em crianças. A hipótese inicial é que haja pré-requisitos cognitivos e de linguagem para a abordagem direta da CSA. A presente pesquisa teve como objetivo relacionar o nível de desenvolvimento cognitivo e de linguagem com o desempenho do trabalho de CSA com crianças com Paralisia Cerebral. Utilizou-se como amostra nove crianças com paralisia cerebral, com idades entre 4;0 e 9;11. Cada criança foi avaliada a partir de um protocolo estabelecido para determinar sua etapa de desenvolvimento cognitivo e de linguagem. Paralela a esta avaliação registrou-se o desempenho da criança no uso da CSA e a descrição detalhada do seu material - tipo de sistema utilizado, número de símbolos no total e por categoria semântica, forma de disposição e tipo de acesso. No caso das crianças que apresentaram uso eficiente da CSA, aplicou-se um questionário sobre sua comunicação aos pais/responsáveis. Os dados foram relacionados e analisados comparando essencialmente a etapa cognitiva com o desempenho no uso de CSA. Quanto ao questionário e análise comparativa do material de CSA, não foi possível estudo mais aprofundado visto que apenas uma criança apresentava uso eficiente da CSA no momento da avaliação. A partir da comparação realizada entre os desempenhos nas provas e no uso da CSA, verificou-se que apenas as crianças caracterizadas no período pré-operatório demonstraram usar a CSA de forma eficiente, o que sugere que de fato há pré-requisitos para o uso de sistemas gráficos de CSA

The Augmentative and/or Alternative Communication (AAC) is a clinical area recognized by ASHA (1991) that attempts to compensate, temporarily or permanently, severe expressive communication disorders, being whatever the etiologic factor and the age of the subject studied. It is still a recent area in Brazil, with few scientific studies, above all that associates the AAC with the cognitive and language intervention and with developmental neuromotor disorder. The initial hypothesis is that cognitive and language pre-requisites exist for a direct intervention with AAC. The present research had the aim of verifying the relationship between the cognitive and language development level and the learning of the AAC, in children with cerebral palsy. The subjects of the research were nine children with cerebral palsy, with age ranging from 4;0 to 9;11 years old. Each child was assessed by a set protocol in order to determine the cognitive and language development level. Moreover, it was registered the performance of the child with the AAC use and the detailed description of her material - type of system and selection, arrangement of symbols,…

Advisors/Committee Members: Limongi, Suelly Cecilia Olivan.

Subjects/Keywords: Cerebral palsy; Child; Child language; Communication/history; Comunicação/história; Criança; Determinação de necessidades de cuidados de saúde/tendências; Language tests; Linguagem infantil; Needs assessment/trends; Paralisia cerebral; Pré-escolar; Preschool; Testes de linguagem

Record DetailsSimilar RecordsGoogle PlusoneFacebookTwitterCiteULikeMendeleyreddit

APA · Chicago · MLA · Vancouver · CSE | Export to Zotero / EndNote / Reference Manager

APA (6th Edition):

Pires, S. C. F. (2005). A relação linguagem-cognição no trabalho com Comunicação Suplementar e/ou Alternativa com a criança com paralisia cerebral. (Masters Thesis). University of São Paulo. Retrieved from http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5160/tde-14102014-085137/ ;

Chicago Manual of Style (16th Edition):

Pires, Sandra Cristina Fonseca. “A relação linguagem-cognição no trabalho com Comunicação Suplementar e/ou Alternativa com a criança com paralisia cerebral.” 2005. Masters Thesis, University of São Paulo. Accessed December 06, 2019. http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5160/tde-14102014-085137/ ;.

MLA Handbook (7th Edition):

Pires, Sandra Cristina Fonseca. “A relação linguagem-cognição no trabalho com Comunicação Suplementar e/ou Alternativa com a criança com paralisia cerebral.” 2005. Web. 06 Dec 2019.

Vancouver:

Pires SCF. A relação linguagem-cognição no trabalho com Comunicação Suplementar e/ou Alternativa com a criança com paralisia cerebral. [Internet] [Masters thesis]. University of São Paulo; 2005. [cited 2019 Dec 06]. Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5160/tde-14102014-085137/ ;.

Council of Science Editors:

Pires SCF. A relação linguagem-cognição no trabalho com Comunicação Suplementar e/ou Alternativa com a criança com paralisia cerebral. [Masters Thesis]. University of São Paulo; 2005. Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5160/tde-14102014-085137/ ;

.