Advanced search options

Advanced Search Options 🞨

Browse by author name (“Author name starts with…”).

Find ETDs with:

in
/  
in
/  
in
/  
in

Written in Published in Earliest date Latest date

Sorted by

Results per page:

Sorted by: relevance · author · university · dateNew search

You searched for subject:(Natacao Estilos). Showing records 1 – 3 of 3 total matches.

Search Limiters

Last 2 Years | English Only

No search limiters apply to these results.

▼ Search Limiters


Universidade do Rio Grande do Sul

1. Matos, Cristiano Cardoso de. Efeitos do uso de palmares e nadadeiras sobre a organização espaço-temporal e concentração de lactato do nado crawl.

Degree: 2012, Universidade do Rio Grande do Sul

O objetivo geral deste estudo foi comparar variáveis espaço-temporais e fisiológicas durante o nado crawl com o uso de palmares e nadadeiras. Participaram 11 voluntários do sexo masculino (25,8 ± 5,5 anos de idade, 75,2 ± 5,5 kg de massa corporal e 177 ± 6,5 cm de estatura), nadadores de nível nacional e regional que realizaram dois protocolos distintos de avaliação: nado de 50 m em máxima intensidade e 12 repetições de 50 m em intensidade submáxima (nado intervalado). Ambos os protocolos foram realizados três vezes: nado sem equipamentos (SE), com palmares (CP) e com nadadeiras (CN). Foram coletados dados de desempenho, comprimento médio de braçadas (CB), frequência média de braçadas (FB), velocidade média de nado (VN), duração das fases da braçada (A, B, C, D), índice de coordenação de nado (IdC), frequência média de pernadas (FP), profundidade média de pernada (PP), concentração de lactato [LA] e percepção subjetiva de esforço (PSE). Utilizaram-se filmadoras para obtenção de imagens (60 Hz) subaquáticas dos nados no plano sagital, posteriormente analisadas, e um pacer subaquático luminoso foi utilizado para controle da VN nas séries de nado intervalado nas condições CP e CN e lactímetro portátil foi utilizado para obter as medidas de [LA]. De modo geral, em máxima intensidade palmares alteram [LA] e nadadeiras afetam FB, VN, e [LA]. Em série de nado intervalado, palmares alteram PSE e nadadeiras afetam CB, duração das fases A e C, FP, [LA] e PSE. As áreas de palmares e nadadeiras, relativas às mãos e pés, parecem ser decisivas para os resultados encontrados.

The Main objective of this study was to compare spatio-temporal and physiological variables in the front crawl stroke with paddles and fins. Eleven male volunteers (25.8 ± 5.5 years old, 75.2 ± 5.5 kg of body mass and 177 ± 6.5 cm of height), regional and national level swimmers, performed two different protocols: 50 m all-out and 12 trials of 50 m in sub-maximal intensity (interval training). Both protocols were performed three times: non equipment swimming (NS), paddles swimming (PS) and fins swimming (FS). Performance, means stroke length (SL), stroke frequency (SF), swimming velocity (SV), duration of the phases of the strokes (A, B, C, D), index of coordination (IdC), kick rate (KR) and deep (KD), lactate concentration [LA] and perceived exertion (PE) were obtained. Underwater images (60 Hz) in the sagital plane of the swimming were obtained with camcorders, after these images were analyzed, and an underwater pacer was used to control SV in the interval training for the PS and FS conditions and a portable lactimeter was used to obtain [LA]. In general way, in maximal intensity, paddles change [LA] and fins change SR, SV and [LA]. In interval training, paddles affect PE and fins change SL, duration of phases A and C, KR, [LA] and PE. Paddles and fins areas, relatives to hands and foots, seem to be very decisive in the found results.

Advisors/Committee Members: Castro, Flavio Antonio de Souza.

Subjects/Keywords: Paddles; Natacao : Estilos; Lactato; Fins; Swimming; Kinematics

Record DetailsSimilar RecordsGoogle PlusoneFacebookTwitterCiteULikeMendeleyreddit

APA · Chicago · MLA · Vancouver · CSE | Export to Zotero / EndNote / Reference Manager

APA (6th Edition):

Matos, C. C. d. (2012). Efeitos do uso de palmares e nadadeiras sobre a organização espaço-temporal e concentração de lactato do nado crawl. (Thesis). Universidade do Rio Grande do Sul. Retrieved from http://hdl.handle.net/10183/56784

Note: this citation may be lacking information needed for this citation format:
Not specified: Masters Thesis or Doctoral Dissertation

Chicago Manual of Style (16th Edition):

Matos, Cristiano Cardoso de. “Efeitos do uso de palmares e nadadeiras sobre a organização espaço-temporal e concentração de lactato do nado crawl.” 2012. Thesis, Universidade do Rio Grande do Sul. Accessed September 22, 2020. http://hdl.handle.net/10183/56784.

Note: this citation may be lacking information needed for this citation format:
Not specified: Masters Thesis or Doctoral Dissertation

MLA Handbook (7th Edition):

Matos, Cristiano Cardoso de. “Efeitos do uso de palmares e nadadeiras sobre a organização espaço-temporal e concentração de lactato do nado crawl.” 2012. Web. 22 Sep 2020.

Vancouver:

Matos CCd. Efeitos do uso de palmares e nadadeiras sobre a organização espaço-temporal e concentração de lactato do nado crawl. [Internet] [Thesis]. Universidade do Rio Grande do Sul; 2012. [cited 2020 Sep 22]. Available from: http://hdl.handle.net/10183/56784.

Note: this citation may be lacking information needed for this citation format:
Not specified: Masters Thesis or Doctoral Dissertation

Council of Science Editors:

Matos CCd. Efeitos do uso de palmares e nadadeiras sobre a organização espaço-temporal e concentração de lactato do nado crawl. [Thesis]. Universidade do Rio Grande do Sul; 2012. Available from: http://hdl.handle.net/10183/56784

Note: this citation may be lacking information needed for this citation format:
Not specified: Masters Thesis or Doctoral Dissertation


Universidade do Rio Grande do Sul

2. Castro, Flavio Antonio de Souza. Determinantes do desempenho para a prova de 200m nado livre.

Degree: 2007, Universidade do Rio Grande do Sul

Características antropométricas, biomecânicas e fisiológicas são considerados fatores determinantes do desempenho em natação. A prova de 200 m nado livre apresenta condições energéticas singulares que oferecem interessantes desafios para nadadores, treinadores e cientistas do esporte. Os objetivos deste estudo foram identificar a importância de cada fator relacionado ao desempenho na prova de 200 m nado livre, e suas interrelações. Foram voluntários neste estudo 12 nadadores do sexo masculino (idade: 18,3 ± 2,9 anos; estatura: 174,3 ± 5,8 cm; envergadura: 181,1 ± 7,5 cm; massa corporal total: 66,4 ± 6,3 kg; somatório de quatro dobras cutâneas: 31,9 ± 8,2 mm), federados e nadando 37 ± 7 km por semana, cujo melhor tempo na prova de 200 m nado livre era 125,2 ± 2,7 s. Além das variáveis antropométricas, foram obtidos, de 200 m nado crawl, executados em piscina de 25 m, sob máxima intensidade, desempenho em s, transformados em valores pontuais (DESP), considerando o recorde mundial da prova como 1000 pontos e variáveis cinemáticas distância média percorrida por ciclo de braçadas (DC), freqüência média de ciclo de braçadas (FCL) e velocidade média de nado (VN), dos oito trechos de 25 m dos 200 m. Variáveis cinemáticas foram obtidas empregando-se um sistema digital para videogramatria. Antes da realização dos 200 m foram identificados o consumo de oxigênio (VO2r) e a concentração de lactato, ambos de repouso ([LAr]). Após os 200 m foram identificados o consumo de oxigênio pós esforço (VO2e), pelo método de retroextrapolação e o pico de concentração de lactato P[LA]. Para identificar os valores de VO2 foi utilizado um analisador de gases portátil e para os valores de [LA] um lactímetro portátil. Dos valores de VO2 e [LA] foram calculados os valores líquidos dos mesmos (VO2l e [LAL] e a energia total (Etot) gasta na realização dos 200 m. A realização de um teste de nado estacionário, de 30 s de duração, possibilitou a identificação do impulso total (IMP) e da taxa de variação do impulso (TIMP), com a utilização de célula de carga de tração. Foram calculados os coeficientes de variação (cv) das variáveis e aplicados testes estatísticos de medidas repetidas, de comparação de médias e modelos de regressão linear múltipla, estes em cinco modelos: antropométrico, cinemático, fisiológico, cinético e geral. O desempenho dos nadadores avaliados foi de 130,2 ± 2,8 s (711,8 ± 29,1 pontos). Respectivamente valores médios de DC, FCL e VN foram: 2,10 ± 0,11 m, 0,69 ± 0,07 Hz e 1,45 ± 0,11 m·s-1. Já valores de VO2l, [LA]L e Etot foram de, respectivamente, 55,5 ± 5,5 ·kg-1·min-1, 11,15 ± 1,17 mmol·l-1 e 67,2 ± 5,5 ml·kg-1·min-1. Valores de IMP e TIMP foram de, respectivamente, 2648,4 N·s e – 25,1 ± 3,7 N. No modelo geral de regressão linear múltipla entraram as variáveis que puderam, de modo significativo, explicar o desempenho nos modelos por grupos de variáveis (DC, cvVN, VO2l e IMP) exceto a envergadura (ENV), que não responde a estímulos de treinamento. O modelo geral conseguiu explicar até 72,2% da variação do DESP, com as variáveis… Advisors/Committee Members: Mota, Carlos Bolli.

Subjects/Keywords: Natacao : Estilos; Swimming; Biomecânica; Performance; Cinesiologia aplicada; kinematics; kinetics

Record DetailsSimilar RecordsGoogle PlusoneFacebookTwitterCiteULikeMendeleyreddit

APA · Chicago · MLA · Vancouver · CSE | Export to Zotero / EndNote / Reference Manager

APA (6th Edition):

Castro, F. A. d. S. (2007). Determinantes do desempenho para a prova de 200m nado livre. (Thesis). Universidade do Rio Grande do Sul. Retrieved from http://hdl.handle.net/10183/11196

Note: this citation may be lacking information needed for this citation format:
Not specified: Masters Thesis or Doctoral Dissertation

Chicago Manual of Style (16th Edition):

Castro, Flavio Antonio de Souza. “Determinantes do desempenho para a prova de 200m nado livre.” 2007. Thesis, Universidade do Rio Grande do Sul. Accessed September 22, 2020. http://hdl.handle.net/10183/11196.

Note: this citation may be lacking information needed for this citation format:
Not specified: Masters Thesis or Doctoral Dissertation

MLA Handbook (7th Edition):

Castro, Flavio Antonio de Souza. “Determinantes do desempenho para a prova de 200m nado livre.” 2007. Web. 22 Sep 2020.

Vancouver:

Castro FAdS. Determinantes do desempenho para a prova de 200m nado livre. [Internet] [Thesis]. Universidade do Rio Grande do Sul; 2007. [cited 2020 Sep 22]. Available from: http://hdl.handle.net/10183/11196.

Note: this citation may be lacking information needed for this citation format:
Not specified: Masters Thesis or Doctoral Dissertation

Council of Science Editors:

Castro FAdS. Determinantes do desempenho para a prova de 200m nado livre. [Thesis]. Universidade do Rio Grande do Sul; 2007. Available from: http://hdl.handle.net/10183/11196

Note: this citation may be lacking information needed for this citation format:
Not specified: Masters Thesis or Doctoral Dissertation


Universidade do Rio Grande do Sul

3. More, Felipe Collares. Determinação da coordenação de nado por meio da análise cinética e cinemática no estilo crawl.

Degree: 2008, Universidade do Rio Grande do Sul

A coordenação espaço-temporal dos movimentos dos braços de nadadores competitivos tem demonstrado ser um importante fator ligado a velocidade de nado e ao desempenho desses atletas. Os modelos básicos de coordenação comumente percebidos são: (1) captura - caracterizado pela existência de períodos sem propulsão entre a execução de cada braçada; (2) oposição - o movimento propulsivo de um braço inicia no exato instante em que o braço contra-lateral finaliza a fase propulsiva de seu movimento; (3) sobreposição - caracterizado por períodos com ação propulsiva simultânea dos dois braços. O objetivo deste estudo foi comparar os resultados da análise da simetria e da coordenação do nado crawl obtidos por meio dos métodos de cinemetria e dinamometria durante testes de nado livre e nado amarrado. Foram avaliados 13 nadadores federados voluntários do sexo masculino (idade: 19,4 ± 5,3 anos, estatura: 179,0 ± 5,2 cm, envergadura: 188,1 ± 6,0 cm, massa: 70,5 ± 8,7 kg, desempenho: 78,5 ± 4,2 % do recorde mundial de 50 m livres). Para obtenção das demais variáveis do estudo os nadadores foram submetidos à execução de dois protocolos distintos, realizados em piscina 25 m: (A) nado livre: 50 m nadados na máxima velocidade, com partida de dentro da piscina. Os atletas tiveram seu nado filmado (50 Hz) por duas câmeras colocadas dentro da água, uma em cada borda lateral da piscina, que foram deslocadas por operadores treinados a uma velocidade semelhante à velocidade de deslocamento do mesmo e (B) nado amarrado: nado estacionário em máxima intensidade com duração semelhante a do teste de nado livre. Os atletas tiveram a resultante das forças aplicadas por braçada medida por um transdutor de força fixado a borda da piscina onde era preso o cabo que estava ligado as suas cinturas e seus nados filmados (50 Hz) por duas câmeras posicionadas lateralmente a eles, sob a água. Um módulo eletrônico de sincronismo foi utilizado para disparar, simultaneamente, um sinal luminoso nas duas filmadoras e um pulso elétrico no sistema de aquisição dos dados oriundos do transdutor de força, possibilitando a posterior análise dos sinais oriundos de todos os aparatos utilizados para coleta dos dados. A partir da análise das imagens obtidas durante a execução de ambos os protocolos foram mensurados o índice de coordenação de nado (IdC), para ambos os braços (IdC1 e IdC2), em nado livre e nado amarrado e a freqüência média de braçadas (FB) na primeira e segunda metades do teste executado durante a aplicação de cada um dos protocolos. Os dados oriundos do transdutor de força permitiram a mensuração da diferença de tempo entre os picos de força aplicada por braçada (DFTA) para ambos os braços (DTFA1 e DTFA2). Os resultados mostraram um menor valor médio de IdC apresentado durante no nado livre (-3,59 ± 8,63 %) em relação ao nado amarrado (0,59 ± 7,92 %) indicando que, ao executarem o nado livre, os atletas adotam uma coordenação no modelo de captura e ao executarem o nado amarrado adotam uma coordenação em sobreposição, porém com valores que indicam uma… Advisors/Committee Members: Mota, Carlos Bolli.

Subjects/Keywords: Cinesiologia aplicada; Swimming; Front-crawl stroke; Natacao : Estilos; Movimento humano; Arm coordination; Free swimming; Tethered swimming

Record DetailsSimilar RecordsGoogle PlusoneFacebookTwitterCiteULikeMendeleyreddit

APA · Chicago · MLA · Vancouver · CSE | Export to Zotero / EndNote / Reference Manager

APA (6th Edition):

More, F. C. (2008). Determinação da coordenação de nado por meio da análise cinética e cinemática no estilo crawl. (Thesis). Universidade do Rio Grande do Sul. Retrieved from http://hdl.handle.net/10183/16197

Note: this citation may be lacking information needed for this citation format:
Not specified: Masters Thesis or Doctoral Dissertation

Chicago Manual of Style (16th Edition):

More, Felipe Collares. “Determinação da coordenação de nado por meio da análise cinética e cinemática no estilo crawl.” 2008. Thesis, Universidade do Rio Grande do Sul. Accessed September 22, 2020. http://hdl.handle.net/10183/16197.

Note: this citation may be lacking information needed for this citation format:
Not specified: Masters Thesis or Doctoral Dissertation

MLA Handbook (7th Edition):

More, Felipe Collares. “Determinação da coordenação de nado por meio da análise cinética e cinemática no estilo crawl.” 2008. Web. 22 Sep 2020.

Vancouver:

More FC. Determinação da coordenação de nado por meio da análise cinética e cinemática no estilo crawl. [Internet] [Thesis]. Universidade do Rio Grande do Sul; 2008. [cited 2020 Sep 22]. Available from: http://hdl.handle.net/10183/16197.

Note: this citation may be lacking information needed for this citation format:
Not specified: Masters Thesis or Doctoral Dissertation

Council of Science Editors:

More FC. Determinação da coordenação de nado por meio da análise cinética e cinemática no estilo crawl. [Thesis]. Universidade do Rio Grande do Sul; 2008. Available from: http://hdl.handle.net/10183/16197

Note: this citation may be lacking information needed for this citation format:
Not specified: Masters Thesis or Doctoral Dissertation

.