Advanced search options

Advanced Search Options 🞨

Browse by author name (“Author name starts with…”).

Find ETDs with:

in
/  
in
/  
in
/  
in

Written in Published in Earliest date Latest date

Sorted by

Results per page:

Sorted by: relevance · author · university · dateNew search

You searched for subject:(N O carboxymethylchitosan). Showing records 1 – 2 of 2 total matches.

Search Limiters

Last 2 Years | English Only

No search limiters apply to these results.

▼ Search Limiters

1. Fiamingo, Anderson. Membranas porosas de N,O-carboximetilquitosana/quitosana para aplicação na prevenção de adesões pericárdicas pós-cirúrgicas.

Degree: Mestrado, Físico-Química, 2012, University of São Paulo

Este trabalho teve como objetivo produzir e caracterizar membranas de quitosana e de N,O-carboximetilquitosana reticuladas, que apresentassem propriedades físicas e químicas adequadas para desempenhar o papel de matriz para proliferação das células mesoteliais. As características estruturais e morfológicas das amostras purificadas de quitosana (amostra Q, adquirida da Yue Planting, China) e carboximetilquitosana na forma sódica (amostra NaCMQH, adquirida da Heppe Medical, Alemanha, e amostra NaCMQD, adquirida da Dayang Chemicals, China) foram investigadas através da espectroscopias de ressonância magnética nuclear e no infravermelho, condutimetria, solubilidade em função do pH e viscosimetria. As membranas de carboximetilquitosanas (amostras M-CMQHs e M-CMQDs) foram confeccionadas via liofilização, e glutaraldeído foi empregado como agente reticulante em diferentes concentrações para avaliar o seu efeito sobre o grau de reticulação e propriedades das membranas. As membranas foram caracterizadas quanto ao grau de reticulação, grau de hidratação, microscopia eletrônica de varredura (MEV), termogravimetria, teste mecânico de tração e quanto a susceptibilidade à degradação enzimática. A amostra Q apresentou grau médio de acetilação (<span style=\"text-decoration: overline\">GA) de 23,60%, sendo solúvel em pH ≤ 6,5. A amostra NaCMQH apresentou <span style=\"text-decoration: overline\">GA = 16,32% e grau médio de substituição (<span style=\"text-decoration: overline\">GS) de 1,68, sendo insolúvel no intervalo 2,5 ≤ pH ≤ 6,5, a amostra de NaCMQD apresentou <span style=\"text-decoration: overline\">GA = 3,31% e <span style=\"text-decoration: overline\">GS = 1,43, sendo insolúvel no intervalo 3,0 ≤ pH ≤ 7,0. A reticulação das membranas de carboximetilquitosana (amostras M-CMQHs e M-CMQDs) foi realizada com a finalidade de reduzir sua solubilidade e melhorar as propriedades mecânicas. O grau médio de reticulação (<span style=\"text-decoration: overline\">GR) foi tanto maior quanto maior a concentração de glutaraldeído empregada na reação, variando de <span style=\"text-decoration: overline\">GR = 10,39 ± 0,37% ([glutaraldeído] = 2,5x10-3 mol L-1) a <span style=\"text-decoration: overline\">GR = 62,38 ± 1,71% ([glutaraldeído] = 5,0x10-3 mol L-1). As características morfológicas das amostras M-Q, M-CMQHs e M-CMQDs foram observadas pelo emprego de MEV, sendo observada a formação de estruturas porosas, com maior quantidade de poros aparentes quanto maior o <span style=\"text-decoration: overline\">GM de 175 poros mm-2 a 291 poros mm-2 com o aumento do grau de reticulação de 12,30% (amostra M-CMQH-2,5) para 35,82%, (amostra M-CMQH-50). A amostra M-Q apresentou baixa taxa de hidratação (321,16 ± 18,68%) e alto percentual de massa recuperada (90,62 ± 2,13%) após imersão por 24 horas em solução PBS, quando comparada às amostras M-CMQHs e M-CMQDs. As amostras M-CMQHs e M-CMQDs apresentaram aumento da resistência máxima à tração com o aumento de <span style=\"text-decoration: overline\"> <span… Advisors/Committee Members: Campana Filho, Sergio Paulo.

Subjects/Keywords: chitosan; glutaraldehyde; glutaraldeído; N,O-carboximetilquitosana; N,O-carboxymethylchitosan; quitosana

Record DetailsSimilar RecordsGoogle PlusoneFacebookTwitterCiteULikeMendeleyreddit

APA · Chicago · MLA · Vancouver · CSE | Export to Zotero / EndNote / Reference Manager

APA (6th Edition):

Fiamingo, A. (2012). Membranas porosas de N,O-carboximetilquitosana/quitosana para aplicação na prevenção de adesões pericárdicas pós-cirúrgicas. (Masters Thesis). University of São Paulo. Retrieved from http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/75/75134/tde-17042012-171004/ ;

Chicago Manual of Style (16th Edition):

Fiamingo, Anderson. “Membranas porosas de N,O-carboximetilquitosana/quitosana para aplicação na prevenção de adesões pericárdicas pós-cirúrgicas.” 2012. Masters Thesis, University of São Paulo. Accessed October 22, 2019. http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/75/75134/tde-17042012-171004/ ;.

MLA Handbook (7th Edition):

Fiamingo, Anderson. “Membranas porosas de N,O-carboximetilquitosana/quitosana para aplicação na prevenção de adesões pericárdicas pós-cirúrgicas.” 2012. Web. 22 Oct 2019.

Vancouver:

Fiamingo A. Membranas porosas de N,O-carboximetilquitosana/quitosana para aplicação na prevenção de adesões pericárdicas pós-cirúrgicas. [Internet] [Masters thesis]. University of São Paulo; 2012. [cited 2019 Oct 22]. Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/75/75134/tde-17042012-171004/ ;.

Council of Science Editors:

Fiamingo A. Membranas porosas de N,O-carboximetilquitosana/quitosana para aplicação na prevenção de adesões pericárdicas pós-cirúrgicas. [Masters Thesis]. University of São Paulo; 2012. Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/75/75134/tde-17042012-171004/ ;

2. Maria Claudia Tonelli Largura. Síntese e caracterização da o-carboximetilquitosana-n-lauril e utilização como polímero anfifílica em comprimidos de triancinolona.

Degree: 2009, Universidade do Vale do Itajaí

A tecnologia associada à modificação da liberação de fármacos sofreu um incremento notório nas últimas décadas na tentativa de maximizar as vantagens inerentes às formas farmacêuticas de liberação controlada. A utilização de sistemas matriciais constituídos por diversos tipos de polímeros é considerada uma opção interessante, devido às vantagens desses sistemas. A quitosana (Qts) (poli – (1-4)Dglucosamina) é um polissacarídeo catiônico derivado da quitina, de fácil obtenção e com muitas aplicações industriais. Neste trabalho, o derivado OCarboximetilquitosana (O-CMQts) foi hidrofobicamente modificado com cloreto de lauroíla em diferentes concentrações, para obter um derivado da Qts com caráter anfifílico, o O-Carboximetilquitosana-N-Lauril (O-CMQts-N-Lauril), com diferentes graus de substituição (GS) e utilizá-lo como matriz na preparação de comprimidos de triancinolana (TC). A estrutura química dos derivados foi confirmada através das técnicas de espectroscopia no infravermelho (IV). O grau de carboximetilação (GC) da O-CMQts foi determinado através da titulação condutimétrica. Para determinar o GS foi desenvolvido um método utilizando a espectroscopia no IV. A interação entre o fármaco e o polímero foi verificada de forma indireta através da quantificação do fármaco livre na dispersão polimérica. As propriedades tecnológicas dos derivados foram determinadas com o objetivo de preparar comprimidos contendo o fármaco através da compressão direta. Na preparação dos comprimidos, a TC foi incorporada à matriz dos derivados através da mistura física (MFT) e co-secagem fármaco: polímero por nebulização (SDT). Os comprimidos foram caracterizados em relação a morfologia, absorção de água e perfil de liberação do fármaco em meio gástrico simulado. Os derivados AC1 e AC2 apresentaram GS com valores entre 43,5 e 8,56 %. A quantidade de TC complexada aos derivados N-acilados foi proporcional ao GS destes derivados. O tamanho e a morfologia das partículas dos derivados N-acilados foram influênciados pelo processo de obtenção e GS dos derivados. Os comprimidos SDT apresentaram resistência física maior quando comparado com os MFT, sendo que em ambos a resistência aumentou com o GS do derivado. Os comprimidos apresentaram tempo de desintegração menor do que 15 min, exceto os comprimidos AC3T contendo 4 mg, que não desintegraram em 300 min de análise. Nos comprimidos MFT (20 mg) a liberação máxima ocorreu em torno de 60 min, entretanto, a solubilidade do TC aumentou significativamente nos comprimidos preparados com derivados contendo GS elevado. Nos comprimidos SDT (20 mg) a proporção de fármaco liberada por tempo foi dependente do derivado. Os comprimidos SDAC3T liberaram praticamente todo fármaco em 30 min, enquanto que os comprimidos SDAC1T liberaram cerca 16 % do fármaco no mesmo período de tempo. Os comprimidos contendo 4 mg de fármaco apresentaram liberação máxima em torno de 60 min, com exceção dos comprimidos AC3T que liberaram cerca de 20 % de fármaco no mesmo intervalo de tempo. A partir dos resultados mostrados neste… Advisors/Committee Members: Tania Mari Bellé Bresolin, Clovis Antonio Rodrigues, Ruth Meri Lucinda da Silva, Leticia Norma Carpentieri Rodrigues.

Subjects/Keywords: o-carboximetilquitosana- N-lauril; comprimidos; spray-drying liberação modificada; triancinolona; FARMACIA; o-carboxymethylchitosan-N-lauryl; tablets; spray-drying; modified release; triamcinolone

Record DetailsSimilar RecordsGoogle PlusoneFacebookTwitterCiteULikeMendeleyreddit

APA · Chicago · MLA · Vancouver · CSE | Export to Zotero / EndNote / Reference Manager

APA (6th Edition):

Largura, M. C. T. (2009). Síntese e caracterização da o-carboximetilquitosana-n-lauril e utilização como polímero anfifílica em comprimidos de triancinolona. (Thesis). Universidade do Vale do Itajaí. Retrieved from http://www6.univali.br/tede/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=713

Note: this citation may be lacking information needed for this citation format:
Not specified: Masters Thesis or Doctoral Dissertation

Chicago Manual of Style (16th Edition):

Largura, Maria Claudia Tonelli. “Síntese e caracterização da o-carboximetilquitosana-n-lauril e utilização como polímero anfifílica em comprimidos de triancinolona.” 2009. Thesis, Universidade do Vale do Itajaí. Accessed October 22, 2019. http://www6.univali.br/tede/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=713.

Note: this citation may be lacking information needed for this citation format:
Not specified: Masters Thesis or Doctoral Dissertation

MLA Handbook (7th Edition):

Largura, Maria Claudia Tonelli. “Síntese e caracterização da o-carboximetilquitosana-n-lauril e utilização como polímero anfifílica em comprimidos de triancinolona.” 2009. Web. 22 Oct 2019.

Vancouver:

Largura MCT. Síntese e caracterização da o-carboximetilquitosana-n-lauril e utilização como polímero anfifílica em comprimidos de triancinolona. [Internet] [Thesis]. Universidade do Vale do Itajaí; 2009. [cited 2019 Oct 22]. Available from: http://www6.univali.br/tede/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=713.

Note: this citation may be lacking information needed for this citation format:
Not specified: Masters Thesis or Doctoral Dissertation

Council of Science Editors:

Largura MCT. Síntese e caracterização da o-carboximetilquitosana-n-lauril e utilização como polímero anfifílica em comprimidos de triancinolona. [Thesis]. Universidade do Vale do Itajaí; 2009. Available from: http://www6.univali.br/tede/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=713

Note: this citation may be lacking information needed for this citation format:
Not specified: Masters Thesis or Doctoral Dissertation

.