Advanced search options

Advanced Search Options 🞨

Browse by author name (“Author name starts with…”).

Find ETDs with:

in
/  
in
/  
in
/  
in

Written in Published in Earliest date Latest date

Sorted by

Results per page:

Sorted by: relevance · author · university · dateNew search

You searched for subject:(Manejo de fogo). Showing records 1 – 2 of 2 total matches.

Search Limiters

Last 2 Years | English Only

No search limiters apply to these results.

▼ Search Limiters

1. Jonas Maravalhas. Efeitos de diferentes regimes de fogo na comunidade de formigas do cerrado.

Degree: 2013, Federal University of Uberlândia

Distúrbios têm recebido crescente reconhecimento como importantes fatores estruturantes da natureza. O fogo é importante em ambientes xéricos e sazonais, mantendo a estrutura do habitat e as populações locais. O Cerrado é uma savana Neotropical sujeita a queimadas freqüentes, porém mudanças no regime de fogo ameaçam a conservação deste bioma. A exclusão do fogo beneficia árvores e eventualmente transforma a vegetação numa floresta. Por outro lado, a intensificação das queimadas beneficia gramíneas e pode ser danoso a espécies adaptadas a regimes mais brandos. Portanto é fundamental desenvolver estratégias apropriadas de manejo do fogo, porém a falta de informação sobre os efeitos do fogo são um empecilho. Formigas são importantes em ambientes tropicais e respondem a mudanças no habitat, ideais para o estudo de impactos ambientais. Nós registramos mudanças na comunidade de formigas entre áreas de Cerrado submetidas a diferentes regimes de fogo. Os efeitos da freqüência de queimadas foram testados entre parcelas protegidas do fogo (C0) e parcelas queimadas no meio da estação seca a cada quatro (M4) ou dois (M2) anos. Este último foi também comparado com parcelas bianuais queimadas no início (E2) ou fim da estação seca (L2), testando os efeitos do período de queima. Nós utilizamos armadilhas de queda com isca para coletar formigas no solo (epigéicas) ou na vegetação (arbórea) em quatro blocos cada um com os cinco tratamentos de fogo. Nós testamos mudanças na riqueza e composição de espécies de formigas entre os tratamentos, com paralelos às mudanças na estrutura da vegetação. Também avaliamos o número de espécies de formigas resultantes de estratégias potenciais de manejo com grau variado de dissimilaridade de regimes de fogo. Com partição aditiva da diversidade avaliamos a contribuição da diversidade de regimes à diversidade total de formigas. Coletamos 165 espécies de formigas num total de 4.480 registros. Áreas não queimadas tiveram riqueza de espécies significativamente menor que áreas queimadas, porém nenhuma diferença foi observada entre os tratamentos de fogo, independente da freqüência ou período. Já a composição da comunidade diferiu marcadamente entre diferentes freqüências, já que tanto o estrato epigéico quanto o arbóreo mostraram separação na composição. Já entre diferentes períodos de queima, houve separação significativa somente para o estrato epigéico, com alta sobreposição de espécies arbóreas entre E2, M2 e L2. Contrastando estratégias potenciais de manejo encontramos mais espécies quando regimes mais dissimilares eram combinados, ressaltando a importância da diversidade de histórico de fogo para a diversidade biológica. Os resultados da partição reforçam esta idéia, já que a troca de espécies entre regimes de fogo contribuiu com 42% da diversidade total de formigas. Áreas protegidas do fogo continham menos espécies de formigas, porém são importantes para espécies florestais. Regimes de alta freqüência de fogo, como M2 ou L2, mantém a estrutura savânica do habitat e permitem a persistência de espécies… Advisors/Committee Members: Heraldo Luís de Vasconcelos, Scott Powell, Emílio Miguel Bruna.

Subjects/Keywords: Distúrbios; Diversidade; Conservação; Manejo de fogo; Queimadas prescritas; Savana Neotropical; Assembléia de Formicidae; ECOLOGIA; Formiga - Ecologia; Ecologia do cerrado; Disturbance; Diversity; Conservation; Fire management; Prescribed burning; Neotropical savanna; Formicidae assemblage

Record DetailsSimilar RecordsGoogle PlusoneFacebookTwitterCiteULikeMendeleyreddit

APA · Chicago · MLA · Vancouver · CSE | Export to Zotero / EndNote / Reference Manager

APA (6th Edition):

Maravalhas, J. (2013). Efeitos de diferentes regimes de fogo na comunidade de formigas do cerrado. (Thesis). Federal University of Uberlândia. Retrieved from http://www.bdtd.ufu.br//tde_busca/arquivo.php?codArquivo=5308

Note: this citation may be lacking information needed for this citation format:
Not specified: Masters Thesis or Doctoral Dissertation

Chicago Manual of Style (16th Edition):

Maravalhas, Jonas. “Efeitos de diferentes regimes de fogo na comunidade de formigas do cerrado.” 2013. Thesis, Federal University of Uberlândia. Accessed October 19, 2020. http://www.bdtd.ufu.br//tde_busca/arquivo.php?codArquivo=5308.

Note: this citation may be lacking information needed for this citation format:
Not specified: Masters Thesis or Doctoral Dissertation

MLA Handbook (7th Edition):

Maravalhas, Jonas. “Efeitos de diferentes regimes de fogo na comunidade de formigas do cerrado.” 2013. Web. 19 Oct 2020.

Vancouver:

Maravalhas J. Efeitos de diferentes regimes de fogo na comunidade de formigas do cerrado. [Internet] [Thesis]. Federal University of Uberlândia; 2013. [cited 2020 Oct 19]. Available from: http://www.bdtd.ufu.br//tde_busca/arquivo.php?codArquivo=5308.

Note: this citation may be lacking information needed for this citation format:
Not specified: Masters Thesis or Doctoral Dissertation

Council of Science Editors:

Maravalhas J. Efeitos de diferentes regimes de fogo na comunidade de formigas do cerrado. [Thesis]. Federal University of Uberlândia; 2013. Available from: http://www.bdtd.ufu.br//tde_busca/arquivo.php?codArquivo=5308

Note: this citation may be lacking information needed for this citation format:
Not specified: Masters Thesis or Doctoral Dissertation

2. Vasconcelos, Sumaia Saldanha de. Incêndios florestais e queimadas no Amazonas: distribuição, suscetibilidade e emissões de carbono.

Degree: 2012, Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia

Na Amazônia, o fogo é um dos mais importantes agentes de distúrbios por sua conexão com as atividades de uso da terra, composição atmosférica e ciclo global do carbono. Os resultados apresentados neste estudo fornecem informações substanciais sobre regime e comportamento do fogo e interações com o uso da terra e componentes meteorológicos, além dos impactos decorrentes de incêndios florestais na biomassa e emissões de carbono no Amazonas. No Capítulo 1, séries temporais de focos de calor, desmatamento e de chuva, derivadas de dados de satélites foram utilizadas para determinar a distribuição temporal e espacial de fogo no Amazonas evidenciando os padrões sazonais de cada variável e interações com a queima de biomassa. No sul do Amazonas foram detectados 60% dos focos de calor com grande variabilidade temporal mensal e anual. Entre 95% e 99% dos focos foram registrados durante o período de maior atividade de fogo (julho a março) com picos nos meses de agosto, setembro e outubro, coincidindo com os meses de menor precipitação. A atividade de desmatamento ocorre cerca de três meses antes do início da atividade de fogo. Os focos de calor não apresentaram relação linear com a área desmatada (p = 0.294, r² = 0.002, n = 68, dados do DETER; p = 0.357, r² = 0.000, n = 10, dados do PRODES), mas forte relação inversa com a precipitação (p < 0.001, b = -0.009, n = 120), com marcante sazonalidade e variabilidade anual, padrões espacialmente próximos e temporalmente dinâmicos ao longo do tempo. No Capítulo 2 foram determinadas as condições meteorológicas nas quais ocorre o maior número de eventos de fogo na vegetação do sul do Amazonas em um ano de seca normal (2004) e em um ano de seca severa (2005), potencializada por anomalia climática. No ano de seca severa, a área do sul do Amazonas suscetível ao fogo foi 83% maior do que em 2004. Em 2004 e 2005, 48% e 79%, respectivamente, das células com focos de calor atenderam simultanemente as condições meteorológicas propícias à combustão vegetal, com precipitação acumulada mensal inferior a 100 mm, temperatura média do ar maior que 24°C, e umidade relativa do ar inferior a 65%, principalmente em agosto e setembro. O número de focos de calor detectados em 2005 foi mais que duas vezes o valor de 2004. As condições meteorológicas apresentaram tendência de separação entre os anos, mas não entre as áreas com e sem focos de calor (PC1 = 48%, PC2 = 22%). Os parâmetros meteorológicos apresentaram valores bastante preditivos para ocorrência de fogo no Amazonas (b = 0,83; p < 0,001; EP = 0,13; n = 8). O Capitulo 3 apresenta estimativas de áreas de florestas afetadas por incêndios ocorridos em 2005 nos municípios de Boca do Acre e Lábrea (sul do Amazonas) e da perda de biomassa, estoque de carbono e das emissões comprometidas pelo aumento da mortalidade de árvores em decorrência do fogo. Cicatrizes de fogo observadas nas imagens do satélite Landsat TM-5 de 2004-2006 foram interpretadas visualmente e digitalizadas. Foram mapeados ~865,6 km² de floresta afetada pelo fogo, a maioria (2,9% da… Advisors/Committee Members: Fearnside, Philip Martin, Graça, Paulo Maurício Lima de Alencastro, Brown, Irving Foster, Barbosa, Reinaldo Imbrozio, Pinheiro, Eduardo da Silva, Correa, Francis Wagner Silva, Correa, Francis Wagner Silva.

Subjects/Keywords: Fogo; Queima de biomassa; Floresta Amazônica; Sensoriamento remoto; Efeito estufa; Aquecimento global; CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::RECURSOS FLORESTAIS E ENGENHARIA FLORESTAL::MANEJO FLORESTAL

Record DetailsSimilar RecordsGoogle PlusoneFacebookTwitterCiteULikeMendeleyreddit

APA · Chicago · MLA · Vancouver · CSE | Export to Zotero / EndNote / Reference Manager

APA (6th Edition):

Vasconcelos, S. S. d. (2012). Incêndios florestais e queimadas no Amazonas: distribuição, suscetibilidade e emissões de carbono. (Doctoral Dissertation). Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia. Retrieved from http://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/1200

Chicago Manual of Style (16th Edition):

Vasconcelos, Sumaia Saldanha de. “Incêndios florestais e queimadas no Amazonas: distribuição, suscetibilidade e emissões de carbono.” 2012. Doctoral Dissertation, Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia. Accessed October 19, 2020. http://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/1200.

MLA Handbook (7th Edition):

Vasconcelos, Sumaia Saldanha de. “Incêndios florestais e queimadas no Amazonas: distribuição, suscetibilidade e emissões de carbono.” 2012. Web. 19 Oct 2020.

Vancouver:

Vasconcelos SSd. Incêndios florestais e queimadas no Amazonas: distribuição, suscetibilidade e emissões de carbono. [Internet] [Doctoral dissertation]. Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia; 2012. [cited 2020 Oct 19]. Available from: http://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/1200.

Council of Science Editors:

Vasconcelos SSd. Incêndios florestais e queimadas no Amazonas: distribuição, suscetibilidade e emissões de carbono. [Doctoral Dissertation]. Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia; 2012. Available from: http://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/1200

.