Advanced search options

Advanced Search Options 🞨

Browse by author name (“Author name starts with…”).

Find ETDs with:

in
/  
in
/  
in
/  
in

Written in Published in Earliest date Latest date

Sorted by

Results per page:

You searched for subject:(G nero chico). One record found.

Search Limiters

Last 2 Years | English Only

No search limiters apply to these results.

▼ Search Limiters

1. Silva, Eliane Brito Lima e. SALTIMBANCOS COMO SOMOS N??S: NOVAS E VELHAS MET??FORAS.

Degree: 2012, Instituto de Letras; Programa de P??s-Gradua????o em L??ngua e Cultura; UFBA; brasil

Submitted by Roberth Novaes ([email protected].com) on 2019-04-09T13:54:50Z No. of bitstreams: 1 Saltimbancos como somos n??s.pdf: 1749488 bytes, checksum: 0d8f4e1df300b397fcc889110cd323e6 (MD5)

Approved for entry into archive by Setor de Peri??dicos ([email protected]) on 2019-04-12T20:58:14Z (GMT) No. of bitstreams: 1 Saltimbancos como somos n??s.pdf: 1749488 bytes, checksum: 0d8f4e1df300b397fcc889110cd323e6 (MD5)

Made available in DSpace on 2019-04-12T20:58:14Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Saltimbancos como somos n??s.pdf: 1749488 bytes, checksum: 0d8f4e1df300b397fcc889110cd323e6 (MD5)

Este trabalho busca analisar o emprego da met??fora, em seus diversos aspectos, na obra musical Os Saltimbancos, de Chico Buarque de Hollanda. Trata-se de uma obra, a princ??pio, destinada a um p??blico espec??fico, as crian??as, o que faz com que alguns a determinem como Literatura Infantil, normalmente vista como um g??nero menor. Se tal categoriza????o consegue, por um lado, atribuir ao g??nero um car??ter positivo, por outro, pode tamb??m revelar vest??gios de uma subjuga????o da crian??a. No caso da ??ltima assertiva, a psicopedagogia, a partir de estudiosos como Rousseau (1995), Lipman (1998) e Sharp (1998), p??e em xeque essa ideologia. Nesse sentido, quest??es abordadas pela ??rea s??o confirmadas neste estudo por meio da observa????o a uma crian??a prestes a completar 4 anos de idade, Samuel, a qual, tomada como sujeito, serve de ponte entre o real e o te??rico da pesquisa. Elegeu-se como metodologia de trabalho o estudo das letras de can????es que comp??em a referida f??bula musical, analisando-se suas met??foras, estas consideradas enquanto tradi????o no universo liter??rio, tanto em termos de estudo, quanto de composi????o; contudo, por se tratar de um uso espec??fico da linguagem, despertou tamb??m o interesse dos estudos lingu??sticos. Vive-se atualmente um momento de comunh??o entre as ??reas do saber; e a met??fora, nesse contexto, faz-se produtiva tanto separadamente na Literatura e na Lingu??stica, quanto na intercess??o entre ambas. Nos dois casos, alguns estudiosos podem ser destacados, como Jakobson (1975), Johnson e Lakoff (2002). O primeiro se apresenta como o precursor da pesquisa interdisciplinar; os dois ??ltimos inovaram o pensamento sobre essa figura de linguagem que, at?? ent??o, era vista apenas pelo vi??s liter??rio, ao estabelecerem uma linha exclusiva para o seu estudo: a Sem??ntica Cognitiva. Baseada nos estudos cognitivistas, que t??m Piaget (1971, 1998) como um ex??mio representante, a Sem??ntica Cognitiva defende que a met??fora ?? mais do que um mero uso expressivo da linguagem, pois j?? existiria em um plano mental, sendo um valioso instrumento de comunica????o, quando acionada. Assim, ?? poss??vel notar a ocorr??ncia de met??foras novas e velhas, tanto na perspectiva liter??ria, quanto na vis??o lingu??stica. Finalmente, o que vai se observar nelas ?? uma vitalidade atemporal, comprovando, portanto, que a Literatura Infantil pode ser considerada como um g??nero maior,…

Advisors/Committee Members: Pond??, Serafina Maria de Souza, Lima, Luciano Rodrigues, Santana Neto, Jo??o Antonio de.

Subjects/Keywords: Letras; Met??fora; Sem??ntica Cognitiva; Lingu??stica; Literatura Infantil; G??nero Menor; Holanda, Chico Buarque de - An??lise e cr??tica

Record DetailsSimilar RecordsGoogle PlusoneFacebookTwitterCiteULikeMendeleyreddit

APA · Chicago · MLA · Vancouver · CSE | Export to Zotero / EndNote / Reference Manager

APA (6th Edition):

Silva, E. B. L. e. (2012). SALTIMBANCOS COMO SOMOS N??S: NOVAS E VELHAS MET??FORAS. (Masters Thesis). Instituto de Letras; Programa de P??s-Gradua????o em L??ngua e Cultura; UFBA; brasil. Retrieved from http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/29312

Chicago Manual of Style (16th Edition):

Silva, Eliane Brito Lima e. “SALTIMBANCOS COMO SOMOS N??S: NOVAS E VELHAS MET??FORAS.” 2012. Masters Thesis, Instituto de Letras; Programa de P??s-Gradua????o em L??ngua e Cultura; UFBA; brasil. Accessed April 18, 2021. http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/29312.

MLA Handbook (7th Edition):

Silva, Eliane Brito Lima e. “SALTIMBANCOS COMO SOMOS N??S: NOVAS E VELHAS MET??FORAS.” 2012. Web. 18 Apr 2021.

Vancouver:

Silva EBLe. SALTIMBANCOS COMO SOMOS N??S: NOVAS E VELHAS MET??FORAS. [Internet] [Masters thesis]. Instituto de Letras; Programa de P??s-Gradua????o em L??ngua e Cultura; UFBA; brasil; 2012. [cited 2021 Apr 18]. Available from: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/29312.

Council of Science Editors:

Silva EBLe. SALTIMBANCOS COMO SOMOS N??S: NOVAS E VELHAS MET??FORAS. [Masters Thesis]. Instituto de Letras; Programa de P??s-Gradua????o em L??ngua e Cultura; UFBA; brasil; 2012. Available from: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/29312

.