Advanced search options

Advanced Search Options 🞨

Browse by author name (“Author name starts with…”).

Find ETDs with:

in
/  
in
/  
in
/  
in

Written in Published in Earliest date Latest date

Sorted by

Results per page:

You searched for subject:(Disnatremia). One record found.

Search Limiters

Last 2 Years | English Only

No search limiters apply to these results.

▼ Search Limiters


Universidade do Estado do Rio de Janeiro

1. Renata de Souza Mendes. Avaliação da disnatremia em pacientes com indicação de suporte renal em unidades de terapia intensiva.

Degree: Master, 2014, Universidade do Estado do Rio de Janeiro

As disnatremias são os distúrbios hidroeletrolíticos mais comuns, sendo relatados em cerca de 30-40% dos pacientes hospitalizados. Quando presentes na admissão em Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) são fatores de risco independentes de pior prognóstico, estando associadas à maior letalidade hospitalar. Mesmo disnatremias limítrofes (130 135 mEq/l na hiponatremia e 145 a 150 mEq/L na hipernatremia) têm sido associadas a um maior tempo de internação na UTI e a um aumento de letalidade hospitalar, independente da gravidade da doença de base. A concentração sérica do sódio é mantida por um fino controle, por meio da regulação renal do sal e da água. Pacientes com doença renal crônica (DRC) em tratamento conservador ou em terapia renal substitutiva, apresentam maior prevalência de disnatremia. Embora a hiponatremia seja mais frequente nessa população, o diagnóstico de hipo- ou hipernatremia tem sido associado a uma maior mortalidade. Não há relato claro na literatura da prevalência de disnatremias na injúria renal aguda (IRA), em especial nos casos mais graves, em que há indicação de suporte dialítico. O presente estudo teve como objetivos avaliar a prevalência da disnatremia e o seu impacto no prognóstico de pacientes gravemente enfermos com IRA e necessidade de suporte renal (SR) na UTI.Em um período de 44 meses (de dezembro de 2004 a julho 2008) foram incluídos de forma prospectiva todos os pacientes que iniciaram SR em 14 UTIs de 3 hospitais terciários do Rio de Janeiro. Dados clínicos e laboratoriais foram coletados prospectivamente e lançados em uma planilha eletrônica para posterior análise com o software R. Os desfechos de interesse foram letalidade na UTI e no hospital. As variáveis que, além do sódio, apresentavam associação com os desfechos de interesse na análise bivariada, foram selecionadas e incluídas no modelo de regressão logística múltipla.Um total de 772 pacientes foram incluídos no estudo. A mediana da idade foi de 75 [IIQ: 61-82 anos]; 81,5% (IC: 78,4%-84%) foram admitidos na UTI por complicações clínicas. A presença de pelo menos uma comorbidade (hipertensão, diabetes, doença coronariana, insuficiência cardíaca, doença pulmonar obstrutiva crônica ou cirrose) esteve presente em 84% dos pacientes. A maior parte dos pacientes (72,5%, IC: 69,2%-75,7%) apresentava o diagnóstico de sepse. Os principais fatores contribuinte para IRA foram sepse (72%) e isquemia/choque (66%). A mortalidade na UTI foi de 64,6% (IC: 61,1%-68%) e a hospitalar foi de 69,7% (IC: 66,3%-72,9%). O diagnóstico de disnatremia foi frequente, estando presente em 47,3% (IC: 43,7%-50,9%) dos pacientes. A hipernatremia foi significantemente mais frequente do que a hiponatremia (33,7% X 13,6%, p=0.001) na população estudada. Na análise multivariada, os pacientes mais idosos, a admissão clínica, o número de comorbidades e o número de disfunções orgânicas estiveram associados a uma maior letalidade hospitalar. Os paciente com hipernatremia grave (>155 mEq/l) apresentaram maior associação com o óbito na UTI e no hospital [odds ratio… Advisors/Committee Members: José Hermógenes Rocco Suassuna, Denizar Vianna Araujo, Sérgio Fernando Ferreira dos Santos, Eduardo Rocha, Elizabeth Regina Maccariello.

Subjects/Keywords: Disnatremia; Hiponatremia; Hipernatremia; Paciente crítico; Terapia intensiva; Dysnatremia; Hyponatremia; Hypernatremia; Critically ill patient; Intensive care; NEFROLOGIA; Insuficiência renal aguda - Tese; Hiponatremia - Teses; Hipernatremia - Teses; Unidade de tratamento intensivo - Teses; Doentes em estado crítico Teses

Record DetailsSimilar RecordsGoogle PlusoneFacebookTwitterCiteULikeMendeleyreddit

APA · Chicago · MLA · Vancouver · CSE | Export to Zotero / EndNote / Reference Manager

APA (6th Edition):

Mendes, R. d. S. (2014). Avaliação da disnatremia em pacientes com indicação de suporte renal em unidades de terapia intensiva. (Masters Thesis). Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Retrieved from http://www.bdtd.uerj.br/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=7352 ;

Chicago Manual of Style (16th Edition):

Mendes, Renata de Souza. “Avaliação da disnatremia em pacientes com indicação de suporte renal em unidades de terapia intensiva.” 2014. Masters Thesis, Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Accessed September 27, 2020. http://www.bdtd.uerj.br/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=7352 ;.

MLA Handbook (7th Edition):

Mendes, Renata de Souza. “Avaliação da disnatremia em pacientes com indicação de suporte renal em unidades de terapia intensiva.” 2014. Web. 27 Sep 2020.

Vancouver:

Mendes RdS. Avaliação da disnatremia em pacientes com indicação de suporte renal em unidades de terapia intensiva. [Internet] [Masters thesis]. Universidade do Estado do Rio de Janeiro; 2014. [cited 2020 Sep 27]. Available from: http://www.bdtd.uerj.br/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=7352 ;.

Council of Science Editors:

Mendes RdS. Avaliação da disnatremia em pacientes com indicação de suporte renal em unidades de terapia intensiva. [Masters Thesis]. Universidade do Estado do Rio de Janeiro; 2014. Available from: http://www.bdtd.uerj.br/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=7352 ;

.