Advanced search options

Advanced Search Options 🞨

Browse by author name (“Author name starts with…”).

Find ETDs with:

in
/  
in
/  
in
/  
in

Written in Published in Earliest date Latest date

Sorted by

Results per page:

Sorted by: relevance · author · university · dateNew search

You searched for subject:(Clareiras artificiais). Showing records 1 – 2 of 2 total matches.

Search Limiters

Last 2 Years | English Only

No search limiters apply to these results.

▼ Search Limiters

1. Molinaro, Lianna da Castro. Função Ecológica de Espécies Arbóreas (Vismia guianensis (Aubl.) Choisy, Inga edulis Mart. e Inga sp.) na Sucessão Vegetal em Áreas Degradadas pela Exploração Petrolífera, na região de Urucu (AM).

Degree: 2005, Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia

Foi estudada a regeneração natural em clareiras artificiais, durante um período de 11 meses, sob indivíduos plantados de Inga edulis, Inga sp. e Vismia guianensis na Província Petrolífera de Ucuru, município de Coari-Amazonas, Brasil (04o53’S e 65o11’W). A distribuição das espécies de plântulas foi correlacionada em relação aos fatores ambientais analisados (propriedades físico-químicas do solo e irradiância) procedendo-se à análise de correspondência canônica destendenciosa (DCCA). Ao todo foram amostrados 85 indivíduos (40 de Inga edulis e Inga sp. e 45 de Vismia guianensis), distribuídos em nove clareiras, de três anos, quatro e dez anos, cada uma com três repetições. As famílias mais representativas (número de gêneros) foram: Leg. Mimosoideae (11 gêneros), Melastomatacea e Myrtaceae (cinco gêneros), Leg. Caesalpinioideae e Apocynaceae (quatro gêneros). A riqueza florística sob os indivíduos de Inga edulis, Inga sp. e Vismia guianensis foi maior nas clareiras mais antigas, diminuindo em direção às clareiras mais jovens e durante a época menos chuvosa do ano. Ao redor dos indivíduos de Inga sp. houve um número maior de espécies de plântulas com alta densidade e uma maior riqueza florística, sendo que as clareiras de 4 anos foram as que apresentaram o maior adensamento. O número de espécies de plântulas que sobreviveram até o final do experimento foi maior sob os indivíduos de Inga sp. e aumentou de acordo com a idade das clareiras. A regeneração natural nas clareiras mais antigas apresentou uma maior riqueza florística, menor densidade, e uma menor taxa de recrutamento, bem como na regeneração natural ao redor dos indivíduos de Inga sp. há uma maior coexistência das plântulas estabelecidas em relação aos recursos disponíveis. Para a regeneração sob as árvores de Inga edulis e Inga sp. o teste de Monte Carlo não foi significativo, impossibilitando a segregação das espécies colonizadoras ao longo das características edafo-climáticas. Na colonização sob as árvores de Vismia guianensis formaram-se quatro grandes grupos de espécies correlacionados aos eixos abióticos, indicando a coexistência das plântulas pelo compartilhamento de nichos. Os fatores limitantes de maior importância para o desenvolvimento das plântulas foram a alta irradiância e o déficit hídrico. Os indivíduos de Inga edulis e Inga sp. proporcionaram melhores condições (aumento da matéria orgânica do solo, maiores sombreamento e teor de nitrogênio) para regeneração natural sob suas árvores.

It was studied the dynamics of natural regeneration beneath the following tree species planted in artificial gaps opened by oil prospecting activities at Urucu’s Base Coari-Amazonas, Brazil (04o53’S and 65o11’W): Inga edulis, Inga sp., Vismia guianensis. The sample plots were set up beneath individual tree canopy (40 for Inga edulis and Inga sp. and 45 for Vismia guianensis) in gaps of three different ages (3, 4 and 10 years old gaps) with three replicates. This study lasted 11 months, covering dry and wet seasons. The seedling species’ distribution was correlated…

Advisors/Committee Members: Vieira, Gil.

Subjects/Keywords: clareiras artificiais; Regeneração natural; Ingá; CIENCIAS AGRARIAS::RECURSOS FLORESTAIS E ENGENHARIA FLORESTAL

Record DetailsSimilar RecordsGoogle PlusoneFacebookTwitterCiteULikeMendeleyreddit

APA · Chicago · MLA · Vancouver · CSE | Export to Zotero / EndNote / Reference Manager

APA (6th Edition):

Molinaro, L. d. C. (2005). Função Ecológica de Espécies Arbóreas (Vismia guianensis (Aubl.) Choisy, Inga edulis Mart. e Inga sp.) na Sucessão Vegetal em Áreas Degradadas pela Exploração Petrolífera, na região de Urucu (AM). (Masters Thesis). Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia. Retrieved from http://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/1859

Chicago Manual of Style (16th Edition):

Molinaro, Lianna da Castro. “Função Ecológica de Espécies Arbóreas (Vismia guianensis (Aubl.) Choisy, Inga edulis Mart. e Inga sp.) na Sucessão Vegetal em Áreas Degradadas pela Exploração Petrolífera, na região de Urucu (AM).” 2005. Masters Thesis, Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia. Accessed September 22, 2020. http://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/1859.

MLA Handbook (7th Edition):

Molinaro, Lianna da Castro. “Função Ecológica de Espécies Arbóreas (Vismia guianensis (Aubl.) Choisy, Inga edulis Mart. e Inga sp.) na Sucessão Vegetal em Áreas Degradadas pela Exploração Petrolífera, na região de Urucu (AM).” 2005. Web. 22 Sep 2020.

Vancouver:

Molinaro LdC. Função Ecológica de Espécies Arbóreas (Vismia guianensis (Aubl.) Choisy, Inga edulis Mart. e Inga sp.) na Sucessão Vegetal em Áreas Degradadas pela Exploração Petrolífera, na região de Urucu (AM). [Internet] [Masters thesis]. Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia; 2005. [cited 2020 Sep 22]. Available from: http://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/1859.

Council of Science Editors:

Molinaro LdC. Função Ecológica de Espécies Arbóreas (Vismia guianensis (Aubl.) Choisy, Inga edulis Mart. e Inga sp.) na Sucessão Vegetal em Áreas Degradadas pela Exploração Petrolífera, na região de Urucu (AM). [Masters Thesis]. Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia; 2005. Available from: http://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/1859

2. Bentos, Tony Vizcarra. Potencial reprodutivo e regenerativo de espécies arbóreas em florestas secundárias na Amazônia Central.

Degree: 2013, Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia

Este estudo teve como objetivos principais: (1) Avaliar a relação entre peso de sementes, número de sementes, peso de frutos, número de frutos e número de sementes por fruto baseando-se na premissa de um modelo conceitual denominado de seed packaging ; (2) Avaliar as relacões das variáveis de sementes e frutos (peso e número), duração da frutificação e porcentagem de germinação com a densidade de plântulas e indivíduos adultos; e (3) Avaliar os efeitos da topografia e das condições de micro-sítio sobre o banco de semente e o sucesso no estabelecimento de espécies arbóreas. O local de estudo é a área experimental do Projeto Dinâmica Biológica de Fragmento de Florestais, localizado a 80 km ao norte da cidade de Manaus, Amazonas. Para os objetivos 1 e 2, durante cerca de três anos, o acompanhamento fenológico foi realizado para 12 espécies pioneiras, para as quais a floração e frutificação foram monitoradas mensalmente. O peso de sementes e frutos, número de sementes e frutos e a taxa de germinação foram determinados para essas 12 espécies pioneiras. Foi estabelecida uma amostragem baseada em parcelas para estimar a densidade de plântulas e adultos destas espécies se estabelecendo naturalmente. Para o objetivo 3, 21 clareiras criadas artificialmente em áreas de florestas secundárias com 20 anos de idade foram estabelecidas em três posições topográficas (platô, vertente e baixio), onde tratamentos de serrapilheira (com e sem remoção de serrapilheira) e solo (com e sem revolvimento do solo) foram alocados em quatro sub-parcelas no centro de cada clareira. Mesmo fazendo parte de uma mesma guilda ecológica, as 12 espécies estudadas mostraram alta variação tanto nos padrões fenológicos, variando de padrão contínuo até supra-anual, quanto nas características reprodutivas, em que o peso e número de sementes e frutos variaram amplamente entre as espécies. O número de sementes foi relacionado parcialmente com o peso de sementes, porém quando se incorpora no mesmo modelo o peso e o número de frutos, o número de sementes foi quase completamente explicado por estas variáveis. O número de sementes por fruto foi correlacionado positivamente com o peso de frutos e número de sementes e negativamente relacionado com o peso de sementes e o número de frutos. A densidade de plântulas e adultos das 12 espécies pioneiras objetos deste estudo foi melhor explicada pelo peso e número de frutos. Após 20 anos de regeneração natural em áreas de pastagem abandonada, o banco de sementes ainda é dominado por poucas espécies arbóreas típicas de sucessão inicial. Houve um forte efeito positivo da remoção de serrapilheira e um menor efeito positivo do revolvimento de solo sobre o recrutamento de plântulas. O recrutamento e crescimento inicial também foram favorecidos em áreas de baixio, provavelmente devido à maior disponibilidade de água e maior disponibilidade de alguns nutrientes limitantes ao crescimento das plantas, como é o caso do fosforo. Os resultados deste estudo fornecem importantes ferramentas para o manejo de florestas secundárias, em que,… Advisors/Committee Members: Nascimento, Henrique Eduardo Mendonca, Williamson, Bruce, Luizão, Flavio Jesus, Cintra, Renato, Zartman, Charles Eugene, Castilho, Carolina Volkmer de, Castilho, Carolina Volkmer de.

Subjects/Keywords: Banco de sementes; Clareiras artificiais; Fenologia reprodutiva; Número e peso de frutos; Número e peso de sementes; Pastagem abandonada; Remoção de serapilheira; Revolvimento do solo; Recrutamento de plântulas; CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::ECOLOGIA

Record DetailsSimilar RecordsGoogle PlusoneFacebookTwitterCiteULikeMendeleyreddit

APA · Chicago · MLA · Vancouver · CSE | Export to Zotero / EndNote / Reference Manager

APA (6th Edition):

Bentos, T. V. (2013). Potencial reprodutivo e regenerativo de espécies arbóreas em florestas secundárias na Amazônia Central. (Doctoral Dissertation). Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia. Retrieved from http://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/946

Chicago Manual of Style (16th Edition):

Bentos, Tony Vizcarra. “Potencial reprodutivo e regenerativo de espécies arbóreas em florestas secundárias na Amazônia Central.” 2013. Doctoral Dissertation, Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia. Accessed September 22, 2020. http://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/946.

MLA Handbook (7th Edition):

Bentos, Tony Vizcarra. “Potencial reprodutivo e regenerativo de espécies arbóreas em florestas secundárias na Amazônia Central.” 2013. Web. 22 Sep 2020.

Vancouver:

Bentos TV. Potencial reprodutivo e regenerativo de espécies arbóreas em florestas secundárias na Amazônia Central. [Internet] [Doctoral dissertation]. Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia; 2013. [cited 2020 Sep 22]. Available from: http://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/946.

Council of Science Editors:

Bentos TV. Potencial reprodutivo e regenerativo de espécies arbóreas em florestas secundárias na Amazônia Central. [Doctoral Dissertation]. Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia; 2013. Available from: http://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/946

.