Advanced search options

Advanced Search Options 🞨

Browse by author name (“Author name starts with…”).

Find ETDs with:

in
/  
in
/  
in
/  
in

Written in Published in Earliest date Latest date

Sorted by

Results per page:

Sorted by: relevance · author · university · dateNew search

You searched for subject:( Linguistic variants). Showing records 1 – 3 of 3 total matches.

Search Limiters

Last 2 Years | English Only

No search limiters apply to these results.

▼ Search Limiters

1. Garcia, Rosicleide Rodrigues. Para o estudo da formação e expansão do dialeto caipira em Capivari.

Degree: Mestrado, Filologia e Língua Portuguesa, 2009, University of São Paulo

Este trabalho compõe o projeto \"Formação e expansão do português paulista ao longo do Rio Tietê a partir do séc. XVII\", sendo um subprojeto do Projeto Caipira, que está desenvolvendo pesquisas relacionadas à comunidade linguística de São Paulo por pessoal ligado basicamente ao Departamento de Letras Clássicas e Vernáculas da USP. Dentre as cidades estudadas está a região de Capivari, situada a 108 quilômetros de São Paulo, cidade do imortal Amadeu Amaral, autor da obra O Dialeto Caipira (1920), primeiro estudo a preocupar-se com a diversidade do falar paulista. Esta dissertação tem como proposta a busca exaustiva de variantes fonéticas em documentos cartoriais do século XIX, de modo a expressar (ou não) os estudos dialetais feitos pelo autor em questão, demonstrando o que já pertencia à língua antes de suas observações, pois os fólios datam de anos anteriores ao seu nascimento. Embora sejam documentos que, por serem escritos por pessoas supostamente alfabetizadas, hipoteticamente podem denotar a norma culta escrita de então, é possível encontrar neles características dialetais apontadas por Amaral, como veremos. Para contemplar o estudo sobre a linguagem atual da região, também se realizou um breve exame do falar dos capivarianos, cotejando a locução atual com as variantes registradas nos fólios e mostrando, assim, o que permaneceu no dialeto após quase um século da publicação do livro. Sendo um trabalho comparativo, seguiremos o caminho feito por Amaral (1920) em seu capítulo sobre Fonética: falaremos da generalidade do falar dos habitantes, dos fonemas e suas alterações normais, das vogais, grupos vocálicos, consoantes e modificações isoladas. Assim, o trabalho objetiva mostrar que muitos dos fenômenos linguísticos que observamos atualmente no português também podem ser vistos registrados em fases anteriores da língua, como comprova os documentos do século XIX, e embora nossa língua mude, ainda guarda muitos traços de nossos antepassados. E ainda, apesar de o estudo ter sido feito tomando a cidade de Capivari e a obra de Amadeu Amaral como guia, ele também representa a realidade de muitas outras cidades de São Paulo e do Brasil, as quais mantêm em seus dialetos locais os apontamentos vistos aqui.

This essay belongs to Formation and Expansion of Paulista Portuguese through Tietê river since 19th century project, and it is also a subproject of Caipira Project, which is developing researches in the linguistic community in São Paulo by people of the Department of Classic and Vernaculars Letters of USP. Capivari is among the studied cities and it is located 108 kilometers from São Paulo, city of the Immortal Amadeu Amaral, author of the book O Dialeto Caipira (The Caipira Dialect), 1920 first study of the paulista speaking diversity this essay does an exhaustive searching for phonetic variants on register officers documents from 19th century in order to show (or not) the dialect studies made by the author, demonstrating elements that belonged to idiom after his observations, because the folios are very antique.…

Advisors/Committee Members: Almeida, Manoel Mourivaldo Santiago.

Subjects/Keywords: Caipira dialect; Dialectology; Dialeto caipira; Dialetologia; Filologia; Historical linguistic; Linguistic variants; Linguística histórica; Philology; Variantes linguísticas

Record DetailsSimilar RecordsGoogle PlusoneFacebookTwitterCiteULikeMendeleyreddit

APA · Chicago · MLA · Vancouver · CSE | Export to Zotero / EndNote / Reference Manager

APA (6th Edition):

Garcia, R. R. (2009). Para o estudo da formação e expansão do dialeto caipira em Capivari. (Masters Thesis). University of São Paulo. Retrieved from http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8142/tde-11092009-162050/ ;

Chicago Manual of Style (16th Edition):

Garcia, Rosicleide Rodrigues. “Para o estudo da formação e expansão do dialeto caipira em Capivari.” 2009. Masters Thesis, University of São Paulo. Accessed October 17, 2019. http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8142/tde-11092009-162050/ ;.

MLA Handbook (7th Edition):

Garcia, Rosicleide Rodrigues. “Para o estudo da formação e expansão do dialeto caipira em Capivari.” 2009. Web. 17 Oct 2019.

Vancouver:

Garcia RR. Para o estudo da formação e expansão do dialeto caipira em Capivari. [Internet] [Masters thesis]. University of São Paulo; 2009. [cited 2019 Oct 17]. Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8142/tde-11092009-162050/ ;.

Council of Science Editors:

Garcia RR. Para o estudo da formação e expansão do dialeto caipira em Capivari. [Masters Thesis]. University of São Paulo; 2009. Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8142/tde-11092009-162050/ ;


University of South Africa

2. Botha, Werner. Dimensions in variationist sociolinguistics : a sociolinguistic investigation of language variation in Macau .

Degree: 2011, University of South Africa

At the very heart of variationist Sociolinguistics is the notion that language has an underlying structure, and that this structure varies according to external linguistic variables such as age, gender, social class, community membership, nationality, and so on. Specifically, this study examines variation in initial and final segments, as well as sentence final particles in Cantonese in Macau Special Administrative Region (SAR). Results of this study indicate that external linguistic constraint categories play a role in the realization of how and when initial and final segments, as well as sentence final particles are used in Macau Cantonese. Finally, this dissertation illustrates that pragmatic functions in the systematic use of linguistic variables requires explanations that draw from variationist sociolinguistic research that has an ethnographic and interpretive basis. Advisors/Committee Members: Barnes, L. A (advisor).

Subjects/Keywords: Language variation; Macau Cantonese; Social network approach; Constructionist approach; Linguistic variants; Variation in Chinese

Record DetailsSimilar RecordsGoogle PlusoneFacebookTwitterCiteULikeMendeleyreddit

APA · Chicago · MLA · Vancouver · CSE | Export to Zotero / EndNote / Reference Manager

APA (6th Edition):

Botha, W. (2011). Dimensions in variationist sociolinguistics : a sociolinguistic investigation of language variation in Macau . (Masters Thesis). University of South Africa. Retrieved from http://hdl.handle.net/10500/5724

Chicago Manual of Style (16th Edition):

Botha, Werner. “Dimensions in variationist sociolinguistics : a sociolinguistic investigation of language variation in Macau .” 2011. Masters Thesis, University of South Africa. Accessed October 17, 2019. http://hdl.handle.net/10500/5724.

MLA Handbook (7th Edition):

Botha, Werner. “Dimensions in variationist sociolinguistics : a sociolinguistic investigation of language variation in Macau .” 2011. Web. 17 Oct 2019.

Vancouver:

Botha W. Dimensions in variationist sociolinguistics : a sociolinguistic investigation of language variation in Macau . [Internet] [Masters thesis]. University of South Africa; 2011. [cited 2019 Oct 17]. Available from: http://hdl.handle.net/10500/5724.

Council of Science Editors:

Botha W. Dimensions in variationist sociolinguistics : a sociolinguistic investigation of language variation in Macau . [Masters Thesis]. University of South Africa; 2011. Available from: http://hdl.handle.net/10500/5724


Universidade Federal da Bahia

3. Erica Bastos da Silva. Diversidade lingüística e norma padrão: um estudo sobre a formação lingüística do professor da EJA.

Degree: 2010, Universidade Federal da Bahia

A partir das percepções de docentes da EJA, pretende-se fazer uma breve análise de como é tratada a questão das variantes linguísticas, tendo como campo empírico uma escola pública da rede municipal de Salvador. O trabalho discorre sobre a forma como os professores se posicionam diante das questões linguísticas que aparecem em sala de aula, durante o processo de ensino e aprendizagem da leitura e da escrita. Foram realizadas entrevistas e observações de aula com seis professores, tendo como técnica para análise de dados a Análise de Conteúdo, pautada em Bardin (2004). Para o desenvolvimento deste trabalho, buscou-se o respaldo teórico em autores da linguística (Saussurre, 1972; Benveniste, 1991), da Sociolinguística (Bagno, 2004; Cagliari, 1997) e da Educação (Freire, 1996; Soares, 2005). Sabe-se que a escrita apresenta uma convenção que, por muitas vezes, se estende socialmente às expectativas de manifestação da linguagem oral. Desse modo, os professores da EJA precisam conhecer a realidade linguística dos alunos para, a partir daí, trabalhar com as normas gramaticais utilizadas pela escola. É necessário ponderar as intervenções, para que o aprendizado ocorra da melhor forma possível. Acredita-se que a compreensão e o respeito dos docentes pela forma como os alunos se expressam podem melhorar a relação deles com a linguagem. Isso poderá minimizar preconceitos sociais e os próprios discentes terão a possibilidade de perceber que a escola é o principal espaço de aprendizagem formal. Sabe-se que as relações entre variantes (cultas, populares etc.) não são tão simples. Entretanto, elas se fazem necessárias dentro de um contexto em que os educandos adultos retornam para a escola e demandam a aprendizagem da forma de se expressar socialmente valorizada. Tais conhecimentos possibilitam uma atuação mais autônoma em nossa sociedade.

Departing from beliefs of Adolescents and Adults Teaching educators, it is intended to make a brief analysis of how the linguistic variations issue is treated in Salvador and as the empiric field a public school of this city has been chosen. This works attempts to discuss about the way teachers face linguistic variations matters that appear in classrooms during all over the reading and writing teaching and learning process. Six educators have been interviewed and had their classes observed. As a technique the Analysis of Contents, exposed in Bardin (2004), has been used. In order to have this work well-developed, authors from Linguistics (Saussure, 1972; Beneviste, 1991), Sociolinguistics (Bagno, 2004; Cagliari, 1997) and Education (Freire, 1996; Soares, 2005) were used so that there could be a strong theoretical background. It is known the writing presents such meanings that in many times socially extend the oral languages expectations. Thus, Adolescents and Adults Teaching educators need to know the students linguistic realities so as, from then, they know how to deal with the rules of grammar adopted by the school. It is relevant to know how and when to interfere in order to make the…

Advisors/Committee Members: Álamo Pimentel, Cleverson Suzart Silva, Iara Rosa Farias, Kátia Maria Santos Mota.

Subjects/Keywords: EDUCACAO; variantes linguísticas; norma padrão; ensino; aprendizagem; formação docente; linguistic variants; language patterns; teaching; learning process; teachers graduation

Record DetailsSimilar RecordsGoogle PlusoneFacebookTwitterCiteULikeMendeleyreddit

APA · Chicago · MLA · Vancouver · CSE | Export to Zotero / EndNote / Reference Manager

APA (6th Edition):

Silva, E. B. d. (2010). Diversidade lingüística e norma padrão: um estudo sobre a formação lingüística do professor da EJA. (Thesis). Universidade Federal da Bahia. Retrieved from http://www.bibliotecadigital.ufba.br/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=3589

Note: this citation may be lacking information needed for this citation format:
Not specified: Masters Thesis or Doctoral Dissertation

Chicago Manual of Style (16th Edition):

Silva, Erica Bastos da. “Diversidade lingüística e norma padrão: um estudo sobre a formação lingüística do professor da EJA.” 2010. Thesis, Universidade Federal da Bahia. Accessed October 17, 2019. http://www.bibliotecadigital.ufba.br/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=3589.

Note: this citation may be lacking information needed for this citation format:
Not specified: Masters Thesis or Doctoral Dissertation

MLA Handbook (7th Edition):

Silva, Erica Bastos da. “Diversidade lingüística e norma padrão: um estudo sobre a formação lingüística do professor da EJA.” 2010. Web. 17 Oct 2019.

Vancouver:

Silva EBd. Diversidade lingüística e norma padrão: um estudo sobre a formação lingüística do professor da EJA. [Internet] [Thesis]. Universidade Federal da Bahia; 2010. [cited 2019 Oct 17]. Available from: http://www.bibliotecadigital.ufba.br/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=3589.

Note: this citation may be lacking information needed for this citation format:
Not specified: Masters Thesis or Doctoral Dissertation

Council of Science Editors:

Silva EBd. Diversidade lingüística e norma padrão: um estudo sobre a formação lingüística do professor da EJA. [Thesis]. Universidade Federal da Bahia; 2010. Available from: http://www.bibliotecadigital.ufba.br/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=3589

Note: this citation may be lacking information needed for this citation format:
Not specified: Masters Thesis or Doctoral Dissertation

.