Advanced search options

Advanced Search Options 🞨

Browse by author name (“Author name starts with…”).

Find ETDs with:

in
/  
in
/  
in
/  
in

Written in Published in Earliest date Latest date

Sorted by

Results per page:

You searched for id:"handle:11449/151827". One record found.

Search Limiters

Last 2 Years | English Only

No search limiters apply to these results.

▼ Search Limiters

1. Andrade, Juliane [UNESP]. Vulnerabilidade de mulheres que fazem sexo com mulheres às infecções sexualmente transmissíveis.

Degree: 2017, Universidade Estadual Paulista

Introdução: Vulnerabilidade é a possibilidade de a pessoa se expor ao adoecimento, considerando-se fatores individuais e coletivos, dividindo-se em três dimensões analíticas articuladas: a individual, a social e a programática. Em mulheres que fazem sexo com mulheres (MSM) a vulnerabilidade às infecções sexualmente transmissíveis (IST) perpassa por questões de luta por visibilidade social e política, diferença de gênero, padrão heteronormativo, despreparo profissional e o próprio desconhecimento sobre questões relativas à prevenção das IST/aids, ainda pouco estudadas no cenário nacional. Objetivo: Analisar a vulnerabilidade de mulheres que fazem sexo com mulheres às IST/aids. Método: Estudo transversal que integra estudo mais amplo sobre acesso a serviços de saúde e saúde sexual e reprodutiva de MSM. A amostra de 150 MSM residentes no interior Paulista foi constituída por meio da técnica de amostragem Bola de Neve, indicação de profissionais de saúde e liderança LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais) e por procura espontânea, a partir da divulgação do projeto nas redes de sociabilidade, comunicação de massa, serviços de saúde e grupos de ativismo. As variáveis estudadas foram classificadas mediante o referencial teórico da vulnerabilidade. Os dados foram obtidos de janeiro de 2015 a março de 2017, por meio da aplicação de questionário, exame ginecológico e coleta de sangue periférico. Para o diagnóstico das infecções pelo papiloma vírus humano, Chlamydia trachomatis e Neisseria gonorrhoeae empregou-se a reação em cadeia da polimerase, para confirmação do HIV (Vírus da Imunodeficiência Humana), os testes ELISA e Western Blot, para Hepatite B o ensaio ARCHITECT HBsAg. Para sífilis foi considerado resultado reagente a mulher que teve teste treponêmico e VDRL reagente ou os dois treponêmicos positivos, sem história de tratamento prévio adequado. A identificação do Trichomonas vaginalis se deu a partir da coloração de Papanicolaou. Para análise dos dados foi empregada a estatística descritiva e as associações foram verificadas por regressão logística múltipla e as comparações do escore de vulnerabilidade entre mulheres com e sem histórico de relação sexual com homens foram feitas por meio do teste de Mann-Whitney. Resultados: A mediana de idade das MSM investigadas foi de 26 anos (18-62), 74,7% eram brancas, 73,3% não unidas, 51,3% tinham 12 ou mais anos de estudo concluídos, 74% estavam inseridas no mercado de trabalho e 50,7% tinham renda per capta familiar maior que R$ 1.019,00. A maioria tinha história de relacionamento sexual com homens durante a vida (74,7%), entretanto, nos últimos doze meses, apenas 21,3% se relacionaram com homens. O diagnóstico de alguma IST foi constatado em 47,3% das mulheres. A análise de regressão logística multivariada apontou apenas variáveis da dimensão individual independentemente associadas às IST/aids: não ter realizado sorologia para IST/aids [OR=2,80 (1,13 – 6,94); p=0,027], ter histórico de IST [OR=4,00 (1,03–15,50); p=0,045] e ter tido relação sexual com homem… Advisors/Committee Members: Duarte, Marli Teresinha Cassamassimo [UNESP], Universidade Estadual Paulista (UNESP).

Subjects/Keywords: Vulnerabilidade; infecções sexualmente transmissíveis; lésbicas; homossexualidade feminina; enfermagem; Vulnerability; Sexually transmitted infections; Lesbians; Female homosexuality; Nursing

Record DetailsSimilar RecordsGoogle PlusoneFacebookTwitterCiteULikeMendeleyreddit

APA · Chicago · MLA · Vancouver · CSE | Export to Zotero / EndNote / Reference Manager

APA (6th Edition):

Andrade, J. [. (2017). Vulnerabilidade de mulheres que fazem sexo com mulheres às infecções sexualmente transmissíveis. (Thesis). Universidade Estadual Paulista. Retrieved from http://hdl.handle.net/11449/151827

Note: this citation may be lacking information needed for this citation format:
Not specified: Masters Thesis or Doctoral Dissertation

Chicago Manual of Style (16th Edition):

Andrade, Juliane [UNESP]. “Vulnerabilidade de mulheres que fazem sexo com mulheres às infecções sexualmente transmissíveis.” 2017. Thesis, Universidade Estadual Paulista. Accessed October 23, 2017. http://hdl.handle.net/11449/151827.

Note: this citation may be lacking information needed for this citation format:
Not specified: Masters Thesis or Doctoral Dissertation

MLA Handbook (7th Edition):

Andrade, Juliane [UNESP]. “Vulnerabilidade de mulheres que fazem sexo com mulheres às infecções sexualmente transmissíveis.” 2017. Web. 23 Oct 2017.

Vancouver:

Andrade J[. Vulnerabilidade de mulheres que fazem sexo com mulheres às infecções sexualmente transmissíveis. [Internet] [Thesis]. Universidade Estadual Paulista; 2017. [cited 2017 Oct 23]. Available from: http://hdl.handle.net/11449/151827.

Note: this citation may be lacking information needed for this citation format:
Not specified: Masters Thesis or Doctoral Dissertation

Council of Science Editors:

Andrade J[. Vulnerabilidade de mulheres que fazem sexo com mulheres às infecções sexualmente transmissíveis. [Thesis]. Universidade Estadual Paulista; 2017. Available from: http://hdl.handle.net/11449/151827

Note: this citation may be lacking information needed for this citation format:
Not specified: Masters Thesis or Doctoral Dissertation

.