Advanced search options

Advanced Search Options 🞨

Browse by author name (“Author name starts with…”).

Find ETDs with:

in
/  
in
/  
in
/  
in

Written in Published in Earliest date Latest date

Sorted by

Results per page:

You searched for +publisher:"Universidade do Estado do Rio de Janeiro" +contributor:("Paulo Sergio Braga Tafner"). One record found.

Search Limiters

Last 2 Years | English Only

No search limiters apply to these results.

▼ Search Limiters


Universidade do Estado do Rio de Janeiro

1. Carolina Botelho Marinho da Cunha Hecksher. Como viabilizar reformas politicamente improváveis? mudanças da previdência nos governos FHC e Lula.

Degree: PhD, 2015, Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Reformas da previdência são empreendimentos de difícil realização em regimes democráticos. Afinal, costumam gerar benefícios difusos e percebidos no longo prazo em troca de custos mais imediatos e concentrados em grupos populacionais mais atentos à iniciativa, reconhecida assim como impopular. Contudo, a dinâmica de fatores econômicos e demográficos pode aumentar a necessidade de uma reforma a ponto de, em certos momentos, superar o constrangimento político de sua impopularidade, como se observou no Brasil em diferentes governos. Esta tese apresenta novas evidências da dificuldade encontrada por diferentes chefes do Executivo brasileiro ao submeter projetos reformadores da previdência ao Congresso Nacional, pois os parlamentares, de modo geral, revelaram-se sistematicamente menos propensos a apoiar o governo nessas iniciativas do que em outras com características semelhantes. Em particular, demonstra-se que a resistência do Legislativo foi notavelmente maior na reforma do governo FHC do que na realizada pelo governo Lula e conclui-se que o comportamento mais dócil da oposição ao segundo foi o principal determinante para reduzir a dificuldade na tramitação de seu projeto. Sobre as razões da dificuldade de reformar a previdência nos regimes democráticos em geral, a tese obtém sua conclusão de um exame sobre o contexto mais amplo da reforma do Estado no Brasil à luz de achados basilares da ciência política e, sobretudo, da área de estudos legislativos, a cuja literatura busca adicionar sua contribuição.

Social security reforms are endeavors difficult to carry out in democratic regimes. After all, they generate benefits that are typically diffuse and perceived in the long run opposed to immediate costs which are concentrated in more aware population groups about the initiative, acknowledged as unpopular. However, the dynamics of economic and demographic factors may increase the need to reform that, at certain moments, can overcome the political embarrassment of its unpopularity, as observed in Brazil in different governments. This thesis presents new evidence on the difficulties encountered by different chiefs of the Brazilian executive when submitting the social security reform bills to the National Congress. These difficulties are due to lawmakers who, in general, proved to be less inclined to support the government in these initiatives than others with similar characteristics. In particular, it is demonstrated that the Legislative resistance was significantly higher during the reform in the FHC administration than during the one held in the Lula administration and it follows that the more docile behavior of the opposition in the latter was the main determinant to reduce the difficulty in processing of Lulas bill. About the reasons for the difficulty of reforming social security in democratic regimes in general, the thesis gets its conclusion through an examination of the broader context of state reform in Brazil upon the fundamental findings in political science and legislative studies. In addition, it seeks to add…

Advisors/Committee Members: Fabiano Guilherme Mendes Santos, Maria Regina Soares de Lima, Fernando Henrique Eduardo Guarnieri, Paulo Sergio Braga Tafner, Marcio Grijó Vilarouca.

Subjects/Keywords: Previdência Social; Previdência Social no Brasil; Análise Legislativa; Demografia; Políticas Públicas.; Social Security; Social Security in Brazil; Legislative Analysis; Demography; Public Policy.; CIENCIA POLITICA

Record DetailsSimilar RecordsGoogle PlusoneFacebookTwitterCiteULikeMendeleyreddit

APA · Chicago · MLA · Vancouver · CSE | Export to Zotero / EndNote / Reference Manager

APA (6th Edition):

Hecksher, C. B. M. d. C. (2015). Como viabilizar reformas politicamente improváveis? mudanças da previdência nos governos FHC e Lula. (Doctoral Dissertation). Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Retrieved from http://www.bdtd.uerj.br/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=9718 ;

Chicago Manual of Style (16th Edition):

Hecksher, Carolina Botelho Marinho da Cunha. “Como viabilizar reformas politicamente improváveis? mudanças da previdência nos governos FHC e Lula.” 2015. Doctoral Dissertation, Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Accessed December 15, 2019. http://www.bdtd.uerj.br/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=9718 ;.

MLA Handbook (7th Edition):

Hecksher, Carolina Botelho Marinho da Cunha. “Como viabilizar reformas politicamente improváveis? mudanças da previdência nos governos FHC e Lula.” 2015. Web. 15 Dec 2019.

Vancouver:

Hecksher CBMdC. Como viabilizar reformas politicamente improváveis? mudanças da previdência nos governos FHC e Lula. [Internet] [Doctoral dissertation]. Universidade do Estado do Rio de Janeiro; 2015. [cited 2019 Dec 15]. Available from: http://www.bdtd.uerj.br/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=9718 ;.

Council of Science Editors:

Hecksher CBMdC. Como viabilizar reformas politicamente improváveis? mudanças da previdência nos governos FHC e Lula. [Doctoral Dissertation]. Universidade do Estado do Rio de Janeiro; 2015. Available from: http://www.bdtd.uerj.br/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=9718 ;

.