Advanced search options

Advanced Search Options 🞨

Browse by author name (“Author name starts with…”).

Find ETDs with:

in
/  
in
/  
in
/  
in

Written in Published in Earliest date Latest date

Sorted by

Results per page:

Sorted by: relevance · author · university · dateNew search

You searched for +publisher:"Universidade do Estado do Rio de Janeiro" +contributor:("Mario Eduardo Toscano Martelotta"). Showing records 1 – 2 of 2 total matches.

Search Limiters

Last 2 Years | English Only

No search limiters apply to these results.

▼ Search Limiters


Universidade do Estado do Rio de Janeiro

1. Jorge Luís Moutinho Lima. Antônio Nóbrega : a expressão linguístico-poético-musical de um brincante pernambucano.

Degree: PhD, 2006, Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Esta tese tem por objetivo abordar o universo lingüístico-poético-musical em que se expressa o cantor, compositor, ator, dançarino, violinista e rabequeiro pernambucano Antonio Nóbrega, tomando como base três campos da língua portuguesa: estilística, semântica e dialetologia. O estudo tem como ponto de partida o repertório dos cinco CDs gravados por ele no período de 1996 a 2002 (Na pancada do ganzá, Madeira que cupim não rói, Pernambuco falando para o mundo, O marco do meio-dia e Lunário perpétuo), discos que resultam de espetáculos homônimos. Com base no corpus aqui analisado, serão feitas aproximações entre os pressupostos teóricos referentes aos campos de estudo indicados e o que se verifica nas letras que fazem parte desse universo lingüístico, realçando-se a presença dos parceiros Bráulio Tavares e Wilson Freire e levando-se em conta aspectos relativos à importância da cultura popular brasileira na formação desse brincante nordestino que tem como referenciais preponderantes em seu trabalho o escritor Ariano Suassuna e o Movimento Armorial. As reflexões sobre o trabalho de Antonio Nóbrega são contribuições desta tese no sentido de mostrar como se pode analisar uma obra literário-musical utilizando elementos teóricos da língua portuguesa, estabelecendo diálogos entre mais de um campo de estudo.

This doctorate dissertation has as its aim to deal with the musical-poetic- linguistic universe in which Antonio Nóbrega, an artist from the state of Pernambuco, Brazil, expresses himself as singer, composer, actor, dancer, violinist, and rebec player, taking as its basis three fields of the Portuguese language: stylistics, semantics and dialectology. The study has as its starting point the repertoire of the five CDs recorded by him in the period from 1996 to 2002 (Na pancada do ganzá, Madeira que cupim não rói, Pernambuco falando para o mundo, O marco do meio-dia e Lunário perpétuo), records which result from the homonymous spectacles. Having as basis the corpus which was analyzed here, approximations will be accomplished among the theoretical presuppositions related to the fields of study mentioned before, and the one which is verified in the lyrics which are part of this linguistic universe, giving prominence to the presence of his partners Bráulio Tavares and Wilson Freire, and taking into consideration aspects concerning the importance of Brazilian popular culture in the formation of this northeastern artist who has the writer Ariano Suassuna and the cultural movement known as Movimento Armorial as prominent referentials in his work. The reflections on the work of Antonio Nóbrega are the contributions of this doctorate dissertation in the sense of showing how it is possible to analyze a musical-literary work by using theoretical elements of the Portuguese language, establishing dialogues among more than one field of study.

Advisors/Committee Members: José Carlos Santos de Azeredo, Julio Cesar Valladão Diniz, Maria Teresa Gonçalves Pereira, Mario Eduardo Toscano Martelotta, André Crim Valente.

Subjects/Keywords: Dialectology; Brazilian popular culture; Semantics; Stylistics; Música brasileira; LINGUA PORTUGUESA; Nóbrega,Antonio, 1952- - Crítica e interpretação; Linguística; Música popular - Brasil; Língua portuguesa - Estilo; Semântica; Cultura popular brasileira; Dialetologia; Estilística; Brazilian music

Record DetailsSimilar RecordsGoogle PlusoneFacebookTwitterCiteULikeMendeleyreddit

APA · Chicago · MLA · Vancouver · CSE | Export to Zotero / EndNote / Reference Manager

APA (6th Edition):

Lima, J. L. M. (2006). Antônio Nóbrega : a expressão linguístico-poético-musical de um brincante pernambucano. (Doctoral Dissertation). Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Retrieved from http://www.bdtd.uerj.br/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=135 ;

Chicago Manual of Style (16th Edition):

Lima, Jorge Luís Moutinho. “Antônio Nóbrega : a expressão linguístico-poético-musical de um brincante pernambucano.” 2006. Doctoral Dissertation, Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Accessed November 28, 2020. http://www.bdtd.uerj.br/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=135 ;.

MLA Handbook (7th Edition):

Lima, Jorge Luís Moutinho. “Antônio Nóbrega : a expressão linguístico-poético-musical de um brincante pernambucano.” 2006. Web. 28 Nov 2020.

Vancouver:

Lima JLM. Antônio Nóbrega : a expressão linguístico-poético-musical de um brincante pernambucano. [Internet] [Doctoral dissertation]. Universidade do Estado do Rio de Janeiro; 2006. [cited 2020 Nov 28]. Available from: http://www.bdtd.uerj.br/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=135 ;.

Council of Science Editors:

Lima JLM. Antônio Nóbrega : a expressão linguístico-poético-musical de um brincante pernambucano. [Doctoral Dissertation]. Universidade do Estado do Rio de Janeiro; 2006. Available from: http://www.bdtd.uerj.br/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=135 ;


Universidade do Estado do Rio de Janeiro

2. Fabiana dos Anjos Pinto. Para que um sujeito aprende um objeto? Uma abordagem sintático-textual dos complementos verbais preposicionados .

Degree: Master, 2007, Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Esta dissertação expõe considerações sobre o comportamento sintático-semântico da complementação e da adjunção verbal, procurando verificar se existem distinções entre os tradicionais OIs e ADVs e se estas podem ou não contribuir para um melhor desempenho dos falantes no ato comunicativo. Apresenta-se segmentada em duas seções: o nível oracional e sintagmático e o nível TEXTUAL. A seção inicial expõe uma historicidade da complementação verbal. Nesse momento, buscamos resgatar, no berço da memória gramatical, se as diversas nomenclaturas dadas aos sintagmas preposicionados reclamados pela transitividade do verbo, de fato, representam funções sintáticas diferentes; se esta questão deve ser avaliada, inclusive, sob prisma discursivo. Ademais, mostramos, em seguida, as contribuições da Lingüística estrutural, mais especificamente do Funcionalismo, enfocando a transitividade, para traçarmos uma comparação entre as orientações da gramática tradicional e a gramática de valências, expressando nossa própria conceituação de complemento. A seção posterior trata da expressão TEXTUAL dos complementos verbais. Objetivamos apresentar uma associação entre o Funcionalismo, com os subprincípios de iconicidade, e a Lingüística TEXTUAL, com a relação coesão-coerência, como indissociáveis para a construção da informatividade de TEXTOS de discurso planejado. Selecionamos comunicações como editoriais, artigos interpretativos e cartas dos leitores para observarmos em que circunstâncias comunicativas ocorrem: a) o aparecimento de complementos e adjuntos na forma sintagmática; b) a retomada desses termos por meio de anáforas. Com uma visão desses comportamentos TEXTUAIS, intencionamos formular uma hierarquia dos graus de informatividade, com base na previsibilidade de cada ocorrência, além de avaliarmos se os sintagmas preposicionados aparecem com as mesmas características e objetivos nos TEXTOS. Sendo assim, propomos que OIs e ADVs são, acima de tudo, recursos sintáticos que a língua nos oferece para expressarmos o que desejamos para o alcance de nossas intenções comunicativas. Palavras-chave: Sintaxe, Discurso e Complemento.

Esta disertación expone consideraciones sobre el comportamiento sintáctico y semántico de la complementación y adjunción verbal, buscando verificar si existen distinciones entre los tradicionales OI y ADVs y si éstas pueden o no contribuir para un mejor desempeño de los hablantes en el acto comunicativo. Se presenta segmentada en dos secciones: el nivel oracional y sintagmático y el nivel TEXTUAL. La sección inicial expone una historicidad de la complementación verbal. En este momento, buscamos rescatar, en la cuna de la memoria gramatical, si las adversas nomenclaturas dadas a los sintagmas preposicionales reclamados por la transitividad del verbo, en facto, representan funciones sintácticas diferentes; si esta cuestión debe ser evaluada, incluso bajo el prisma discursivo. Además, mostramos, en seguida, las contribuciones de la Lingüística estructural, más específicamente del Funcionalismo, enfocando la…

Advisors/Committee Members: André Crim Valente, José Carlos Santos de Azeredo, Mario Eduardo Toscano Martelotta, Gustavo Adolfo Pinheiro da Silva.

Subjects/Keywords: Discurso e complemento; LINGUA PORTUGUESA; Língua portuguesa - Sintaxe; L?ngua portuguesa - gram?tica; Análise do discurso; Sintaxe; Sintaxe; Discurso e complemento

Record DetailsSimilar RecordsGoogle PlusoneFacebookTwitterCiteULikeMendeleyreddit

APA · Chicago · MLA · Vancouver · CSE | Export to Zotero / EndNote / Reference Manager

APA (6th Edition):

Pinto, F. d. A. (2007). Para que um sujeito aprende um objeto? Uma abordagem sintático-textual dos complementos verbais preposicionados . (Masters Thesis). Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Retrieved from http://www.bdtd.uerj.br/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=210 ;

Chicago Manual of Style (16th Edition):

Pinto, Fabiana dos Anjos. “Para que um sujeito aprende um objeto? Uma abordagem sintático-textual dos complementos verbais preposicionados .” 2007. Masters Thesis, Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Accessed November 28, 2020. http://www.bdtd.uerj.br/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=210 ;.

MLA Handbook (7th Edition):

Pinto, Fabiana dos Anjos. “Para que um sujeito aprende um objeto? Uma abordagem sintático-textual dos complementos verbais preposicionados .” 2007. Web. 28 Nov 2020.

Vancouver:

Pinto FdA. Para que um sujeito aprende um objeto? Uma abordagem sintático-textual dos complementos verbais preposicionados . [Internet] [Masters thesis]. Universidade do Estado do Rio de Janeiro; 2007. [cited 2020 Nov 28]. Available from: http://www.bdtd.uerj.br/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=210 ;.

Council of Science Editors:

Pinto FdA. Para que um sujeito aprende um objeto? Uma abordagem sintático-textual dos complementos verbais preposicionados . [Masters Thesis]. Universidade do Estado do Rio de Janeiro; 2007. Available from: http://www.bdtd.uerj.br/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=210 ;

.