Advanced search options

Advanced Search Options 🞨

Browse by author name (“Author name starts with…”).

Find ETDs with:

in
/  
in
/  
in
/  
in

Written in Published in Earliest date Latest date

Sorted by

Results per page:

Sorted by: relevance · author · university · dateNew search

You searched for +publisher:"Universidade de Évora" +contributor:("Banza, Ana Paula"). Showing records 1 – 3 of 3 total matches.

Search Limiters

Last 2 Years | English Only

No search limiters apply to these results.

▼ Search Limiters

1. Santos, Fernando Mauro António dos. Contribuições léxico-semânticas para o português angolano. Um estudo antroponímico na província de Benguela.

Degree: 2017, Universidade de Évora

O ato de nomear está intrinsecamente ligado à linguagem desde que o ser humano apareceu no planeta. O homem nomeia tudo o que vê, ouve, sente e manuseia. Em muitas culturas, o nome tem grande importância por revelar o carácter de uma pessoa. Assim acontece com os povos hebreu, egípcio, babilónio, chinês, grego, etc. Por esta razão, mudar de nome, para muitos povos e culturas, significa mudar de personalidade. Deste modo, o nome pode revelar as circunstâncias em que o indivíduo nasceu, vive ou viveu, ou ainda aspetos relevantes da sua personalidade. Não será por acaso que alguns nomes são facilmente aceites pela sociedade e outros rejeitados. A identidade pessoal constitui um bem para qualquer pessoa e, por esta razão, cada ser humano na face da terra tem direito a um nome, independentemente da condição social, da cultura, tribo, língua ou nação. Atendendo a existência de laços culturais e linguísticos bem conhecidos entre Portugal e Angola e a que, por esse motivo, os nomes dos angolanos são frequentemente mistos, abordaremos no presente trabalho, necessariamente nomes portugueses e nomes bantu. No entanto, o nosso enfoque será nos nomes de origem bantu (mormente os de origem umbundu, língua maioritária na região estudada), na medida em que são estes os menos estudados e os menos conhecidos. Nesta perspetiva, o trabalho está dividido em duas partes. Na parte I, abordamos, a título de introdução, alguns conceitos operatórios básicos. Na parte II, apresentamos o quadro etno e sociolinguístico de Angola, tecendo algumas considerações entre o português e as demais línguas, principalmente as de origem bantu, e apresentamos o estudo antroponímico que é o objetivo da presente investigação; Abstract: LEXICAL-SEMANTIC CONTRIBUTIONS FOR ANGOLAN PORTUGUESE. AN ANTROPHONIMIC STUDY IN BENGUELA PROVINCE. The act of name is intimately connected to language, since the human being appeared on earth. Man names everything he sees, hears, feels and handles. In many cultures, the name has great value by revealing someone's personality. So this happens with people like hebrew, egyptian, greek, chinese and babylonians, etc. For this reason, the change of names, for many people and cultures, means a change of personality. So a name can reveal circumstances in which the man was born, lives and lived, or even some real aspects of his personality. It is no wonder that some names are easily taken by society and other are not. The identity of a person comes to be a benefit for a person and for this reason each human being on earth has the right to have a name regardless of his social condition, culture, tribe, language and nation. Having these cultures and linguistics ties well known between Portugal and Angola, for this reason the angolan names are often mixed, we are going to approach in this present project necessarily the portuguese names and bantu names. However, our focus will be on bantu origin names (mainly those of origin umbundu, majority language in the studied region) because they are less studied and less known. In this… Advisors/Committee Members: Banza, Ana Paula.

Subjects/Keywords: Antroponímia; Léxico; Língua; Variação linguística; Português de Angola; Anthrophonymy; Lexicon; Language; Linguistic varation; Portuguese of Angola

Record DetailsSimilar RecordsGoogle PlusoneFacebookTwitterCiteULikeMendeleyreddit

APA · Chicago · MLA · Vancouver · CSE | Export to Zotero / EndNote / Reference Manager

APA (6th Edition):

Santos, F. M. A. d. (2017). Contribuições léxico-semânticas para o português angolano. Um estudo antroponímico na província de Benguela. (Thesis). Universidade de Évora. Retrieved from https://www.rcaap.pt/detail.jsp?id=oai:dspace.uevora.pt:10174/21959

Note: this citation may be lacking information needed for this citation format:
Not specified: Masters Thesis or Doctoral Dissertation

Chicago Manual of Style (16th Edition):

Santos, Fernando Mauro António dos. “Contribuições léxico-semânticas para o português angolano. Um estudo antroponímico na província de Benguela.” 2017. Thesis, Universidade de Évora. Accessed December 15, 2019. https://www.rcaap.pt/detail.jsp?id=oai:dspace.uevora.pt:10174/21959.

Note: this citation may be lacking information needed for this citation format:
Not specified: Masters Thesis or Doctoral Dissertation

MLA Handbook (7th Edition):

Santos, Fernando Mauro António dos. “Contribuições léxico-semânticas para o português angolano. Um estudo antroponímico na província de Benguela.” 2017. Web. 15 Dec 2019.

Vancouver:

Santos FMAd. Contribuições léxico-semânticas para o português angolano. Um estudo antroponímico na província de Benguela. [Internet] [Thesis]. Universidade de Évora; 2017. [cited 2019 Dec 15]. Available from: https://www.rcaap.pt/detail.jsp?id=oai:dspace.uevora.pt:10174/21959.

Note: this citation may be lacking information needed for this citation format:
Not specified: Masters Thesis or Doctoral Dissertation

Council of Science Editors:

Santos FMAd. Contribuições léxico-semânticas para o português angolano. Um estudo antroponímico na província de Benguela. [Thesis]. Universidade de Évora; 2017. Available from: https://www.rcaap.pt/detail.jsp?id=oai:dspace.uevora.pt:10174/21959

Note: this citation may be lacking information needed for this citation format:
Not specified: Masters Thesis or Doctoral Dissertation

2. Fernando, Indira Luísa Felícia. Sinonímia terminológica nos despachos e regulamentos do Gabinete do Ministério do Ensino Superior: proposta de harmonização.

Degree: 2018, Universidade de Évora

A Terminologia pode ser encarada como uma área particular da Lexicologia, uma vez que trata, não de todas as palavras da língua, mas de um léxico de especialidade. Esta dissertação debruça-se sobre o subcódigo da linguagem jurídica, procurando analisar a incidência do uso da sinonímia nos documentos produzidos no gabinete jurídico do Ministério do Ensino Superior de Angola. Neste sentido, pretende-se propor uma harmonização de termos com a finalidade de melhorar a utilização da terminologia e linguagem de especialidade neste departamento ministerial. A nossa hipótese geral resultou de uma constatação, a priori: a inexistência de harmonização de termos jurídicos, não só no Ministério do Ensino Superior, mas também em outras instituições angolanas. Para a realização deste trabalho, selecionámos, organizámos e realizámos a análise de um corpus de textos administrativos produzidos no gabinete jurídico do Ministério do Ensino Superior de Angola; ABSTRACT: Synonym Terminology in despatches and regulation of the legal office of the Ministry of Higher Education : Proposal for harmonization. Terminology can be deemed as a particular area of Lexicology, since its’ essence does not concern to a language’s entire vocabulary, but to a lexicon of specialty. This dissertation shall focus on the legal language, which can be categorized as a specific category of a language, while to examining the incidence of the use of synonymy in documents produced by Angolan’s Ministry of Higher Education legal office. In this sense, we intend to present a harmonization of terms in order to improve the terminology and language of specialty in use at this ministerial department. Our general thesis resulted from a preceding realization of the lack of harmonization of legal terms not only in the Ministry of Higher Education, but also in other Angolan institutions. On the course of this task, we selected, organized and performed the analysis of a corpus of administrative texts produced by the legal cabinet of the Ministry of Higher Education of Angola. Advisors/Committee Members: Banza, Ana Paula.

Subjects/Keywords: Terminologia; Sinonímia; Harmonização; Terminology; Synonymy; Harmonization

Record DetailsSimilar RecordsGoogle PlusoneFacebookTwitterCiteULikeMendeleyreddit

APA · Chicago · MLA · Vancouver · CSE | Export to Zotero / EndNote / Reference Manager

APA (6th Edition):

Fernando, I. L. F. (2018). Sinonímia terminológica nos despachos e regulamentos do Gabinete do Ministério do Ensino Superior: proposta de harmonização. (Thesis). Universidade de Évora. Retrieved from https://www.rcaap.pt/detail.jsp?id=oai:dspace.uevora.pt:10174/23078

Note: this citation may be lacking information needed for this citation format:
Not specified: Masters Thesis or Doctoral Dissertation

Chicago Manual of Style (16th Edition):

Fernando, Indira Luísa Felícia. “Sinonímia terminológica nos despachos e regulamentos do Gabinete do Ministério do Ensino Superior: proposta de harmonização.” 2018. Thesis, Universidade de Évora. Accessed December 15, 2019. https://www.rcaap.pt/detail.jsp?id=oai:dspace.uevora.pt:10174/23078.

Note: this citation may be lacking information needed for this citation format:
Not specified: Masters Thesis or Doctoral Dissertation

MLA Handbook (7th Edition):

Fernando, Indira Luísa Felícia. “Sinonímia terminológica nos despachos e regulamentos do Gabinete do Ministério do Ensino Superior: proposta de harmonização.” 2018. Web. 15 Dec 2019.

Vancouver:

Fernando ILF. Sinonímia terminológica nos despachos e regulamentos do Gabinete do Ministério do Ensino Superior: proposta de harmonização. [Internet] [Thesis]. Universidade de Évora; 2018. [cited 2019 Dec 15]. Available from: https://www.rcaap.pt/detail.jsp?id=oai:dspace.uevora.pt:10174/23078.

Note: this citation may be lacking information needed for this citation format:
Not specified: Masters Thesis or Doctoral Dissertation

Council of Science Editors:

Fernando ILF. Sinonímia terminológica nos despachos e regulamentos do Gabinete do Ministério do Ensino Superior: proposta de harmonização. [Thesis]. Universidade de Évora; 2018. Available from: https://www.rcaap.pt/detail.jsp?id=oai:dspace.uevora.pt:10174/23078

Note: this citation may be lacking information needed for this citation format:
Not specified: Masters Thesis or Doctoral Dissertation

3. Simão, Teresa Susana Bengala. O falar de Marvão: património imaterial raiano.

Degree: 2015, Universidade de Évora

Na sequência de trabalhos já desenvolvidos sobre esta temática, neste projeto de doutoramento pretende-se dar continuidade à recolha, estudo e preservação do Falar de Marvão, enquanto parte relevante do património cultural imaterial da raia. Após a apresentação do conceito de Património Cultural Imaterial e da relevância do seu estudo e preservação, em especial das línguas/dialetos em perigo de extinção; procede-se à caracterização do espaço da raia do Nordeste Alentejano. Esta análise desenrola-se sob o ponto de vista geográfico, demográfico e socioeconómico, seguindo-se uma breve abordagem sobre o contrabando e as relações de fronteira nesta região, conscientes de que as especificidades do espaço e das suas gentes condicionam decisivamente as características da linguagem dos seus habitantes. O estudo do falar centra-se essencialmente no plano lexical. Assim, numa primeira fase, é abordado o léxico comum a outras regiões e à norma, mas alterado por fenómenos fonético-fonológicos, morfológicos e semânticos; sendo a segunda fase dedicada ao léxico característico da região, catalogado como regionalismo ou, quando não se encontra registado, como original. No âmbito da antroponímia, são ainda estudadas as muitas alcunhas existentes no concelho de Marvão. Conscientes de que as fronteiras linguísticas diferem das políticas, é também objetivo deste trabalho delimitar as diferentes áreas geolinguísticas existentes no concelho de Marvão e na raia espanhola e contribuir para a compreensão da sua especificidade. Para além da variação geográfica, pretende-se ainda estudar brevemente a influência das variações diacrónica, sociocultural e diafásica neste falar de raia, procurando sempre compreender qual a evolução e a vitalidade desta variedade linguística; Abstract: The dialect of Marvão: border’s intangible heritage Following studies on this subject, the present doctoral study intends to give continuity to the data collection, analysis and preservation of Marvão’s dialect, as a relevant part of the border’s intangible cultural heritage. After presenting the concept of Intangible Cultural Heritage, as well as the importance of studies and preservation, specially of languages/dialects in danger of extintion, the work proceeds with a characterization of the border in Northeast Alentejo. This analysis focuses on the geographic, demographic and socioeconomic points of view, followed by a short approach about the smuggling and border relations in this area, being aware that the specificity of the region and its inhabitants affect decisively the language features. The analysis of Marvão’s dialect focuses essentially at the lexical level. Therefore, the first stage of this work will be an approach about the lexicon, common to the other regions and portuguese standard, but modified by phonetic and phonological, morphological and semantic phenomena; the second stage is dedicated to the typical lexicon of this region, which is catalogued as regionalism or, when not registered, as original. Within the antroponimia field, the frequent… Advisors/Committee Members: Banza, Ana Paula.

Subjects/Keywords: Variação linguística; Falares; Alcunhas; Património cultural imaterial de Marvão; Raia; Linguistic variation; Dialects; Nicknames; Intangible cultural heritage of Marvão; Border

Record DetailsSimilar RecordsGoogle PlusoneFacebookTwitterCiteULikeMendeleyreddit

APA · Chicago · MLA · Vancouver · CSE | Export to Zotero / EndNote / Reference Manager

APA (6th Edition):

Simão, T. S. B. (2015). O falar de Marvão: património imaterial raiano. (Thesis). Universidade de Évora. Retrieved from https://www.rcaap.pt/detail.jsp?id=oai:dspace.uevora.pt:10174/20819

Note: this citation may be lacking information needed for this citation format:
Not specified: Masters Thesis or Doctoral Dissertation

Chicago Manual of Style (16th Edition):

Simão, Teresa Susana Bengala. “O falar de Marvão: património imaterial raiano.” 2015. Thesis, Universidade de Évora. Accessed December 15, 2019. https://www.rcaap.pt/detail.jsp?id=oai:dspace.uevora.pt:10174/20819.

Note: this citation may be lacking information needed for this citation format:
Not specified: Masters Thesis or Doctoral Dissertation

MLA Handbook (7th Edition):

Simão, Teresa Susana Bengala. “O falar de Marvão: património imaterial raiano.” 2015. Web. 15 Dec 2019.

Vancouver:

Simão TSB. O falar de Marvão: património imaterial raiano. [Internet] [Thesis]. Universidade de Évora; 2015. [cited 2019 Dec 15]. Available from: https://www.rcaap.pt/detail.jsp?id=oai:dspace.uevora.pt:10174/20819.

Note: this citation may be lacking information needed for this citation format:
Not specified: Masters Thesis or Doctoral Dissertation

Council of Science Editors:

Simão TSB. O falar de Marvão: património imaterial raiano. [Thesis]. Universidade de Évora; 2015. Available from: https://www.rcaap.pt/detail.jsp?id=oai:dspace.uevora.pt:10174/20819

Note: this citation may be lacking information needed for this citation format:
Not specified: Masters Thesis or Doctoral Dissertation

.