Advanced search options

Advanced Search Options 🞨

Browse by author name (“Author name starts with…”).

Find ETDs with:

in
/  
in
/  
in
/  
in

Written in Published in Earliest date Latest date

Sorted by

Results per page:

Sorted by: relevance · author · university · date | New search

You searched for +publisher:"Universidade Federal do Amazonas" +contributor:("http://lattes.cnpq.br/6269837680965021"). Showing records 1 – 3 of 3 total matches.

Search Limiters

Last 2 Years | English Only

No search limiters apply to these results.

▼ Search Limiters

1. Prata, Maria do Livramento Coelho. A abordagem da viol?ncia obst?trica nos espa?os de forma??o do enfermeiro.

Degree: 2019, Universidade Federal do Amazonas

Introdu??o: A viol?ncia obst?trica ? uma tem?tica que ganhou destaque no final do s?culo XX, com a institucionaliza??o do parto, transformando-o em um evento patol?gico e retirando a mulher da cena do parto, tornando-a submissa a procedimentos e atitudes desnecess?rias provocadas por profissionais de sa?de. O enfermeiro ganhou espa?o no ?mbito da assist?ncia ? sa?de da mulher por ser o profissional que fica por mais tempo pr?ximo da parturiente. Objetivo: Analisar como a tem?tica da viol?ncia obst?trica ? abordada durante a forma??o dos graduandos em enfermagem de uma Institui??o de Ensino Superior p?blica em Manaus, no Estado do Amazonas. Metodologia: Trata-se de um estudo explorat?rio, descritivo, com abordagem qualitativa, na qual foram utilizadas as seguintes t?cnicas de levantamento de dados: entrevista em grupos focais com 11 acad?micos do Curso de Enfermagem; an?lise de documentos de Planos de Ensino da disciplina Enfermagem na Aten??o Integral ? Sa?de da Mulher e do Est?gio Curricular I; e, a observa??o participante em uma maternidade p?blica de Manaus, cen?rio de pr?tica da Institui??o estudada. Como estrat?gia de an?lise dos dados utilizamos a an?lise de conte?do proposta por Bardin na modalidade tem?tica. Resultados: Os dados coletados e analisados mostraram que a maioria dos concluintes do curso eram mulheres, com idade entre 20 a 29 anos, evidenciou que os acad?micos reconhecem a viol?ncia como uma pr?tica de agress?o verbal, f?sica, que pode provocar danos ? sa?de; por viol?ncia obst?trica, entendem que s?o agress?es f?sicas, verbais e neglig?ncia ao direito do acompanhante, praticado contra a mulher no ciclo grav?dico puerperal ocasionando danos ? sa?de materno-infantil. Quanto aos espa?os de forma??o, o estudo mostrou que o tema viol?ncia obst?trica n?o foi apresentado no plano de ensino, foi discutido de forma incipiente manifestando a falta de evid?ncias cient?ficas para nortear os docentes na condu??o da tem?tica. J? os planos de ensino apontam que a viol?ncia obst?trica est? sendo discutida em sala de aula de forma impl?cita nos conte?dos que fazem abordagem sobre a humaniza??o e a viol?ncia contra a mulher. Nos cen?rios de pr?tica observou-se que a viol?ncia foi explanada com alunos explicitamente, na medida em que acontecia, e por se apresentar de forma mais concreta tornou-se mais vis?vel, possibilitando ao aluno uma reflex?o mais cr?tica sobre o fen?meno. Evidenciou-se que teoria e pr?tica caminham de forma desarticuladas e que a viol?ncia obst?trica pode ser minimizada a partir da integra??o entre as universidades e os servi?os de sa?de, assim como com o uso de estrat?gias que possibilitem a sensibiliza??o dos discentes. Considera??es finais: A viol?ncia obst?trica tem sido abordada na forma??o do enfermeiro em sala de aula, nos cen?rios de pr?tica e est?gios, entretanto ? necess?rio maior empenho da Institui??o de Ensino Superior e dos servi?os de sa?de em sua abordagem com base nas diretrizes da Pol?tica Nacional de Humaniza??o do Parto e Nascimento, de … Advisors/Committee Members: Silva, Nair Chase da, http://lattes.cnpq.br/0446971881472652, Leit?o, Consuelena Lopes, http://lattes.cnpq.br/6269837680965021, Almeida, Gilsirene Scantelbury de, http://lattes.cnpq.br/2750147583983008.

Subjects/Keywords: Obstetr?cia; Parto (Obstetr?cia); Enfermagem obst?trica; CI?NCIAS DA SA?DE: ENFERMAGEM; Forma??o; Obstetr?cia; Assist?ncia de enfermagem; Viol?ncia

Record DetailsSimilar RecordsGoogle PlusoneFacebookTwitterCiteULikeMendeleyreddit

APA · Chicago · MLA · Vancouver · CSE | Export to Zotero / EndNote / Reference Manager

APA (6th Edition):

Prata, M. d. L. C. (2019). A abordagem da viol?ncia obst?trica nos espa?os de forma??o do enfermeiro. (Masters Thesis). Universidade Federal do Amazonas. Retrieved from https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/7480

Chicago Manual of Style (16th Edition):

Prata, Maria do Livramento Coelho. “A abordagem da viol?ncia obst?trica nos espa?os de forma??o do enfermeiro.” 2019. Masters Thesis, Universidade Federal do Amazonas. Accessed April 12, 2021. https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/7480.

MLA Handbook (7th Edition):

Prata, Maria do Livramento Coelho. “A abordagem da viol?ncia obst?trica nos espa?os de forma??o do enfermeiro.” 2019. Web. 12 Apr 2021.

Vancouver:

Prata MdLC. A abordagem da viol?ncia obst?trica nos espa?os de forma??o do enfermeiro. [Internet] [Masters thesis]. Universidade Federal do Amazonas; 2019. [cited 2021 Apr 12]. Available from: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/7480.

Council of Science Editors:

Prata MdLC. A abordagem da viol?ncia obst?trica nos espa?os de forma??o do enfermeiro. [Masters Thesis]. Universidade Federal do Amazonas; 2019. Available from: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/7480

2. Santos, Hítalla Fernandes dos. Saúde Mental e Infância: reflexões sobre a demanda de um CAPSi.

Degree: 2018, Universidade Federal do Amazonas

A presente dissertação tem como objetivo analisar a demanda psiquiátrica acolhida no Centro de Atenção Psicossocial – CAPSi Leste de Manaus, logo, embasamo-nos nas políticas públicas em saúde mental infantojuvenil. Investigamos quais os transtornos mentais prevalentes em crianças de 6-10 anos, quais motivos/queixas são apresentados pelos responsáveis da criança no momento do acolhimento, bem como a dinâmica estabelecida entre a equipe no tratamento ou em eventuais novos encaminhamentos. O referencial teórico utilizado aborda temas complementares e que dialogam entre si sobre a saúde mental e infância a partir da percepção e conceitos da Psicologia Social Crítica. Para tanto, inicialmente traça-se a trajetória histórica da infância no Mundo, no Brasil e também no Amazonas, apontando para a existência da pluralidade infantil, bem como a urgência em reconhecer as singularidades que constituem cada criança. Em um segundo momento, faz-se importante traçar o percurso histórico trilhado no campo da saúde mental no Brasil e no Amazonas; o qual reflete um atraso significativo na implantação da política pública instituída pelo Ministério da Saúde. Fecha-se o referencial teórico ao abordar a patologização e medicalização infantil como dispositivo do biopoder, que torna a criança em corpo dócil com medicamento na busca que ela responda exatamente o que desejam. Como recurso metodológico aprofundamo-nos no campo-tema a partir da entrada no CAPSi Leste, utilizando a análise documental dos prontuários, observação participante e entrevista aberta com a Direção, onde foram extraídas narrativas ficcionais que se entrelaçaram com as narrativas colhidas na vivência de anos com crianças pequenas e seus pais no âmbito escolar, como instrumentos. Analisamos 146 prontuários, sendo 115 de meninos e de 31 meninas; foi realizado um levantamento estatístico acerca de todos os prontuários destas crianças/usuárias acolhidas pelo CAPSi Leste no período de julho de 2016 a junho de 2017, os dados foram dispostos no SPSS – Statistical Package for Social Sciences. Acreditamos que os números apresentados vão além do quantitativo: eles revelam informações intrinsecamente ligadas ao serviço ofertado pelo CAPSi. Mediante as narrativas ficcionais construídas e análise qualitativa dos dados, concluímos que mesmo diante de uma realidade histórica social diferente do período higienista ocorrido até a metade do século XIX, onde a própria concepção de infância não é a mesma; é possível encontrar ações semelhantes que continuam regendo a prática dos profissionais no serviço de saúde mental. Tal realidade encontra respaldo na dinâmica de trabalho estabelecida pelo CAPSi Leste, cuja investigação revelou que a grande maioria dos transtornos mentais acolhidos estão relacionados ao comportamento da criança, são os transtornos de conduta e TDAH os mais atendidos; bem como revelou a expressividade de crianças pequenas medicadas com Risperidona apresentada como a fórmula mágica capaz de modificar o comportamento agitado da criança. A investigação revelou ainda o quão… Advisors/Committee Members: Oliveira, Adriana Rosmaninho Caldeira de, 966.583.717-68, http://lattes.cnpq.br/5839730566259435, Sampaio, Cláudia Regina Brandão, http://lattes.cnpq.br/9255099700096438, Leitão, Consuelena Lopes, http://lattes.cnpq.br/6269837680965021, [email protected].

Subjects/Keywords: Saúde mental infantil; Infância; CAPSi; Patologização; Medicalização; Childhood mental health; Infancy; CAPSi; Pathologization; Medicalization; CIÊNCIAS HUMANAS: PSICOLOGIA: PSICOLOGIA SOCIAL

Record DetailsSimilar RecordsGoogle PlusoneFacebookTwitterCiteULikeMendeleyreddit

APA · Chicago · MLA · Vancouver · CSE | Export to Zotero / EndNote / Reference Manager

APA (6th Edition):

Santos, H. F. d. (2018). Saúde Mental e Infância: reflexões sobre a demanda de um CAPSi. (Masters Thesis). Universidade Federal do Amazonas. Retrieved from https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/6803

Chicago Manual of Style (16th Edition):

Santos, Hítalla Fernandes dos. “Saúde Mental e Infância: reflexões sobre a demanda de um CAPSi.” 2018. Masters Thesis, Universidade Federal do Amazonas. Accessed April 12, 2021. https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/6803.

MLA Handbook (7th Edition):

Santos, Hítalla Fernandes dos. “Saúde Mental e Infância: reflexões sobre a demanda de um CAPSi.” 2018. Web. 12 Apr 2021.

Vancouver:

Santos HFd. Saúde Mental e Infância: reflexões sobre a demanda de um CAPSi. [Internet] [Masters thesis]. Universidade Federal do Amazonas; 2018. [cited 2021 Apr 12]. Available from: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/6803.

Council of Science Editors:

Santos HFd. Saúde Mental e Infância: reflexões sobre a demanda de um CAPSi. [Masters Thesis]. Universidade Federal do Amazonas; 2018. Available from: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/6803

3. Fernandes, Cássio Péres. "Ela é diva da sarjeta, seu corpo é uma ocupação!": cotidiano das transgeneridades femininas em situação de rua na cidade de Manaus-AM.

Degree: 2018, Universidade Federal do Amazonas

Vivendo em uma sociedade que debate gênero cada vez mais, as transgeneridades femininas sofrem cotidianamente com transfobia e diversas outras formas de exclusão e opressão. Dentro deste contexto, a situação de rua acaba se tornando uma realidade para muitas. Desta forma, objetiva-se compreender o cotidiano de transgeneridades femininas que se encontram em situação de rua a partir de seus relatos. Como objetivos específicos almejam-se: identificar as práticas discursivas das transgeneridades femininas em situação de rua; conhecer o processo de construção das transgeneridades femininas através de conversas informais e descrever as dificuldades e demandas das transgeneridades femininas em situação de rua. O presente trabalho inicia-se com uma discussão sobre gênero, identidade de gênero e teoria queer, onde questiona as estruturas de poder e a binaridade engessante em nossa sociedade. Em seguida, abordam-se aspectos das identidades das transgeneridades femininas, em que se realiza um breve histórico do movimento social; ainda são apresentados aspectos ligados ao corpo e nomenclaturas, como a insurgência do termo cisgênero. Por conseguinte são apresentadas as diversas faces da exclusão direcionadas às transgeneridades femininas, como a desqualificação e estereotipificação. Discorre-se também-se acerca do conceito de transfobia e a realidade vivida pelas transgeneridades femininas, como as vivências escolares, prostituição até chegar na situação de rua. Sob a luz da Teoria Construcionista, utiliza-se do conceito de práticas discursivas como produção de sentido nas interações sociais no cotidiano. Em seguida, explana-se acerca da presença do pesquisador e os instrumentos utilizados na pesquisa, como as conversas informais e o diário de campo. Para análise dos resultados, foram divididas categorias temáticas na medida em que os conteúdos foram encontrados no diário de campo. A análise dos resultados se deu a partir da divisão em sete categorias: identidade, relações amorosas, família, escola; saúde e alimentação; ocupação e habitação e violência. A dissertação ainda conta com um capítulo sobre a percepção do pesquisador cis no cotidiano. Como considerações finais são levantados aspectos relacionados a um sistema cisgênero que exclui gênero e sexualidades não hegemônicos. Após a realização da pesquisa, espera-se publicizar os diálogos e conversas informais realizados no contexto da situação de rua, divulgar a realidade de transgeneridades femininas echamar atenção para seus cotidianos e visibilizar suas demandas, necessidades e dificuldades.

Living in a society that debates gender more and more, the transgender women suffer on a daily basis with transphobia and various other forms of exclusion and oppression. Within this context, the homelessnes ends up becoming a reality for many. This way, the objective of this work is to understand the daily life of transgender women who find themselves in homelessness from their stories. As specific objectives we aim: to identify the discursive practices of transgender women who live…

Advisors/Committee Members: Oliveira, Adriana Rosmaninho Caldeira de, 96658371768, http://lattes.cnpq.br/5839730566259435, Silva, Iolete Ribeiro da, http://lattes.cnpq.br/6024598140248335, Leitão, Consuelena Lopes, http://lattes.cnpq.br/6269837680965021, [email protected].

Subjects/Keywords: Cotidiano; Mulheres Transgêneras; Situação de Rua; CIÊNCIAS HUMANAS: PSICOLOGIA

Record DetailsSimilar RecordsGoogle PlusoneFacebookTwitterCiteULikeMendeleyreddit

APA · Chicago · MLA · Vancouver · CSE | Export to Zotero / EndNote / Reference Manager

APA (6th Edition):

Fernandes, C. P. (2018). "Ela é diva da sarjeta, seu corpo é uma ocupação!": cotidiano das transgeneridades femininas em situação de rua na cidade de Manaus-AM. (Masters Thesis). Universidade Federal do Amazonas. Retrieved from https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/6735

Chicago Manual of Style (16th Edition):

Fernandes, Cássio Péres. “"Ela é diva da sarjeta, seu corpo é uma ocupação!": cotidiano das transgeneridades femininas em situação de rua na cidade de Manaus-AM.” 2018. Masters Thesis, Universidade Federal do Amazonas. Accessed April 12, 2021. https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/6735.

MLA Handbook (7th Edition):

Fernandes, Cássio Péres. “"Ela é diva da sarjeta, seu corpo é uma ocupação!": cotidiano das transgeneridades femininas em situação de rua na cidade de Manaus-AM.” 2018. Web. 12 Apr 2021.

Vancouver:

Fernandes CP. "Ela é diva da sarjeta, seu corpo é uma ocupação!": cotidiano das transgeneridades femininas em situação de rua na cidade de Manaus-AM. [Internet] [Masters thesis]. Universidade Federal do Amazonas; 2018. [cited 2021 Apr 12]. Available from: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/6735.

Council of Science Editors:

Fernandes CP. "Ela é diva da sarjeta, seu corpo é uma ocupação!": cotidiano das transgeneridades femininas em situação de rua na cidade de Manaus-AM. [Masters Thesis]. Universidade Federal do Amazonas; 2018. Available from: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/6735

.