Advanced search options

Advanced Search Options 🞨

Browse by author name (“Author name starts with…”).

Find ETDs with:

in
/  
in
/  
in
/  
in

Written in Published in Earliest date Latest date

Sorted by

Results per page:

Sorted by: relevance · author · university · dateNew search

You searched for +publisher:"Universidade Federal do Amazonas" +contributor:("http://lattes.cnpq.br/4524897490719405"). Showing records 1 – 3 of 3 total matches.

Search Limiters

Last 2 Years | English Only

No search limiters apply to these results.

▼ Search Limiters

1. Rabelo, Sandro Ferreira. Clonagem e expressão da enzima beta-glucosidase recombinante do fungo Aspergillus niger em Pichia pastoris.

Degree: 2015, Universidade Federal do Amazonas

As enzimas celulolíticas são produzidas por uma diversidade de microrganismos. Contudo, a grande maioria apresenta grandes restrições que dificultam ou que oneram o processo de produção das enzimas. Além disso, grande parte dos consórcios enzimáticos comerciais disponíveis, apesar de apresentarem os três grupos de celulases (Endoglucanases, Celobiohidrolase, β-glucosidase) para a completa degradação da celulose, possuem uma baixa atividade β-glucosidásica. Deste modo, gera necessidade de suplementação desta enzima a estes preparados enzimáticos. Para resolver estas restrições, a biologia molecular aliada à tecnologia do DNA recombinante se configura como uma ferramenta favorável na produção enzimática, viabilizando a expressão apenas das enzimas de interesse, minimizando ou eliminando a produção de proteínas interferentes. Neste contexto, a produção de β-glucosidase recombinante por microrganismo geneticamente modificado Pichia pastoris, se configura como um grande passo para obtenção dessa enzima com uma produção economicamente viável e com grande potencial para aplicação na industrial. Portanto, β-glucosidases recombinantes são potenciais ferramentas na produção de bioetanol, e no futuro próximo, pode ser bem-sucedida no cumprimento dos requisitos de fontes alternativas e renováveis de energia. De acordo com a crescente importância da β-glucosidase em diversas aplicações, o presente trabalho teve como objetivo clonar e expressar a enzima β-glucosidase recombinante de Aspergillus niger na levedura metilotrófica P. pastoris. Conforme os resultados obtidos, foi possível demonstrar que a enzima β-glucosidase de A. niger foi expressa eficientemente na levedura P. pastoris, assim como, a sua secreção no sobrenadante da cultura celular conforme análise de imunodetecção Colony Blotting. Baseado no perfil eletroforético em gel SDS-PAGE dos tempos de indução da produção de β-glucosidase dos clones recombinantes Mut+ (46) e clone Muts (22), a indução em meio liquido dos clones recombinantes foi realizada com sucesso devido à apresentação da banda correspondente a enzima β- glucosidase com massa molecular de aproximadamente 103 kDa. No clone Mut+ o melhor tempo de indução para expressão da proteína recombinante foi o tempo de 72 horas, no clone Muts os melhores tempos foram 72 horas e 96 horas. Portanto, a atividade β-glucosidásica do clone recombinante Muts foi de 12.517,33 U. L-1.

Cellulolytic enzymes are produced by a variety of microorganisms. However the great majority have major constraints that hamper or hinder the process of enzyme production. In addition, most of the available commercial enzymatic consortia, although presenting the three groups of cellulases (Endoglucanases, Celobiohidrolase, β-glucosidase) for the complete degradation of the cellulose, have a low β-glucosidásica activity. Thus, it is necessary to supplement this enzyme with these enzyme preparations. To solve these constraints, the molecular biology allied to recombinant DNA technology is configured as a favorable tool in the enzymatic production,…

Advisors/Committee Members: Andrade, Edmar Vaz de, 46957375153, http://lattes.cnpq.br/4691893433367918, Astolfi Filho, Spartaco, http://lattes.cnpq.br/2699190136695057, Oliveira, Hugo Valério Corrêa de, http://lattes.cnpq.br/6595179051283009, Neiva, Márcia, http://lattes.cnpq.br/4524897490719405, [email protected].

Subjects/Keywords: Síntese química; β-glucosidase; Aspergillus niger; Pichia pastoris; Expressão heteróloga; Chemical synthesis; Heterologous expression; CIÊNCIAS BIOLÓGICAS; CIÊNCIAS BIOLÓGICAS: GENÉTICA: GENÉTICA MOLECULAR E DE MICROORGANISMOS; CIÊNCIAS BIOLÓGICAS: BIOQUÍMICA: BIOLOGIA MOLECULAR

Record DetailsSimilar RecordsGoogle PlusoneFacebookTwitterCiteULikeMendeleyreddit

APA · Chicago · MLA · Vancouver · CSE | Export to Zotero / EndNote / Reference Manager

APA (6th Edition):

Rabelo, S. F. (2015). Clonagem e expressão da enzima beta-glucosidase recombinante do fungo Aspergillus niger em Pichia pastoris. (Masters Thesis). Universidade Federal do Amazonas. Retrieved from https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/6959

Chicago Manual of Style (16th Edition):

Rabelo, Sandro Ferreira. “Clonagem e expressão da enzima beta-glucosidase recombinante do fungo Aspergillus niger em Pichia pastoris.” 2015. Masters Thesis, Universidade Federal do Amazonas. Accessed December 02, 2020. https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/6959.

MLA Handbook (7th Edition):

Rabelo, Sandro Ferreira. “Clonagem e expressão da enzima beta-glucosidase recombinante do fungo Aspergillus niger em Pichia pastoris.” 2015. Web. 02 Dec 2020.

Vancouver:

Rabelo SF. Clonagem e expressão da enzima beta-glucosidase recombinante do fungo Aspergillus niger em Pichia pastoris. [Internet] [Masters thesis]. Universidade Federal do Amazonas; 2015. [cited 2020 Dec 02]. Available from: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/6959.

Council of Science Editors:

Rabelo SF. Clonagem e expressão da enzima beta-glucosidase recombinante do fungo Aspergillus niger em Pichia pastoris. [Masters Thesis]. Universidade Federal do Amazonas; 2015. Available from: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/6959

2. Souza Neto, Júlio Nino de. Caracterização genômica de Acinetobacter junii SB132 degradadora de diesel e sua interação com substratos hidrofóbicos.

Degree: 2019, Universidade Federal do Amazonas

Derrames acidentais de petróleo podem ter consequências catastróficas em ambientes naturais. No entanto, algumas populações nativas de bactérias podem prosperar nestas condições, utilizando componentes do petróleo bruto em seu metabolismo. Esta capacidade natural das bactérias pode ser usada na obtenção de informações genéticas e metabólicas para contribuir com o desenvolvimento de novas tecnologias de biorremediação, como, por exemplo, na limpeza de resíduos industriais. Assim, nesta pesquisa foi investigado o potencial de biodegradação da Acinetobacter junii SB132, por procedimentos experimentais e análises genômicas, para entender seus mecanismos de interação, absorção e metabolização de compostos hidrofóbicos do óleo diesel. Esta cepa bacteriana, previamente isolada por seleção em substrato contendo petróleo e identificada por análises morfológicas e moleculares, teve a capacidade de crescer em óleo diesel como sua única fonte de carbono e energia. Além disso, em testes laboratoriais foram observadas camadas de emulsão entre o sobrenadante de cultura, livre de células, e compostos hidrofóbicos. Adicionalmente, células frescas, livres de óleo, foram capazes de aderir aos substratos hidrofóbicos, bem como formar biofilme sobre a superfície de placa de poliestireno. O rascunho do genoma desta bactéria teve um tamanho de 3,5 Mb, tamanho este equivalente aos genomas das cepas deste gênero depositados no GenBank, e sua anotação revelou subsistemas relacionados ao metabolismo de hidrocarbonetos alifáticos e aromáticos. Assim, é possível que a A. junii SB132 utilize mecanismos de adesão celular, via formação de biofilme, para entrar em contato com os substratos hidrofóbicos presentes no óleo diesel e, assim, poder metabolizá-los pelas vias de degradação destes compostos.

Accidental spills of crude oil can have catastrophic consequences in natural environments. However, some native bacterial populations can thrive under these conditions by utilizing crude oil components in their metabolism. This natural ability of bacteria can be used to gather genetic and metabolic information to contribute to the development of new bioremediation technologies, such as cleaning industrial waste. Thus, this research investigated the biodegradation potential of Acinetobacter junii SB132, by experimental procedures and genomic analyzes, to understand its mechanisms of interaction, absorption and metabolization of hydrophobic compounds of diesel oil. This bacterial strain, previously isolated by selection on petroleum-containing substrate and identified by morphological and molecular analysis, had the ability to grow in diesel oil as sole carbon and energy source. In addition, in laboratory tests, emulsion layers were observed between cell free culture supernatant and hydrophobic compounds. Additionally, fresh oil-free cells were able to adhere to hydrophobic substrates as well as form a biofilm on the polystyrene plate surface. Its genome draft had a size of 3.5 Mb, which is equivalent to the genomes of the Acinetobacter strains…

Advisors/Committee Members: Andrade, Edmar Vaz de, CPF 469573752-53, http://lattes.cnpq.br/4691893433367918, Brigido, Marcelo de Macedo, http://lattes.cnpq.br/2482060270236527, Neiva, Márcia, http://lattes.cnpq.br/4524897490719405, Nascimento, Alessandra Karisa Costa Lima do, http://lattes.cnpq.br/1351738158354765, Willerding, André Luis, http://lattes.cnpq.br/4510611262827047, [email protected].

Subjects/Keywords: Genômica; Bactérias; Biodegradação; CIÊNCIAS BIOLÓGICAS: GENÉTICA: GENÉTICA MOLECULAR E DE MICROORGANISMOS; Genoma; Bioinformática; Poluente; Biofilme

Record DetailsSimilar RecordsGoogle PlusoneFacebookTwitterCiteULikeMendeleyreddit

APA · Chicago · MLA · Vancouver · CSE | Export to Zotero / EndNote / Reference Manager

APA (6th Edition):

Souza Neto, J. N. d. (2019). Caracterização genômica de Acinetobacter junii SB132 degradadora de diesel e sua interação com substratos hidrofóbicos. (Doctoral Dissertation). Universidade Federal do Amazonas. Retrieved from https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/7321

Chicago Manual of Style (16th Edition):

Souza Neto, Júlio Nino de. “Caracterização genômica de Acinetobacter junii SB132 degradadora de diesel e sua interação com substratos hidrofóbicos.” 2019. Doctoral Dissertation, Universidade Federal do Amazonas. Accessed December 02, 2020. https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/7321.

MLA Handbook (7th Edition):

Souza Neto, Júlio Nino de. “Caracterização genômica de Acinetobacter junii SB132 degradadora de diesel e sua interação com substratos hidrofóbicos.” 2019. Web. 02 Dec 2020.

Vancouver:

Souza Neto JNd. Caracterização genômica de Acinetobacter junii SB132 degradadora de diesel e sua interação com substratos hidrofóbicos. [Internet] [Doctoral dissertation]. Universidade Federal do Amazonas; 2019. [cited 2020 Dec 02]. Available from: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/7321.

Council of Science Editors:

Souza Neto JNd. Caracterização genômica de Acinetobacter junii SB132 degradadora de diesel e sua interação com substratos hidrofóbicos. [Doctoral Dissertation]. Universidade Federal do Amazonas; 2019. Available from: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/7321

3. Nascimento, Alessandra Karisa Costa Lima do. Seleção de lipase microbiana para aplicação em reações de hidrólise e de esterificação do óleo da amêndoa de inajá (Maximiliana maripa (Aubl.) Drude) visando produção de biodiesel.

Degree: 2015, Universidade Federal do Amazonas

As reações de hidrólise e esterificação têm grande importância nas indústrias biotecnológicas e recentemente, têm sido utilizadas como etapas de uma nova tecnologia para produção de ésteres de biodiesel. O biodiesel a partir de oleaginosas é uma importante estratégia para o uso sustentável da biomassa, compreendida como principal fonte de matérias primas para geração de combustíveis renováveis. O estado do Amazonas dispõe de várias espécies de palmeiras oleaginosas nativas ainda pouco exploradas, mas com potencial para produção de agroenergia. Entre elas, a palmeira de inajá (Maximiliana maripa (Aubl.) Drude) tem sido reportada como potencial matéria prima para compor a base da cadeia produtiva desse biocombustível. Mediante algumas desvantagens do processo químico, como a dificuldade de separação dos produtos e a necessidade da utilização de elevados níveis de energia na reação, nos últimos anos aumentou significativamente o interesse pela biocatálise utilizando lipases. Diante disso, o objetivo deste trabalho foi determinar a produção de lipase dentre 44 isolados bacterianos a fim de selecionar aquele com melhor atividade hidrolítica por meio de fermentação submersa aliando o aproveitamento do óleo da amêndoa do inajá, não refinado e de caráter saturado como substrato. Inicialmente, fez-se obtenção da matéria prima e sua caracterização química e de constituição em ácidos graxos. Posteriormente, foram realizados testes com as bactérias em meio de cultura sólido com rodamina B para detecção de halos lipolíticos. A atividade enzimática foi determinada pelo método de hidrolise do p-nitrofenil laurato (p-NPL) e confirmada pelo método titulométrico empregando o óleo de inajá. Dentre as bactérias testadas a produtora da LIPB17 apresentou a melhor afinidade ao óleo de inajá e sua preparação bruta mostrou atividade hidrolítica 349,8 U/mL e atividade específica 8587,8 U/mg. Essa lipase com cerca de 45kDa (SDS – PAGE) foi selecionada para os testes de hidrólise do óleo de inajá e esterificação do ácido láurico. Foram realizados ensaios para o estudo do efeito da temperatura, tempo, pH e porcentagem de enzima, nas reações de hidrolise do óleo de inajá, utilizando um delineamento fatorial completo 24 com triplicata do ponto central. A reação atingiu uma conversão de 57,49% na temperatura de 28 ºC, tempo de 48 horas, pH 6 e o máximo de enzima (7,5%), sendo a temperatura a variável mais significativa (p<0,05). No caso da esterificação, foi aplicado um delineamento composto central rotacional (DCCR) 23 para análise da influência da temperatura, concentração de enzima (E %) e RM ácido láurico:etanol. A reação atingiu conversão de 55,59% de ácido láurico em ésteres etílicos 30 ºC, com 7,5% de lipase previamente liofilizada e delipidada, razão molar ácido:etanol (1:4), mais uma vez a temperatura e também a razão molar foram as variáveis mais significativas (p<0,05). A LIPB17 foi caracterizada como um bacilo Gram-negativo e mostrou 99,5% de identidade com Pseudomonas fluorescens linhagem KC30 (KF733015). Estes resultados… Advisors/Committee Members: Chaar, Jamal da Silva, 332.447.902-91, http://lattes.cnpq.br/3817015516293733, Miranda, Ires Paula de Andrade, http://lattes.cnpq.br/1016048143175900, Pinheiro, Maria Lúcia Belém, http://lattes.cnpq.br/9299061381457390, Carvalho, Sonia Maria da Silva, http://lattes.cnpq.br/7735595307702309, Willerding, André Luis, http://lattes.cnpq.br/4510611262827047, Neiva, Márcia, http://lattes.cnpq.br/4524897490719405, [email protected].

Subjects/Keywords: Óleo de inajá; Lipase bacteriana,; Hidroesterificação; Biodiesel; Inajá oil; Bacterial lipase; Hydroesterification; CIÊNCIAS BIOLÓGICAS

Record DetailsSimilar RecordsGoogle PlusoneFacebookTwitterCiteULikeMendeleyreddit

APA · Chicago · MLA · Vancouver · CSE | Export to Zotero / EndNote / Reference Manager

APA (6th Edition):

Nascimento, A. K. C. L. d. (2015). Seleção de lipase microbiana para aplicação em reações de hidrólise e de esterificação do óleo da amêndoa de inajá (Maximiliana maripa (Aubl.) Drude) visando produção de biodiesel. (Doctoral Dissertation). Universidade Federal do Amazonas. Retrieved from https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/6908

Chicago Manual of Style (16th Edition):

Nascimento, Alessandra Karisa Costa Lima do. “Seleção de lipase microbiana para aplicação em reações de hidrólise e de esterificação do óleo da amêndoa de inajá (Maximiliana maripa (Aubl.) Drude) visando produção de biodiesel.” 2015. Doctoral Dissertation, Universidade Federal do Amazonas. Accessed December 02, 2020. https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/6908.

MLA Handbook (7th Edition):

Nascimento, Alessandra Karisa Costa Lima do. “Seleção de lipase microbiana para aplicação em reações de hidrólise e de esterificação do óleo da amêndoa de inajá (Maximiliana maripa (Aubl.) Drude) visando produção de biodiesel.” 2015. Web. 02 Dec 2020.

Vancouver:

Nascimento AKCLd. Seleção de lipase microbiana para aplicação em reações de hidrólise e de esterificação do óleo da amêndoa de inajá (Maximiliana maripa (Aubl.) Drude) visando produção de biodiesel. [Internet] [Doctoral dissertation]. Universidade Federal do Amazonas; 2015. [cited 2020 Dec 02]. Available from: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/6908.

Council of Science Editors:

Nascimento AKCLd. Seleção de lipase microbiana para aplicação em reações de hidrólise e de esterificação do óleo da amêndoa de inajá (Maximiliana maripa (Aubl.) Drude) visando produção de biodiesel. [Doctoral Dissertation]. Universidade Federal do Amazonas; 2015. Available from: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/6908

.