Advanced search options

Advanced Search Options 🞨

Browse by author name (“Author name starts with…”).

Find ETDs with:

in
/  
in
/  
in
/  
in

Written in Published in Earliest date Latest date

Sorted by

Results per page:

Sorted by: relevance · author · university · dateNew search

You searched for +publisher:"Universidade Federal do Amazonas" +contributor:("http://lattes.cnpq.br/4384987042989562"). Showing records 1 – 3 of 3 total matches.

Search Limiters

Last 2 Years | English Only

No search limiters apply to these results.

▼ Search Limiters

1. Avila, Leandro Cortes. Dinâmica das assembléias de peixes em bancos de macrofitas flutuantes do sistema flúvio lacustre da área do Catalão, Amazonas, Brasil.

Degree: 2011, Universidade Federal do Amazonas

Nas planícies de inundação da região amazônica, uma grande porção das assembléias de peixes utiliza os bancos de macrófitas aquáticas como área de alimentação, reprodução, refúgio, berçário, e como meio dispersor. A intensidade e a variação do nível das águas influenciam consideravelmente na composição, riqueza e abundância das espécies em certas localidades. Foram analisados dados das assembléias de peixes de bancos de macrófitas da ilha do Xiborena durante os anos 2003-2007 com o intuito de compreender como as assembléias respondem às variações hidrológicas em escalas temporais inter e intra-anuais. Durante estes cinco anos foram capturados 40.302 exemplares de peixes de 197 espécies, sendo que os Characiformes compreenderam 51,77% dos indivíduos com 102 espécies. A biomassa total foi 58,37 kg, com os Characiformes representando 61,89% deste total. A espécie mais abundante foi Moenkhausia lepidura com 8.735 indivíduos e a espécie com maior biomassa foi Schizodon fasciatus (6,26 kg). Houve diferença significativa quanto à riqueza de espécies entre os períodos de águas altas (179 spp.) e águas baixas (131 spp.), porém as composições não foram significativamente diferentes (p= 0,16). Os valores de abundância total entre águas altas e baixas indicaram diferenças significativas (15.740 e 24.562 indivíduos respectivamente) (p= 0,0049) (variação intra-anual). Os valores de biomassa total no período de águas baixas foram maiores (29,6 kg) do que no período de águas altas (28,7 kg). A taxa de substituição de espécies (Turnover) foi alta, a composição das assembléias de peixes mudou especialmente entre os anos 2004 e 2005. Quanto à estabilidade, as assembléias de peixes na ilha do Xiborena foram altamente variáveis (coeficiente de variação= 78,01 %). A persistência das assembléias durante os cinco anos de estudos, medida pelo valor W de Kendall, corrobora esta observação as assembléias sofreram variações ao longo dos anos. As assembléias de peixes da ilha do Xiborena são fortemente influenciadas pelo pulso de inundação, que apesar de ser um evento cíclico também está sob efeito de eventos estocásticos, tais como secas e/ou cheias mais pronunciadas, influenciando-as de maneira não previsível.

In the Amazon floodplain a large proportion of fish assemblages use aquatic macrophytes as an area for feeding, reproduction, refuge, breeding and as a mean of dispersion. The intensity and variation of the water level considerably influenced the composition, richness and abundance of the species at certain localities. Analyzed data show the dynamic of the macrophyte fish assemblages from the Xiborena island during the years of 2003-2007, with the aim of comprehending how the fish assemblages respond to the hydrological variations in temporal scales, within and between years. During these five years 40,302 fish were captured of 197 species, with the Characiformes accounting for 51.77% of the individuals with 102 species. Total biomass was of 58.37 kg, being the Characiformes responsible for 61.89% of this amount. The most…

Advisors/Committee Members: Buhrnheim, Cristina Motta, CPF:41795415215, Deus, Claudia Pereira de, CPF:82182710744, http://lattes.cnpq.br/4384987042989562.

Subjects/Keywords: Assembléias de peixes; Macrófitas aquáticas; Catalão - Amazonas; Substituição de espécies; Peixes - Pulso de inundação; Fish assemblages, macrophytes; CIÊNCIAS BIOLÓGICAS

Record DetailsSimilar RecordsGoogle PlusoneFacebookTwitterCiteULikeMendeleyreddit

APA · Chicago · MLA · Vancouver · CSE | Export to Zotero / EndNote / Reference Manager

APA (6th Edition):

Avila, L. C. (2011). Dinâmica das assembléias de peixes em bancos de macrofitas flutuantes do sistema flúvio lacustre da área do Catalão, Amazonas, Brasil. (Masters Thesis). Universidade Federal do Amazonas. Retrieved from http://tede.ufam.edu.br/handle/tede/3618

Chicago Manual of Style (16th Edition):

Avila, Leandro Cortes. “Dinâmica das assembléias de peixes em bancos de macrofitas flutuantes do sistema flúvio lacustre da área do Catalão, Amazonas, Brasil.” 2011. Masters Thesis, Universidade Federal do Amazonas. Accessed October 25, 2020. http://tede.ufam.edu.br/handle/tede/3618.

MLA Handbook (7th Edition):

Avila, Leandro Cortes. “Dinâmica das assembléias de peixes em bancos de macrofitas flutuantes do sistema flúvio lacustre da área do Catalão, Amazonas, Brasil.” 2011. Web. 25 Oct 2020.

Vancouver:

Avila LC. Dinâmica das assembléias de peixes em bancos de macrofitas flutuantes do sistema flúvio lacustre da área do Catalão, Amazonas, Brasil. [Internet] [Masters thesis]. Universidade Federal do Amazonas; 2011. [cited 2020 Oct 25]. Available from: http://tede.ufam.edu.br/handle/tede/3618.

Council of Science Editors:

Avila LC. Dinâmica das assembléias de peixes em bancos de macrofitas flutuantes do sistema flúvio lacustre da área do Catalão, Amazonas, Brasil. [Masters Thesis]. Universidade Federal do Amazonas; 2011. Available from: http://tede.ufam.edu.br/handle/tede/3618

2. Cunha, Fabiana Calacina da. Etnoecologia da pesca: um caminho para a conservação socioambiental em unidades de conservação.

Degree: 2017, Universidade Federal do Amazonas

A conservação e o uso sustentável dos recursos pesqueiros requerem conhecimentos sobre as espécies e como as populações locais utilizam o pescado disponível. Porém, é nítida a existência de lacunas de informações sobre a pesca e sobre a bioecologia dos peixes capturados. Este cenário é particularmente preocupante quando se trata de Unidades de Conservação de Uso Sustentável, pois informações importantes para nortear a gestão ainda são escassas. Nesse contexto, esta tese investigou a pesca e os saberes dos pescadores a partir de uma abordagem etnoecológica em duas áreas protegidas no estado do Amapá, em Unidades de Conservação (UCs) de Uso Sustentável, a Floresta Nacional do Amapá (FLONA do Amapá) e Floresta Estadual do Amapá (FLOTA do Amapá, trecho III), e em áreas desprotegidas localizadas próximas a essas UCs. Foram realizadas entrevistas, observação participante e pesquisa documental (dados de pesca da Colônia Z-16). Os pescadores que atuam dentro de UCs e fora delas utilizam critérios morfológicos e ecológicos para identificar e nomear os peixes. Além disso, utilizam parâmetros morfológicos para diferenciar machos e fêmeas. Os peixes capturados são consumidos e comercializados, mas poucos são utilizados para fins medicinais. Os pescadores possuem restrições (tabus) relacionadas a peixes lisos/de couro e peixes reimosos. Os peixes preferidos estão entre os mais capturados, com destaque para o trairão (Hoplias aimara) que apresentou maior valor de uso. No entanto, o reconhecimento pelos próprios pescadores da redução das quantidades capturadas do trairão (H. aimara) nos locais de pesca, reforça a necessidade de medidas voltadas para a conservação desta espécie na área estudada. Os períodos de “inverno” e “verão” e a observação do ciclo hidrológico permitem a escolha adequada dos locais de pesca, apetrechos e dos peixes que desejam capturar, permitindo também compreender aspectos comportamentais de reprodução, alimentação e migração de peixes. Sobre a reprodução, os pescadores apresentaram conhecimentos sobre o período de reprodução de vários peixes e descreveram os locais de desova. As informações sobre a reprodução do Conhecimento Ecológico Local (CEL) concordaram parcialmente com a literatura científica. O CEL dos pescadores e os dados científicos para a reprodução do trairão (H. aimara) sugerem a adequação do período de defeso para esta espécie. O CEL sobre a reprodução dos peixes pode contribuir para ampliar a proteção de espécies que tem grande demanda local. Além disso, os pescadores conhecem os tipos de alimentos que fazem parte da dieta dos peixes, identificando variações sazonais e descrevem os movimentos migratórios laterais e longitudinais, no inverno e verão, entre os principais ambientes dos rios Araguari e Amapari. O “baixão” (floresta inundada) foi um dos habitats mais citados, e por isso considerado como importante local de proteção, área de alimentação e reprodução de vários peixes. Isso indica que tanto fora quanto dentro das UCs essas áreas devem ser cuidadosamente monitoradas. O entendimento… Advisors/Committee Members: Soares, Maria Gercília Mota, 046.952.243-72, http://lattes.cnpq.br/9778350913796796, Kahn, James Randall, 534.115.522-04, http://lattes.cnpq.br/8321903821175215, Pereira, Henrique dos Santos, http://lattes.cnpq.br/1352117560279931, Souza, Arlene Oliveira, http://lattes.cnpq.br/2730066120809853, Deus, Cláudia Pereira de, http://lattes.cnpq.br/4384987042989562, Simão, Maria Olívia de Albuquerque Ribeiro, http://lattes.cnpq.br/2594654340373805, Pereira, Cloves Farias, http://lattes.cnpq.br/2044866546851722, [email protected].

Subjects/Keywords: Pesca artesanal - Amapá; Áreas de conservação de recursos naturais; Pescadores - Conhecimento; CIÊNCIAS AGRÁRIAS: RECURSOS PESQUEIROS E ENGENHARIA DE PESCA; Pesca artesanal; Conhecimento ecológico local; Áreas protegidas; Amapá

Record DetailsSimilar RecordsGoogle PlusoneFacebookTwitterCiteULikeMendeleyreddit

APA · Chicago · MLA · Vancouver · CSE | Export to Zotero / EndNote / Reference Manager

APA (6th Edition):

Cunha, F. C. d. (2017). Etnoecologia da pesca: um caminho para a conservação socioambiental em unidades de conservação. (Doctoral Dissertation). Universidade Federal do Amazonas. Retrieved from https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/7302

Chicago Manual of Style (16th Edition):

Cunha, Fabiana Calacina da. “Etnoecologia da pesca: um caminho para a conservação socioambiental em unidades de conservação.” 2017. Doctoral Dissertation, Universidade Federal do Amazonas. Accessed October 25, 2020. https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/7302.

MLA Handbook (7th Edition):

Cunha, Fabiana Calacina da. “Etnoecologia da pesca: um caminho para a conservação socioambiental em unidades de conservação.” 2017. Web. 25 Oct 2020.

Vancouver:

Cunha FCd. Etnoecologia da pesca: um caminho para a conservação socioambiental em unidades de conservação. [Internet] [Doctoral dissertation]. Universidade Federal do Amazonas; 2017. [cited 2020 Oct 25]. Available from: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/7302.

Council of Science Editors:

Cunha FCd. Etnoecologia da pesca: um caminho para a conservação socioambiental em unidades de conservação. [Doctoral Dissertation]. Universidade Federal do Amazonas; 2017. Available from: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/7302

3. Franzini, André Machado. Etnoecologia do Peixe-Boi da Amazônia (Trichechus inunguis) na província petrolífera de Urucu, Amazonas, Brasil.

Degree: 2008, Universidade Federal do Amazonas

O peixe-boi da Amazônia (Trichechus inunguis) é um mamífero aquático, pertencente à Ordem Sirenia e família Trichechidae. Habita os maiores tributários da bacia Amazônica, sendo a única espécie da ordem exclusivamente de águas doce. No passado a espécie sofreu com a intensa exploração comercial, principalmente entre as décadas de 1930 a 1950. Estimase que neste período tenha sido exterminado cerca de 200 mil animais. Atualmente a espécie encontra-se listada como espécie “vulnerável a extinção” pela IUCN. Na região do rio Urucu (município de Coari-AM), área característica de ocorrência e utilização da espécie, desenvolveu-se entre os anos de 2006 e 2007, uma pesquisa científica com os objetivos de caracterizar limnologicamente e estudar o conhecimento tradicional dos moradores nas áreas do rio Urucu e lagos Urucu, Aruã, Coari e Coari Grande. Para a caracterização limnológica realizou-se a coleta dos parâmetros físico-químicos: temperatura da água, profundidade, transparência, velocidade de correnteza, pH, condutividade elétrica e oxigênio dissolvido, com três réplicas para cada área, para cada época do ciclo hidrológico (vazante, seca, enchente e cheia). Os resultados mostraram-se compatíveis com de outros afluentes de água preta do rio Solimões. O rio Urucu, mesmo sendo caracterizado como rio de água preta, apresenta baixa transparência e a coloração que tende a água branca. A oferta de plantas aquáticas como alimento para o peixe-boi varia muito em função das diferenças nos níveis das águas entre as estações hidrológicas de cheia e seca. A seca e a vazante são os períodos com menor disponibilidade alimentar. Contudo observa-se o início da produção de grandes áreas de capinzal nos lagos da região que servirão de alimento para o peixe-boi por todo o período de enchente e cheia. O tráfego de embarcações na área de estudo apresentou maior intensidade nas áreas próximas do município de Coari e de influência das obras do gasoduto. Para obtenção de informações sobre o conhecimento tradicional dos moradores da área em relação ao peixe-boi, foram realizadas entrevistas semi-estruturadas com um total de 74 moradores pertencentes a 33 comunidades. Para uma melhor qualidade dos dados, estas entrevistas foram direcionadas aos moradores mais antigos, aos pescadores de peixe-boi e as lideranças das comunidades. Dos entrevistados, 14 moradores assumiram já ter pescado pelo menos um peixe-boi na área estudada. Entre os anos de 2004 a 2007 foram registrados um total de 17 animais abatidos. O arpão é o apetrecho utilizado para a pesca do peixe-boi, porém as malhadeiras apresentam risco de capturas acidentais, principalmente para os filhotes da espécie. Metade dos moradores locais acredita que a densidade de peixe-boi na área de estudo está sofrendo uma redução, principalmente pelo fato de ainda ocorrer casos de captura do peixe-boi. Segundo os moradores, o peixe-boi pode ser quase que totalmente aproveitado para o consumo, descartando-se somente os ossos e a parte mais dura do couro. O comércio da … Advisors/Committee Members: Silva, Vera Maria Ferreira da, 161.377.362-53, http://lattes.cnpq.br/1910894122074941, Noda, Sandra do Nascimento, http://lattes.cnpq.br/9708112415506126, Deus, Cláudia Pereira de, http://lattes.cnpq.br/4384987042989562.

Subjects/Keywords: Trichechus inunguis (Peixe-Boi); Peixe-boi - Conservação; Peixe-boi - Etnoconhecimento; CIÊNCIAS AGRÁRIAS: RECURSOS PESQUEIROS E ENGENHARIA DE PESCA

Record DetailsSimilar RecordsGoogle PlusoneFacebookTwitterCiteULikeMendeleyreddit

APA · Chicago · MLA · Vancouver · CSE | Export to Zotero / EndNote / Reference Manager

APA (6th Edition):

Franzini, A. M. (2008). Etnoecologia do Peixe-Boi da Amazônia (Trichechus inunguis) na província petrolífera de Urucu, Amazonas, Brasil. (Masters Thesis). Universidade Federal do Amazonas. Retrieved from http://tede.ufam.edu.br/handle/tede/4340

Chicago Manual of Style (16th Edition):

Franzini, André Machado. “Etnoecologia do Peixe-Boi da Amazônia (Trichechus inunguis) na província petrolífera de Urucu, Amazonas, Brasil.” 2008. Masters Thesis, Universidade Federal do Amazonas. Accessed October 25, 2020. http://tede.ufam.edu.br/handle/tede/4340.

MLA Handbook (7th Edition):

Franzini, André Machado. “Etnoecologia do Peixe-Boi da Amazônia (Trichechus inunguis) na província petrolífera de Urucu, Amazonas, Brasil.” 2008. Web. 25 Oct 2020.

Vancouver:

Franzini AM. Etnoecologia do Peixe-Boi da Amazônia (Trichechus inunguis) na província petrolífera de Urucu, Amazonas, Brasil. [Internet] [Masters thesis]. Universidade Federal do Amazonas; 2008. [cited 2020 Oct 25]. Available from: http://tede.ufam.edu.br/handle/tede/4340.

Council of Science Editors:

Franzini AM. Etnoecologia do Peixe-Boi da Amazônia (Trichechus inunguis) na província petrolífera de Urucu, Amazonas, Brasil. [Masters Thesis]. Universidade Federal do Amazonas; 2008. Available from: http://tede.ufam.edu.br/handle/tede/4340

.