Advanced search options

Advanced Search Options 🞨

Browse by author name (“Author name starts with…”).

Find ETDs with:

in
/  
in
/  
in
/  
in

Written in Published in Earliest date Latest date

Sorted by

Results per page:

Sorted by: relevance · author · university · dateNew search

Dates: Last 2 Years

You searched for +publisher:"Universidade Federal do Amazonas" +contributor:("[email protected]"). Showing records 1 – 3 of 3 total matches.

Search Limiters

Last 2 Years | English Only

No search limiters apply to these results.

▼ Search Limiters

1. Abadias, Kédima Sarmento. Conservação da agrobiodiversidade por agricultores familiares em áreas de várzea na Amazônia Central.

Degree: 2019, Universidade Federal do Amazonas

O manejo e a conservação de variedades locais em ambientes de várzea são por natureza altamente influenciados pelo regime dos rios. Entretanto, alterações climáticas em termos de extremos hidrológicos irão impor ainda mais restrições às espécies cultivadas nesses locais. Este trabalho buscou evidenciar as características da agrobiodiversidade da comunidade São Francisco da Costa do Terra Nova em termos de composição e manejo e como estes mecanismos estão sendo influenciados por cheias e secas extremas. A riqueza da diversidade das espécies cultivas foi mensurada pelo índice de Shannon-Winner e a equabilidade pelo índice de Pielou. A abundância também foi mensurada através da Análise Participativa de Quatro Células. A composição de paisagens, fatores socioeconômicos, métodos de conservação e efeitos relacionados aos eventos extremos foram obtidos a partir da estatística descritiva. A riqueza de espécies é influenciada pela cota dos rios, sendo áreas mais baixas detentoras do menor número de espécies devido a influência de enchentes e secas. As práticas locais de conservação de propágulos necessitam de aprimoramento, pois não são eficientes para todas as espécies. A troca de germoplasma não abrange a totalidade das espécies. Ainda que seja a principal fonte de obtenção de plantas, a troca está restrita aos membros da comunidade. A ocorrência de perdas e abandonos de plantas está cada vez mais frequente, especialmente em espécies de autoconsumo. As adaptações resultantes da resiliência dos agricultores locais são sensibilizadas frente às anomalias hídricas. Portanto, há necessidade em elaborar medidas de conservação e manejo eficientes aos ambientes de várzea, com o intuito de evitar a perda de variedades locais, assim como promover a manutenção da vida dos agricultores que delas dependem, envolvendo-os na participação de medidas de mitigação, como forma básica de enfrentamento às mudanças climáticas locais.

The management and conservation of local varieties in lowland environments are by nature highly influenced by the river regime. However, climate change in terms of hydrological extremes will impose even more restrictions on the species cultivated at these sites. This work aimed to highlight the characteristics of the agrobiodiversity of the community of São Francisco da Costa do Terra Nova in terms of composition and management and how these mechanisms are being influenced by extreme floods and droughts. The richness of the diversity of cultivated species was measured by the Shannon-Winner index and the equability by the Pielou index. Abundance was also measured through the Participatory Analysis of Four Cells. The composition of landscapes, socioeconomic factors, conservation methods and effects related to extreme events were obtained from the descriptive statistics. The richness of species is influenced by the quota of the rivers, being the lower areas holding the smallest number of species due to the influence of floods and droughts. The local practices of conservation of propagules need improvement, since…

Advisors/Committee Members: Pereira, Henrique dos Santos, 21467153249, http://lattes.cnpq.br/1352117560279931, Mendes, Angela Maria da Silva, http://lattes.cnpq.br/0494569279970582, Martins, Ayrton Luiz Urizzi, http://lattes.cnpq.br/6561982851817328, Castro, Albejamere Pereira de, http://lattes.cnpq.br/7373400040002200, [email protected].

Subjects/Keywords: Agrobiodiversidade - Várzea; Agricultura familiar - Amazônia; Mudanças climáticas; CIÊNCIAS AGRÁRIAS: AGRONOMIA; Conservação on farm; Resiliência; Adaptação; Mudanças climáticas

Record DetailsSimilar RecordsGoogle PlusoneFacebookTwitterCiteULikeMendeleyreddit

APA · Chicago · MLA · Vancouver · CSE | Export to Zotero / EndNote / Reference Manager

APA (6th Edition):

Abadias, K. S. (2019). Conservação da agrobiodiversidade por agricultores familiares em áreas de várzea na Amazônia Central. (Masters Thesis). Universidade Federal do Amazonas. Retrieved from https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/7240

Chicago Manual of Style (16th Edition):

Abadias, Kédima Sarmento. “Conservação da agrobiodiversidade por agricultores familiares em áreas de várzea na Amazônia Central.” 2019. Masters Thesis, Universidade Federal do Amazonas. Accessed November 23, 2020. https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/7240.

MLA Handbook (7th Edition):

Abadias, Kédima Sarmento. “Conservação da agrobiodiversidade por agricultores familiares em áreas de várzea na Amazônia Central.” 2019. Web. 23 Nov 2020.

Vancouver:

Abadias KS. Conservação da agrobiodiversidade por agricultores familiares em áreas de várzea na Amazônia Central. [Internet] [Masters thesis]. Universidade Federal do Amazonas; 2019. [cited 2020 Nov 23]. Available from: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/7240.

Council of Science Editors:

Abadias KS. Conservação da agrobiodiversidade por agricultores familiares em áreas de várzea na Amazônia Central. [Masters Thesis]. Universidade Federal do Amazonas; 2019. Available from: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/7240

2. Sartori, Oseias Cordeiro. Implicações da invisibilização dos Ingarikó na unidualidade estabelecida pelo Parque Nacional do Monte Roraima.

Degree: 2019, Universidade Federal do Amazonas

A criação do Parque Nacional do Monte Roraima no território do povo Ingarikó deu origem a uma sobreposição territorial. Por se tratar de uma unidade de conservação de proteção integral, a gestão da área ficou sujeita à conciliação entre a preservação da biodiversidade e o uso dos bens naturais. A despeito dos esforços de compatibilização, efetuados durante quase duas décadas, as partes diretamente envolvidas não conseguiram celebrar um acordo formal, nos moldes de um plano conjunto de gestão. Essa dificuldade suscitou questionamentos sobre um possível fator limitante ao sucesso das negociações. A continuidade da investigação conduziu à suspeita da existência de um processo de invisibilização desenvolvido pelo poder público contra o povo Ingarikó. Essa possibilidade conformou a tese e o objetivo da pesquisa, suscitando a verificação da existência de uma prática de invisibilização e seu eventual efeito limitante à conciliação entre a proteção integral e o usufruto indígena. O desenvolvimento da pesquisa demandou estratégias variadas de coleta de dados, incluindo levantamento documental, entrevistas semiestruturadas, questionários e observações. Os resultados indicaram que o governo optou pela invisibilização do povo Ingarikó para criar o parque nacional e formar um enclave entre esses indígenas e a linha de fronteira internacional. Tal iniciativa estabeleceu uma unidualidade na área sobreposta. Essa situação passou a demandar o fortalecimento da complementaridade entre as singularidades ao mesmo tempo concorrentes, antagônicas (ou contraditórias) e complementares, constituídas pela proteção integral e o usufruto indígena. Como reação a essa nova realidade imposta pelo poder público, os indígenas iniciaram uma luta pelo reconhecimento da sua territorialidade e redistribuição dos bens naturais. O embate foi marcado pelo uso das estratégias de representação simbólica, negociação com o órgão ambiental e resistência sutil. Apesar da conquista da visibilização da ocupação do território perante o poder público, permaneceu a invisibilização sobre as mudanças impostas pelo crescimento populacional nas experiências indígenas e seus reflexos em determinados componentes da biodiversidade. Em seu conjunto, a unidualidade, a legislação ambiental, o aumento demográfico do povo Ingarikó e suas respectivas estratégias de resistência e defesa estabeleceram cinco condições de fortalecimento da complementaridade entre a proteção integral e o usufruto indígena. A primeira consistiu no reconhecimento da área sobreposta como uma unidualidade. A segunda envolveu a necessidade de considerar a legislação ambiental e os direitos indígenas nas negociações entre as partes envolvidas. As demais condições corresponderam à troca de informações sobre o processo de gestão da área duplamente afetada, a proteção do território indígena e o combate à insegurança alimentar do povo Ingarikó. O atendimento dessas premissas se tornou dependente da ampliação da perspectiva de gestão, manifestada pela associação entre as iniciativas ecológicas e sociais, o… Advisors/Committee Members: Pereira, Henrique dos Santos, 21467153249, http://lattes.cnpq.br/1352117560279931, Fraxe, Therezinha de Jesus Pinto, http://lattes.cnpq.br/1464615574272190, Sampaio, Patricia Maria Melo, http://lattes.cnpq.br/6775629541151867, Bruno, Ana Carla dos Santos, http://lattes.cnpq.br/4630421803618286, Alfaia, Sonia Sena, http://lattes.cnpq.br/8312194093923426, Silveira, Edson Damas da, http://lattes.cnpq.br/7594316798005183, [email protected].

Subjects/Keywords: Unidade de conservação; Território indígena; Invisibilização indígena; Unidualidade; OUTROS: CIÊNCIAS SOCIAIS

Record DetailsSimilar RecordsGoogle PlusoneFacebookTwitterCiteULikeMendeleyreddit

APA · Chicago · MLA · Vancouver · CSE | Export to Zotero / EndNote / Reference Manager

APA (6th Edition):

Sartori, O. C. (2019). Implicações da invisibilização dos Ingarikó na unidualidade estabelecida pelo Parque Nacional do Monte Roraima. (Doctoral Dissertation). Universidade Federal do Amazonas. Retrieved from https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/7005

Chicago Manual of Style (16th Edition):

Sartori, Oseias Cordeiro. “Implicações da invisibilização dos Ingarikó na unidualidade estabelecida pelo Parque Nacional do Monte Roraima.” 2019. Doctoral Dissertation, Universidade Federal do Amazonas. Accessed November 23, 2020. https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/7005.

MLA Handbook (7th Edition):

Sartori, Oseias Cordeiro. “Implicações da invisibilização dos Ingarikó na unidualidade estabelecida pelo Parque Nacional do Monte Roraima.” 2019. Web. 23 Nov 2020.

Vancouver:

Sartori OC. Implicações da invisibilização dos Ingarikó na unidualidade estabelecida pelo Parque Nacional do Monte Roraima. [Internet] [Doctoral dissertation]. Universidade Federal do Amazonas; 2019. [cited 2020 Nov 23]. Available from: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/7005.

Council of Science Editors:

Sartori OC. Implicações da invisibilização dos Ingarikó na unidualidade estabelecida pelo Parque Nacional do Monte Roraima. [Doctoral Dissertation]. Universidade Federal do Amazonas; 2019. Available from: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/7005

3. Costa, Daniel Carneiro. Monitoramento participativo como subsídio para a gestão adaptativa de unidades de conservação no Amazonas.

Degree: 2019, Universidade Federal do Amazonas

Os programas de monitoramento participativo da biodiversidade se tornaram ferramentas indispensáveis para se avaliar a qualidade da gestão da conservação da biodiversidade, num contexto marcado pela perda progressiva de biodiversidade. Estes programas se caracterizam pela capacidade de agregar as comunidades que diretamente sobrevivem da utilização da biodiversidade à atividade do monitoramento. Tal processo se destina a produzir dados sobre tendências dos recursos naturais e espécies biológicas, auxiliando os gestores na tomada de decisão sobre as prioridades de conservação. Neste sentido, o monitoramento de caráter participativo contribui para que a gestão das áreas protegidas esteja mais próxima da gestão adaptativa, considerada a mais adequada para lidar com a complexidade da biodiversidade. Ao situarmos este debate no cenário amazônico, particularmente no estado do Amazonas, avaliamos a importância nos últimos anos de quatro programas de monitoramento participativo, que são o ProBUC, SIMUR, monitoramento do pirarucu da RDS Mamirauá e o PROMUF, para que a gestão das unidades de conservação em que se situam se aproxime de uma perspectiva adaptativa. Amparados em uma pesquisa qualitativa, entrevistamos os três sujeitos sociais principais envolvidos na construção destes programas – comunitários, gestores e pesquisadores - para que, num primeiro momento, suas informações nos permitam traçar um diagnóstico do funcionamento destes programas, com destaque para suas limitações e potencialidades. Assim, problemas referentes ao financiamento, retorno dos dados às comunidades e ampliação dos alvos de monitoramento podem ser apontados como seus principais desafios, embora o processo participativo tenha sido assegurado na construção de todos os programas. Num segundo momento, identificamos as contribuições que os mesmos conferem à viabilidade da gestão adaptativa amazônica, observando-se que não houve nenhum programa de manejo ou criação de novos monitoramentos que pudessem ser atribuídos a algum dos programas, com exceção do monitoramento do pirarucu da RDS Mamirauá, que existe como desdobramento do manejo comunitário local. Em geral, detectou-se o controle das equipes técnicas sobre os dados produzidos e a inclusão de interesses referentes à segurança alimentar das comunidades amazônicas. Assim, a contribuição destes programas de monitoramento participativo para a gestão adaptativa ainda se encontra num patamar insatisfatório.

Participatory biodiversity monitoring programs have become indispensable tools for assessing the quality of biodiversity conservation management in a context marked by the progressive loss of biodiversity. These programs are characterized by the ability to aggregate the communities that directly survive from the use of biodiversity to the monitoring activity. This process is intended to produce data on trends in natural resources and biological species, assisting managers in decision-making on conservation priorities. In this sense, participatory monitoring contributes to the management of…

Advisors/Committee Members: Pereira, Henrique dos Santos, 21467153249, http://lattes.cnpq.br/1352117560279931, Andrade, Paulo Cesar Machado, http://lattes.cnpq.br/0642010620400586, Silva, Francisca Helena Aguiar da, http://lattes.cnpq.br/5323035672186762, Silva Júnior, Urbano Lopes da, http://lattes.cnpq.br/9266967649139898, Gordo, Marcelo, http://lattes.cnpq.br/7974425330619510, Silva, Suzy Cristina Pedroza da, http://lattes.cnpq.br/7031927625197306, hen[email protected].

Subjects/Keywords: Biodiversidade - Conservação; Áreas Protegidas - Amazônia - Gestão; CIÊNCIAS HUMANAS: ANTROPOLOGIA; CIÊNCIAS BIOLÓGICAS: ECOLOGIA; Monitoramento da biodiversidade; Participação comunitária; Gestão adaptativa

Record DetailsSimilar RecordsGoogle PlusoneFacebookTwitterCiteULikeMendeleyreddit

APA · Chicago · MLA · Vancouver · CSE | Export to Zotero / EndNote / Reference Manager

APA (6th Edition):

Costa, D. C. (2019). Monitoramento participativo como subsídio para a gestão adaptativa de unidades de conservação no Amazonas. (Doctoral Dissertation). Universidade Federal do Amazonas. Retrieved from https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/7253

Chicago Manual of Style (16th Edition):

Costa, Daniel Carneiro. “Monitoramento participativo como subsídio para a gestão adaptativa de unidades de conservação no Amazonas.” 2019. Doctoral Dissertation, Universidade Federal do Amazonas. Accessed November 23, 2020. https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/7253.

MLA Handbook (7th Edition):

Costa, Daniel Carneiro. “Monitoramento participativo como subsídio para a gestão adaptativa de unidades de conservação no Amazonas.” 2019. Web. 23 Nov 2020.

Vancouver:

Costa DC. Monitoramento participativo como subsídio para a gestão adaptativa de unidades de conservação no Amazonas. [Internet] [Doctoral dissertation]. Universidade Federal do Amazonas; 2019. [cited 2020 Nov 23]. Available from: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/7253.

Council of Science Editors:

Costa DC. Monitoramento participativo como subsídio para a gestão adaptativa de unidades de conservação no Amazonas. [Doctoral Dissertation]. Universidade Federal do Amazonas; 2019. Available from: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/7253

.