Advanced search options

Advanced Search Options 🞨

Browse by author name (“Author name starts with…”).

Find ETDs with:

in
/  
in
/  
in
/  
in

Written in Published in Earliest date Latest date

Sorted by

Results per page:

Sorted by: relevance · author · university · dateNew search

You searched for +publisher:"Universidade Federal do Amazonas" +contributor:("Soares, Ana Paulina Aguiar"). Showing records 1 – 3 of 3 total matches.

Search Limiters

Last 2 Years | English Only

No search limiters apply to these results.

▼ Search Limiters

1. Cavalcante, Mário Bentes. “Varando igarapé, varando canoa, nossa vida é a pesca”: um estudo sobre as pescadoras artesanais no Remanso das Águas em Parintins-AM.

Degree: 2019, Universidade Federal do Amazonas

Esta proposta de investigação teve por objetivo estudar o trabalho da mulher na pesca artesanal na comunidade rural Sagrada Família do Remanso no município de Parintins-AM. Para tanto, procurou-se entender como os modos de vida desenvolvidos na comunidade contribuem para a construção identitária da mulher pescadora . Compreender a construção do lugar do trabalho da mulher na pesca artesanal, por meio dos modos de vida desenvolvidos ao longo dos tempos foi o objetivo geral deste estudo; para atender a esse objetivo procuramos: a) descrever como ocorre a divisão espaço/temporal das atividades exercidas cotidianamente pelas mulheres na comunidade; b) compreender como foram (são) construídos os saberes necessários ao trabalho da pesca desenvolvido pelas mulheres pescadoras; c) entender, pelas narrativas femininas, como as mulheres se identificam nas relações estabelecidas entre seu trabalho e o desenvolvimento socioeconômico da comunidade; d) reflexionar sobre o trabalho da mulher pescadora a partir de seus costumes, crenças e tradições, procurando entender como se estabelecem e se desenvolvem no contexto cultural dinâmico das relações sociais. O caminho percorrido teve como ponto de partida a história de vida das pescadoras, por meio de entrevista compreensiva, a partir da memória dos participantes da pesquisa. Utilizamos ainda a técnica da observação direta para perceber o que não foi mostrado por meio das entrevistas, e assim, melhor conhecermos o objeto de estudo.

Esta propuesta de investigación tuvo como objetivo estudiar el trabajo de las mujeres en la pesca artesanal en la comunidad rural Sagrada Familia do Remanso en el municipio de Parintins-AM. Para estos fines, tratamos de comprender cómo las formas de vida desarrolladas a lo largo del tiempo contribuyen a la construcción de la identidad de las mujeres marineras en la comunidad. El objetivo general de este trabajo fue comprender la construcción del lugar de trabajo de las mujeres en la pesca artesanal, a través de las formas de vida desarrolladas a lo largo del tiempo. Para cumplir con este objetivo, investigamos: a) relatar cómo ocurre la división espacio / temporal de las actividades que realizan diariamente las mujeres en la comunidad; b) Comprender cómo se construyeron los conocimientos necesarios para el trabajo de pesca desarrollado por las mujeres en la comunidad; c) Entender, a través de las narrativas femeninas, cómo se identifican las mujeres en las relaciones establecidas entre su trabajo y el desarrollo socioeconómico de la comunidad; d) reflexionar sobre el trabajo de las marineras a partir de sus costumbres, creencias y tradiciones, buscando comprender cómo se establecen y desarrollan en el contexto cultural dinámico de las relaciones sociales establecidas. El camino a alcanzar tuvo como punto de partida la historia de vida de las marineras, a través de una entrevista profunda, basada en la memoria de los participantes de la investigación. También utilizamos la técnica de observación directa para comprender lo que no se fue expuesto a…

Advisors/Committee Members: Scherer, Elenise Faria, 01785389220, http://lattes.cnpq.br/9963969899295818, Matos, Gláucio Campos Gomes de, http://lattes.cnpq.br/3029233831909914, Soares, Ana Paulina Aguiar, http://lattes.cnpq.br/0583627955031330, [email protected].

Subjects/Keywords: Pescadoras - Parintins (AM); Pesca artesanal - Parintins (AM); Mulheres - Identidade; CIÊNCIAS HUMANAS; Trabalho; Mulheres; Pesca artesanal; Modo de vida; Identidade

Record DetailsSimilar RecordsGoogle PlusoneFacebookTwitterCiteULikeMendeleyreddit

APA · Chicago · MLA · Vancouver · CSE | Export to Zotero / EndNote / Reference Manager

APA (6th Edition):

Cavalcante, M. B. (2019). “Varando igarapé, varando canoa, nossa vida é a pesca”: um estudo sobre as pescadoras artesanais no Remanso das Águas em Parintins-AM. (Masters Thesis). Universidade Federal do Amazonas. Retrieved from https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/7412

Chicago Manual of Style (16th Edition):

Cavalcante, Mário Bentes. ““Varando igarapé, varando canoa, nossa vida é a pesca”: um estudo sobre as pescadoras artesanais no Remanso das Águas em Parintins-AM.” 2019. Masters Thesis, Universidade Federal do Amazonas. Accessed December 01, 2020. https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/7412.

MLA Handbook (7th Edition):

Cavalcante, Mário Bentes. ““Varando igarapé, varando canoa, nossa vida é a pesca”: um estudo sobre as pescadoras artesanais no Remanso das Águas em Parintins-AM.” 2019. Web. 01 Dec 2020.

Vancouver:

Cavalcante MB. “Varando igarapé, varando canoa, nossa vida é a pesca”: um estudo sobre as pescadoras artesanais no Remanso das Águas em Parintins-AM. [Internet] [Masters thesis]. Universidade Federal do Amazonas; 2019. [cited 2020 Dec 01]. Available from: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/7412.

Council of Science Editors:

Cavalcante MB. “Varando igarapé, varando canoa, nossa vida é a pesca”: um estudo sobre as pescadoras artesanais no Remanso das Águas em Parintins-AM. [Masters Thesis]. Universidade Federal do Amazonas; 2019. Available from: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/7412

2. Silva, Silvânia Queiroz e. Políticas socioambientais na Amazônia: o projeto Bolsa Verde e a inclusão produtiva das famílias da Resex Médio Purus, Lábrea (AM).

Degree: 2016, Universidade Federal do Amazonas

As políticas socioambientais emergiram no Brasil, especialmente a partir dos anos 90, para promover o desenvolvimento sustentável no país e contribuir para a proteção ambiental. Os princípios que pretendiam promover a sustentabilidade passaram a nortear as políticas públicas que, a partir de sua integração institucional buscaram erradicar a pobreza, promover o desenvolvimento econômico e a conservação da natureza para construção de um modelo produtivo sustentável que integrasse o desenvolvimento no âmbito urbano e rural. O objetivo central desta tese foi investigar o desenvolvimento do Programa Bolsa Verde (PBV), criado em 2011 pelo governo federal como estratégia de conservação ambiental e inclusão produtiva rural, e suas implicações nos modos de vida e trabalho das famílias agroextrativistas da comunidade Cassianã na Resex Médio Purus em Lábrea (AM). Para tanto, foi necessário, a partir de um olhar interdisciplinar, identificar o contexto de lutas, de ambientalização das demandas sociais e os conflitos socioambientais que emergem frente às estratégias governamentais de inclusão produtiva no rural amazônico, sob a perspectiva da conservação ambiental. A metodologia utilizada teve como fundamento a pesquisa qualitativa, desenvolvida por meio de levantamento documental e bibliográfico, pesquisa de campo e observação. Foram realizadas entrevistas semiestruturadas, por meio de formulários aplicados às 17 unidades familiares atendidas pelo PBV e a elaboração coletiva de mapas mentais para identificação das características geográficas e ambientais do sistema agroextrativista da comunidade Cassianã. Ainda foram realizadas entrevistas narrativas, tendo como instrumento o esquema autogerador aplicado ao gestor da Resex Médio Purus e às lideranças comunitárias. Os resultados indicam que, como um dos elementos para inclusão produtiva rural e conservação ambiental, o PBV não apresenta clareza quanto ao seu conceito e metodologia. Por ser um programa novo e em caráter experimental, carece de melhor definição para efetivar-se como política de direito socioambiental para os povos tradicionais. Pois, ao longo dos últimos anos, por meio do processo de ambientalização e reconstrução de identidades socioculturais, as lutas sociais e políticas dos povos tradicionais da Amazônia vêm colocando em discussão, na arena política, os conflitos socioambientais, como importante estratégia no desenvolvimento e (re)construção de novas territorialidades que conservam as identidades étnicas, culturais e garantem a sobrevivência dos ecossistemas em que vivem os povos tradicionais. Nesse contexto, o ecossistema agroextrativista da comunidade Cassianã apresenta-se a partir de uma íntima relação entre homem e natureza. Sua potencialidade produtiva requer a urgente elaboração de um plano de manejo que possibilite uma cadeia produtiva economicamente viável, ambientalmente equilibrada e socialmente justa, capaz de gerar melhorias de vida para as famílias agroextrativistas. Para isso será necessário romper com aspectos materiais e simbólicos do… Advisors/Committee Members: Scherer, Elenise Faria, 017853890-20, http://lattes.cnpq.br/9963969899295818, Soares, Ana Paulina Aguiar, http://lattes.cnpq.br/0583627955031330, Nogueira, Marinez Gil, Costa, Wellington Luciano de Souza, Higushi, Maria Inês Gasparetto, Melo, Lucilene Ferreira de, [email protected].

Subjects/Keywords: Inclusão produtiva; Conflitos socioambientais; Agroextrativismo; Reserva Médio Purus; CIÊNCIAS HUMANAS

Record DetailsSimilar RecordsGoogle PlusoneFacebookTwitterCiteULikeMendeleyreddit

APA · Chicago · MLA · Vancouver · CSE | Export to Zotero / EndNote / Reference Manager

APA (6th Edition):

Silva, S. Q. e. (2016). Políticas socioambientais na Amazônia: o projeto Bolsa Verde e a inclusão produtiva das famílias da Resex Médio Purus, Lábrea (AM). (Doctoral Dissertation). Universidade Federal do Amazonas. Retrieved from https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/6880

Chicago Manual of Style (16th Edition):

Silva, Silvânia Queiroz e. “Políticas socioambientais na Amazônia: o projeto Bolsa Verde e a inclusão produtiva das famílias da Resex Médio Purus, Lábrea (AM).” 2016. Doctoral Dissertation, Universidade Federal do Amazonas. Accessed December 01, 2020. https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/6880.

MLA Handbook (7th Edition):

Silva, Silvânia Queiroz e. “Políticas socioambientais na Amazônia: o projeto Bolsa Verde e a inclusão produtiva das famílias da Resex Médio Purus, Lábrea (AM).” 2016. Web. 01 Dec 2020.

Vancouver:

Silva SQe. Políticas socioambientais na Amazônia: o projeto Bolsa Verde e a inclusão produtiva das famílias da Resex Médio Purus, Lábrea (AM). [Internet] [Doctoral dissertation]. Universidade Federal do Amazonas; 2016. [cited 2020 Dec 01]. Available from: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/6880.

Council of Science Editors:

Silva SQe. Políticas socioambientais na Amazônia: o projeto Bolsa Verde e a inclusão produtiva das famílias da Resex Médio Purus, Lábrea (AM). [Doctoral Dissertation]. Universidade Federal do Amazonas; 2016. Available from: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/6880

3. Serrão, Arenilton Monteiro. Colônias agrícolas e campesinato: raízes de uma nova territorialidade no médio Rio Amazonas, município de Urucará - AM.

Degree: 2018, Universidade Federal do Amazonas

Os sujeitos sociais no qual tratamos nessa pesquisa, os colonos, camponeses historicamente constituídos nas várzeas do médio rio Amazonas, em especial nos municípios de Urucará, Parintins e Urucurituba. Nessas localidades, pela absorção de diferentes traços culturais, estabeleceram relações econômicas, sociais e territoriais, condição que prevaleceu até meados da década de 1950, quando grandes enchentes/cheias e indisponibilidade de terras forçaram a migração permanente para as áreas de terra firme nas décadas de 1960/70. Historicamente a base de sustentação socioeconômica desses municípios, em especial Urucará, foco da nossa pesquisa, esteve ligada a atividade camponesa e suas possíveis relações com a terra, floresta e água possibilitaram uma agricultura de subsistência, práticas extrativas e atividades pesqueiras, destacando o protagonismo da várzea na vida e nas relações estabelecidas. Sua integração mercantil possibilitou trocas de produtos e mercadorias e ao mesmo tempo, relações de exploração e subordinação do trabalho camponês, sistema rompido ou acentuado pelas novas conjunturas políticas, econômicas e sociais da década de 1960. Essa década é emblemáticas não apenas pela visibilidade que os movimentos sociais no campo adquiriram no Brasil, mas especialmente pela organização e fortalecimento do campesinato no médio rio Amazonas. A Igreja Católica na figura de alguns padres e missionários que chegaram no estado do Amazonas na década de 1960 tiveram papel determinante nos novos rumos do campesinato, com cargas ideológicas progressistas e libertárias, as Prelazias de Itacoatiara e Parintins fincaram bases de um projeto inovador, elegendo o camponês-ribeirinho, como sujeitos de transformações sociais, lançando as sementes da libertação, da autonomia e do desenvolvimento social. A territorialização camponesa na terra firme se deu através de Comunidades Eclesiais de Bases e colônias agrícolas, fortalecendo suas lutas através da criação de entidades (associações, cooperativas, sindicatos, Escola Família Agrícola) e principalmente, de uma instituição que coordenasse e articulasse as ações juntamente aos setores estatais, engajado de forma ou de outra, despertar a consciência política e social desses sujeitos sociais. A crise econômica, política e ideológica da década de 1980 aos poucos foram esfacelando a importância que o CETRU representou para os colonos e demais segmentos sociais do médio rio Amazonas. Com o fim do regime militar e das instituições que davam suporte financeiro, fundamentais para o funcionamento das estruturas físicas e humanas, a entidade perde importância, passando a se dedicar exclusivamente aos trabalhos executado pela Escola Família Agrícola. Tudo isso somado ao esvaziamento das colônias, fragmentação das lideranças, falta de confiança e de apoio institucional aos poucos foram restringindo suas atividades, paralisadas por completo no final da década de 1990. Com o fim do projeto de colonização, do CETRU e da Escola Agrícola, os últimos diretores da entidade focaram todas as suas forças no… Advisors/Committee Members: Cruz, Manuel de Jesus Masulo da, 16023366287, http://lattes.cnpq.br/7823586856980212, Soares, Ana Paulina Aguiar, Oliveira, José Aldemir de, Nogueira, Amélia Regina Batista, Jesus, Edilza Laray de, [email protected].

Subjects/Keywords: Colônias agrícolas; Territorialidade; Agricultural colonies; Territoriality; CIÊNCIAS HUMANAS: GEOGRAFIA

Record DetailsSimilar RecordsGoogle PlusoneFacebookTwitterCiteULikeMendeleyreddit

APA · Chicago · MLA · Vancouver · CSE | Export to Zotero / EndNote / Reference Manager

APA (6th Edition):

Serrão, A. M. (2018). Colônias agrícolas e campesinato: raízes de uma nova territorialidade no médio Rio Amazonas, município de Urucará - AM. (Masters Thesis). Universidade Federal do Amazonas. Retrieved from https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/6497

Chicago Manual of Style (16th Edition):

Serrão, Arenilton Monteiro. “Colônias agrícolas e campesinato: raízes de uma nova territorialidade no médio Rio Amazonas, município de Urucará - AM.” 2018. Masters Thesis, Universidade Federal do Amazonas. Accessed December 01, 2020. https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/6497.

MLA Handbook (7th Edition):

Serrão, Arenilton Monteiro. “Colônias agrícolas e campesinato: raízes de uma nova territorialidade no médio Rio Amazonas, município de Urucará - AM.” 2018. Web. 01 Dec 2020.

Vancouver:

Serrão AM. Colônias agrícolas e campesinato: raízes de uma nova territorialidade no médio Rio Amazonas, município de Urucará - AM. [Internet] [Masters thesis]. Universidade Federal do Amazonas; 2018. [cited 2020 Dec 01]. Available from: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/6497.

Council of Science Editors:

Serrão AM. Colônias agrícolas e campesinato: raízes de uma nova territorialidade no médio Rio Amazonas, município de Urucará - AM. [Masters Thesis]. Universidade Federal do Amazonas; 2018. Available from: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/6497

.