Advanced search options

Advanced Search Options 🞨

Browse by author name (“Author name starts with…”).

Find ETDs with:

in
/  
in
/  
in
/  
in

Written in Published in Earliest date Latest date

Sorted by

Results per page:

Sorted by: relevance · author · university · dateNew search

You searched for +publisher:"Universidade Federal do Amazonas" +contributor:("Ono, Lia Mizobe"). Showing records 1 – 3 of 3 total matches.

Search Limiters

Last 2 Years | English Only

No search limiters apply to these results.

▼ Search Limiters

1. Quadros, Thalita Soares Serrão. Linfoma não-Hodgkin com envolvimento oral e maxilofacial: estudo retrospectivo de 10 anos em um centro de referência oncológico do Amazonas.

Degree: 2019, Universidade Federal do Amazonas

Introdução: Os Linfomas Não-Hodgkin (LNH) são doenças malignas do tecido linfóide, que podem acometer tanto os linfonodos quanto os sítios extra-nodais. Em boca, os LNH são sempre extra nodais e representam a terceira malignidade mais prevalente de cabeça e pescoço, sendo representados principalmente pelos subtipos: Difuso de Grandes Células B (DGCB), Burkitt, Folicular e o de Tecido Linfóide Associado à Mucosa (MALT). Estudos epidemiológicos sobre o LNH extra-nodal em região oral e maxilofacial (OMF)são escassos no Amazonas. Objetivos: Avaliar a prevalência do LNH com ênfase nos diagnosticados na região Oral e Maxilofacial, provenientes da Fundação Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas (FCECON), bem como caracterizar os pacientes acometidos quanto ao perfil clínico-patológico. Metodologia: Estudo transversal, retrospectivo de pacientes diagnosticados com LNH no período de 01 de janeiro de 2008 a 31 de dezembro de 2017, em que foram coletados de seus prontuários médico/odontológicos informações referentes ao sexo, idade, manifestações clínicas, diagnóstico histológico da lesão, protocolo de tratamento e sobrevida dos pacientes. Resultados: Dos 301 prontuários de LNH coletados, verificou-se que 65,12% (n=196) eram exclusivamente nodais, 16,28% (n=86) exclusivamente extra-nodais e 6,31% (n=19) em ambos os locais (nodal/extra-nodal). Apenas 4,6% (n=14) dos LNH ocorreram em região OMF, correspondendo a 13,33% (14/105) dos casos de localização extra-nodal (n=105). Desses 14 casos, 64,29% (n=9) deles ocorreram em pacientes do sexo masculino, pardos (57,14%; n=8), com pico de incidência a partir da sexta década de vida (50%; n=7), seguido pela quarta década (28,57%; n=4), com localização sobretudo na mandíbula (42,86%, n=6). Quanto ao tipo histológico, houve predominância para os casos derivados de células “B” (92,86%; n=13), especialmente o subtipo DGCB (50%, n=7). Foi realizado tratamento único em metade dos casos (50%; n=7) e combinado na outra metade (50%; n=7). Dados sobre sobrevida desses pacientes foram insuficientes para análise. Por outro lado, notou-se percentual de sobrevida discretamente superior para os LNH localizados em região OMF em comparação aos encontrados em outros sítios anatômicos, porém sem relevância estatística. Quanto aos LNH de maneira geral, foi possível analisar a sobrevida de 5 anos em apenas 34,88% dos pacientes (n=105 de 301) com taxas de sobrevida menores para o sexo masculino, em idades mais avançadas e com subtipo histológico DGCB, não havendo significância na sobrevida em relação a raça e células de origem (“B”, “T/NK”). Conclusão: Os LNH em região OMF são semelhantes do ponto de vista epidemiológico em relação aos que acometem outras regiões do corpo, sobretudo em relação ao sexo e subtipo histológico, podendo haver peculiaridades em relação à faixa etária de acometimento, podendo indicar um pico para a quarta década de vida em OMF, diferente para os demais LNH com picos crescentes a partir da quinta década.

Introduction: Non-Hodgkin lymphomas (NHL) are malignant…

Advisors/Committee Members: Kimura, Tatiana Nayara Libório, 63861313200, http://lattes.cnpq.br/7764426537915981, Ono, Lia Mizobe, 13779488992, http://lattes.cnpq.br/9062610687274439, Cabral, Lioney Nobre, 33789363200, http://lattes.cnpq.br/8956633114853772, Fujimoto, Luciana Botinelly Mendonça, 40503593249, http://lattes.cnpq.br/5376739841367427, [email protected].

Subjects/Keywords: Linfoma Não-Hodgkin; Epidemiologia; Prevalência de Linfoma Não-Hodgkin; Região oral; Região maxilofacial; CIÊNCIAS DA SAÚDE: ODONTOLOGIA

Record DetailsSimilar RecordsGoogle PlusoneFacebookTwitterCiteULikeMendeleyreddit

APA · Chicago · MLA · Vancouver · CSE | Export to Zotero / EndNote / Reference Manager

APA (6th Edition):

Quadros, T. S. S. (2019). Linfoma não-Hodgkin com envolvimento oral e maxilofacial: estudo retrospectivo de 10 anos em um centro de referência oncológico do Amazonas. (Masters Thesis). Universidade Federal do Amazonas. Retrieved from https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/7051

Chicago Manual of Style (16th Edition):

Quadros, Thalita Soares Serrão. “Linfoma não-Hodgkin com envolvimento oral e maxilofacial: estudo retrospectivo de 10 anos em um centro de referência oncológico do Amazonas.” 2019. Masters Thesis, Universidade Federal do Amazonas. Accessed November 29, 2020. https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/7051.

MLA Handbook (7th Edition):

Quadros, Thalita Soares Serrão. “Linfoma não-Hodgkin com envolvimento oral e maxilofacial: estudo retrospectivo de 10 anos em um centro de referência oncológico do Amazonas.” 2019. Web. 29 Nov 2020.

Vancouver:

Quadros TSS. Linfoma não-Hodgkin com envolvimento oral e maxilofacial: estudo retrospectivo de 10 anos em um centro de referência oncológico do Amazonas. [Internet] [Masters thesis]. Universidade Federal do Amazonas; 2019. [cited 2020 Nov 29]. Available from: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/7051.

Council of Science Editors:

Quadros TSS. Linfoma não-Hodgkin com envolvimento oral e maxilofacial: estudo retrospectivo de 10 anos em um centro de referência oncológico do Amazonas. [Masters Thesis]. Universidade Federal do Amazonas; 2019. Available from: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/7051

2. Santos, Agnaldo Barroso dos. Análise do perfil sociodemográfico de pacientes que buscam primeiro atendimento por lesão mamária suspeita de malignidade em hospital de referência no Amazonas.

Degree: 2019, Universidade Federal do Amazonas

JUSTIFICATIVA: O câncer de mama é uma das principais causas de morte por neoplasias malignas no mundo. No Brasil, sem considerar os tumores de pele não melanoma, o câncer de mama é o mais prevalente entre as mulheres. A Lei 12.732/12 determina que o pacientes com neoplasia mamária deve ter início do tratamento em 60 dias, contudo, observa-se que em alguns serviços essa prática clínica seja dificultada devido ao atendimento de lesões de menor suspeição, demora para realização de exames complementares, biópsia e liberação de laudos histopatológicos. As consultas na FCECON são marcadas em média, para 20 a 30 dias após a triagem, propiciando maior demanda de tempo para atendimento, configurando atraso para tomada de condutas, diagnóstico e início da terapêutica, prioritários em pacientes com lesões suspeitas. OBJETIVOS: Geral: Analisar o perfil sociodemográfico dos pacientes que buscam a Fundação Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas (FCECON) para investigação de lesões mamárias. Específicos: Descrever as lesões mamárias mais frequentes, identificar o tempo de atraso entre as etapas diagnósticas até a chegada a FCECON, propor estratégias para agilizar o atendimento dentro da instituição. MÉTODO: presente estudo observacional e analítico e de corte transversal. Foi aplicado um questionário semiestruturado, com aspectos relacionados a características sociodemográficas, resultado de exames e tempo do primeiro sintoma até a chegada na unidade. RESULTADOS: A faixa etária dos pacientes atendidos foi entre 40-50 anos e a raça parda a mais prevalente (50,7%). O estágio da doença foi tardio em 50% dos pacientes (IIB a IIIC). A maioria dos pacientes era procedente de Manaus (72,7%). O tempo médio entre o aparecimento dos sintomas e a chegada a triagem da FCECON foi de 8,3 meses e entre o sintoma e o diagnóstico de 6,8 meses. CONCLUSÕES: Demonstrou-se neste estudo as principais características sociodemográficas dos pacientes atendidos na FCECON, as lesões mais frequentes e o atraso entre o diagnóstico e o tratamento. A partir desses dados foram propostos dois fluxogramas para dar celeridade no atendimento de pacientes com lesões suspeitas após a admissão na instituição.

BACKGROUND: Breast cancer is one of the leading causes of death from malignant neoplasms worldwide. In Brazil, without considering non-melanoma skin tumors, breast cancer is the most prevalent among women. Law 12.732 / 12 determines that patients with breast cancer should start treatment in 60 days, however, it is observed that in some services this clinical practice is hampered due to the attendance of lesions of lesser suspicion, delay to perform complementary tests, biopsy and release of histopathological reports. The FCECON consultations are marked on average for 20 to 30 days after screening, providing a greater demand for time to attend, setting up a delay for conduction, diagnosis and initiation of therapy, priority in patients with suspected lesions. OBJECTIVES: General: To analyze the sociodemographic profile of patients who seek the…

Advisors/Committee Members: Brum, Ione Rodrigues, 82916110763, http://lattes.cnpq.br/7149338419910496, Ono, Lia Mizobe, http://lattes.cnpq.br/9062610687274439, Batista, Bruno Bellaguarda, 65664604387, http://lattes.cnpq.br/6170543311749874, Costa, Cleinaldo de Almeida, 16140761204, http://lattes.cnpq.br/1726129681219575, [email protected].

Subjects/Keywords: Câncer de mama; Diagnóstico tardio; Oncologia; CIÊNCIAS DA SAÚDE: MEDICINA: CIRURGIA

Record DetailsSimilar RecordsGoogle PlusoneFacebookTwitterCiteULikeMendeleyreddit

APA · Chicago · MLA · Vancouver · CSE | Export to Zotero / EndNote / Reference Manager

APA (6th Edition):

Santos, A. B. d. (2019). Análise do perfil sociodemográfico de pacientes que buscam primeiro atendimento por lesão mamária suspeita de malignidade em hospital de referência no Amazonas. (Masters Thesis). Universidade Federal do Amazonas. Retrieved from https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/7060

Chicago Manual of Style (16th Edition):

Santos, Agnaldo Barroso dos. “Análise do perfil sociodemográfico de pacientes que buscam primeiro atendimento por lesão mamária suspeita de malignidade em hospital de referência no Amazonas.” 2019. Masters Thesis, Universidade Federal do Amazonas. Accessed November 29, 2020. https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/7060.

MLA Handbook (7th Edition):

Santos, Agnaldo Barroso dos. “Análise do perfil sociodemográfico de pacientes que buscam primeiro atendimento por lesão mamária suspeita de malignidade em hospital de referência no Amazonas.” 2019. Web. 29 Nov 2020.

Vancouver:

Santos ABd. Análise do perfil sociodemográfico de pacientes que buscam primeiro atendimento por lesão mamária suspeita de malignidade em hospital de referência no Amazonas. [Internet] [Masters thesis]. Universidade Federal do Amazonas; 2019. [cited 2020 Nov 29]. Available from: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/7060.

Council of Science Editors:

Santos ABd. Análise do perfil sociodemográfico de pacientes que buscam primeiro atendimento por lesão mamária suspeita de malignidade em hospital de referência no Amazonas. [Masters Thesis]. Universidade Federal do Amazonas; 2019. Available from: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/7060

3. Baldino, Leandro. Avaliação da Prevalência do HPV na População Portadora de Neoplasia Maligna de Região de Cabeça e Pescoço e o Status do p-16 por Imunohistoquímica Associado a Resposta Terapêutica.

Degree: 2018, Universidade Federal do Amazonas

O Papillomavirus Humano (HPV) tem sido há muito tempo relacionado como o principal causador da neoplasia maligna do colo uterino. Com o avanço de novos métodos diagnósticos esse vírus também tem sido relacionado com outras neoplasias, como pênis, canal anal, próstata, pulmão e neoplasias de região de cabeça e pescoço. E nestes casos de cabeça e pescoço, a presença da infecção pelo HPV está relacionada com o prognóstico e tratamento da doença. Nas neoplasias de cavidade oral e orofaringe a relação com a infecção pelo HPV já tem sido estabelecida e a estratificação desses pacientes em grupos positivos ou não para o vírus ajuda a promover a melhor terapia e resposta ao tratamento. Este estudo visa avaliar a prevalência da infecção pelo HPV 16 nos pacientes com neoplasia de cavidade oral e orofaringe e estratificar em grupos de acordo com a expressão da proteína P16, relacionando com o tratamento radioterápico oferecido aos pacientes na FCECON tratados no período de 2009 a 2013 e a resposta ao tratamento. Foi analisado tecido parafinado de lesões de pacientes que foram segregados de acordo com o diagnóstico da neoplasia de cavidade oral e orofaringe, em grupos positivos ou não para o HPV 16. Foi feita análise da relação da presença da infecção com a resposta à terapia proposta (radioterapia e quimioterapia). Além disso, os pacientes foram estratificados em três grupos de acordo com a expressão da proteína P16: HPV16-negativo/P16 negativo, HPV16 negativo/P16 positivo e HPV16 positivo/P16 positivo. Com relação aos resultados 89,94% eram do sexo masculino, a média de idade foi de 60,77 anos, 64% apresentavam lesão em orofaringe e 36% em cavidade oral. A maior parte dos pacientes (93,7%) encontrava-se em estádio avançado. Observou-se a prevalência de 16,67% de positividade para a infecção pelo HPV16 e por fim na pesquisa do P16 observou-se que 18,52% foram positivos. Somente 3 pacientes atestaram positividade para ambos os exames (HPV16+ e P16+). O uso rotineiro da pesquisa de P16 por imunohistoquímica e a pesquisa do HPV na lesão em todos os pacientes com o diagnóstico de neoplasia de cavidade oral e orofaringe deve ser implantado, tendo em vista que há mudanças de estadiamento destas neoplasias quando positivas para HPV e melhora da resposta terapêutica.

Human Papillomavirus (HPV) has long been related as the main cause of malignant neoplasia of the cervix. With the advancement of new diagnostic methods this virus has also been related to other cancers, such as penis, anal canal, prostate, lung and head and neck neoplasms. And in these cases of head and neck, the presence of HPV infection is related to the prognosis and treatment of the disease. In cavity neoplasms oral and oropharynx the relationship with HPV infection has already been established and stratification of these patients into virus-positive or non-virus-positive groups helps to promote better therapy and treatment response. This study aims to evaluate the prevalence of HPV 16 infection in patients with oral cavity…

Advisors/Committee Members: Silva, Katia Luz Torres, crf-am 00932, http://lattes.cnpq.br/5785470863950566, Levi, José Eduardo, http://lattes.cnpq.br/6216061943429311, Fujimoto, Luciana Botinelly Mendonça, http://lattes.cnpq.br/5376739841367427, Ono, Lia Mizobe, http://lattes.cnpq.br/9062610687274439, Fonseca, Alex Jadim, http://lattes.cnpq.br/0260920834375160, [email protected].

Subjects/Keywords: Papilomavírus; Cabeça - Tumores - Radioterapia; Pescoço - Tumores - Radioterapia; Genes p16; CIÊNCIAS DA SAÚDE; HPV; Neoplasias de cabeça e pescoço; Radioterapia; P16

Record DetailsSimilar RecordsGoogle PlusoneFacebookTwitterCiteULikeMendeleyreddit

APA · Chicago · MLA · Vancouver · CSE | Export to Zotero / EndNote / Reference Manager

APA (6th Edition):

Baldino, L. (2018). Avaliação da Prevalência do HPV na População Portadora de Neoplasia Maligna de Região de Cabeça e Pescoço e o Status do p-16 por Imunohistoquímica Associado a Resposta Terapêutica. (Doctoral Dissertation). Universidade Federal do Amazonas. Retrieved from https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/7379

Chicago Manual of Style (16th Edition):

Baldino, Leandro. “Avaliação da Prevalência do HPV na População Portadora de Neoplasia Maligna de Região de Cabeça e Pescoço e o Status do p-16 por Imunohistoquímica Associado a Resposta Terapêutica.” 2018. Doctoral Dissertation, Universidade Federal do Amazonas. Accessed November 29, 2020. https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/7379.

MLA Handbook (7th Edition):

Baldino, Leandro. “Avaliação da Prevalência do HPV na População Portadora de Neoplasia Maligna de Região de Cabeça e Pescoço e o Status do p-16 por Imunohistoquímica Associado a Resposta Terapêutica.” 2018. Web. 29 Nov 2020.

Vancouver:

Baldino L. Avaliação da Prevalência do HPV na População Portadora de Neoplasia Maligna de Região de Cabeça e Pescoço e o Status do p-16 por Imunohistoquímica Associado a Resposta Terapêutica. [Internet] [Doctoral dissertation]. Universidade Federal do Amazonas; 2018. [cited 2020 Nov 29]. Available from: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/7379.

Council of Science Editors:

Baldino L. Avaliação da Prevalência do HPV na População Portadora de Neoplasia Maligna de Região de Cabeça e Pescoço e o Status do p-16 por Imunohistoquímica Associado a Resposta Terapêutica. [Doctoral Dissertation]. Universidade Federal do Amazonas; 2018. Available from: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/7379

.