Advanced search options

Advanced Search Options 🞨

Browse by author name (“Author name starts with…”).

Find ETDs with:

in
/  
in
/  
in
/  
in

Written in Published in Earliest date Latest date

Sorted by

Results per page:

Sorted by: relevance · author · university · dateNew search

You searched for +publisher:"Universidade Federal do Amazonas" +contributor:("Honorato, Eduardo Jorge Sant\'Ana"). Showing records 1 – 3 of 3 total matches.

Search Limiters

Last 2 Years | English Only

No search limiters apply to these results.

▼ Search Limiters

1. Queiroz, Norcirio Silva. Vivências da homofobia no período escolar: significações na idade adulta.

Degree: 2018, Universidade Federal do Amazonas

A homofobia sofrida na escola não se encerra no ato em si, podendo trazer implicações psicossociais que podem perdurar até a vida adulta. Dessa forma, procuramos responder a seguinte pergunta: Como se dão as vivências desses jovens? Para isso, elaboramos o objetivo geral: Compreender as vivências de homens homossexuais cisgênero adultos acerca da homofobia sofrida na escola e suas implicações subjetivas. Os específicos são: Analisar os relatos acerca da homofobia sofrida na escola; descrever as significações atribuídas às implicações subjetivas decorrentes da homofobia na escola; caracterizar a organização e funcionamento das Redes Sociais Significativas do sujeito utilizadas para lidar com as situações de violência homofóbica da época e atualmente. Utilizamos como marco teórico a Teoria dos Aparelhos Ideológicos do Estado por entendermos a escola como aparelho reprodutor de ideologias das classes dominantes; a Teoria Queer voltada para o campo da educação; e a Teoria das Redes Sociais que nos auxiliará no entendimento da constituição e funcionamento das Redes Sociais Significativas, além de nos conferir também instrumento para a coleta de dados. Trata-se de pesquisa qualitativa descritiva, na qual entrevistamos 10 homens homossexuais com idade entre 18 e 30 anos que sofreram homofobia em escola manaura. Para a coleta dos dados realizamos entrevista semi-estruturada, além de preenchimento do instrumento Mapa Mínimo de Relações (MMR). Para análise das entrevistas utilizamos a Análise de Conteúdo temática, e para a análise das Redes Sociais Significativas, utilizamos a Teoria das Redes Sociais. Como resultados da Análise de Conteúdo, encontramos duas categorias finais: Vivências das homofobias e Implicações Psicossociais à época e atuais. Na primeira, os relatos trouxeram o sofrimento dos entrevistados pelo descumprimento da normatividade aliado ao fato de se encontrarem em um ambiente normativo, que possibilita que a homofobia se perpetue; Já na segunda categoria, são trazidas algumas implicações como forma de prevenção do sujeito diante de possíveis ataques, algumas para neutralizar ou contra-atacar; outras serviram, ainda, para ajudar o sujeito a sentir mais empatia para com o próximo. A análise das Redes Sociais Significativas dos sujeitos apresentou desde sujeitos que encontraram na escola a perpetuação do desamparo encontrado dentro de casa até aqueles que cresceram em um ambiente de respeito às diferenças e tiveram apoio psicoterápico. Alguns entrevistados não tinham a quem recorrer no período escolar, senão aos seus colegas da mesma idade. Nessa perspectiva, se faz importante que a escola invista em projetos que protagonizem os adolescentes para atuarem na educação e prevenção da discriminação entre seus pares.

The homophobia suffered in the school does not end in the act itself, being able to bring psychosocial implications that can last until the adult life. In this way, we try to answer the following question: How do the experiences of these young people take place? To answer this question, we elaborate…

Advisors/Committee Members: Gutierrez, Denise Machado Duran, 05623709869, http://lattes.cnpq.br/5137661928193717, Honorato, Eduardo Jorge Sant'Ana, Oliveira, Adriana Rosmaninho Caldeira de, [email protected].

Subjects/Keywords: Homofobia; Implicações Psicossociais; Análise de Conteúdo; Redes Sociais Significativas; Homophobia; Psychosocial Implications; Content analysis; Significant Social Networks; CIENCIAS HUMANAS: PSICOLOGIA: PSICOLOGIA SOCIAL

Record DetailsSimilar RecordsGoogle PlusoneFacebookTwitterCiteULikeMendeleyreddit

APA · Chicago · MLA · Vancouver · CSE | Export to Zotero / EndNote / Reference Manager

APA (6th Edition):

Queiroz, N. S. (2018). Vivências da homofobia no período escolar: significações na idade adulta. (Masters Thesis). Universidade Federal do Amazonas. Retrieved from https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/6305

Chicago Manual of Style (16th Edition):

Queiroz, Norcirio Silva. “Vivências da homofobia no período escolar: significações na idade adulta.” 2018. Masters Thesis, Universidade Federal do Amazonas. Accessed January 28, 2020. https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/6305.

MLA Handbook (7th Edition):

Queiroz, Norcirio Silva. “Vivências da homofobia no período escolar: significações na idade adulta.” 2018. Web. 28 Jan 2020.

Vancouver:

Queiroz NS. Vivências da homofobia no período escolar: significações na idade adulta. [Internet] [Masters thesis]. Universidade Federal do Amazonas; 2018. [cited 2020 Jan 28]. Available from: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/6305.

Council of Science Editors:

Queiroz NS. Vivências da homofobia no período escolar: significações na idade adulta. [Masters Thesis]. Universidade Federal do Amazonas; 2018. Available from: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/6305

2. Souza, Daniel Cerdeira de. Relacionamentos abusivos: significados atribuídos por um grupo de jovens acadêmicos da UFAM.

Degree: 2018, Universidade Federal do Amazonas

Esta pesquisa se debruça sobre a temática “Relacionamentos abusivos” a partir da abordagem Histórico-Cultural de Vygotsky, possuindo um caráter exploratório qualitativo. Considera-se um relacionamento abusivo aquele em que há práticas de controle excessivo de um dos parceiros direcionado ao outro ou ambos, sendo permeado por várias formas de violência. Com o intuito de compreender os significados atribuídos por um grupo de 16 jovens acadêmicos da Universidade Federal do Amazonas a essa questão, foi realizado um grupo focal composto por oito participantes aliado a oito entrevistas individuais semi-estruturadas. Os dados foram analisados através de núcleos de significação, que visam levantar os temas/conteúdos que se destacaram, sendo que tais temas se revelam em palavras significadas em seu contexto, aglutinadas seguindo os critérios de semelhança, complementaridade e contraposição. Foram aglutinados dezenove indicadores, que serviram de base para a formação de cinco grandes núcleos de significação sendo: 1º: Ciúmes; 2º: Comportamento Controlador; 3º: Violências; 4º: O perpetrador e 5º: Vivências da Vítima, que mostram que a internalização dos signos sociais referentes as normas de gênero atravessam toda a relação. Além de promover um padrão de como se deve ou não vivenciar a relação, esses signos trabalham a partir e em benefício dos desejos masculinos, em detrimento da mulher. A insegurança e o ciúme apareceram como os fatores de risco mais preponderantes para a ocorrência de abusos dentro da relação. A partir da percepção de um possível rival, os comportamentos de controle surgiram como uma das principais formas de violência vivenciadas por este grupo de acadêmicos. Além do mais, as violências física, psicológica e moral foram relatadas, mas a mais frequente e mais difícil de se identificar foi a violência psicológica. O perpetrador das violências foi percebido como inseguro, manipulador e com baixas habilidades sociais. As vítimas viveram um fluxo de abusos dentro dos relacionamentos de maneira contínua, tendo suas necessidades preponderantemente desconsideradas e foram atingidos (as) de diversas maneiras, porém, por baixa auto estima, não percepção dos abusos, medo e ganhos emocionais compensatórios, escolhiam permanecer no relacionamento. De maneira geral, a percepção de se estar em um relacionamento abusivo ocorreu após inúmeras situações desgastantes e violentas aliadas a alertas externos (geralmente por parte de amigos) e os relacionamentos abusivos vivenciados deixaram marcas que acompanham os participantes pelos próximos relacionamentos. Conclui-se que para o enfrentamento dos processos de violência na intimidade, é requerido um esforço coletivo na desconstrução dos signos culturais que legitimam uma dominação social masculina.

This research focuses on the theme "abusive relationships" from the historical-cultural approach of Vygotsky, having a qualitative exploratory character. An abusive relationship is considered one in which there are excessive control practices coming from one of the partners…

Advisors/Committee Members: Silva, Iolete Ribeiro da, 364.539.351-04, http://lattes.cnpq.br/6024598140248335, Sampaio, Cláudia Regina Brandão, Honorato, Eduardo Jorge Sant'Ana, [email protected].

Subjects/Keywords: Relacionamentos abusivos; Juventude; Violência; Afetividade; Relação de Poder; CIÊNCIAS HUMANAS: PSICOLOGIA: PSICOLOGIA SOCIAL

Record DetailsSimilar RecordsGoogle PlusoneFacebookTwitterCiteULikeMendeleyreddit

APA · Chicago · MLA · Vancouver · CSE | Export to Zotero / EndNote / Reference Manager

APA (6th Edition):

Souza, D. C. d. (2018). Relacionamentos abusivos: significados atribuídos por um grupo de jovens acadêmicos da UFAM. (Masters Thesis). Universidade Federal do Amazonas. Retrieved from https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/6809

Chicago Manual of Style (16th Edition):

Souza, Daniel Cerdeira de. “Relacionamentos abusivos: significados atribuídos por um grupo de jovens acadêmicos da UFAM.” 2018. Masters Thesis, Universidade Federal do Amazonas. Accessed January 28, 2020. https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/6809.

MLA Handbook (7th Edition):

Souza, Daniel Cerdeira de. “Relacionamentos abusivos: significados atribuídos por um grupo de jovens acadêmicos da UFAM.” 2018. Web. 28 Jan 2020.

Vancouver:

Souza DCd. Relacionamentos abusivos: significados atribuídos por um grupo de jovens acadêmicos da UFAM. [Internet] [Masters thesis]. Universidade Federal do Amazonas; 2018. [cited 2020 Jan 28]. Available from: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/6809.

Council of Science Editors:

Souza DCd. Relacionamentos abusivos: significados atribuídos por um grupo de jovens acadêmicos da UFAM. [Masters Thesis]. Universidade Federal do Amazonas; 2018. Available from: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/6809

3. Rosseti, Djuliane Maria Gil Schaeken. A loucura de ser m?e: viv?ncias da maternidade por mulheres em sofrimento ps?quico em Manaus, Amazonas.

Degree: 2019, Universidade Federal do Amazonas

Este estudo foi desenvolvido a partir da compreens?o de que a sa?de mental vai al?m da aus?ncia de doen?a. Para tal, tomou-se como base o paradigma da Reforma Psiqui?trica e os novos modelos de atua??o e interven??o em sa?de mental e procurou-se entender como estes relacionam as viv?ncias de sa?de mental com as viv?ncias maternas. Desta forma, objetivou-se analisar a viv?ncia da maternidade de mulheres em sofrimento ps?quico no munic?pio de Manaus-AM. A abordagem qualitativa foi escolhida para conduzir o processo investigativo. Fez-se uso a Hist?ria de Vida, da Associa??o Livre de Palavras e do Question?rio fechado sobre dados sociodemogr?ficos e de sa?de enquanto instrumentos de coleta de dados. A an?lise dos achados foi fundamentada na Psicologia Hist?rico-Cultural, na Teoria da Subjetividade e na Teoria das Redes Sociais, permitindo a compreens?o de quest?es complexas da experi?ncia vivida pelos sujeitos da pesquisa. A revis?o da literatura na ?rea apontou a escassez de pesquisas sobre o tema. Os resultados alcan?ados afirmam que o diagn?stico em sa?de mental ainda figura enquanto condi??o principal do sujeito. Os servi?os de sa?de do munic?pio ainda n?o est?o atuando de forma a contemplar a integralidade de m?es em sofrimento ps?quico. A valoriza??o dos aspectos psicossociais que influenciam a viv?ncia da maternidade dessas mulheres pode auxiliar na compreens?o do adoecimento e, quando potencializados, atuam na qualidade de fator de prote??o. As redes de apoio social foram vistas como fonte de cuidado alternativo aos servi?os assistenciais. A participa??o de familiares, amigos, vizinhos, colegas de trabalho e membros da igreja na produ??o de cuidados favoreceu o processo de aceita??o do adoecimento, a melhoria da autoestima e contribu?ram significativamente com o bem-estar pessoal. Identificou-se que os modelos explicativos para utiliza??o dos sistemas de cuidado fizeram refer?ncia ?s opini?es, sentimentos, emo??es, cren?as, desejos e a pr?pria hist?ria de vida. A utiliza??o do conceito de itiner?rio terap?utico p?e em evid?ncia o sujeito e permite a ado??o de estrat?gias mais eficazes para o cuidado em sa?de mental. O estudo oferece elementos para sugerir a inclus?o de uma reflex?o cr?tica sobre a tem?tica da sa?de mental e dos cuidados ofertados para mulheres em sofrimento ps?quico, no sentido de ampliar a vis?o sobre sujeito, contemplando-as para al?m do lugar de portadoras de uma doen?a.

This study was developed from the understanding that mental health goes beyond the absence of illness. Taking the paradigm of Psychiatric Reform and the new models of action and intervention in health as the starting point, we sought to understand how they relate mental health experiences with maternal experiences. The objective was to analyze the experience of motherhood of women in psychic suffering in Manaus-AM. The qualitative methodology was used to conduct the investigative process. It was used the Life Story, Free Association of Words, Closed Questionnaire about data on socialdemographics and health while…

Advisors/Committee Members: Gutierrez, Denise Machado Duran, 056.237.098-69, http://lattes.cnpq.br/5137661928193717, Resende, Gisele Cristina, http://lattes.cnpq.br/0524959272545250, Honorato, Eduardo Jorge Sant'Ana, http://lattes.cnpq.br/3353364614707107, [email protected].

Subjects/Keywords: Mulheres - Sa?de mental - Manaus (AM); Servi?os de sa?de ? maternidade - Manaus (AM); Sa?de mental; CI?NCIAS HUMANAS: PSICOLOGIA; Sa?de Mental; Maternidade; Produ??o de Cuidados; Subjetividade

Record DetailsSimilar RecordsGoogle PlusoneFacebookTwitterCiteULikeMendeleyreddit

APA · Chicago · MLA · Vancouver · CSE | Export to Zotero / EndNote / Reference Manager

APA (6th Edition):

Rosseti, D. M. G. S. (2019). A loucura de ser m?e: viv?ncias da maternidade por mulheres em sofrimento ps?quico em Manaus, Amazonas. (Masters Thesis). Universidade Federal do Amazonas. Retrieved from https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/7437

Chicago Manual of Style (16th Edition):

Rosseti, Djuliane Maria Gil Schaeken. “A loucura de ser m?e: viv?ncias da maternidade por mulheres em sofrimento ps?quico em Manaus, Amazonas.” 2019. Masters Thesis, Universidade Federal do Amazonas. Accessed January 28, 2020. https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/7437.

MLA Handbook (7th Edition):

Rosseti, Djuliane Maria Gil Schaeken. “A loucura de ser m?e: viv?ncias da maternidade por mulheres em sofrimento ps?quico em Manaus, Amazonas.” 2019. Web. 28 Jan 2020.

Vancouver:

Rosseti DMGS. A loucura de ser m?e: viv?ncias da maternidade por mulheres em sofrimento ps?quico em Manaus, Amazonas. [Internet] [Masters thesis]. Universidade Federal do Amazonas; 2019. [cited 2020 Jan 28]. Available from: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/7437.

Council of Science Editors:

Rosseti DMGS. A loucura de ser m?e: viv?ncias da maternidade por mulheres em sofrimento ps?quico em Manaus, Amazonas. [Masters Thesis]. Universidade Federal do Amazonas; 2019. Available from: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/7437

.