Advanced search options

Advanced Search Options 🞨

Browse by author name (“Author name starts with…”).

Find ETDs with:

in
/  
in
/  
in
/  
in

Written in Published in Earliest date Latest date

Sorted by

Results per page:

Sorted by: relevance · author · university · dateNew search

You searched for +publisher:"Universidade Federal do Amazonas" +contributor:("82916110763"). Showing records 1 – 3 of 3 total matches.

Search Limiters

Last 2 Years | English Only

No search limiters apply to these results.

▼ Search Limiters

1. Melo, Célio Henrique de. Qualidade de vida após tratamento cirúrgico de prolapso de órgão pélvico em pacientes de ambulatório de referência no Amazonas.

Degree: 2019, Universidade Federal do Amazonas

JUSTIFICATIVA: Prolapso de órgão pélvico (POP) é um problema de saúde que afeta mulheres de todo o mundo, com risco estimado entre 11 e 19% de haver a necessidade de um procedimento cirúrgico para a sua correção. Raramente, resulta em morbidade e mortalidade significativas, mas altera vários aspectos da qualidade de vida da mulher. Logo, é acertado constatar que a cirurgia de reparação do dano físico pode trazer consigo a diminuição do dano psicológico e melhorar a qualidade de vida das pacientes. Muitos trabalhos são publicados mundialmente sobre POP, porém nenhum estudo foi encontrado na busca bibliográfica em relação à qualidade de vida das mulheres da região, após terem sido submetidas ao tratamento cirúrgico. Com efeito, reforça-se a necessidade de realização deste trabalho para início de novas e transversais pesquisas a respeito deste e dos demais temas conexos. OBJETIVOS: Avaliar a qualidade de vida das pacientes após tratamento cirúrgico de prolapso de órgão pélvico; objetivos específicos: Identificar as queixas das pacientes antes do procedimento cirúrgico; comparar as informações relativas à qualidade de vida pré e pós-operatória; comparar os resultados obtidos com os apresentados na literatura médica do nosso país. METODOLOGIA: Foi realizado um estudo transversal, descritivo de caráter analítico no Serviço de cirurgia ginecológica do Ambulatório Araújo Lima, pertencente ao Hospital Universitário Getúlio Vargas (HUGV), Manaus, AM. Foram coletados os dados de 63 pacientes que se enquadraram nos critérios de seleção, em seguida, foram submetidas à avaliação médico-ginecológica e à aplicação do Pelvic Organ Prolapse Quantification system (POP-Q) com o pesquisador principal deste estudo e, em seguida, foram instruídas a preencher o questionário de qualidade de vida (P-QoL). Após os exames pré-operatórios, foi agendada a cirurgia. As participantes foram instruídas a retornar para a avaliação pós-operatória em 7, 30, 60 e 180 dias, e, na última consulta pós-operatória, responderem novamente o P-QoL e ser realizado o POP-Q. RESULTADOS: Foi demonstrada a melhora significativa na qualidade de vida das 63 mulheres avaliadas após cirurgia (p<0,0001), principalmente no que se refere ao impacto do prolapso. O fator de risco mais relevante nesta pesquisa foi a idade, que esteve relacionada ao estadiamento da doença e à qualidade de vida das mulheres avaliadas (p<0,05). Após 180 dias da cirurgia, observou-se que 89,9% das mulheres evoluíram ao estádio zero, e 11,1% delas evoluíram ao estádio I da doença, demonstrando importante melhora. CONCLUSÕES: Os resultados obtidos no presente estudo estão de acordo com a maioria dos trabalhos publicados na literatura mundial, principalmente no que se refere ao êxito do procedimento clínico-cirúrgico e à melhora da qualidade de vida das pacientes. O estudo demonstrou que entender a doença do ponto de vista da paciente é um importante indicador da eficácia do tratamento realizado.

BACKGROUND: Pelvic organ prolapse (POP) is a health problem that affects women worldwide, with a…

Advisors/Committee Members: Brum, Ione Rodrigues, 82916110763, http://lattes.cnpq.br/7149338419910496, Silva, Maria Riselda Vinhote da, http://lattes.cnpq.br/5469269879112304, Nunes, Juscimar Carneiro, http://lattes.cnpq.br/5176111589367570, Chalub, Sidney Raimundo Silva, http://lattes.cnpq.br/5812725313675937, [email protected].

Subjects/Keywords: Prolapso de órgão pélvico; Cistocele; Retocele; Hérnia; CIÊNCIAS DA SAÚDE: MEDICINA: CIRURGIA

Record DetailsSimilar RecordsGoogle PlusoneFacebookTwitterCiteULikeMendeleyreddit

APA · Chicago · MLA · Vancouver · CSE | Export to Zotero / EndNote / Reference Manager

APA (6th Edition):

Melo, C. H. d. (2019). Qualidade de vida após tratamento cirúrgico de prolapso de órgão pélvico em pacientes de ambulatório de referência no Amazonas. (Masters Thesis). Universidade Federal do Amazonas. Retrieved from https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/6969

Chicago Manual of Style (16th Edition):

Melo, Célio Henrique de. “Qualidade de vida após tratamento cirúrgico de prolapso de órgão pélvico em pacientes de ambulatório de referência no Amazonas.” 2019. Masters Thesis, Universidade Federal do Amazonas. Accessed December 02, 2020. https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/6969.

MLA Handbook (7th Edition):

Melo, Célio Henrique de. “Qualidade de vida após tratamento cirúrgico de prolapso de órgão pélvico em pacientes de ambulatório de referência no Amazonas.” 2019. Web. 02 Dec 2020.

Vancouver:

Melo CHd. Qualidade de vida após tratamento cirúrgico de prolapso de órgão pélvico em pacientes de ambulatório de referência no Amazonas. [Internet] [Masters thesis]. Universidade Federal do Amazonas; 2019. [cited 2020 Dec 02]. Available from: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/6969.

Council of Science Editors:

Melo CHd. Qualidade de vida após tratamento cirúrgico de prolapso de órgão pélvico em pacientes de ambulatório de referência no Amazonas. [Masters Thesis]. Universidade Federal do Amazonas; 2019. Available from: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/6969

2. Santos, Agnaldo Barroso dos. Análise do perfil sociodemográfico de pacientes que buscam primeiro atendimento por lesão mamária suspeita de malignidade em hospital de referência no Amazonas.

Degree: 2019, Universidade Federal do Amazonas

JUSTIFICATIVA: O câncer de mama é uma das principais causas de morte por neoplasias malignas no mundo. No Brasil, sem considerar os tumores de pele não melanoma, o câncer de mama é o mais prevalente entre as mulheres. A Lei 12.732/12 determina que o pacientes com neoplasia mamária deve ter início do tratamento em 60 dias, contudo, observa-se que em alguns serviços essa prática clínica seja dificultada devido ao atendimento de lesões de menor suspeição, demora para realização de exames complementares, biópsia e liberação de laudos histopatológicos. As consultas na FCECON são marcadas em média, para 20 a 30 dias após a triagem, propiciando maior demanda de tempo para atendimento, configurando atraso para tomada de condutas, diagnóstico e início da terapêutica, prioritários em pacientes com lesões suspeitas. OBJETIVOS: Geral: Analisar o perfil sociodemográfico dos pacientes que buscam a Fundação Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas (FCECON) para investigação de lesões mamárias. Específicos: Descrever as lesões mamárias mais frequentes, identificar o tempo de atraso entre as etapas diagnósticas até a chegada a FCECON, propor estratégias para agilizar o atendimento dentro da instituição. MÉTODO: presente estudo observacional e analítico e de corte transversal. Foi aplicado um questionário semiestruturado, com aspectos relacionados a características sociodemográficas, resultado de exames e tempo do primeiro sintoma até a chegada na unidade. RESULTADOS: A faixa etária dos pacientes atendidos foi entre 40-50 anos e a raça parda a mais prevalente (50,7%). O estágio da doença foi tardio em 50% dos pacientes (IIB a IIIC). A maioria dos pacientes era procedente de Manaus (72,7%). O tempo médio entre o aparecimento dos sintomas e a chegada a triagem da FCECON foi de 8,3 meses e entre o sintoma e o diagnóstico de 6,8 meses. CONCLUSÕES: Demonstrou-se neste estudo as principais características sociodemográficas dos pacientes atendidos na FCECON, as lesões mais frequentes e o atraso entre o diagnóstico e o tratamento. A partir desses dados foram propostos dois fluxogramas para dar celeridade no atendimento de pacientes com lesões suspeitas após a admissão na instituição.

BACKGROUND: Breast cancer is one of the leading causes of death from malignant neoplasms worldwide. In Brazil, without considering non-melanoma skin tumors, breast cancer is the most prevalent among women. Law 12.732 / 12 determines that patients with breast cancer should start treatment in 60 days, however, it is observed that in some services this clinical practice is hampered due to the attendance of lesions of lesser suspicion, delay to perform complementary tests, biopsy and release of histopathological reports. The FCECON consultations are marked on average for 20 to 30 days after screening, providing a greater demand for time to attend, setting up a delay for conduction, diagnosis and initiation of therapy, priority in patients with suspected lesions. OBJECTIVES: General: To analyze the sociodemographic profile of patients who seek the…

Advisors/Committee Members: Brum, Ione Rodrigues, 82916110763, http://lattes.cnpq.br/7149338419910496, Ono, Lia Mizobe, http://lattes.cnpq.br/9062610687274439, Batista, Bruno Bellaguarda, 65664604387, http://lattes.cnpq.br/6170543311749874, Costa, Cleinaldo de Almeida, 16140761204, http://lattes.cnpq.br/1726129681219575, [email protected].

Subjects/Keywords: Câncer de mama; Diagnóstico tardio; Oncologia; CIÊNCIAS DA SAÚDE: MEDICINA: CIRURGIA

Record DetailsSimilar RecordsGoogle PlusoneFacebookTwitterCiteULikeMendeleyreddit

APA · Chicago · MLA · Vancouver · CSE | Export to Zotero / EndNote / Reference Manager

APA (6th Edition):

Santos, A. B. d. (2019). Análise do perfil sociodemográfico de pacientes que buscam primeiro atendimento por lesão mamária suspeita de malignidade em hospital de referência no Amazonas. (Masters Thesis). Universidade Federal do Amazonas. Retrieved from https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/7060

Chicago Manual of Style (16th Edition):

Santos, Agnaldo Barroso dos. “Análise do perfil sociodemográfico de pacientes que buscam primeiro atendimento por lesão mamária suspeita de malignidade em hospital de referência no Amazonas.” 2019. Masters Thesis, Universidade Federal do Amazonas. Accessed December 02, 2020. https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/7060.

MLA Handbook (7th Edition):

Santos, Agnaldo Barroso dos. “Análise do perfil sociodemográfico de pacientes que buscam primeiro atendimento por lesão mamária suspeita de malignidade em hospital de referência no Amazonas.” 2019. Web. 02 Dec 2020.

Vancouver:

Santos ABd. Análise do perfil sociodemográfico de pacientes que buscam primeiro atendimento por lesão mamária suspeita de malignidade em hospital de referência no Amazonas. [Internet] [Masters thesis]. Universidade Federal do Amazonas; 2019. [cited 2020 Dec 02]. Available from: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/7060.

Council of Science Editors:

Santos ABd. Análise do perfil sociodemográfico de pacientes que buscam primeiro atendimento por lesão mamária suspeita de malignidade em hospital de referência no Amazonas. [Masters Thesis]. Universidade Federal do Amazonas; 2019. Available from: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/7060

3. Paolino, Bruno Monção. Análise dos subtipos imunoistoquímicos de câncer de mama em um hospital de referência oncológica no Amazonas.

Degree: 2018, Universidade Federal do Amazonas

JUSTIFICATIVA: O câncer de mama é a neoplasia mais frequente na população feminina mundial. No Brasil estima-se para 2018, 59.700 casos novos, sendo a principal causa oncológica de óbito feminino no país. A expressão dos receptores hormonais receptores de estrogênio (RE) e de progesterona (RP) e a superexpressão do receptor-2 do fator de crescimento epidérmico humano (HER2) foram identificadas como importantes fatores preditivos entre as pacientes com câncer de mama, sendo atualmente usados para definição do tratamento e estabelecimento do prognóstico da doença. OBJETIVOS: O objetivo geral foi caracterizar a frequência dos subtipos imunoistoquímicos dos cânceres de mama invasivos atendidos na Fundação Centro de controle de Oncologia do Estado do Amazonas (FCECON) que possuem registro no laboratório de patologia daquela instituição, e como objetivos específicos:i) identificar a frequência de positividade de receptores hormonais nos carcinomas in situ (CIS); ii) identificar a frequência dos subtipos histopatológicos dos casos da casuística; iii) associar a idade e o sexo dos pacientes da casuística segundo o status histopatológico e imunoistoquímico da lesão; e; iv) sugerir estratégias que facilitem a divulgação e o entendimento do significado dos resultados da imunoistoquímica para pacientes com câncer de mama usando dados da pesquisa. MÉTODO: Foi realizado um estudo observacional,transversal, descritivo, retrospectivo de pacientes com diagnóstico de câncer de mama e com laudo imunoistoquímico nos arquivos do laboratório de patologia da FCECON, Manaus, Amazonas, no período de 9 anos. Os dados foram obtidos de fontes secundárias de dados e posteriormente incluídos em banco de dados no EXCEL e transferidos para STATA® Versão 13 onde foram realizados os cálculos estatísticos. RESULTADOS: Foram estudados 1604 casos de pacientes com diagnóstico de câncer de mama atendidas na FCECON no período de 2008 até 2016, média 178,2 casos por ano. Destes 1597 (99,6%) foram casos femininos e 7 (0,4%) masculinos. Nos casos femininos a idade variou de 25 a 95 anos (media 52,6 anos). A porcentagem de mulheres abaixo de 40 anos foi de 14,8%, ≥ 40 anos e < 65 anos foi de 68,2% e ≥ 65 anos foi de 17%. O tipo histopatológico mais frequente foi o carcinoma ductal invasivo sem outra especificação (CDI) com 89,9 %. Pela classificação imunoistoquímica dos carcinomas invasivos o subtipo mais comum foi o luminal B (LB) com 32,6 % dos casos seguido pelo Triplo Negativo (TN) 24,3%. Foi observada uma diferença entre a frequência dos subtipos imunoistoquímicos entre as faixas etárias (p<0,001), sendo a média de idade do LA a mais alta com 57,2 anos e LH a mais baixa com 49,9 anos seguido pelo TN 51,1 anos (p<0,001). CONCLUSÃO: De um modo geral as pacientes são predominantemente do sexo feminino, o CDI e o LB foram respectivamente o tipo histológico e imunoistoquímico mais frequentes dos cânceres invasivos. Houve uma diferença estatisticamente significativa na frequência por idades dos tipos histológicos e imunoistoquímicos nos cânceres invasivos. O… Advisors/Committee Members: Brum, Ione Rodrigues, 82916110763, http://lattes.cnpq.br/7149338419910496, http://lattes.cnpq.br/7149338419910496, Byk, Jonas, 03897156970, http://lattes.cnpq.br/5345312521055243, Pinheiro, Rossiclei de Souza, 13533975215, http://lattes.cnpq.br/1295114110956560, Nunes, Juscimar, 15380793215, http://lattes.cnpq.br/5176111589367570, Mendonça, Luciana, 40503593249, http://lattes.cnpq.br/5376739841367427, [email protected].

Subjects/Keywords: Câncer de mama; Imuno-histoquímica; Anatomia patológica; CIÊNCIAS DA SAÚDE

Record DetailsSimilar RecordsGoogle PlusoneFacebookTwitterCiteULikeMendeleyreddit

APA · Chicago · MLA · Vancouver · CSE | Export to Zotero / EndNote / Reference Manager

APA (6th Edition):

Paolino, B. M. (2018). Análise dos subtipos imunoistoquímicos de câncer de mama em um hospital de referência oncológica no Amazonas. (Masters Thesis). Universidade Federal do Amazonas. Retrieved from https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/6808

Chicago Manual of Style (16th Edition):

Paolino, Bruno Monção. “Análise dos subtipos imunoistoquímicos de câncer de mama em um hospital de referência oncológica no Amazonas.” 2018. Masters Thesis, Universidade Federal do Amazonas. Accessed December 02, 2020. https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/6808.

MLA Handbook (7th Edition):

Paolino, Bruno Monção. “Análise dos subtipos imunoistoquímicos de câncer de mama em um hospital de referência oncológica no Amazonas.” 2018. Web. 02 Dec 2020.

Vancouver:

Paolino BM. Análise dos subtipos imunoistoquímicos de câncer de mama em um hospital de referência oncológica no Amazonas. [Internet] [Masters thesis]. Universidade Federal do Amazonas; 2018. [cited 2020 Dec 02]. Available from: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/6808.

Council of Science Editors:

Paolino BM. Análise dos subtipos imunoistoquímicos de câncer de mama em um hospital de referência oncológica no Amazonas. [Masters Thesis]. Universidade Federal do Amazonas; 2018. Available from: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/6808

.