Advanced search options

Advanced Search Options 🞨

Browse by author name (“Author name starts with…”).

Find ETDs with:

in
/  
in
/  
in
/  
in

Written in Published in Earliest date Latest date

Sorted by

Results per page:

Sorted by: relevance · author · university · dateNew search

You searched for +publisher:"Universidade Federal do Amazonas" +contributor:("705.713.762-15"). Showing records 1 – 3 of 3 total matches.

Search Limiters

Last 2 Years | English Only

No search limiters apply to these results.

▼ Search Limiters

1. Costa, Raissa Afonso da. Relação entre os parâmetros periodontais e de controle glicêmico em pacientes com diabetes mellitus tipo 2.

Degree: 2015, Universidade Federal do Amazonas

Doença Periodontal (DP) e Diabetes Mellitus (DM) são patologias crônicas de alta prevalência na população adulta e idosa em todo o mundo. Há evidências da relação bidirecional entre ambos os agravos, ou seja, o DM constitui-se como fator de risco para a DP e a DP pode dificultar o controle do diabetes, resultando em um ciclo de causas e efeitos com consequências danosas à saúde dos indivíduos. Esse estudo transversal almejou traçar o perfil socioeconômico da população diabética cadastrada no programa Hiperdia na cidade de Manaus, Amazonas e mensurar a condição periodontal desses usuários, buscando uma possível relação entre os parâmetros periodontais e de controle glicêmico. Um total de 209 diabéticos tipo 2 provenientes dos 4 distritos urbanos de saúde participou da pesquisa que consistiu de três etapas: entrevista, exame físico e periodontal e exame laboratorial. Os dados foram analisados no software estatístico Stata SE versão 10.1. Foram aplicados os testes de qui-quadrado, correlação de Spearman, análise bivariada e regressão logística multivariada. A população do estudo apresentou idade média de 55 anos, com prevalência do sexo feminino, raça parda, renda de 1 a 3 salários mínimos, ensino médio completo, média de 8 anos de DM, sendo a maioria hipertensa e 37,8% tinham outras comorbidades, como nefropatia e retinopatia; as médias de glicemia (GJ) e hemoglobina glicada (HbA1c) foram 181,96 mg/dL e 7,92%, respectivamente. Houve correlação positiva significativa entre HbA1c e índice de placa - IP (r = 0,31; p < 0,001), índice gengival - IG (r = 0,24; p < 0,001), profundidade de sondagem - PS (r = 0,19; p = 0,007) e nível de inserção clínica - NIC (r = 0,23; p < 0,001) e entre a GJ e IP (r = 0,42; p < 0,001), IG (r = 0,37; p < 0,001), PS (r = 0,30; p < 0,001), NIC (r = 0,26 p < 0,001) e mobilidade (r = 0,14; p = 0,031). Os indivíduos com diagnóstico periodontite (208) foram divididos em dois grupos: periodontite leve/moderada e periodontite severa. Na análise bivariada foi constatada associação entre as variáveis idade ≥ 50 anos (p = 0,019), tempo sem assistência odontológica maior que 2 anos (p = 0,021), não uso do fio dental (p = 0,039), tempo de experiência com o DM > 4 anos (p = 0,013), IP e IG ≥ 50% (p < 0,001 e p = 0,003), HbA1c ≥ 9% (p < 0,001) e GJ > 110 mg/dL (p < 0,001) como fatores de risco e sexo feminino (p =0,025), 9 a 12 anos de estudo (p = 0,025) e não uso de insulina (p = 0,032) como fatores de proteção para o desfecho periodontite severa. Após a regressão logística multivariada, observou-se que idade ≥ 50 anos (RC = 2,36; IC: [1,10-5,04]; p = 0,027) e HbA1c ≥ 9% (RC = 9,05; IC: [2,98-27,51]; p < 0,001) eram fatores de risco e sexo feminino (RC = 0,47; IC: [0,23-0,99]; p = 0,047), 9 a 12 anos de estudo (RC = 0,51; IC: [0,17-1,69]; p = 0,287) e não uso de insulina (RC = 0,33; IC: [0,12-0,85]; p = 0,023) eram fatores protetores para periodontite severa. Concluiu-se com os resultados obtidos que indivíduos com HbA1c ≥ 9% têm 9,05 vezes mais chance de ter periodontite severa e que, considerando a alta… Advisors/Committee Members: Pimentel, Adriana Corrêa de Queiroz, 705.713.762-15, http://lattes.cnpq.br/7995668886167934, Rebelo, Maria Augusta Bessa, 136.374.012-15, http://lattes.cnpq.br/0926280567029877.

Subjects/Keywords: Doença Periodontal; Diabetes Melittus tipo 2; Parâmetros periodontais; Parâmetros de controle glicêmico; Hemoglobina glicada; Controle do diabetes; Periodontal disease; Glycated haemoglobin; CIÊNCIAS DA SAÚDE: ODONTOLOGIA

Record DetailsSimilar RecordsGoogle PlusoneFacebookTwitterCiteULikeMendeleyreddit

APA · Chicago · MLA · Vancouver · CSE | Export to Zotero / EndNote / Reference Manager

APA (6th Edition):

Costa, R. A. d. (2015). Relação entre os parâmetros periodontais e de controle glicêmico em pacientes com diabetes mellitus tipo 2. (Masters Thesis). Universidade Federal do Amazonas. Retrieved from http://tede.ufam.edu.br/handle/tede/4064

Chicago Manual of Style (16th Edition):

Costa, Raissa Afonso da. “Relação entre os parâmetros periodontais e de controle glicêmico em pacientes com diabetes mellitus tipo 2.” 2015. Masters Thesis, Universidade Federal do Amazonas. Accessed December 08, 2019. http://tede.ufam.edu.br/handle/tede/4064.

MLA Handbook (7th Edition):

Costa, Raissa Afonso da. “Relação entre os parâmetros periodontais e de controle glicêmico em pacientes com diabetes mellitus tipo 2.” 2015. Web. 08 Dec 2019.

Vancouver:

Costa RAd. Relação entre os parâmetros periodontais e de controle glicêmico em pacientes com diabetes mellitus tipo 2. [Internet] [Masters thesis]. Universidade Federal do Amazonas; 2015. [cited 2019 Dec 08]. Available from: http://tede.ufam.edu.br/handle/tede/4064.

Council of Science Editors:

Costa RAd. Relação entre os parâmetros periodontais e de controle glicêmico em pacientes com diabetes mellitus tipo 2. [Masters Thesis]. Universidade Federal do Amazonas; 2015. Available from: http://tede.ufam.edu.br/handle/tede/4064

2. Gomes, Andréia Coelho. Relação entre condição socioeconômica, apoio social, fatores psicossociais, comportamentos relacionados à saúde bucal e condição periodontal em adolescentes: um estudo longitudinal.

Degree: 2019, Universidade Federal do Amazonas

A saúde bucal dos indivíduos não é influenciada apenas por determinantes biológicos. O papel de outros fatores, como fatores ambientais, psicossocias e comportamentais no desenvolvimento de doenças e condições bucais vem sendo investigado. Este estudo tem como objetivo avaliar longitudinalmente a relação entre condição socioeconômica, apoio social, fatores psicossociais, frequência de escovação dentária, tabagismo e condição periodontal (gengivite e cálculo dentário) em adolescentes. Uma amostra de 359 adolescentes de escolas públicas situadas em uma zona urbana caracterizada por baixos indicadores sociais, em Manaus, Amazonas, foi avaliada em 12 meses utilizando um modelo teórico conceitual através de modelagem de equação estrutural com 2 variáveis latentes e 16 variáveis observadas. Foram avaliados a condição socioeconômica e o senso de coerência, utilizando-se o instrumento sense of coherence (SOC-13) e crenças em saúde bucal dos adolescentes e de seus pais na linha de base; o apoio social, por meio do questionário social support appraisals, a frequência de escovação dentária e tabagismo dos adolescentes aos seis meses; e a condição periodontal dos estudantes, após 12 meses. Para avaliar a condição periodontal, foram examinados aleatoriamente um quadrante superior e o quadrante inferior diagonal da arcada dentária de cada aluno. Foi registrada a presença de sangramento gengival do elemento dentário quando pelo menos um dos seis sítios examinados em cada dente apresentou sangramento. Para o cálculo dentário, foi registrada sua presença ou ausência por dente. A análise descritiva dos dados revelou que o sexo feminino representou 56,5% da amostra, 40,1% apresentou renda familiar mensal entre R 441,00 e R880,00 e que 73% dos responsáveis tinham de 8 a 11 anos de estudo. A prevalência de sangramento gengival e cálculo dentário foi de 94,5% e 71,6% respectivamente. A maioria dos estudantes (91,9%) relatou que escovava os dentes três ou mais vezes ao dia e 5,3% deles já haviam fumado ou fumavam. A análise fatorial confirmatória do modelo de mensuração e a modelagem de equações estruturais confirmaram a adequação do modelo teórico proposto. Uma pior condição socioeconômica foi preditora direta de maior frequência de tabagismo. O tabagismo e a maior frequência de cálculo dentário foram preditores diretos para maior ocorrência de sangramento gengival. Crenças mais desfavoráveis em saúde bucal e senso de coerência fraco dos adolescentes foram indiretamente associados à maior frequência de sangramento gengival, via apoio social e tabagismo. Da mesma forma, crenças mais desfavoráveis e senso de coerência fraco dos responsáveis foi preditor indireto para maior sangramento, via tabagismo apenas. O cálculo dentário foi outra via possível no efeito indireto do senso de coerência dos responsáveis no sangramento gengival. Menor apoio social foi preditor indireto para maior frequência de sangramento gengival, via tabagismo. Os achados demonstraram que houve associação direta e inversa entre condição socioeconômica e o… Advisors/Committee Members: Pimentel, Adriana Correa de Queiroz, 705.713.762-15, http://lattes.cnpq.br/7995668886167934, Herkrath, Ana Paula Corrêa de Queiroz, 653.182.502-20, http://lattes.cnpq.br/3556466121518551, Vettore, Mario Vianna, 017.664.277-31, http://lattes.cnpq.br/1897292632542842, Silva, Andréa Neiva da Silva, 016.661.477-70, http://lattes.cnpq.br/1612255892300844, [email protected].

Subjects/Keywords: Gengivite; Condição socioeconômica; Apoio social; Fatores psicossociais; Comportamentos relacionados à saúde; CIÊNCIAS DA SAÚDE: ODONTOLOGIA

Record DetailsSimilar RecordsGoogle PlusoneFacebookTwitterCiteULikeMendeleyreddit

APA · Chicago · MLA · Vancouver · CSE | Export to Zotero / EndNote / Reference Manager

APA (6th Edition):

Gomes, A. C. (2019). Relação entre condição socioeconômica, apoio social, fatores psicossociais, comportamentos relacionados à saúde bucal e condição periodontal em adolescentes: um estudo longitudinal. (Masters Thesis). Universidade Federal do Amazonas. Retrieved from https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/7070

Chicago Manual of Style (16th Edition):

Gomes, Andréia Coelho. “Relação entre condição socioeconômica, apoio social, fatores psicossociais, comportamentos relacionados à saúde bucal e condição periodontal em adolescentes: um estudo longitudinal.” 2019. Masters Thesis, Universidade Federal do Amazonas. Accessed December 08, 2019. https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/7070.

MLA Handbook (7th Edition):

Gomes, Andréia Coelho. “Relação entre condição socioeconômica, apoio social, fatores psicossociais, comportamentos relacionados à saúde bucal e condição periodontal em adolescentes: um estudo longitudinal.” 2019. Web. 08 Dec 2019.

Vancouver:

Gomes AC. Relação entre condição socioeconômica, apoio social, fatores psicossociais, comportamentos relacionados à saúde bucal e condição periodontal em adolescentes: um estudo longitudinal. [Internet] [Masters thesis]. Universidade Federal do Amazonas; 2019. [cited 2019 Dec 08]. Available from: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/7070.

Council of Science Editors:

Gomes AC. Relação entre condição socioeconômica, apoio social, fatores psicossociais, comportamentos relacionados à saúde bucal e condição periodontal em adolescentes: um estudo longitudinal. [Masters Thesis]. Universidade Federal do Amazonas; 2019. Available from: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/7070

3. Gomes, Andr?ia Coelho. Rela??o entre condi??o socioecon?mica, apoio social, fatores psicossociais, comportamentos relacionados ? sa?de bucal e condi??o periodontal em adolescentes: um estudo longitudinal.

Degree: 2019, Universidade Federal do Amazonas

A sa?de bucal dos indiv?duos n?o ? influenciada apenas por determinantes biol?gicos. O papel de outros fatores, como fatores ambientais, psicossocias e comportamentais no desenvolvimento de doen?as e condi??es bucais vem sendo investigado. Este estudo tem como objetivo avaliar longitudinalmente a rela??o entre condi??o socioecon?mica, apoio social, fatores psicossociais, frequ?ncia de escova??o dent?ria, tabagismo e condi??o periodontal (gengivite e c?lculo dent?rio) em adolescentes. Uma amostra de 359 adolescentes de escolas p?blicas situadas em uma zona urbana caracterizada por baixos indicadores sociais, em Manaus, Amazonas, foi avaliada em 12 meses utilizando um modelo te?rico conceitual atrav?s de modelagem de equa??o estrutural com 2 vari?veis latentes e 16 vari?veis observadas. Foram avaliados a condi??o socioecon?mica e o senso de coer?ncia, utilizando-se o instrumento sense of coherence (SOC-13) e cren?as em sa?de bucal dos adolescentes e de seus pais na linha de base; o apoio social, por meio do question?rio social support appraisals, a frequ?ncia de escova??o dent?ria e tabagismo dos adolescentes aos seis meses; e a condi??o periodontal dos estudantes, ap?s 12 meses. Para avaliar a condi??o periodontal, foram examinados aleatoriamente um quadrante superior e o quadrante inferior diagonal da arcada dent?ria de cada aluno. Foi registrada a presen?a de sangramento gengival do elemento dent?rio quando pelo menos um dos seis s?tios examinados em cada dente apresentou sangramento. Para o c?lculo dent?rio, foi registrada sua presen?a ou aus?ncia por dente. A an?lise descritiva dos dados revelou que o sexo feminino representou 56,5% da amostra, 40,1% apresentou renda familiar mensal entre R 441,00 e R880,00 e que 73% dos respons?veis tinham de 8 a 11 anos de estudo. A preval?ncia de sangramento gengival e c?lculo dent?rio foi de 94,5% e 71,6% respectivamente. A maioria dos estudantes (91,9%) relatou que escovava os dentes tr?s ou mais vezes ao dia e 5,3% deles j? haviam fumado ou fumavam. A an?lise fatorial confirmat?ria do modelo de mensura??o e a modelagem de equa??es estruturais confirmaram a adequa??o do modelo te?rico proposto. Uma pior condi??o socioecon?mica foi preditora direta de maior frequ?ncia de tabagismo. O tabagismo e a maior frequ?ncia de c?lculo dent?rio foram preditores diretos para maior ocorr?ncia de sangramento gengival. Cren?as mais desfavor?veis em sa?de bucal e senso de coer?ncia fraco dos adolescentes foram indiretamente associados ? maior frequ?ncia de sangramento gengival, via apoio social e tabagismo. Da mesma forma, cren?as mais desfavor?veis e senso de coer?ncia fraco dos respons?veis foi preditor indireto para maior sangramento, via tabagismo apenas. O c?lculo dent?rio foi outra via poss?vel no efeito indireto do senso de coer?ncia dos respons?veis no sangramento gengival. Menor apoio social foi preditor indireto para maior frequ?ncia de sangramento gengival, via tabagismo. Os achados demonstraram que houve associa??o direta e inversa entre condi??o socioecon?mica e o… Advisors/Committee Members: Pimentel, Adriana Corr?a de Queiroz, 705.713.762-15, http://lattes.cnpq.br/7995668886167934, Herkrath, Ana Paula Corr?a de Queiroz, 653.182.502-20, http://lattes.cnpq.br/3556466121518551, Vettore, Mario Vianna, 017.664.277-31, http://lattes.cnpq.br/1897292632542842, Silva, Andr?a Neiva da Silva, 016.661.477-70, http://lattes.cnpq.br/1612255892300844, [email protected].

Subjects/Keywords: Gengivite; Condi??o socioecon?mica; Apoio social; Fatores psicossociais; Comportamentos relacionados ? sa?de; CI?NCIAS DA SA?DE: ODONTOLOGIA

Record DetailsSimilar RecordsGoogle PlusoneFacebookTwitterCiteULikeMendeleyreddit

APA · Chicago · MLA · Vancouver · CSE | Export to Zotero / EndNote / Reference Manager

APA (6th Edition):

Gomes, A. C. (2019). Rela??o entre condi??o socioecon?mica, apoio social, fatores psicossociais, comportamentos relacionados ? sa?de bucal e condi??o periodontal em adolescentes: um estudo longitudinal. (Masters Thesis). Universidade Federal do Amazonas. Retrieved from https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/7070

Chicago Manual of Style (16th Edition):

Gomes, Andr?ia Coelho. “Rela??o entre condi??o socioecon?mica, apoio social, fatores psicossociais, comportamentos relacionados ? sa?de bucal e condi??o periodontal em adolescentes: um estudo longitudinal.” 2019. Masters Thesis, Universidade Federal do Amazonas. Accessed December 08, 2019. https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/7070.

MLA Handbook (7th Edition):

Gomes, Andr?ia Coelho. “Rela??o entre condi??o socioecon?mica, apoio social, fatores psicossociais, comportamentos relacionados ? sa?de bucal e condi??o periodontal em adolescentes: um estudo longitudinal.” 2019. Web. 08 Dec 2019.

Vancouver:

Gomes AC. Rela??o entre condi??o socioecon?mica, apoio social, fatores psicossociais, comportamentos relacionados ? sa?de bucal e condi??o periodontal em adolescentes: um estudo longitudinal. [Internet] [Masters thesis]. Universidade Federal do Amazonas; 2019. [cited 2019 Dec 08]. Available from: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/7070.

Council of Science Editors:

Gomes AC. Rela??o entre condi??o socioecon?mica, apoio social, fatores psicossociais, comportamentos relacionados ? sa?de bucal e condi??o periodontal em adolescentes: um estudo longitudinal. [Masters Thesis]. Universidade Federal do Amazonas; 2019. Available from: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/7070

.