Advanced search options

Advanced Search Options 🞨

Browse by author name (“Author name starts with…”).

Find ETDs with:

in
/  
in
/  
in
/  
in

Written in Published in Earliest date Latest date

Sorted by

Results per page:

Sorted by: relevance · author · university · dateNew search

You searched for +publisher:"Universidade Federal do Amazonas" +contributor:("621.590.034-68"). Showing records 1 – 2 of 2 total matches.

Search Limiters

Last 2 Years | English Only

No search limiters apply to these results.

▼ Search Limiters

1. Loureiro, João Vitor Silva de. HCA e PCA de espectros FT-IR e UV-VIS de ácidos húmicos e DRX de solos de TPI.

Degree: 2015, Universidade Federal do Amazonas

A formação da Terra Preta de Índio (TPI) intriga muitos pesquisadores, por mais que exista muitas hipóteses, a mais plausível envolve atividades antrópicas, cuja origem está relacionada à deposição de restos de materiais de populações précolombianas. O que resultou em solos ricos em ácidos húmicos (AH), que são consideradas ligantes naturais mais amplamente distribuídos na natureza, o que contribui bastante para a fertilidade do solo. Neste estudo foi aplicado os métodos estatísticos de análises multivariadas como Análise de Agrupamentos Hierárquicos (HCA) e Análise de Componentes Principais (PCA) de espectros de infravermelho com Transformada de Fourier (FT-IR) e espectros de ultravioleta-visível (UV-Vis) para AH de oito sítios de TPI da região amazônica, e aplicado para espectros de difração de raios x (DRX) de solos dos mesmos oito sítios de TPI. Os métodos estatísticos foram aplicados com software R, que faz uso de normalização dos dados obtidos de cada espectro para geração dos resultados de HCA e PCA. Com ajuda das ferramentas do software R foi possível observar grupos funcionas ou estiramentos contribuíram positivamente, O-H, C=O e C=C, para gerar os gráficos de HCA e PCA extraídos dos espectros FTIR. Já para os resultados obtidos dos espectros UV-Vis não foi possível observar que grupamentos poderiam contribuir para geração do HCA e PCA. Quanto aos espectros dos de DRX foi possível observar que que na PC1 a caulinita e a ilita foram as que mais contribuíram positivamente para os gráficos, quanto que na PC2 a maior parte da contribuição foi do quartzo. Dessa forma, a simples aplicação de HCA e PCA nos espectros permitiu comparar os oitos sítios e classifica-los segundo similaridades dos espectros.

The formation of Terra Preta (TPI) intrigued many researchers, besides it has too many hypotheses, the most likely involves human activities, whose origin is related to the deposition of material remained of pre-Columbian populations. It resulted in soils rich in humic acid (HA) that are regarded as natural binders most widely distributed in nature, which greatly contributes to soil fertility. This study applied statistical methods of multivariate analyzes such as hierarchical cluster analysis (HCA), Principal Component Analysis (PCA), infrared spectra Fourier Transform (FT-IR) and ultraviolet-visible spectra (UV-Vis) AH ICC for eight sites in the Amazon region, and applied to spectra of X-ray diffraction (XRD) of soil same eight sites of the ICC. Statistical methods were applied using the R software that makes use of normalization of the data obtained from each spectrum to generate the results of PCA and HCA. Using r software tools, it was possible observe which functional groups and stretches contributed positively OH, C=O and C=C, to generate graphics of PCA and HCA extracted from the FT-IR spectra. As for the results of UV-Vis spectra it was not possible to observe that groups could contribute to generation of HCA and PCA. For the XRD spectra it was observed that the PC1 that kaolinite and illite were the most…

Advisors/Committee Members: Barros, Ivoneide de Carvalho Lopes, 621.590.034-68, http://lattes.cnpq.br/5272867419216787, Santana, Genilson Pereira, http://lattes.cnpq.br/3304605845319238.

Subjects/Keywords: Terra preta de índio; Transformada de Fourier (FT-IR); Agrupamentos Hierárquicos (HCA); Ácido húmico; Análise de Componentes Principais (PCA); Black Indian earth; Humic acid; CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA: QUÍMICA

Record DetailsSimilar RecordsGoogle PlusoneFacebookTwitterCiteULikeMendeleyreddit

APA · Chicago · MLA · Vancouver · CSE | Export to Zotero / EndNote / Reference Manager

APA (6th Edition):

Loureiro, J. V. S. d. (2015). HCA e PCA de espectros FT-IR e UV-VIS de ácidos húmicos e DRX de solos de TPI. (Masters Thesis). Universidade Federal do Amazonas. Retrieved from http://tede.ufam.edu.br/handle/tede/4669

Chicago Manual of Style (16th Edition):

Loureiro, João Vitor Silva de. “HCA e PCA de espectros FT-IR e UV-VIS de ácidos húmicos e DRX de solos de TPI.” 2015. Masters Thesis, Universidade Federal do Amazonas. Accessed October 22, 2020. http://tede.ufam.edu.br/handle/tede/4669.

MLA Handbook (7th Edition):

Loureiro, João Vitor Silva de. “HCA e PCA de espectros FT-IR e UV-VIS de ácidos húmicos e DRX de solos de TPI.” 2015. Web. 22 Oct 2020.

Vancouver:

Loureiro JVSd. HCA e PCA de espectros FT-IR e UV-VIS de ácidos húmicos e DRX de solos de TPI. [Internet] [Masters thesis]. Universidade Federal do Amazonas; 2015. [cited 2020 Oct 22]. Available from: http://tede.ufam.edu.br/handle/tede/4669.

Council of Science Editors:

Loureiro JVSd. HCA e PCA de espectros FT-IR e UV-VIS de ácidos húmicos e DRX de solos de TPI. [Masters Thesis]. Universidade Federal do Amazonas; 2015. Available from: http://tede.ufam.edu.br/handle/tede/4669

2. Santos, Vanuza Oliveira dos. Aproveitamento do óleo de fritura residual para produção de Biodiesel em Manaus.

Degree: 2011, Universidade Federal do Amazonas

O processo de fritura é um procedimento rápido e bastante apreciado pela população, em vista dos alimentos adquirirem características sensoriais agradáveis. São inúmeras as substâncias que alteram a qualidade do óleo e dos alimentos fritos obtidas por meio de reações hidrolíticas, oxidativas e termoxidativas. A ingestão destas substâncias é nociva à saúde e o descarte em local inapropriado, tais como, pias/ralos, igarapés e esgotos podem agravar problemas ambientais, pois além de promover a poluição dos rios, leva ao encarecimento do tratamento de água e de esgoto e a proliferação de insetos. Este trabalho foi conduzido para avaliar o nível de degradação dos óleos de fritura residual (OFR) e seu aproveitamento como matéria-prima para produção de biodiesel, proporcionando um conhecimento/domínio da tecnologia de transformação do óleo de fritura residual na nossa região, e, consequentemente, agregar valor econômico a este resíduo e minimizar os problemas ambientais causados pelo seu descarte. Diferentes amostras de óleo de fritura residual: de restaurante, de residência e de pastelaria foram coletadas e caracterizadas pelos métodos analíticos de acordo com a metodologia do Instituto Adolfo Lutz, os resultados de ácidos graxos livres foi abaixo de 1%, o índice de acidez em média de 1,25 mg KOH/g óleo, índice de peróxido abaixo de 10 meq de O2/Kg óleo, índice de saponificação variou de 110,13 a 228,6 mg KOH/g óleo e índice de iodo na faixa de 85,96 a 106,17g I2.100g-1. A composição em ácidos graxos desses óleos foi análoga ao do óleo de soja refinado, com predominância de ácido palmítico (C16:0), ácido oléico (C18:1) e ácido linoléico (C18:2). A viscosidade foi em média de 43,65 mm2.s-1 e a densidade média foi de 0,9210 g.cm-3. As amostras de pastelaria tiveram valores superiores nestes parâmetros, decorrente da polimerização do óleo. No teste Rancimat as amostras de fritura de residência em relação às de restaurante e de pastelaria apresentaram maior resistência à oxidação. As reações de transesterificação via catálise alcalina foram realizadas em sistema de refluxo e no reator PARR (modelo 5500), nas condições otimizadas, razão molar 1:6 (óleo: metanol), 1% de NaOH, tempo reacional de 60 minutos e temperatura de 65 °C e 70 °C. Obtiveram rendimentos em biodiesel em média de 90% e de 87%, respectivamente. As amostras de biodiesel de OFR foram caracterizadas por espectroscopia na região do infravermelho, com espectro característico de ésteres metílicos. O biodiesel de OFR apresentou valores de estabilidade oxidativa inferior ao valor recomendado (6 h), devido aos processos de degradação advindos do processo de fritura. Com os resultados da TG/DTG em atmosfera inerte, foi possível analisar a volatilidade desse biodiesel e a estabilidade térmica. Os parâmetros do biodiesel de OFR apresentaram-se de acordo com a resolução da ANP, a saber, índice de acidez, índice de iodo, viscosidade e densidade. Este estudo indicou que Manaus possui uma oferta potencial de 296.100 litros mensais de óleo… Advisors/Committee Members: Barros, Ivoneide de Carvalho Lopes, 621.590.034-68, http://lattes.cnpq.br/5272867419216787, Chaar, Jamal da Silva, Correa, José de Castro.

Subjects/Keywords: Óleo de fritura residual; Biodiesel; Viabilidade econômica; Waste frying oil; Economic viability; CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA: QUÍMICA

Record DetailsSimilar RecordsGoogle PlusoneFacebookTwitterCiteULikeMendeleyreddit

APA · Chicago · MLA · Vancouver · CSE | Export to Zotero / EndNote / Reference Manager

APA (6th Edition):

Santos, V. O. d. (2011). Aproveitamento do óleo de fritura residual para produção de Biodiesel em Manaus. (Masters Thesis). Universidade Federal do Amazonas. Retrieved from http://tede.ufam.edu.br/handle/handle/4471

Chicago Manual of Style (16th Edition):

Santos, Vanuza Oliveira dos. “Aproveitamento do óleo de fritura residual para produção de Biodiesel em Manaus.” 2011. Masters Thesis, Universidade Federal do Amazonas. Accessed October 22, 2020. http://tede.ufam.edu.br/handle/handle/4471.

MLA Handbook (7th Edition):

Santos, Vanuza Oliveira dos. “Aproveitamento do óleo de fritura residual para produção de Biodiesel em Manaus.” 2011. Web. 22 Oct 2020.

Vancouver:

Santos VOd. Aproveitamento do óleo de fritura residual para produção de Biodiesel em Manaus. [Internet] [Masters thesis]. Universidade Federal do Amazonas; 2011. [cited 2020 Oct 22]. Available from: http://tede.ufam.edu.br/handle/handle/4471.

Council of Science Editors:

Santos VOd. Aproveitamento do óleo de fritura residual para produção de Biodiesel em Manaus. [Masters Thesis]. Universidade Federal do Amazonas; 2011. Available from: http://tede.ufam.edu.br/handle/handle/4471

.