Advanced search options

Advanced Search Options 🞨

Browse by author name (“Author name starts with…”).

Find ETDs with:

in
/  
in
/  
in
/  
in

Written in Published in Earliest date Latest date

Sorted by

Results per page:

Sorted by: relevance · author · university · dateNew search

You searched for +publisher:"Universidade Federal do Amazonas" +contributor:("54812550220"). Showing records 1 – 2 of 2 total matches.

Search Limiters

Last 2 Years | English Only

No search limiters apply to these results.

▼ Search Limiters

1. Canto, Delana de Souza. Interação homem e animal de estimação: um estudo acerca da posse de animais silvestres na cidade de Lábrea – AM.

Degree: 2016, Universidade Federal do Amazonas

Em diferentes regiões do Brasil, é possível verificar a presença de espécimes da fauna silvestre como animais de estimação nas residências, mesmo nas áreas urbanas. Embora haja uma legislação ambiental peculiarmente restritiva sobre a posse de espécies silvestres, além de campanhas promovidas pelos órgãos de proteção que visam dar orientação aos compradores e a sociedade, a posse ilegal ainda é um problema que se prolonga no tempo. No Amazonas, essa realidade pode ser evidenciada no cotidiano tanto das cidades como das zonas rurais. Nesse sentido, este trabalho teve como objetivo geral compreender por que as pessoas continuam criando animais silvestres como animais de estimação na cidade de Lábrea, no Amazonas. Para estudo de campo, foram aplicados formulários e realizadas entrevistas individuais com 65 donos de animais e também com 04 agentes do setor da proteção ambiental. Após a coleta de dados em campo, os mesmos foram organizados em planilhas no programa Excel, analisados e interpretados. As informações mais subjetivas do formulário foram sintetizadas por meio de tabelas e gráficos, o que requereu primeiramente a análise dos discursos e o agrupamento das ideias veiculadas em categorias mais simples. Tabelas e ilustrações foram feitas com intuito de descrever e resumir os dados. Após análise, evidenciou-se que todos os motivos que influenciaram na decisão de criar animais silvestres para estimação são antropocêntricos, pois posicionam o homem como principal destaque na relação entre o homem e animal e considerando o primeiro acima do segundo. A posse representa uma prática ligada ao costume local, pois independentemente do nível escolar ou condição social, a maioria dos entrevistados afirmou que “sempre teve animal silvestre por perto”. Isso significa que, desde cedo, tiveram esse tipo de contato, através dos pais, amigos ou vizinhos. Nesta perspectiva, a posse pode ser fruto dos costumes intrínsecos à cultura e aos modos de vida locais. Em relação às campanhas de informações, a maior parte não tem conhecimento a esse respeito, por parte de nenhuma instituição. Na perspectiva dos entrevistados, as proibições do IBAMA (como a posse para estimação sem autorização legal e aquisição de criadouro autorizado) acerca da posse ilegal não possuem justificativas razoáveis, pois não fazem distinção entre a posse oriunda de tráficos diversos (julgada imoral e com impacto negativo para os animais) e a posse de escala local (julgada não prejudicial para os animais). Outros acreditam que as proibições beneficiam apenas o governo, por meio de seus órgãos e limitam a posse legalizada às classes sociais privilegiadas. De forma geral, observou-se que os riscos sociais, sanitários e ambientais inerentes à posse de animais silvestres são desconhecidos pelos criadores. Mais da metade dos participantes não associa a posse com consequências para os animais, nem para a sociedade ou ao ambiente como um todo. Para alguns, isso se deve ao desconhecimento sobre os temas abordados na pesquisa, especialmente… Advisors/Committee Members: Marchand, Guillaume Antoine Emile Louis, 54812550220, http://lattes.cnpq.br/0258551655553311, Pereira, Henrique dos Santos, Fraxe, Therezinha de Jesus Pinto, Ribeiro, Ricardo Agum.

Subjects/Keywords: Animal silvestre; Animal de estimação; Ambiente doméstico; Posse de animais; CIÊNCIAS AGRÁRIAS: RECURSOS FLORESTAIS E ENGENHARIA FLORESTAL

Record DetailsSimilar RecordsGoogle PlusoneFacebookTwitterCiteULikeMendeleyreddit

APA · Chicago · MLA · Vancouver · CSE | Export to Zotero / EndNote / Reference Manager

APA (6th Edition):

Canto, D. d. S. (2016). Interação homem e animal de estimação: um estudo acerca da posse de animais silvestres na cidade de Lábrea – AM. (Masters Thesis). Universidade Federal do Amazonas. Retrieved from http://tede.ufam.edu.br/handle/tede/5578

Chicago Manual of Style (16th Edition):

Canto, Delana de Souza. “Interação homem e animal de estimação: um estudo acerca da posse de animais silvestres na cidade de Lábrea – AM.” 2016. Masters Thesis, Universidade Federal do Amazonas. Accessed April 15, 2021. http://tede.ufam.edu.br/handle/tede/5578.

MLA Handbook (7th Edition):

Canto, Delana de Souza. “Interação homem e animal de estimação: um estudo acerca da posse de animais silvestres na cidade de Lábrea – AM.” 2016. Web. 15 Apr 2021.

Vancouver:

Canto DdS. Interação homem e animal de estimação: um estudo acerca da posse de animais silvestres na cidade de Lábrea – AM. [Internet] [Masters thesis]. Universidade Federal do Amazonas; 2016. [cited 2021 Apr 15]. Available from: http://tede.ufam.edu.br/handle/tede/5578.

Council of Science Editors:

Canto DdS. Interação homem e animal de estimação: um estudo acerca da posse de animais silvestres na cidade de Lábrea – AM. [Masters Thesis]. Universidade Federal do Amazonas; 2016. Available from: http://tede.ufam.edu.br/handle/tede/5578

2. Siqueira, Tarciano Batista e. Impactos socioambientais da terapia assistida com o Boto-cor-de-rosa (inia geoffrensis) no município de Iranduba – Am.

Degree: 2016, Universidade Federal do Amazonas

A bototerapia é uma técnica de terapia assistida por animais no caso pelo boto-cor-de-rosa (Inia geoffrensis). Essa atividade foi desenvolvida no Amazonas, a partir de 2005, pelo fisioterapeuta Igor Simões Andrade, inspirando-se em outras terapias realizadas com animais, especificamente a delfinoterapia que envolve golfinho de água salgada. A bototerapia tem seus fundamentos nos princípios físicos da água (empuxo, pressão hidrostática, flutuação, entre outros) somado ao contexto lúdico que traz a presença do boto para o tratamento de patologias como autismo, síndrome de Down e paralisia cerebral. Esse estudo justificou-se pela escassez de trabalhos científicos sobre a relação entre os seres humanos e os botos-cor-de-rosa e sobre a bototerapia, sendo pioneiro nesse sentido, esse estudo pode participar do aprimoramento do conhecimento a esse respeito. É um trabalho descritivo-analítico de caráter qualitativo que objetivou analisar os impactos socioambientais da bototerapia discutindo seus benefícios e riscos em termos de saúde (transmissão de zoonoses, riscos de ferimento para os pacientes ou o terapeuta), analisando sua contribuição para a conservação da espécie, questionando os aspectos éticos e legislativos para regulamentação dessa prática, e a comparando com outras atividades envolvendo pequenos cetáceos (delfinoterapia, turismo de interação com boto). Para isso, foram mobilizadas diferentes ferramentas de pesquisa: pesquisa documental e bibliográfica, observações de campo e entrevistas semiestruturadas com três categorias de atores (sociais, da terapia e da conservação). A categoria de atores sociais representada por pescadores, foi entrevista na comunidade São Thomé no município de Iranduba – AM local adjacente ao flutuante do Davi onde é realizada a bototerapia. Após revisão de literatura e análise dos dados obtidos, chegou-se à conclusão que a bototerapia traz diferentes problemas quanto a sua sustentabilidade econômica e pode contribuir para aumento dos conflitos com pescadores levando em conta a análise de conteúdo das entrevistas obtidas na região, além de ser potencialmente capaz de deixar humanos e animais envolvidos na bototerapia vulneráveis a zoonoses e ferimentos durante a sua execução. Em contrapartida, parece cumprir seus objetivos em termos terapêuticos e tem potencial para conservação do animal podendo mudar a forma dos humanos perceberem o boto. Em comparação com outras atividades envolvendo pequenos cetáceos a bototerapia possui um impacto menor sobre o comportamento dos animais envolvidos e suas condições de vida, além disso, usando os critérios de ética animal de Martha Nussbaum ela se mostrou menos problemática do ponto de vista moral.

The bototerapia is a therapy technique assisted by animals in the case by the Amazon River Dolphin (Inia geoffrensis). This activity was developed in Amazons, from 2005, by the physiotherapist Igor Simões Andrade, inspired by other therapies on animals, specifically delfinoterapia involving dolphin saltwater. The bototerapia…

Advisors/Committee Members: Marchand, Guillaume Antoine Emile Louis, 54812550220, http://lattes.cnpq.br/0258551655553311, Lima, Vilma Terezinha de Araújo, Lima, Rodrigo Tobias de Sousa, Pereira, Henrique dos Santos, [email protected].

Subjects/Keywords: Bototerapia; Boto cor-de-rosa; CIENCIAS BIOLOGICAS

Record DetailsSimilar RecordsGoogle PlusoneFacebookTwitterCiteULikeMendeleyreddit

APA · Chicago · MLA · Vancouver · CSE | Export to Zotero / EndNote / Reference Manager

APA (6th Edition):

Siqueira, T. B. e. (2016). Impactos socioambientais da terapia assistida com o Boto-cor-de-rosa (inia geoffrensis) no município de Iranduba – Am. (Masters Thesis). Universidade Federal do Amazonas. Retrieved from http://tede.ufam.edu.br/handle/tede/5892

Chicago Manual of Style (16th Edition):

Siqueira, Tarciano Batista e. “Impactos socioambientais da terapia assistida com o Boto-cor-de-rosa (inia geoffrensis) no município de Iranduba – Am.” 2016. Masters Thesis, Universidade Federal do Amazonas. Accessed April 15, 2021. http://tede.ufam.edu.br/handle/tede/5892.

MLA Handbook (7th Edition):

Siqueira, Tarciano Batista e. “Impactos socioambientais da terapia assistida com o Boto-cor-de-rosa (inia geoffrensis) no município de Iranduba – Am.” 2016. Web. 15 Apr 2021.

Vancouver:

Siqueira TBe. Impactos socioambientais da terapia assistida com o Boto-cor-de-rosa (inia geoffrensis) no município de Iranduba – Am. [Internet] [Masters thesis]. Universidade Federal do Amazonas; 2016. [cited 2021 Apr 15]. Available from: http://tede.ufam.edu.br/handle/tede/5892.

Council of Science Editors:

Siqueira TBe. Impactos socioambientais da terapia assistida com o Boto-cor-de-rosa (inia geoffrensis) no município de Iranduba – Am. [Masters Thesis]. Universidade Federal do Amazonas; 2016. Available from: http://tede.ufam.edu.br/handle/tede/5892

.