Advanced search options

Advanced Search Options 🞨

Browse by author name (“Author name starts with…”).

Find ETDs with:

in
/  
in
/  
in
/  
in

Written in Published in Earliest date Latest date

Sorted by

Results per page:

You searched for +publisher:"Universidade Federal do Amazonas" +contributor:("32595679848"). One record found.

Search Limiters

Last 2 Years | English Only

No search limiters apply to these results.

▼ Search Limiters

1. Ribeiro, Ana Gracy Oliveira. Produção de Quitosana a partir dos Caranguejos Dilocarcinus pagei Stimpson, 1861, Capturados no Município de Itacoatiara (AM).

Degree: 2017, Universidade Federal do Amazonas

Os exoesqueletos de crustáceos são uma das principais fontes de obtenção de quitina, um biopolímero precursor da quitosana. Este trabalho teve como principal objetivo a extração de quitina do resíduo dos caranguejos Dilocarcinus pagei coletados no município de Itacoatiara (AM) e posterior conversão em quitosana, além de analisar as propriedades físicas e químicas dos materiais obtidos. O tratamento de desmineralização foi realizado empregando soluções de HCl de diferentes concentrações e por diferentes períodos de tempo, no qual o tratamento utilizando a solução ácida de 0,50 mol L-1 e tempo de reação de 30 minutos exibiu maior perda de massa. A remoção do conteúdo orgânico ocorreu através do contato do remanescente desmineralizado com soluções de NaOH de 1,0 mol L-1 à 70 °C por diferentes períodos de tempo, onde foi observado maior perda de massa para o período de 24 horas. A obtenção da quitina ocorreu através da exposição do material desproteinizado com uma solução de NaClO 0,14 mol L-1 por um período de 8 horas. A partir da análise do rendimento final de cada etapa, encontrou-se que os resíduos do caranguejo amazônico são constituídos por 78,45 % de CaCO3 e 21,55 % de matéria orgânica. Da fração orgânica, 51,93 % (10,99 % da massa inicial dos resíduos) é constituída por proteínas e lipídeos, enquanto 48,07 % (10,56 % da massa inicial dos resíduos) é constituída por uma associação de quitina e pigmentos. Dessa associação, 23,95 % (2,53 % da massa inicial dos resíduos) é formada por pigmentos e 76,05 % (8,03 % da massa inicial dos resíduos) é formada por quitina. O conteúdo encontrado de quitina é similar ao encontrado na literatura para outras espécies de caranguejo. Através das técnicas de difração de raios X e análise termogravimétrica, constatou-se que a quitina obtida possui padrões de difração característicos da fase cristalográfica α-quitina e a quitosana obtida possui uma estrutura semicristalina. O perfil de decomposição térmica é característico de biopolímeros, com a existência de eventos não oxidativos e oxidativos de perda de massa. Constatou-se com auxílio da técnica de espectroscopia vibracional na região do infravermelho que o grau de desacetilação das quitosanas obtidas após processamento da quitina em solução 10,0 mol L-1 de NaOH a 105 ºC pelos tempos de 60, 90 e 120 minutos foi de 68,45 % a 81,92 %.

The exoskeleton of crustaceous is one of the main sources of chitin, a biopolymer precursor of chitosan. This work aimed the extraction of chitin from the residues of the Dilocarcinus pagei crab collected in the city of Itacoatiara (AM), and eventually converted to chitosan and also the analysis of the physicochemical properties of the obtained materials. The demineralization step used acid solutions of different concentrations and under different reaction times, in which the condition using acid solution of 0.50 mol L-1 and reaction time of 30 minutes exhibited greater mass loss. Removal of the organic content occurred through the contact of the demineralised remnant with 1.0 mol L-1 NaOH solutions…

Advisors/Committee Members: Perotti, Gustavo Frigi, 32595679848, http://lattes.cnpq.br/1958400799184489, Hattori, Gustavo Yomar, 26651334824, http://lattes.cnpq.br/0001241454764431, Maia, Paulo José de Sousa, Martins, Valdomiro Lacerda, [email protected].

Subjects/Keywords: Crustacea; Trichodactylidae; Biopolímero; Quitina; Grau de desacetilação; Caranguejo; Trichodactylidae; Degree of deacetylation; CIÊNCIAS AGRÁRIAS

Record DetailsSimilar RecordsGoogle PlusoneFacebookTwitterCiteULikeMendeleyreddit

APA · Chicago · MLA · Vancouver · CSE | Export to Zotero / EndNote / Reference Manager

APA (6th Edition):

Ribeiro, A. G. O. (2017). Produção de Quitosana a partir dos Caranguejos Dilocarcinus pagei Stimpson, 1861, Capturados no Município de Itacoatiara (AM). (Masters Thesis). Universidade Federal do Amazonas. Retrieved from http://tede.ufam.edu.br/handle/tede/6237

Chicago Manual of Style (16th Edition):

Ribeiro, Ana Gracy Oliveira. “Produção de Quitosana a partir dos Caranguejos Dilocarcinus pagei Stimpson, 1861, Capturados no Município de Itacoatiara (AM).” 2017. Masters Thesis, Universidade Federal do Amazonas. Accessed September 23, 2020. http://tede.ufam.edu.br/handle/tede/6237.

MLA Handbook (7th Edition):

Ribeiro, Ana Gracy Oliveira. “Produção de Quitosana a partir dos Caranguejos Dilocarcinus pagei Stimpson, 1861, Capturados no Município de Itacoatiara (AM).” 2017. Web. 23 Sep 2020.

Vancouver:

Ribeiro AGO. Produção de Quitosana a partir dos Caranguejos Dilocarcinus pagei Stimpson, 1861, Capturados no Município de Itacoatiara (AM). [Internet] [Masters thesis]. Universidade Federal do Amazonas; 2017. [cited 2020 Sep 23]. Available from: http://tede.ufam.edu.br/handle/tede/6237.

Council of Science Editors:

Ribeiro AGO. Produção de Quitosana a partir dos Caranguejos Dilocarcinus pagei Stimpson, 1861, Capturados no Município de Itacoatiara (AM). [Masters Thesis]. Universidade Federal do Amazonas; 2017. Available from: http://tede.ufam.edu.br/handle/tede/6237

.