Advanced search options

Advanced Search Options 🞨

Browse by author name (“Author name starts with…”).

Find ETDs with:

in
/  
in
/  
in
/  
in

Written in Published in Earliest date Latest date

Sorted by

Results per page:

You searched for +publisher:"Universidade Federal de Pernambuco" +contributor:("INGMER, Hanne"). One record found.

Search Limiters

Last 2 Years | English Only

No search limiters apply to these results.

▼ Search Limiters

1. SILVA, Pollyanna Michelle da. Potencial antimicrobiano da lectina da sarcotesta de Punica granatum (PgTeL) contra patógenos humanos .

Degree: 2019, Universidade Federal de Pernambuco

O aumento no número de microrganismos resistentes e a elevada toxicidade das drogas atualmente utilizadas torna necessária a busca por novos agentes com ação antimicrobiana. Lectinas são proteínas que se ligam de forma seletiva e reversível a carboidratos, apresentando diversas atividades biológicas, incluindo atividade antimicrobiana. A sarcotesta das sementes de romã (Punica granatum) contém uma lectina ligadora de quitina denominada PgTeL, já descrita como agente antibacteriano. A presente tese investigou a atividade antimicrobiana de PgTeL contra fungos do gênero Candida e isolados clínicos bacterianos de Staphylococcus aureus (não-resistente e resistente à meticilina, MRSA) e Escherichia coli (produtores de β-lactamases das famílias CTX-M, CMY e metalo-β-lactamases). Adicionalmente, foi investigada a toxicidade para células mononucleares de sangue periférico (PBMCs) humano. Atividade antifúngica de PgTeL foi detectada contra Candida albicans (concentração mínima inibitória, CMI: 25 μg/mL; concentração mínima fungicida, CMF: 50 μg/mL) e Candida krusei (CMI e CMF de 12,5 μg/mL). O tratamento das leveduras com PgTeL, mesmo em concentrações sub-inibitórias (½CMI e ¼CMI), resultou na diminuição do conteúdo de ATP intracelular e induziu peroxidação lipídica. Além disso, PgTeL danificou a integridade da parede celular de ambas as espécies, com efeitos mais pronunciados em C. krusei. Por fim, a lectina mostrou atividade antibiofilme contra C. albicans. Com relação aos efeitos sobre S. aureus, PgTeL apresentou atividade antibacteriana contra os isolados 8325-4 (não-resistente) e LAC USA300 (MRSA), interferindo tanto no crescimento (CMI de 6,25 e 12,5 μg/mL, respectivamente) quanto na sobrevivência (concentração mínima bactericida, CMB, de 25,0 e 50,0 μg/mL, respectivamente). O crescimento das culturas começou apenas na nona (8325-4) e na décima (LAC USA300) horas na presença de PgTeL na CMI, enquanto foi detectado desde a primeira hora no controle. A lectina causou alterações na morfologia celular como alongamento, enrugamento, perfurações, aumento no tamaho e lise celular, apresentou efeito anti-agregação e exibiu atividade antibiofilme contra ambos os isolados de S.aureus. Por outro lado, a lectina não interferiu com a atividade hemolítica de LAC USA300e na expressão dos genes hla e rnaIII que codificam hemolisina e RNAIII (efetor do sistema), respectivamente. PgTeL também não ativou a expressão de spa que codifica a proteína A. Os genes hla, rnaIII e spa estão ligados ao sistema de virulência Agr. Para os isolados de E. coli PgTeL apresentou tanto ação bacteriostática (CMI: 12,5 a 50 μg/mL) quanto bactericida (CMB: 25 a 100 μg/mL). A incubação com PgTeL atrasou o início da replicação das culturas em no mínimo 10 horas. Na CMI, a lectina causou alterações no tamanho, forma e estrutura das células de E. coli. A combinação PgTeL-ceftazidima apresentou efeito sinérgico com todos os isolados; efeito sinérgico também foi detectado com carbenicilina, cefotaxima, cefalexina e cefuroxima para um ou mais isolados de E. coli.… Advisors/Committee Members: NAPOLEÃO, Thiago Henrique (advisor), PAIVA, Patrícia Maria Guedes (advisor), INGMER, Hanne (advisor), http://lattes.cnpq.br/0869167120016962 (advisor), http://lattes.cnpq.br/2885145995086459 (advisor).

Subjects/Keywords: Romã; Atividade antibacteriana; Atividade antifúngica

Record DetailsSimilar RecordsGoogle PlusoneFacebookTwitterCiteULikeMendeleyreddit

APA · Chicago · MLA · Vancouver · CSE | Export to Zotero / EndNote / Reference Manager

APA (6th Edition):

SILVA, P. M. d. (2019). Potencial antimicrobiano da lectina da sarcotesta de Punica granatum (PgTeL) contra patógenos humanos . (Doctoral Dissertation). Universidade Federal de Pernambuco. Retrieved from https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/34392

Chicago Manual of Style (16th Edition):

SILVA, Pollyanna Michelle da. “Potencial antimicrobiano da lectina da sarcotesta de Punica granatum (PgTeL) contra patógenos humanos .” 2019. Doctoral Dissertation, Universidade Federal de Pernambuco. Accessed March 09, 2021. https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/34392.

MLA Handbook (7th Edition):

SILVA, Pollyanna Michelle da. “Potencial antimicrobiano da lectina da sarcotesta de Punica granatum (PgTeL) contra patógenos humanos .” 2019. Web. 09 Mar 2021.

Vancouver:

SILVA PMd. Potencial antimicrobiano da lectina da sarcotesta de Punica granatum (PgTeL) contra patógenos humanos . [Internet] [Doctoral dissertation]. Universidade Federal de Pernambuco; 2019. [cited 2021 Mar 09]. Available from: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/34392.

Council of Science Editors:

SILVA PMd. Potencial antimicrobiano da lectina da sarcotesta de Punica granatum (PgTeL) contra patógenos humanos . [Doctoral Dissertation]. Universidade Federal de Pernambuco; 2019. Available from: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/34392

.