Advanced search options

Advanced Search Options 🞨

Browse by author name (“Author name starts with…”).

Find ETDs with:

in
/  
in
/  
in
/  
in

Written in Published in Earliest date Latest date

Sorted by

Results per page:

Sorted by: relevance · author · university · dateNew search

You searched for +publisher:"Universidade Federal de Minas Gerais" +contributor:("Luciano Andrade Moreira"). Showing records 1 – 3 of 3 total matches.

Search Limiters

Last 2 Years | English Only

No search limiters apply to these results.

▼ Search Limiters

1. Luciana de Lima Ferreira. Hospedeiros vertebrados são eficientes reservatórios para a transmissão do Trypanosoma rangeli ao inseto vetor.

Degree: 2013, Universidade Federal de Minas Gerais; UFMG

Exportado OPUS

Made available in DSpace on 2019-08-13T03:56:59Z (GMT). No. of bitstreams: 1 disserta__o_luciana_de_lima_ferreira.pdf: 870573 bytes, checksum: 8570ce2df5eb462246450dc8e2b8c6bc (MD5) Previous issue date: 25

Os triatomíneos são insetos primitivamente silvestres, onde vivem associados a ninhos de roedores, aves e marsupiais. Além da espoliação sanguínea que causam, os triatomíneos podem transmitir protozoários como o Trypanosoma cruzi e o Trypanosma rangeli. O T. rangeli não causa doença ao homem, mas pode produzir diversos efeitos patogênicos ao inseto vetor. Pouco se sabe sobre o desenvolvimento do T. rangeli no hospedeiro vertebrado, uma vez que a infectividade é baixa e os parasitos tendem a desaparecer da circulação. A transmissão do parasito ocorre durante a picada do inseto, mas ainda não são conhecidos os mecanismos pelos quais os insetos adquirem a infecção a partir de um número tão pequeno de parasitos circulantes no hospedeiro vertebrado. No presente trabalho, inicialmente foi avaliada a possibilidade de transmissão do T. rangeli entre insetos através do comportamento de hemolinfagia e durante a alimentação em hospedeiro vertebrado não infectado. Os resultados mostraram que não houve motivação para realização do comportamento de hemolinfagia durante os dez minutos avaliados e nem transmissão do parasito, mesmo quando insetos infectados e alimentados foram mantidos juntos com insetos controles e em jejum por um período de quinze dias. Entretanto, quando ninfas não infectadas foram colocadas para se alimentarem simultaneamente com ninfas infectadas num mesmo hospedeiro sadio, apresentaram taxas de infecção superiores a 60%. O número de parasitos liberados de ninfas de R. prolixus juntamente com a saliva durante a alimentação foi estimado a partir de contagem em câmara de Neubauer e por quantificação em qPCR. Apesar de variável entre os insetos, o número médio de parasitos nas glândulas salivares foi bastante reduzido após a realização do repasto sanguíneo. As taxas de infecção de camundongos que foram expostos à picada de uma ninfa infectada foram bastante elevadas, ficando em torno de 90%. A capacidade destes camundongos de transmitirem o parasito para ninfas não infectadas também foi elevada, mesmo quando as ninfas se alimentaram em animais infectados há mais de 30 dias. A manutenção da cepa Choachi por mais de trinta dias em meio LIT diminuiu a capacidade dos camundongos em transmitir o parasito para ninfas não infectadas, bem como a carga parasitária daquelas que se infectaram. O número de parasitos presentes na circulação sanguínea de camundongos bem como o número de parasitos presentes no intestino médio anterior de ninfas recém-alimentadas em camundongos infectados não foram suficientes para serem detectados através da contagem em câmara de Neubauer. Apesar do raro encontro de parasitos circulantes no roedor, as altas taxas de infecção encontradas nas ninfas que se alimentaram nesses animais, mesmo naqueles infectados há mais tempo, sugerem fortemente a existência de um ciclo de…

Advisors/Committee Members: Alessandra Aparecida Guarneri, Marcos Horacio Pereira, Luciano Andrade Moreira, Ricardo Toshio Fujiwara.

Subjects/Keywords: Parasitologia; Parasitologia

Record DetailsSimilar RecordsGoogle PlusoneFacebookTwitterCiteULikeMendeleyreddit

APA · Chicago · MLA · Vancouver · CSE | Export to Zotero / EndNote / Reference Manager

APA (6th Edition):

Ferreira, L. d. L. (2013). Hospedeiros vertebrados são eficientes reservatórios para a transmissão do Trypanosoma rangeli ao inseto vetor. (Masters Thesis). Universidade Federal de Minas Gerais; UFMG. Retrieved from http://hdl.handle.net/1843/BUOS-979GKT

Chicago Manual of Style (16th Edition):

Ferreira, Luciana de Lima. “Hospedeiros vertebrados são eficientes reservatórios para a transmissão do Trypanosoma rangeli ao inseto vetor.” 2013. Masters Thesis, Universidade Federal de Minas Gerais; UFMG. Accessed April 19, 2021. http://hdl.handle.net/1843/BUOS-979GKT.

MLA Handbook (7th Edition):

Ferreira, Luciana de Lima. “Hospedeiros vertebrados são eficientes reservatórios para a transmissão do Trypanosoma rangeli ao inseto vetor.” 2013. Web. 19 Apr 2021.

Vancouver:

Ferreira LdL. Hospedeiros vertebrados são eficientes reservatórios para a transmissão do Trypanosoma rangeli ao inseto vetor. [Internet] [Masters thesis]. Universidade Federal de Minas Gerais; UFMG; 2013. [cited 2021 Apr 19]. Available from: http://hdl.handle.net/1843/BUOS-979GKT.

Council of Science Editors:

Ferreira LdL. Hospedeiros vertebrados são eficientes reservatórios para a transmissão do Trypanosoma rangeli ao inseto vetor. [Masters Thesis]. Universidade Federal de Minas Gerais; UFMG; 2013. Available from: http://hdl.handle.net/1843/BUOS-979GKT

2. Luiz Henrique Vieira Mota. Avaliação da supressão de Aedes aegypti (Linnaeus, 1762) (Diptera: Culicidae) com a armadilha Gravid Aedes Trap em condições de campo no município de Piumhi, Minas Gerais.

Degree: 2018, Universidade Federal de Minas Gerais; UFMG

Exportado OPUS

Made available in DSpace on 2019-08-14T00:51:28Z (GMT). No. of bitstreams: 1 disserta__o_luiz_mota_oficial_final.pdf: 5395460 bytes, checksum: a7020cc991f1ca9bfefa7453bfae28e8 (MD5) Previous issue date: 25

Novas metodologias de controle de mosquitos vetores se faz necessário diante dos recentes surtos e reemergências de arboviroses. Entre os métodos de controle de mosquitos adultos, o uso de armadilhas tem sido avaliado em vários países com resultados promissores, inclusive no Brasil. Recentemente, a armadilha GAT (do inglês Gravid Aedes Trap) foi desenvolvida e vem sendo utilizada em vários países como uma nova ferramenta para o monitoramento de adultos de Aedes aegypti e Aedes abopictus. O presente estudo teve o objetivo de avaliar, pela primeira vez, a armadilha GAT em condições de campo como ferramenta de supressão de fêmeas de Aedes aegypti por meio da coleta massal. O experimento foi realizado em três áreas experimentais do município de Piumhi (MG), durante as semanas epidemiológicas 10 a 22 de 2016. Cada área consistiu de 25 quadras que foram monitoradas durante todo o estudo pela armadilha GAT. As três áreas foram monitoradas pela armadilha GAT e os tratamentos consistiram de testemunho (sem armadilha), 1GAT/imóvel e 2GAT/imóvel. Foram utilizados os indicadores entomológicos IMFA (Índice Médio de Fêmeas de Aedes) e IPG (Índice de Positividade da GAT) para avaliar o efeito da coleta massal. O experimento consistiu em avaliar os indicadores entomológicos durante os períodos de pré-intervenção (sem armadilha), intervenção (uso de armadilhas para coleta massal) e pós-intervenção (remoção das armadilhas). Os resultados demonstraram a especificidade da armadilha GAT em captura fêmeas de Ae. aegypti, pois do total de culicídeos capturados, a maior abundância foi de Ae. aegypti (81,5%) em relação a Ae. albopictus (3,2%) e Culex sp. (15,3%), 98,6% dos culicídeos foram fêmeas e apenas 1,4% machos. Observou-se que as áreas de supressão (1 ou 2GAT/imóvel) reduziram os indicadores entomológicos significativamente, durante o período intervenção e pós-intervenção. Houve um efeito com as variáveis climáticas, no qual a correlação significativa foi positiva para temperatura e negativa para precipitação com defasagem de uma semana das áreas com 1 e 2GAT/imóvel. O presente trabalho demonstrou, pela primeira vez, a presença do zika vírus em Piumhi, por meio da detecção de mosquitos infectados com ZIKV coletados na armadilha GAT nas áreas de coleta massal que não foram notificados casos humanos no SINAN do município. Os resultados recomendam futuros estudos para verificar a possibilidade da coleta massal de fêmeas de Ae. aegypti ter evitado casos de zika vírus. Concluímos que a armadilha GAT é uma ferramenta que poderá ser usada em programas de controle de Ae. aegypti, porém futuros estudos devem ser conduzidos em vários municípios em condições diversas para avaliar a eficácia da GAT como ferramenta de supressão massal no controle e prevenção de arboviroses transmitidas por Ae. aegypti.

New…

Advisors/Committee Members: Alvaro Eduardo Eiras, Marcelo Carvalho de Resende, Mauricio Roberto Viana Sant Anna, Luciano Andrade Moreira, Karlos Diogo de Melo Chalegre.

Subjects/Keywords: Supressão massal e aedes aegypti; Armadilha gat; Parasitologia

Record DetailsSimilar RecordsGoogle PlusoneFacebookTwitterCiteULikeMendeleyreddit

APA · Chicago · MLA · Vancouver · CSE | Export to Zotero / EndNote / Reference Manager

APA (6th Edition):

Mota, L. H. V. (2018). Avaliação da supressão de Aedes aegypti (Linnaeus, 1762) (Diptera: Culicidae) com a armadilha Gravid Aedes Trap em condições de campo no município de Piumhi, Minas Gerais. (Masters Thesis). Universidade Federal de Minas Gerais; UFMG. Retrieved from http://hdl.handle.net/1843/BUOS-B44R3R

Chicago Manual of Style (16th Edition):

Mota, Luiz Henrique Vieira. “Avaliação da supressão de Aedes aegypti (Linnaeus, 1762) (Diptera: Culicidae) com a armadilha Gravid Aedes Trap em condições de campo no município de Piumhi, Minas Gerais.” 2018. Masters Thesis, Universidade Federal de Minas Gerais; UFMG. Accessed April 19, 2021. http://hdl.handle.net/1843/BUOS-B44R3R.

MLA Handbook (7th Edition):

Mota, Luiz Henrique Vieira. “Avaliação da supressão de Aedes aegypti (Linnaeus, 1762) (Diptera: Culicidae) com a armadilha Gravid Aedes Trap em condições de campo no município de Piumhi, Minas Gerais.” 2018. Web. 19 Apr 2021.

Vancouver:

Mota LHV. Avaliação da supressão de Aedes aegypti (Linnaeus, 1762) (Diptera: Culicidae) com a armadilha Gravid Aedes Trap em condições de campo no município de Piumhi, Minas Gerais. [Internet] [Masters thesis]. Universidade Federal de Minas Gerais; UFMG; 2018. [cited 2021 Apr 19]. Available from: http://hdl.handle.net/1843/BUOS-B44R3R.

Council of Science Editors:

Mota LHV. Avaliação da supressão de Aedes aegypti (Linnaeus, 1762) (Diptera: Culicidae) com a armadilha Gravid Aedes Trap em condições de campo no município de Piumhi, Minas Gerais. [Masters Thesis]. Universidade Federal de Minas Gerais; UFMG; 2018. Available from: http://hdl.handle.net/1843/BUOS-B44R3R

3. Vladimir Fazito do Vale. Estudo sobre a anatomia, pH e digestão de proteínas no intestino de larvas de Lutzomyia longipalpis (Diptera: Psychodidae).

Degree: 2008, Universidade Federal de Minas Gerais; UFMG

Exportado OPUS

Made available in DSpace on 2019-08-10T20:28:29Z (GMT). No. of bitstreams: 1 disserta__o___vladimir_fazito_do_vale.pdf: 1358590 bytes, checksum: 4fe12eb32616b43d09db8211b0e4dac9 (MD5) Previous issue date: 18

O flebotomíneo Lutzomyia longipalpis é o principal vetor de Leishmania infantum, o agente etiológico da Leishmaniose Visceral Americana. Apesar da importância desta espécie em saúde pública, não existem na literatura descrições sobre a anatomia interna do tubo digestivo e pouco se sabe sobre os processos digestivos em larvas de flebotomíneos. Sendo assim, este trabalho teve o objetivo de descrever a anatomia do tubo digestivo, determinar o pH na luz intestinal e ainda investigar a digestão de proteínas em larvas de Lutzomyia longipalpis. O intestino médio constitui a maior parte do tubo digestivo e os cecos gástricos estão ausentes. Com o uso de corantes vitais indicadores de pH, foi observado um gradiente de pH, variando de > 9 no interior do intestino médio anterior a 6,5-7 no interior do intestino médio posterior. As endoproteases são secretadas no intestino médio anterior e são capazes de digerir azocaseína em diversos valores de pH, especialmente no pH 11. O uso de vários inibidores mostrou que as endoproteases digestivas são enzimas semelhantes à tripsina e à quimotripsina. Esse resultado foi confirmado com o uso dos substratos L-BApNA e N-CBZ-L-PpNA, específicos para tripsinas e quimotripsinas, respectivamente. Foram observadas 11 bandas (102 a 33 kDa) de atividade de endoproteases no gel de poliacrilamida contendo gelatina como substrato. As tripsinas encontradas no trato digestivo de larvas de L. longipalpis estão solúveis na luz intestinal. Aminopeptidases também foram estudadas com o uso de substratos sintéticos. Essas enzimas estão localizadas na porção posterior do intestino médio, ligadas ao epitélio e com pH ótimo entre 6,5 e 8. Estes resultados estão de acordo com a proposta de que as proteínas são digeridas até pequenos peptídeos dentro do espaço endoperitrófico no intestino médio anterior e estes peptídeos são digeridos em aminoácidos no espaço ectoperitrófico no intestino médio posterior.

Advisors/Committee Members: Nelder de Figueiredo Gontijo, Marcelo Matos Santoro, Luciano Andrade Moreira.

Subjects/Keywords: larva; intestino; pH intestinal; digestão; Lutzomyia longipalpis; Digestão; Intestinos; Lutzomia; Enzimas proteoliticas; Intestinos Anatomia

Record DetailsSimilar RecordsGoogle PlusoneFacebookTwitterCiteULikeMendeleyreddit

APA · Chicago · MLA · Vancouver · CSE | Export to Zotero / EndNote / Reference Manager

APA (6th Edition):

Vale, V. F. d. (2008). Estudo sobre a anatomia, pH e digestão de proteínas no intestino de larvas de Lutzomyia longipalpis (Diptera: Psychodidae). (Masters Thesis). Universidade Federal de Minas Gerais; UFMG. Retrieved from http://hdl.handle.net/1843/SAGF-8ACMCM

Chicago Manual of Style (16th Edition):

Vale, Vladimir Fazito do. “Estudo sobre a anatomia, pH e digestão de proteínas no intestino de larvas de Lutzomyia longipalpis (Diptera: Psychodidae).” 2008. Masters Thesis, Universidade Federal de Minas Gerais; UFMG. Accessed April 19, 2021. http://hdl.handle.net/1843/SAGF-8ACMCM.

MLA Handbook (7th Edition):

Vale, Vladimir Fazito do. “Estudo sobre a anatomia, pH e digestão de proteínas no intestino de larvas de Lutzomyia longipalpis (Diptera: Psychodidae).” 2008. Web. 19 Apr 2021.

Vancouver:

Vale VFd. Estudo sobre a anatomia, pH e digestão de proteínas no intestino de larvas de Lutzomyia longipalpis (Diptera: Psychodidae). [Internet] [Masters thesis]. Universidade Federal de Minas Gerais; UFMG; 2008. [cited 2021 Apr 19]. Available from: http://hdl.handle.net/1843/SAGF-8ACMCM.

Council of Science Editors:

Vale VFd. Estudo sobre a anatomia, pH e digestão de proteínas no intestino de larvas de Lutzomyia longipalpis (Diptera: Psychodidae). [Masters Thesis]. Universidade Federal de Minas Gerais; UFMG; 2008. Available from: http://hdl.handle.net/1843/SAGF-8ACMCM

.