Advanced search options

Advanced Search Options 🞨

Browse by author name (“Author name starts with…”).

Find ETDs with:

in
/  
in
/  
in
/  
in

Written in Published in Earliest date Latest date

Sorted by

Results per page:

Sorted by: relevance · author · university · dateNew search

You searched for +publisher:"Universidade Federal de Minas Gerais" +contributor:("Eunice Aparecida Bianchi Galati"). Showing records 1 – 2 of 2 total matches.

Search Limiters

Last 2 Years | English Only

No search limiters apply to these results.

▼ Search Limiters

1. Andrey Jose de Andrade. Ecologia química de flebotomíneos (Diptera: Psychodidae: Phlebotominae): desenvolvimento de uma armadilha e análise dos hidrocarbonetos cuticulares das espécies.

Degree: 2011, Universidade Federal de Minas Gerais; UFMG

Exportado OPUS

Made available in DSpace on 2019-08-12T05:46:03Z (GMT). No. of bitstreams: 1 tese_ajandrade_dpto_parasito_ufmg.pdf: 3679291 bytes, checksum: 25103a911b75a1253c46416523f16d8a (MD5) Previous issue date: 11

Os flebotomíneos apresentam um importante papel na transmissão de espécies de Leishmania, agentes das leishmanioses. Algumas espécies como, Lutzomyia longipalpis sensu lato (s.l.) estão incluídas em um complexo de espécies crípticas, porém para outras como Lutzomyia whitmani pouco se conhece sobre seu status toxonômico. A primeira está envolvida na transmissão de Leishmania infantum chagasi e a segunda de Leishmania braziliensis e Leishmania shawi, responsáveis pelas formas de leishmaniose visceral e cutânea, respectivamente. A biologia e ecologia dessas espécies vetoras, e consequentemente a epidemiologia das leishmanioses, variam de acordo com a região e com a interação destes flebotomíneos com o ambiente e os hospedeiros vertebrados em uma determinada área. Estudos de ecologia química procuram entender o comportamento de flebotomíneos para identificar feromônios sexuais através de análises químicas de hidrocarbonetos, os quais podem ser usados como iscas em armadilhas, sendo utilizadas para o monitoramento das espécies que apresentam importância médico-veterinária. O presente estudo está dividido em duas partes. A primeira objetivou oferecer uma revisão sobre L. whitmani, desde sua descrição original, a fim de elucidar a existência de um possível complexo de espécies crípticas. A Cromatografia Gasosa (CG) foi utilizada para analisar os perfis cromatográficos de populações de flebotomíneos de diferentes regiões do Brasil. A técnica foi padronizada usando L. longipalpis s.l. como modelo. Na segunda parte, a armadilha BG-Sentinela® (BGS) e o cairomônio BG-Lure® (BGL), utilizados no monitoramento de culicídeos, foram avaliados em diferentes condições (altura de instalação, posição do funil de sucção, fonte luminosa) para captura de L. longipalpis s.l. Baseado nesses dados, uma armadilha de baixo custo e de eficiência semelhante a da armadilha luminosa CDC (denominada Leishtrap) foi desenvolvida para captura de L. longipalpis s.l. e L. whitmani. A detecção dos picos cromatográficos e a extração dos Hidrocarbonetos Cuticulares (HCCs) foi padronizada usando um tempo de 50 minutos de corrida no cromatógrafo a gás, sendo utilizados 100 flebotomíneos no tempo de extração de 20 minutos em 1 ml de hexano. Uma menor diferença entre os possíveis HCCs foi identificada entre machos de L. whitmani. O hidrocarboneto C21 não foi encontrado na população do Pará e o C33 foi encontrado somente nas populações de Minas Gerais e do Paraná. Nenhuma grande diferença foi observada entre os HCCs de machos e fêmeas das mesmas populações de L. whitmani exceto para Minas Gerais, onde todos os compostos diferiram entre os sexos. A armadilha BGS não foi eficiente na captura de flebotomíneos quando testada sem fonte luminosa e a luz incandescente tornou a armadilha mais atrativa quando comparada a luz UV, sendo que a…

Advisors/Committee Members: Alvaro Eduardo Eiras, Elizabeth Ferreira Rangel, Eunice Aparecida Bianchi Galati, Mara Cristina Pinto, Adao Aparecido Sabino, Nelder de Figueiredo Gontijo.

Subjects/Keywords: armadilhas; ecologia química; Flebotomíneos; Lutzomyia; hidrocarbonetos cuticulares; Parasitologia; Armadilhas para insetos; Flebotomíneo; Hidrocarbonetos; Ecologia quimica eses; Lutzomia

Record DetailsSimilar RecordsGoogle PlusoneFacebookTwitterCiteULikeMendeleyreddit

APA · Chicago · MLA · Vancouver · CSE | Export to Zotero / EndNote / Reference Manager

APA (6th Edition):

Andrade, A. J. d. (2011). Ecologia química de flebotomíneos (Diptera: Psychodidae: Phlebotominae): desenvolvimento de uma armadilha e análise dos hidrocarbonetos cuticulares das espécies. (Doctoral Dissertation). Universidade Federal de Minas Gerais; UFMG. Retrieved from http://hdl.handle.net/1843/SAGF-8HCN8Z

Chicago Manual of Style (16th Edition):

Andrade, Andrey Jose de. “Ecologia química de flebotomíneos (Diptera: Psychodidae: Phlebotominae): desenvolvimento de uma armadilha e análise dos hidrocarbonetos cuticulares das espécies.” 2011. Doctoral Dissertation, Universidade Federal de Minas Gerais; UFMG. Accessed April 21, 2021. http://hdl.handle.net/1843/SAGF-8HCN8Z.

MLA Handbook (7th Edition):

Andrade, Andrey Jose de. “Ecologia química de flebotomíneos (Diptera: Psychodidae: Phlebotominae): desenvolvimento de uma armadilha e análise dos hidrocarbonetos cuticulares das espécies.” 2011. Web. 21 Apr 2021.

Vancouver:

Andrade AJd. Ecologia química de flebotomíneos (Diptera: Psychodidae: Phlebotominae): desenvolvimento de uma armadilha e análise dos hidrocarbonetos cuticulares das espécies. [Internet] [Doctoral dissertation]. Universidade Federal de Minas Gerais; UFMG; 2011. [cited 2021 Apr 21]. Available from: http://hdl.handle.net/1843/SAGF-8HCN8Z.

Council of Science Editors:

Andrade AJd. Ecologia química de flebotomíneos (Diptera: Psychodidae: Phlebotominae): desenvolvimento de uma armadilha e análise dos hidrocarbonetos cuticulares das espécies. [Doctoral Dissertation]. Universidade Federal de Minas Gerais; UFMG; 2011. Available from: http://hdl.handle.net/1843/SAGF-8HCN8Z

2. Michel Paiva Valim. Sistemática e análise cladística das espécies do gênero Gyropus Nitzsch (Phthiraptera, Amblycera, Gyropidae).

Degree: 2010, Universidade Federal de Minas Gerais; UFMG

Exportado OPUS

Made available in DSpace on 2019-08-09T17:00:22Z (GMT). No. of bitstreams: 1 tese__michel_valim__2010.pdf: 14812127 bytes, checksum: 9419772fde2364fd58c0f97b335ca458 (MD5) Previous issue date: 16

Este trabalho avalia as relações de parentesco entre as espécies e status taxonômico do gênero Gyropus Nitzsch, 1818 (Amblycera: Gyropidae). Todas as espécies desse gênero possuem distribuição neotropical, ocorrendo da Nicarágua ao extremo sul da Argentina. Historicamente a sua classificação é um tanto conturbada, visto que há propostas para separação em diferentes gêneros que foram sumariamente rejeitados baseados em opiniões subjetivas. A primeira parte deste trabalho é um catálogo taxonômico completo, preparado para embasar a revisão de literatura sobre o assunto. Através de revisão taxonômica, buscou-se reconhecer os táxons pertencentes a esse gênero e avaliar as possíveis variabilidades intraespecíficas. A revisão teve ênfase na localização do material tipo e espécimes adicionais para todas as espécies. A partir da obtenção de material adicional, alguns estágios de desenvolvimento (ovos e ninfas I, II e III) de algumas espécies puderam ser pela primeira vez conhecidos, como: NI-NIII de G. cruzi, G. distinctus, G. longus, G. martini iheringi, G. lenti lenti, G. ovalis e G. persetosus; NII-NIII de G. setifer, G. lineatus e G. limai; ovos de G. lenti lenti e G. limai. Dados morfométricos foram incluídos nas descrições dos imaturos e a partir deles, índices de crescimento (índice de Brooks-Dyar e Crosby) foram pela primeira vez calculados para espécies de Gyropidae. Com o estudo desses imaturos, as ninfas de espécies de Phthiraptera puderam ser pela primeira vez sexadas desde a sua primeira fase, através de caráter quetotáxico. Após revisão, todas as espécies estudadas foram redesenhadas e remensuradas para os padrões atuais de estudo do grupo e, com isso, uma nova sinonímia foi encontrada: Gyropus mesoamericanus sin. nov. de G. setifer. Duas novas espécies serão descritas: Gyropus sp. nov. sobre Proechimys trinitatis de Trinidad e Tobago; e Eogyropus sp. nov. sobre Clyomys laticeps do Paraguai, ambos hospedeiros da família Echimyidae. Assim, foram analisadas 34 espécies, sendo 28 espécies de Gyropus, das quais duas novas espécies como grupo interno e 6 táxons como grupos externos (1 Trimenoponidae, 1 Protogyropinae e 4 Gyropinae). A hipótese filogenética baseada em 98 caracteres morfológicos resultou em 4 cladogramas igualmente parcimoniosos (comprimento=271; IC=52; IR=79). A monofilia de Gyropus foi fracamente suportada pela análise. Os resultados também suportam grupos monofiléticos, o que implicou na utilização de alguns nomes genéricos já publicados, como: Eogyropus Eichler (tipo G. lenti), Monogyropus Ewing (tipo G. longus) e Tetragyropus Ewing (tipo G. lineatus). Outros grupos, também bem suportados e sem nomes propostos serão tratados, como gêneros não nomeados, como grupos de espécies de Gyropus s.l. Uma espécie foi combinada em um outro gênero, Monogyropus pearsoni comb. nov. As…

Advisors/Committee Members: Pedro Marcos Linardi, Fernando Amaral da Silveira, Paulo Sergio Fiuza Ferreira, Gustavo Graciolli, Eunice Aparecida Bianchi Galati.

Subjects/Keywords: Gyropidae; Cladística; Phthiraptera; Taxonomia; Roedores; Parasitologia; Anoplura; Roedor; Entomologia; Analise cladistica

Record DetailsSimilar RecordsGoogle PlusoneFacebookTwitterCiteULikeMendeleyreddit

APA · Chicago · MLA · Vancouver · CSE | Export to Zotero / EndNote / Reference Manager

APA (6th Edition):

Valim, M. P. (2010). Sistemática e análise cladística das espécies do gênero Gyropus Nitzsch (Phthiraptera, Amblycera, Gyropidae). (Doctoral Dissertation). Universidade Federal de Minas Gerais; UFMG. Retrieved from http://hdl.handle.net/1843/SAGF-8HCP2G

Chicago Manual of Style (16th Edition):

Valim, Michel Paiva. “Sistemática e análise cladística das espécies do gênero Gyropus Nitzsch (Phthiraptera, Amblycera, Gyropidae).” 2010. Doctoral Dissertation, Universidade Federal de Minas Gerais; UFMG. Accessed April 21, 2021. http://hdl.handle.net/1843/SAGF-8HCP2G.

MLA Handbook (7th Edition):

Valim, Michel Paiva. “Sistemática e análise cladística das espécies do gênero Gyropus Nitzsch (Phthiraptera, Amblycera, Gyropidae).” 2010. Web. 21 Apr 2021.

Vancouver:

Valim MP. Sistemática e análise cladística das espécies do gênero Gyropus Nitzsch (Phthiraptera, Amblycera, Gyropidae). [Internet] [Doctoral dissertation]. Universidade Federal de Minas Gerais; UFMG; 2010. [cited 2021 Apr 21]. Available from: http://hdl.handle.net/1843/SAGF-8HCP2G.

Council of Science Editors:

Valim MP. Sistemática e análise cladística das espécies do gênero Gyropus Nitzsch (Phthiraptera, Amblycera, Gyropidae). [Doctoral Dissertation]. Universidade Federal de Minas Gerais; UFMG; 2010. Available from: http://hdl.handle.net/1843/SAGF-8HCP2G

.