Advanced search options

Advanced Search Options 🞨

Browse by author name (“Author name starts with…”).

Find ETDs with:

in
/  
in
/  
in
/  
in

Written in Published in Earliest date Latest date

Sorted by

Results per page:

Sorted by: relevance · author · university · dateNew search

You searched for +publisher:"Universidade Estadual de Campinas" +contributor:("Santos, Samantha Christine"). Showing records 1 – 2 of 2 total matches.

Search Limiters

Last 2 Years | English Only

No search limiters apply to these results.

▼ Search Limiters


Universidade Estadual de Campinas

1. Assumpção, Daniel de Castro, 1989-. Flexibilização da tecnologia de fermentação à vácuo = produção de n-butanol e etanol a partir de eucalipto = Vacuum fermentation technology flexibilization: n-butanol and ethanol production from eucalyptus .

Degree: 2017, Universidade Estadual de Campinas

Resumo: O setor de papel e celulose tem dado claros indícios de mudança em sua estratégia industrial e comercial. O anseio pela produção de novos produtos a partir de fonte renovável (como por exemplo, cavacos de eucalipto) tem sido uma das principais forças que estão levando o setor buscar por outras tecnologias. Dentre estes produtos, destacam-se os combustíveis como etanol e butanol, que podem ser produzidos pela fermentação dos açúcares celulósicos presentes no eucalipto. Devido à toxicidade dos próprios produtos, as fermentações tendem a ocorrer em meios reacionais diluídos, que implicam em elevados dispêndios energéticos e produção de vinhaça elevada, que podem reduzir a atratividade econômica de projetos. Aliada a motivação de se criar uma tecnologia que supere a problemática da inibição, está o interesse econômico em processos flexíveis, que permitem a criação de um negócio robusto frente a oscilações do mercado. Sendo assim, este projeto de caráter exploratório busca obter os principais rendimentos de um processo de fermentação flexível e intensivo. Em um primeiro momento, avaliou-se a produção de meio de cultivo de micro-organismos a partir de eucalipto. Para tanto, pré-tratou-se eucalipto com ácido sulfúrico diluído a diversas condições, seguido de uma hidrólise enzimática. Para uma hidrólise enzimática com 10% de teor de sólidos, foram alcançados concentrações baixas de glicose ¿ na faixa de 5 g/L ¿ e rendimentos globais de processo em glicose (pré-tratamento e hidrólise enzimática) na faixa dos 6%. Suplementou-se o caldo com glicose sintética para a realização dos ensaios de fermentação alcoólica para a produção de acetona, n-butanol e etanol (ABE). Avaliou-se três modos de operação: (1) fermentação batelada, (2) fermentação batelada com aplicação de vácuo intermitente e (3) fermentação semi-batelada com aplicação de vácuo intermitente (apenas na fermentação etanólica). Para a fermentação etanólica, observou-se que o tempo de reação diminuiu em 3h comparando batelada com batelada mais vácuo intermitente, aumentando a IV produtividade de 2,66 g/Lh para 3,20 g/L.h. Para os ensaios semi-batelada com vácuo intermitente, a produtividade foi inferior (1,74 g/Lh) pois o fornecimento de substrato era inferior a taxa de metabolização, levando a períodos de inatividade do micro-organismos. Este problema, no entanto, pode ser contornado, ministrando-se um substrato mais concentrado ou ultrapassando-se o volume inicial de fermentação. Com relação à fermentação ABE, verificou-se que a metabolização de substrato rico em pentoses ocorre muito lentamente (cerca de 84h totais) com baixas conversões do substrato (cerca de 40%), não justificando uma operação com vácuo. Já a fermentação de substrato com hexoses e pentoses é concluída após 72h de operação em batelada, com produtividade de 0,178 g/Lh de ABE. A aplicação de vácuo no mesmo ensaio aumentou a produtividade do processo para 0,293 g/Lh. Com este trabalho, observou-se que a utilização da tecnologia a vácuo leva ao aumento de produtividade em ambos os processos… Advisors/Committee Members: Mariano, Adriano Pinto, 1978- (advisor), Maciel Filho, Rubens (committee member), Santos, Samantha Christine (committee member).

Subjects/Keywords: Fermentação sob vacuo; Etanol; Butanol; Eucalipto

Record DetailsSimilar RecordsGoogle PlusoneFacebookTwitterCiteULikeMendeleyreddit

APA · Chicago · MLA · Vancouver · CSE | Export to Zotero / EndNote / Reference Manager

APA (6th Edition):

Assumpção, Daniel de Castro, 1. (2017). Flexibilização da tecnologia de fermentação à vácuo = produção de n-butanol e etanol a partir de eucalipto = Vacuum fermentation technology flexibilization: n-butanol and ethanol production from eucalyptus . (Thesis). Universidade Estadual de Campinas. Retrieved from http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/325670

Note: this citation may be lacking information needed for this citation format:
Not specified: Masters Thesis or Doctoral Dissertation

Chicago Manual of Style (16th Edition):

Assumpção, Daniel de Castro, 1989-. “Flexibilização da tecnologia de fermentação à vácuo = produção de n-butanol e etanol a partir de eucalipto = Vacuum fermentation technology flexibilization: n-butanol and ethanol production from eucalyptus .” 2017. Thesis, Universidade Estadual de Campinas. Accessed October 19, 2019. http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/325670.

Note: this citation may be lacking information needed for this citation format:
Not specified: Masters Thesis or Doctoral Dissertation

MLA Handbook (7th Edition):

Assumpção, Daniel de Castro, 1989-. “Flexibilização da tecnologia de fermentação à vácuo = produção de n-butanol e etanol a partir de eucalipto = Vacuum fermentation technology flexibilization: n-butanol and ethanol production from eucalyptus .” 2017. Web. 19 Oct 2019.

Vancouver:

Assumpção, Daniel de Castro 1. Flexibilização da tecnologia de fermentação à vácuo = produção de n-butanol e etanol a partir de eucalipto = Vacuum fermentation technology flexibilization: n-butanol and ethanol production from eucalyptus . [Internet] [Thesis]. Universidade Estadual de Campinas; 2017. [cited 2019 Oct 19]. Available from: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/325670.

Note: this citation may be lacking information needed for this citation format:
Not specified: Masters Thesis or Doctoral Dissertation

Council of Science Editors:

Assumpção, Daniel de Castro 1. Flexibilização da tecnologia de fermentação à vácuo = produção de n-butanol e etanol a partir de eucalipto = Vacuum fermentation technology flexibilization: n-butanol and ethanol production from eucalyptus . [Thesis]. Universidade Estadual de Campinas; 2017. Available from: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/325670

Note: this citation may be lacking information needed for this citation format:
Not specified: Masters Thesis or Doctoral Dissertation


Universidade Estadual de Campinas

2. Assumpção, Daniel de Castro, 1989-. Flexibilização da tecnologia de fermentação à vácuo = produção de n-butanol e etanol a partir de eucalipto = Vacuum fermentation technology flexibilization: n-butanol and ethanol production from eucalyptus .

Degree: 2017, Universidade Estadual de Campinas

Resumo: O setor de papel e celulose tem dado claros indícios de mudança em sua estratégia industrial e comercial. O anseio pela produção de novos produtos a partir de fonte renovável (como por exemplo, cavacos de eucalipto) tem sido uma das principais forças que estão levando o setor buscar por outras tecnologias. Dentre estes produtos, destacam-se os combustíveis como etanol e butanol, que podem ser produzidos pela fermentação dos açúcares celulósicos presentes no eucalipto. Devido à toxicidade dos próprios produtos, as fermentações tendem a ocorrer em meios reacionais diluídos, que implicam em elevados dispêndios energéticos e produção de vinhaça elevada, que podem reduzir a atratividade econômica de projetos. Aliada a motivação de se criar uma tecnologia que supere a problemática da inibição, está o interesse econômico em processos flexíveis, que permitem a criação de um negócio robusto frente a oscilações do mercado. Sendo assim, este projeto de caráter exploratório busca obter os principais rendimentos de um processo de fermentação flexível e intensivo. Em um primeiro momento, avaliou-se a produção de meio de cultivo de micro-organismos a partir de eucalipto. Para tanto, pré-tratou-se eucalipto com ácido sulfúrico diluído a diversas condições, seguido de uma hidrólise enzimática. Para uma hidrólise enzimática com 10% de teor de sólidos, foram alcançados concentrações baixas de glicose ¿ na faixa de 5 g/L ¿ e rendimentos globais de processo em glicose (pré-tratamento e hidrólise enzimática) na faixa dos 6%. Suplementou-se o caldo com glicose sintética para a realização dos ensaios de fermentação alcoólica para a produção de acetona, n-butanol e etanol (ABE). Avaliou-se três modos de operação: (1) fermentação batelada, (2) fermentação batelada com aplicação de vácuo intermitente e (3) fermentação semi-batelada com aplicação de vácuo intermitente (apenas na fermentação etanólica). Para a fermentação etanólica, observou-se que o tempo de reação diminuiu em 3h comparando batelada com batelada mais vácuo intermitente, aumentando a IV produtividade de 2,66 g/Lh para 3,20 g/L.h. Para os ensaios semi-batelada com vácuo intermitente, a produtividade foi inferior (1,74 g/Lh) pois o fornecimento de substrato era inferior a taxa de metabolização, levando a períodos de inatividade do micro-organismos. Este problema, no entanto, pode ser contornado, ministrando-se um substrato mais concentrado ou ultrapassando-se o volume inicial de fermentação. Com relação à fermentação ABE, verificou-se que a metabolização de substrato rico em pentoses ocorre muito lentamente (cerca de 84h totais) com baixas conversões do substrato (cerca de 40%), não justificando uma operação com vácuo. Já a fermentação de substrato com hexoses e pentoses é concluída após 72h de operação em batelada, com produtividade de 0,178 g/Lh de ABE. A aplicação de vácuo no mesmo ensaio aumentou a produtividade do processo para 0,293 g/Lh. Com este trabalho, observou-se que a utilização da tecnologia a vácuo leva ao aumento de produtividade em ambos os processos… Advisors/Committee Members: Mariano, Adriano Pinto, 1978- (advisor), Maciel Filho, Rubens (committee member), Santos, Samantha Christine (committee member).

Subjects/Keywords: Fermentação sob vacuo; Etanol; Butanol; Eucalipto

Record DetailsSimilar RecordsGoogle PlusoneFacebookTwitterCiteULikeMendeleyreddit

APA · Chicago · MLA · Vancouver · CSE | Export to Zotero / EndNote / Reference Manager

APA (6th Edition):

Assumpção, Daniel de Castro, 1. (2017). Flexibilização da tecnologia de fermentação à vácuo = produção de n-butanol e etanol a partir de eucalipto = Vacuum fermentation technology flexibilization: n-butanol and ethanol production from eucalyptus . (Thesis). Universidade Estadual de Campinas. Retrieved from http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/325671

Note: this citation may be lacking information needed for this citation format:
Not specified: Masters Thesis or Doctoral Dissertation

Chicago Manual of Style (16th Edition):

Assumpção, Daniel de Castro, 1989-. “Flexibilização da tecnologia de fermentação à vácuo = produção de n-butanol e etanol a partir de eucalipto = Vacuum fermentation technology flexibilization: n-butanol and ethanol production from eucalyptus .” 2017. Thesis, Universidade Estadual de Campinas. Accessed October 19, 2019. http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/325671.

Note: this citation may be lacking information needed for this citation format:
Not specified: Masters Thesis or Doctoral Dissertation

MLA Handbook (7th Edition):

Assumpção, Daniel de Castro, 1989-. “Flexibilização da tecnologia de fermentação à vácuo = produção de n-butanol e etanol a partir de eucalipto = Vacuum fermentation technology flexibilization: n-butanol and ethanol production from eucalyptus .” 2017. Web. 19 Oct 2019.

Vancouver:

Assumpção, Daniel de Castro 1. Flexibilização da tecnologia de fermentação à vácuo = produção de n-butanol e etanol a partir de eucalipto = Vacuum fermentation technology flexibilization: n-butanol and ethanol production from eucalyptus . [Internet] [Thesis]. Universidade Estadual de Campinas; 2017. [cited 2019 Oct 19]. Available from: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/325671.

Note: this citation may be lacking information needed for this citation format:
Not specified: Masters Thesis or Doctoral Dissertation

Council of Science Editors:

Assumpção, Daniel de Castro 1. Flexibilização da tecnologia de fermentação à vácuo = produção de n-butanol e etanol a partir de eucalipto = Vacuum fermentation technology flexibilization: n-butanol and ethanol production from eucalyptus . [Thesis]. Universidade Estadual de Campinas; 2017. Available from: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/325671

Note: this citation may be lacking information needed for this citation format:
Not specified: Masters Thesis or Doctoral Dissertation

.