Advanced search options

Advanced Search Options 🞨

Browse by author name (“Author name starts with…”).

Find ETDs with:

in
/  
in
/  
in
/  
in

Written in Published in Earliest date Latest date

Sorted by

Results per page:

You searched for +publisher:"Universidade Estadual de Campinas" +contributor:("Rodrigues, Angelo Giovani"). One record found.

Search Limiters

Last 2 Years | English Only

No search limiters apply to these results.

▼ Search Limiters


Universidade Estadual de Campinas

1. Carnevale, Renata Cavalcanti, 1981-. Fronteiras da implantação e implementação da farmácia viva no Brasil .

Degree: 2018, Universidade Estadual de Campinas

Resumo: Mesmo sendo instituída no Sistema Único de Saúde (SUS) pela Portaria GM nº 886, de 20 de abril de 2010, a Farmácia Viva, uma das maiores iniciativas de plantas medicinais do Brasil, ocupa uma posição marginal no sistema de saúde. O objetivo desta tese é compreender as dificuldades identificadas pelos gestores de Farmácias Vivas, no que diz respeito às fronteiras epistemológicas, cognitivas, sociais, organizacionais, profissionais e de autoridade, que dificultam sua implantação e implementação no SUS. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, na qual , foram realizadas entrevistas semi-estruturadas, no período de agosto de 2015 a junho de 2017, que foram gravadas e transcritas, com nove coordenadores de Farmácias Vivas de diferentes locais do Brasil. Foi realizada análise temática de conteúdo para a análise dos dados. A pesquisa foi aprovada pelo Comitê de Ética em Pesquisa sob o Parecer n° 694.742. O primeiro capítulo apresenta uma descrição das nove Farmácias Vivas incluídas na pesquisa e do estágio realizado na Universidade Federal do Ceará (UFC). No segundo capítulo discute-se o papel das plantas medicinais como objeto de fronteira, que possibilita o diálogo entre os conhecimentos populares, tradicionais, místicos-energéticos e científicos das plantas medicinais. No terceiro capítulo, os coordenadores das Farmácias Vivas foram identificados como trabalhadores e cruzadores de fronteiras, que desenvolvem processo de aprendizado e transformação pelas suas experiências nas fronteiras. O quarto capítulo discute as fronteiras epistemológicas, sociais e cognitivas que operam, estabelecendo maior credibilidade ao conhecimento científico de plantas medicinais, maior reconhecimento aos profissionais biomédicos e a comprovação da eficácia do tratamento com plantas medicinais e fitoterápicos apenas por meio da ciência. O quinto capítulo debate o relaxamento das fronteiras organizacionais e a manutenção das fronteiras profissionais e de autoridade, que impõem restrições ao uso de plantas medicinais, delimitam a sua prescrição ao médico e produzem dificuldades políticas e financeiras ao projeto das Farmácias Vivas. Conclui-se que a marginalização das Farmácias Vivas no SUS é parte da construção social que mantém a hegemonia da ciência e da biomedicina, a qual deve ser tensionada com base no respeito à diversidade e ecologia de saberes; Abstract: Even though it was established in Brazilian Health Care System (SUS) by Policy GM nº 886, dated April 20th 2010, Farmácia Viva, one of the major iniciatives of medicinal plants in Brazil, occupy a marginal position in the health care system.The objective of this thesis is understand the difficulties identified by Farmácias Vivas¿s managers in respect to epistemological, cognitive, social, organizational, professional and authority boundaries, that hinders its implantanton and implementation in SUS. This is a qualitative research in which , were performed semi-structured interviews, betwwen August 2015 and June 2017, that were recorded and transcripted, with nine (9) Farmácia Viva¿s… Advisors/Committee Members: Barros, Nelson Filice de, 1968- (advisor), Bandeira, Mary Anne Medeiros (advisor), Rodrigues, Angelo Giovani (committee member), Alonzo, Herling Gregorio Aguilar (committee member), Jorge, Michelle Pedroza (committee member), Mastroianni, Patrícia de Carvalho (committee member).

Subjects/Keywords: Fitoterapia; Plantas medicinais

Record DetailsSimilar RecordsGoogle PlusoneFacebookTwitterCiteULikeMendeleyreddit

APA · Chicago · MLA · Vancouver · CSE | Export to Zotero / EndNote / Reference Manager

APA (6th Edition):

Carnevale, Renata Cavalcanti, 1. (2018). Fronteiras da implantação e implementação da farmácia viva no Brasil . (Thesis). Universidade Estadual de Campinas. Retrieved from http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/332242

Note: this citation may be lacking information needed for this citation format:
Not specified: Masters Thesis or Doctoral Dissertation

Chicago Manual of Style (16th Edition):

Carnevale, Renata Cavalcanti, 1981-. “Fronteiras da implantação e implementação da farmácia viva no Brasil .” 2018. Thesis, Universidade Estadual de Campinas. Accessed November 18, 2019. http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/332242.

Note: this citation may be lacking information needed for this citation format:
Not specified: Masters Thesis or Doctoral Dissertation

MLA Handbook (7th Edition):

Carnevale, Renata Cavalcanti, 1981-. “Fronteiras da implantação e implementação da farmácia viva no Brasil .” 2018. Web. 18 Nov 2019.

Vancouver:

Carnevale, Renata Cavalcanti 1. Fronteiras da implantação e implementação da farmácia viva no Brasil . [Internet] [Thesis]. Universidade Estadual de Campinas; 2018. [cited 2019 Nov 18]. Available from: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/332242.

Note: this citation may be lacking information needed for this citation format:
Not specified: Masters Thesis or Doctoral Dissertation

Council of Science Editors:

Carnevale, Renata Cavalcanti 1. Fronteiras da implantação e implementação da farmácia viva no Brasil . [Thesis]. Universidade Estadual de Campinas; 2018. Available from: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/332242

Note: this citation may be lacking information needed for this citation format:
Not specified: Masters Thesis or Doctoral Dissertation

.