Advanced search options

Advanced Search Options 🞨

Browse by author name (“Author name starts with…”).

Find ETDs with:

in
/  
in
/  
in
/  
in

Written in Published in Earliest date Latest date

Sorted by

Results per page:

Sorted by: relevance · author · university · dateNew search

You searched for +publisher:"Universidade Estadual de Campinas" +contributor:("Conde, Delio Marques"). Showing records 1 – 2 of 2 total matches.

Search Limiters

Last 2 Years | English Only

No search limiters apply to these results.

▼ Search Limiters


Universidade Estadual de Campinas

1. Marchi, Ailton Augustinho. Adesão ao rastreamento mamográfico em serviços de saúde públicos e privados .

Degree: 2010, Universidade Estadual de Campinas

Resumo: Objetivos: Avaliar a adesão e identificar falhas de aderência das mulheres atendidas em serviços de saúde públicos e privados às recomendações dos programas de rastreamento mamográfico. Sujeitos e Métodos: Estudo prospectivo que acompanhou 460 mulheres na cidade de Taubaté, São Paulo, Brasil, das quais 327 foram atendidas em serviços de saúde públicos e 133 em serviços privados, durante o período de cinco anos após a realização de mamografia-índice. Avaliou-se a adesão ao rastreamento mamográfico através do número de mamografias realizadas nesse período e também pelos intervalos de repetição entre os exames, respectivamente em 18, 24 e 30 meses. Analisou-se a frequência de repetição da mamografia e os fatores associados à adesão ao rastreamento mamográfico vigente. Elegeu-se o intervalo de repetição entre as mamografias superior a 30 meses para definir falha de adesão ao rastreamento mamográfico oportunístico. As associações dos desfechos com as variáveis independentes foram estudadas pela técnica de regressão de Cox, com obtenção das razões de risco (RR) e respectivos intervalos de confiança de 95% (IC95%). Resultados: Apesar de mais de 90% das entrevistadas terem repetido pelo menos uma vez o exame de mamografia, a adesão correta às recomendações do rastreamento mamográfico, com a sua repetição a cada 24 meses, revelou taxas muito baixas, ao redor de 30%, na amostra estudada. As falhas de adesão ocorreram em 51,1% das entrevistadas. O acesso público aos serviços de saúde (RR 1,44; IC95% 1,06-1,96), a ausência de rastreio prévio (RR 1,53; IC95% 1,17-2,00) e a frequência esporádica aos serviços médicos (RR 1,41; IC95% 1,05-1,89) foram os fatores associados às falhas de adesão. Conclusões: Ocorreu baixa adesão às recomendações do rastreamento mamográfico do câncer de mama em ambos os segmentos populacionais estudados. As políticas de rastreamento mamográfico com caráter exclusivamente oportunístico ocasionam falhas de adesão constantes e mais comuns entre as mulheres atendidas nos serviços públicos de saúde; Abstract: Objective: to assess compliance and identify lacks of adherence with the recommendations for breast cancer screening by mammography. Subject and Methods: Prospective study which follow-up 460 women in the city of Taubaté, São Paulo, Brazil, during five years after perform index mammography, 327 of them attended by the public health system and 133 by the private system. The adherence to mammographic screening were assessed through number of underwent mammographies in this period and repeated intervals among the exams at 18, 24 and 30 month, respectively. Prevalence of repeat mammography and predictors associated to adherence to current mammographic screening were analyzed. The repeated interval among mammographies above 30 month was selected to define lack of adherence to opportunistic mammographic screening. The outcomes associations with independent variables were studied by risk ratio (RR) and 95% confidence intervals (95%CI) performed through Cox-regression model. Results: although more than… Advisors/Committee Members: Costa-Gurgel, Maria Salete, 1956- (advisor), Zeferino, Luiz Carlos (committee member), Sarian, Luís Otávio Zanatta (committee member), Uemura, Gilberto (committee member), Conde, Delio Marques (committee member).

Subjects/Keywords: Mamas - Câncer; Mamas - Radiografia; Programas de rastreamento; Implementação de planos de saúde; Fidelidade a diretrizes

Record DetailsSimilar RecordsGoogle PlusoneFacebookTwitterCiteULikeMendeleyreddit

APA · Chicago · MLA · Vancouver · CSE | Export to Zotero / EndNote / Reference Manager

APA (6th Edition):

Marchi, A. A. (2010). Adesão ao rastreamento mamográfico em serviços de saúde públicos e privados . (Thesis). Universidade Estadual de Campinas. Retrieved from http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/311109

Note: this citation may be lacking information needed for this citation format:
Not specified: Masters Thesis or Doctoral Dissertation

Chicago Manual of Style (16th Edition):

Marchi, Ailton Augustinho. “Adesão ao rastreamento mamográfico em serviços de saúde públicos e privados .” 2010. Thesis, Universidade Estadual de Campinas. Accessed July 15, 2020. http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/311109.

Note: this citation may be lacking information needed for this citation format:
Not specified: Masters Thesis or Doctoral Dissertation

MLA Handbook (7th Edition):

Marchi, Ailton Augustinho. “Adesão ao rastreamento mamográfico em serviços de saúde públicos e privados .” 2010. Web. 15 Jul 2020.

Vancouver:

Marchi AA. Adesão ao rastreamento mamográfico em serviços de saúde públicos e privados . [Internet] [Thesis]. Universidade Estadual de Campinas; 2010. [cited 2020 Jul 15]. Available from: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/311109.

Note: this citation may be lacking information needed for this citation format:
Not specified: Masters Thesis or Doctoral Dissertation

Council of Science Editors:

Marchi AA. Adesão ao rastreamento mamográfico em serviços de saúde públicos e privados . [Thesis]. Universidade Estadual de Campinas; 2010. Available from: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/311109

Note: this citation may be lacking information needed for this citation format:
Not specified: Masters Thesis or Doctoral Dissertation


Universidade Estadual de Campinas

2. Fernandes, Ana Lucia Ribeiro Valadares. Sexualidade em mulheres entre 40 e 65 anos e com onze anos ou mais de escolaridade : estudo de base populacional .

Degree: 2007, Universidade Estadual de Campinas

Resumo: Objetivos: Avaliar aspectos da sexualidade e seus fatores associados em mulheres de meia-idade, com 11 anos ou mais de escolaridade. Métodos: Estudo populacional de corte transversal, com questionário anônimo auto-respondido por 378 mulheres brasileiras residentes em Belo Horizonte, Minas Gerais, entre 40 e 65 anos, com 11 anos ou mais de escolaridade, no período de maio a setembro de 2005. o instrumento de avaliação baseou-se no Short Personal Experiences Questionnaire (SPEQ). O escore de sexualidade foi calculado através da análise multivariada de sete componentes: presença de fantasias sexuais, grau de desejo, freqüência de atividade sexual, satisfação nas atividades sexuais, freqüência de excitação, orgasmo e a autoclassificação da vida sexual. Considerou-se escore de sexualidade abaixo da mediana como sexualidade ruim e maior ou igual à mediana como sexualidade boa. Para se investigar os fatores associados, os dados foram analisados usando-se a análise bivariada, com aplicação dos testes qui-quadrado e exato de Fisher. Por último, a análise por regressão múltipla de Poisson foi realizada. A razão de prevalência (RP) e o respectivo intervalo de confiança de 95% (IC 95%) foram calculados. Resultados: 276 questionários foram avaliados e, destes, 219 mulheres relataram ter parceiro sexual. A mediana do escore de sexualidade foi 9,0 (variação: 2,45-13,77). A análise de regressão múltipla mostrou que a prevalência de escore de sexualidade abaixo da mediana foi maior nas mulheres com mais idade e naquelas com insônia. Ter parceiro sexual e sentir-se bem indicaram efeito protetor contra baixo escore de sexualidade. Em mulheres com parceiro sexual, a prevalência de escore abaixo da mediana foi maior nas que moravam com o parceiro, que estavam na transição menopausal ou na pós menopausa e nas hipertensas. Ter relações sexuais com penetração e satisfação com o parceiro como amante indicaram efeito protetor contra escore de sexualidade abaixo da mediana. Conclusões: Mulheres com mais idade e que relataram insônia tiveram maior chance de ter sexualidade ruim, enquanto as com parceiro sexual e que se sentiram bem tiveram maior probabilidade de apresentar sexualidade boa. No grupo de mulheres que tinham parceiro sexual, a sexualidade foi negativamente associada ao fato de residir com o parceiro, estar na transição menopausal ou pós-menopausa e ser hipertensa. A satisfação com o parceiro como amante e ter relações sexuais com penetração diminuíram a probabilidade de apresentar sexualidade baixa; Abstract: Objectives: To evaluate aspects of sexuality and associated factors in middle aged women with 11 or more years of formal education. Methods: with living in Belo Horizonte (Minas Gerais), between 4, in the period between May and September 2005. The evaluation instrument was based on the Short Personal Experíences Questíonnaíre (SPEQ). Sexuality score was calculated from the multivariate analysis of the seven components: presence of sexual fantasies, intensity of desire, frequency of sexual activities, satisfaction in… Advisors/Committee Members: Pinto-Neto, Aarão Mendes, 1952- (advisor), Conde, Delio Marques (advisor), Abdo, Carmita Helena Naja (committee member), Marinho, Ricardo Mello (committee member), Turato, Egberto Ribeiro (committee member), Pedro, Adriana Orcesi (committee member).

Subjects/Keywords: Menopausa; Climatério

Record DetailsSimilar RecordsGoogle PlusoneFacebookTwitterCiteULikeMendeleyreddit

APA · Chicago · MLA · Vancouver · CSE | Export to Zotero / EndNote / Reference Manager

APA (6th Edition):

Fernandes, A. L. R. V. (2007). Sexualidade em mulheres entre 40 e 65 anos e com onze anos ou mais de escolaridade : estudo de base populacional . (Thesis). Universidade Estadual de Campinas. Retrieved from http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/313666

Note: this citation may be lacking information needed for this citation format:
Not specified: Masters Thesis or Doctoral Dissertation

Chicago Manual of Style (16th Edition):

Fernandes, Ana Lucia Ribeiro Valadares. “Sexualidade em mulheres entre 40 e 65 anos e com onze anos ou mais de escolaridade : estudo de base populacional .” 2007. Thesis, Universidade Estadual de Campinas. Accessed July 15, 2020. http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/313666.

Note: this citation may be lacking information needed for this citation format:
Not specified: Masters Thesis or Doctoral Dissertation

MLA Handbook (7th Edition):

Fernandes, Ana Lucia Ribeiro Valadares. “Sexualidade em mulheres entre 40 e 65 anos e com onze anos ou mais de escolaridade : estudo de base populacional .” 2007. Web. 15 Jul 2020.

Vancouver:

Fernandes ALRV. Sexualidade em mulheres entre 40 e 65 anos e com onze anos ou mais de escolaridade : estudo de base populacional . [Internet] [Thesis]. Universidade Estadual de Campinas; 2007. [cited 2020 Jul 15]. Available from: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/313666.

Note: this citation may be lacking information needed for this citation format:
Not specified: Masters Thesis or Doctoral Dissertation

Council of Science Editors:

Fernandes ALRV. Sexualidade em mulheres entre 40 e 65 anos e com onze anos ou mais de escolaridade : estudo de base populacional . [Thesis]. Universidade Estadual de Campinas; 2007. Available from: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/313666

Note: this citation may be lacking information needed for this citation format:
Not specified: Masters Thesis or Doctoral Dissertation

.