Advanced search options

Advanced Search Options 🞨

Browse by author name (“Author name starts with…”).

Find ETDs with:

in
/  
in
/  
in
/  
in

Written in Published in Earliest date Latest date

Sorted by

Results per page:

Sorted by: relevance · author · university · dateNew search

You searched for +publisher:"UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA" +contributor:("Vladimir Pavan Margarido"). Showing records 1 – 2 of 2 total matches.

Search Limiters

Last 2 Years | English Only

No search limiters apply to these results.

▼ Search Limiters

1. Maelin da Silva. Evolução da diferenciação cromossômica entre os sexos no Gênero Gymnotus (Gymnotiformes, Gymnotidae ).

Degree: 2010, UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA

A ordem Gymnotiformes compreende os peixes elétricos, que estão amplamente distribuídos pelas Américas Central e do Sul. A família Gymnotidae possui apenas dois gêneros Gymnotus e Eletrophurus, sendo que este último foi recentemente incluído à família. O gênero Gymnotus é o mais especioso da ordem com 33 espécies, e é também o que comporta maior número de estudos citogenéticos. O presente trabalho teve por objetivos analisar o comportamento meiótico do sistema de cromossomos sexuais múltiplo X1X1X2X2/X1X2Y em G. pantanal. Isolar sequências de DNA repetitivo das três espécies que habitam em simpatria o rio Piquiri Paraná Brasil: G. sylvius, G. paraguensis e G. pantanal, e neste último a possível associação dessas sequências aos cromossomos sexuais. E mapear o DNAr 5S em G. paraguensis e G. pantanal. A Análise meiótica revelou a formação de um trivalente no estágio de paquíteno da Prófase I em G. pantanal formado pelos cromossomos X1, X2 e Y, pareados complementarmente caracterizando um sistema de determinação sexual recente. A metáfase II apresentou células com 18+Y e 18+X1X2 cromossomos, caracterizando uma disjunção típica dos cromossomos sexuais, dando origem a gametas balanceados. O mapeamento de sequências de DNA repetitivos isolados por C0t 1 apresentou localização em região centromérica e na região das regiões organizadoras de nucléolos de todas as espécies analisadas, inclusive nos cromossomos sexuais de G. pantanal, padrão coincidente com blocos heterocromáticos. A hibridização com sondas de DNAr 5S revelou padrão de marcação próprio em todas as espécies analisadas. Nossos dados sugerem uma origem recente para os cromossomos sexuais de G. pantanal e uma dinâmica evolutiva diferenciada para distribuição do DNAr 5S no cariótipo das espécies analisadas. Sugerindo que este caráter possa ser mais amplamente utilizado entre os Gymnotidae como marcador citotaxonômico.

The order Gymnotiformes ranges the electrical fish. Its distributed by South and Central America. Family Gymnotidae show two genus; Gymnotus and Eletrophurus, the last one was recently included in this family. Genus Gymnotus is the most widespread and show 33 species and present great number of cytogenetics studies. Our objectives in the present study were analyse the meiotic behaviour of multiple sexual chromosomes system X1X1X2X2/X1X2Y of G. pantanal, isolate sequences of repetitive DNA from three species of Gymnotus; G. sylvius, G. paraguensis and G. pantanal, inhabiting in simpatry at Piquiri River - PR BR, verify the association of these sequences with sexual chromosomes and mapping the rDNA 5S gene at G. paraguensis and G. pantanal. Meiotic analysis of G. pantanal presented one trivalent in pachytene of profase I formed by X1, X2 and Y chromosomes, totally paired characterizing a recent sexual chromosomes system. In the metaphase II was visualized cells 18+Y and 18+X1X2 chromosomes with normal disjunction of sexual chromosomes and balanced gametes. The mapping of repetitive DNA sequences, isolated by Cot1, presented location in centromeric and…

Advisors/Committee Members: Roberto Ferreira Artoni, Vladimir Pavan Margarido, Orlando Moreira Filho, Mara Cristina de Almeida.

Subjects/Keywords: DNAr 5S; meiose; cromossomos sexuais de origem recente; Gymnotidae; BIOFISICA MOLECULAR; DNA repetitivos

Record DetailsSimilar RecordsGoogle PlusoneFacebookTwitterCiteULikeMendeleyreddit

APA · Chicago · MLA · Vancouver · CSE | Export to Zotero / EndNote / Reference Manager

APA (6th Edition):

Silva, M. d. (2010). Evolução da diferenciação cromossômica entre os sexos no Gênero Gymnotus (Gymnotiformes, Gymnotidae ). (Thesis). UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA. Retrieved from http://www.bicen-tede.uepg.br/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=512

Note: this citation may be lacking information needed for this citation format:
Not specified: Masters Thesis or Doctoral Dissertation

Chicago Manual of Style (16th Edition):

Silva, Maelin da. “Evolução da diferenciação cromossômica entre os sexos no Gênero Gymnotus (Gymnotiformes, Gymnotidae ).” 2010. Thesis, UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA. Accessed November 23, 2020. http://www.bicen-tede.uepg.br/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=512.

Note: this citation may be lacking information needed for this citation format:
Not specified: Masters Thesis or Doctoral Dissertation

MLA Handbook (7th Edition):

Silva, Maelin da. “Evolução da diferenciação cromossômica entre os sexos no Gênero Gymnotus (Gymnotiformes, Gymnotidae ).” 2010. Web. 23 Nov 2020.

Vancouver:

Silva Md. Evolução da diferenciação cromossômica entre os sexos no Gênero Gymnotus (Gymnotiformes, Gymnotidae ). [Internet] [Thesis]. UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA; 2010. [cited 2020 Nov 23]. Available from: http://www.bicen-tede.uepg.br/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=512.

Note: this citation may be lacking information needed for this citation format:
Not specified: Masters Thesis or Doctoral Dissertation

Council of Science Editors:

Silva Md. Evolução da diferenciação cromossômica entre os sexos no Gênero Gymnotus (Gymnotiformes, Gymnotidae ). [Thesis]. UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA; 2010. Available from: http://www.bicen-tede.uepg.br/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=512

Note: this citation may be lacking information needed for this citation format:
Not specified: Masters Thesis or Doctoral Dissertation

2. Helena Flávia de Mello Pistune. Citogenética molecular de Astyanax scabripinnis (Characidae, Incertae sedis) enfase no cromossomo B.

Degree: 2010, UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA

A origem, manutenção e frequência dos cromossomos B presentes em algumas populações de Astyanax têm despertado interesse de grupos de citogeneticistas sobre um possível efeito benéfico ou deletério para a espécie. Estes cromossomos geralmente apresentam variações numéricas intra e interindividuais. O objetivo deste trabalho foi realizar uma análise citogenética da origem e diversificação molecular do cromossomo B de Astyanax scabripinnis, proveniente do córrego das Pedras, Campos do Jordão-SP. As análises mostraram um número diplóide de 50 cromossomos, fórmula cariotípica: 6m, 22sm, 10st e 12a, além da variação intra e interindividual de um macrocromossomo B. O macrocromosomo B heterocromático tem forma e tamanho similar ao maior par do complemento A (1o par metacêntrico). Em metáfase espermatogonial foi possível observar três metacêntricos grandes em células com 2n=51 cromossomos. Já em paquíteno com 26 elementos cromossômicos foi observado apenas um bivalente grande, evidenciando que o cromossomo B realiza pareamento braço a braço. A localização in situ da sonda cromossomo B evidenciou este elemento totalmente marcado, além de pequenos sítios pericentroméricos e terminais nos cromossomos do complemento A, entre eles o par 24. Já a sonda As51 mostrou localização na maior parte do cromossomo B, além de 14 sítios autossômicos. Entre os sítios As51 está uma marcação intersticial do braço longo do par acrocêntrico 24. Por sua vez, a localização das sequências repetitivas Cot-1 DNA, obtidas de exemplares sem cromossomo B, mostraram sinais nas regiões pericentroméricas e terminais de quase todos os cromossomos, incluindo o cromossomo B e o par 24. Nenhum sítio de rDNA foi observado no cromossomo B. Esses dados corroboram a hipótese da origem do cromossomo B a partir da formação de isocromossomo do par acrocêntrico 24. Ainda, a análise citogenética em meiose evidencia que o cromossomo B realiza pareamento braço a braço, mecanismo que pode contribuir para a transposição de sequências, auxiliando assim a diversificação molecular do cromossomo B em relação ao complemento A. Dessa forma, este trabalho contribui para uma melhor compreensão da natureza molecular do cromossomo B em A. scabripinnis, bem como de sua origem e suas tendências evolutivas.

The origin, maintenance and frequency of B chromosomes present in some population of Astyanax have been arousing interest of cytogeneticists groups about a possible beneficial or deleterious effect for the species. These chromosomes generally shows intra and interindividual numerical variation. The aim of this work was to perform a cytogenetical analysis on the origin and molecular differentiation of the B chromosomes of Astyanax scabripinnis from Das Pedras stream, Campos do Jordão, SP. The analysis showed a diploid number of 50 chromosomes, karyotypic formula 6m, 22sm, 10st and 12a, besides the intra and interindividual variation of a B macrochromosome. The heterochromatic B macrochromosome shows shape and size similar to the major pair of the A complement (1st metacentric…

Advisors/Committee Members: Mara Cristina de Almeida, Rodrigo Rodrigues Matiello, Vladimir Pavan Margarido, Marcelo Ricardo Vicari.

Subjects/Keywords: rDNA; DNA satélite As51; pintura cromossômica; BIOLOGIA MOLECULAR; diversificação cariotípica

Record DetailsSimilar RecordsGoogle PlusoneFacebookTwitterCiteULikeMendeleyreddit

APA · Chicago · MLA · Vancouver · CSE | Export to Zotero / EndNote / Reference Manager

APA (6th Edition):

Pistune, H. F. d. M. (2010). Citogenética molecular de Astyanax scabripinnis (Characidae, Incertae sedis) enfase no cromossomo B. (Thesis). UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA. Retrieved from http://www.bicen-tede.uepg.br/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=513

Note: this citation may be lacking information needed for this citation format:
Not specified: Masters Thesis or Doctoral Dissertation

Chicago Manual of Style (16th Edition):

Pistune, Helena Flávia de Mello. “Citogenética molecular de Astyanax scabripinnis (Characidae, Incertae sedis) enfase no cromossomo B.” 2010. Thesis, UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA. Accessed November 23, 2020. http://www.bicen-tede.uepg.br/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=513.

Note: this citation may be lacking information needed for this citation format:
Not specified: Masters Thesis or Doctoral Dissertation

MLA Handbook (7th Edition):

Pistune, Helena Flávia de Mello. “Citogenética molecular de Astyanax scabripinnis (Characidae, Incertae sedis) enfase no cromossomo B.” 2010. Web. 23 Nov 2020.

Vancouver:

Pistune HFdM. Citogenética molecular de Astyanax scabripinnis (Characidae, Incertae sedis) enfase no cromossomo B. [Internet] [Thesis]. UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA; 2010. [cited 2020 Nov 23]. Available from: http://www.bicen-tede.uepg.br/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=513.

Note: this citation may be lacking information needed for this citation format:
Not specified: Masters Thesis or Doctoral Dissertation

Council of Science Editors:

Pistune HFdM. Citogenética molecular de Astyanax scabripinnis (Characidae, Incertae sedis) enfase no cromossomo B. [Thesis]. UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA; 2010. Available from: http://www.bicen-tede.uepg.br/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=513

Note: this citation may be lacking information needed for this citation format:
Not specified: Masters Thesis or Doctoral Dissertation

.