Advanced search options

Advanced Search Options 🞨

Browse by author name (“Author name starts with…”).

Find ETDs with:

in
/  
in
/  
in
/  
in

Written in Published in Earliest date Latest date

Sorted by

Results per page:

Sorted by: relevance · author · university · dateNew search

You searched for +publisher:"UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA" +contributor:("Orlando Moreira Filho"). Showing records 1 – 3 of 3 total matches.

Search Limiters

Last 2 Years | English Only

No search limiters apply to these results.

▼ Search Limiters

1. Maelin da Silva. Evolução da diferenciação cromossômica entre os sexos no Gênero Gymnotus (Gymnotiformes, Gymnotidae ).

Degree: 2010, UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA

A ordem Gymnotiformes compreende os peixes elétricos, que estão amplamente distribuídos pelas Américas Central e do Sul. A família Gymnotidae possui apenas dois gêneros Gymnotus e Eletrophurus, sendo que este último foi recentemente incluído à família. O gênero Gymnotus é o mais especioso da ordem com 33 espécies, e é também o que comporta maior número de estudos citogenéticos. O presente trabalho teve por objetivos analisar o comportamento meiótico do sistema de cromossomos sexuais múltiplo X1X1X2X2/X1X2Y em G. pantanal. Isolar sequências de DNA repetitivo das três espécies que habitam em simpatria o rio Piquiri Paraná Brasil: G. sylvius, G. paraguensis e G. pantanal, e neste último a possível associação dessas sequências aos cromossomos sexuais. E mapear o DNAr 5S em G. paraguensis e G. pantanal. A Análise meiótica revelou a formação de um trivalente no estágio de paquíteno da Prófase I em G. pantanal formado pelos cromossomos X1, X2 e Y, pareados complementarmente caracterizando um sistema de determinação sexual recente. A metáfase II apresentou células com 18+Y e 18+X1X2 cromossomos, caracterizando uma disjunção típica dos cromossomos sexuais, dando origem a gametas balanceados. O mapeamento de sequências de DNA repetitivos isolados por C0t 1 apresentou localização em região centromérica e na região das regiões organizadoras de nucléolos de todas as espécies analisadas, inclusive nos cromossomos sexuais de G. pantanal, padrão coincidente com blocos heterocromáticos. A hibridização com sondas de DNAr 5S revelou padrão de marcação próprio em todas as espécies analisadas. Nossos dados sugerem uma origem recente para os cromossomos sexuais de G. pantanal e uma dinâmica evolutiva diferenciada para distribuição do DNAr 5S no cariótipo das espécies analisadas. Sugerindo que este caráter possa ser mais amplamente utilizado entre os Gymnotidae como marcador citotaxonômico.

The order Gymnotiformes ranges the electrical fish. Its distributed by South and Central America. Family Gymnotidae show two genus; Gymnotus and Eletrophurus, the last one was recently included in this family. Genus Gymnotus is the most widespread and show 33 species and present great number of cytogenetics studies. Our objectives in the present study were analyse the meiotic behaviour of multiple sexual chromosomes system X1X1X2X2/X1X2Y of G. pantanal, isolate sequences of repetitive DNA from three species of Gymnotus; G. sylvius, G. paraguensis and G. pantanal, inhabiting in simpatry at Piquiri River - PR BR, verify the association of these sequences with sexual chromosomes and mapping the rDNA 5S gene at G. paraguensis and G. pantanal. Meiotic analysis of G. pantanal presented one trivalent in pachytene of profase I formed by X1, X2 and Y chromosomes, totally paired characterizing a recent sexual chromosomes system. In the metaphase II was visualized cells 18+Y and 18+X1X2 chromosomes with normal disjunction of sexual chromosomes and balanced gametes. The mapping of repetitive DNA sequences, isolated by Cot1, presented location in centromeric and…

Advisors/Committee Members: Roberto Ferreira Artoni, Vladimir Pavan Margarido, Orlando Moreira Filho, Mara Cristina de Almeida.

Subjects/Keywords: DNAr 5S; meiose; cromossomos sexuais de origem recente; Gymnotidae; BIOFISICA MOLECULAR; DNA repetitivos

Record DetailsSimilar RecordsGoogle PlusoneFacebookTwitterCiteULikeMendeleyreddit

APA · Chicago · MLA · Vancouver · CSE | Export to Zotero / EndNote / Reference Manager

APA (6th Edition):

Silva, M. d. (2010). Evolução da diferenciação cromossômica entre os sexos no Gênero Gymnotus (Gymnotiformes, Gymnotidae ). (Thesis). UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA. Retrieved from http://www.bicen-tede.uepg.br/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=512

Note: this citation may be lacking information needed for this citation format:
Not specified: Masters Thesis or Doctoral Dissertation

Chicago Manual of Style (16th Edition):

Silva, Maelin da. “Evolução da diferenciação cromossômica entre os sexos no Gênero Gymnotus (Gymnotiformes, Gymnotidae ).” 2010. Thesis, UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA. Accessed December 02, 2020. http://www.bicen-tede.uepg.br/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=512.

Note: this citation may be lacking information needed for this citation format:
Not specified: Masters Thesis or Doctoral Dissertation

MLA Handbook (7th Edition):

Silva, Maelin da. “Evolução da diferenciação cromossômica entre os sexos no Gênero Gymnotus (Gymnotiformes, Gymnotidae ).” 2010. Web. 02 Dec 2020.

Vancouver:

Silva Md. Evolução da diferenciação cromossômica entre os sexos no Gênero Gymnotus (Gymnotiformes, Gymnotidae ). [Internet] [Thesis]. UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA; 2010. [cited 2020 Dec 02]. Available from: http://www.bicen-tede.uepg.br/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=512.

Note: this citation may be lacking information needed for this citation format:
Not specified: Masters Thesis or Doctoral Dissertation

Council of Science Editors:

Silva Md. Evolução da diferenciação cromossômica entre os sexos no Gênero Gymnotus (Gymnotiformes, Gymnotidae ). [Thesis]. UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA; 2010. Available from: http://www.bicen-tede.uepg.br/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=512

Note: this citation may be lacking information needed for this citation format:
Not specified: Masters Thesis or Doctoral Dissertation

2. MARCELA BAER PUCCI. DIVERSIFICAÇÃO E EVOLUÇÃO DOS CROMOSSOMOS SEXUAIS ZZ/ZW NO GÊNERO Characidium.

Degree: 2013, UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA

O gênero Characidium é o maior e mais diversificado dentro da subfamília Characidiinae. Amplamente distribuído por toda a região Neotropical, Characidium possui 53 espécies válidas. Estes peixes apresentam em sua maioria um número cariotípico diploide igual a 50 cromossomos, com uma fórmula cariotípica geralmente 32m+18sm. O gênero é de extremo interesse para estudos genéticos, devido à existência de inúmeras variações, a exemplo dos cromossomos supranumerários ou B em algumas populações, ocorrência de triploidia natural, diferentes posições e número dos sítios de rDNA e variação em tamanho e morfologia nos cromossomos sexuais, quando presentes. Neste trabalho, as populações/espécies Characidium zebra,Characidium cf. zebra, Characidium aff. zebra, Characidium pterostictum,Characidium sp., Characidium heirmostigmata e Characidim gomesi foram caracterizadas cariotipicamente. Em adição, foi obtida a sonda do cromossomo sexual W de C. gomesi, por microdissecção cromossômica e posterior pintura cromossômica nas outras espécies. Simultaneamente, foram localizados os sítios de rDNA 18S e 5S. A análise convencional das espécies comprovou a existência do número diploide padrão 50 cromossomos para o gênero. Por meio da técnica de bandamento C,verificou-se a ausência de sistema de cromossomos sexuais ZZ/ZW, devido à falta do cromossomo W heterocromático, nas populações de C. zebra, C. cf. zebra e C. aff.zebra. Em C. pterostictum o sistema de cromossomos sexuais está em início de heterocromatinização e em Characidium sp., C. heirmostigmata e C. gomesi o sistema encontra-se altamente diferenciado, apresentando o cromossomo W completamente heterocromático. A pintura cromossômica comparativa com a sonda W-específica de C. gomesi nas demais espécies detectou os cromossomos sexuais de C. pterostictum, Characidium sp., C. heirmostigmata e C. gomesi. Com a sonda W-específica foram localizados blocos de regiões repetitivas em alguns cromossomos de todas as espécies analisadas, demonstrando uma provável origem comum destas regiões repetitivas e dos cromossomos sexuais. Os sítios de rDNA apresentaram distribuição espécieespecífica,variando em quantidade e localização. Já foi determinado que o rDNA 45S esteve envolvido na diferenciação do par sexual de Characidium. As evidências cromossômicas mostraram que o par portador da RON translocou com outro autossomo para formar o par de proto cromossomo sexual do gênero. Posteriormente ocorreu uma intensa heterocromatinização do cromossomo W. Em algumas espécies a RON sofreu nova transposição para outro par autossomo, situação compartilhada em espécies onde o cromossomo W sofreu intensa heterocromatinização. Ainda, algumas espécies evidenciaram um aumento no número de sítios de rDNA 45S e 5S. Deste modo, as modificações associadas à diferenciação dos cromossomos sexuais, número e posição dos sítios de rDNA têm sido os principais agentes da evolução cromossômica em Characidium. Neste trabalho foi possível verificar ainda que o isolamento biogeográfico, principalmente em cabeceiras de rios e a… Advisors/Committee Members: Mara Cristina de Almeida, Marcelo Ricardo Vicari, Rafael Bueno Noleto, Orlando Moreira Filho.

Subjects/Keywords: Actinopterygii; citogenética; especiação; Actinopterygii; Cytogenetic; speciation; BIOLOGIA MOLECULAR

Record DetailsSimilar RecordsGoogle PlusoneFacebookTwitterCiteULikeMendeleyreddit

APA · Chicago · MLA · Vancouver · CSE | Export to Zotero / EndNote / Reference Manager

APA (6th Edition):

PUCCI, M. B. (2013). DIVERSIFICAÇÃO E EVOLUÇÃO DOS CROMOSSOMOS SEXUAIS ZZ/ZW NO GÊNERO Characidium. (Thesis). UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA. Retrieved from http://www.bicen-tede.uepg.br/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=903

Note: this citation may be lacking information needed for this citation format:
Not specified: Masters Thesis or Doctoral Dissertation

Chicago Manual of Style (16th Edition):

PUCCI, MARCELA BAER. “DIVERSIFICAÇÃO E EVOLUÇÃO DOS CROMOSSOMOS SEXUAIS ZZ/ZW NO GÊNERO Characidium.” 2013. Thesis, UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA. Accessed December 02, 2020. http://www.bicen-tede.uepg.br/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=903.

Note: this citation may be lacking information needed for this citation format:
Not specified: Masters Thesis or Doctoral Dissertation

MLA Handbook (7th Edition):

PUCCI, MARCELA BAER. “DIVERSIFICAÇÃO E EVOLUÇÃO DOS CROMOSSOMOS SEXUAIS ZZ/ZW NO GÊNERO Characidium.” 2013. Web. 02 Dec 2020.

Vancouver:

PUCCI MB. DIVERSIFICAÇÃO E EVOLUÇÃO DOS CROMOSSOMOS SEXUAIS ZZ/ZW NO GÊNERO Characidium. [Internet] [Thesis]. UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA; 2013. [cited 2020 Dec 02]. Available from: http://www.bicen-tede.uepg.br/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=903.

Note: this citation may be lacking information needed for this citation format:
Not specified: Masters Thesis or Doctoral Dissertation

Council of Science Editors:

PUCCI MB. DIVERSIFICAÇÃO E EVOLUÇÃO DOS CROMOSSOMOS SEXUAIS ZZ/ZW NO GÊNERO Characidium. [Thesis]. UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA; 2013. Available from: http://www.bicen-tede.uepg.br/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=903

Note: this citation may be lacking information needed for this citation format:
Not specified: Masters Thesis or Doctoral Dissertation

3. DIANA CORNELIO. Biologia reprodutiva e presença de cromossomo B em Astyanax scabripinnis (Teleostei: Characidae).

Degree: 2013, UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA

Astyanax scabripinnis é uma espécie encontrada na Região Neotropical, essa espécie forma demes populacionais isolados em cabeceiras de riachos. Ela é taxonomicamente mal resolvida, mas se apresenta como interessante modelo para o estudo da presença de cromossomos B. A ocorrência desses cromossomos em A. scabripinnis pode estar associada a diversos fatores ambientais e populacionais, embora seja pouco esclarecido sobre a manutenção parasítica ou possíveis efeitos heteróticos desses cromossomos. A biologia reprodutiva relacionada à presença de cromossomo B em A. scabripinnis nunca foi abordada. Assim, foi objeto deste trabalho investigar se aspectos do processo reprodutivo, fundamental para o valor adaptativo, podem estar relacionados à presença de cromossomos B em A. scabripinnis. As coletas foram realizadas trimestralmente entre os anos de 2012 e 2013 na região de Campos do Jordão, São Paulo, Brasil (2240`49,5S, 4523`31,9 W), no Córrego da Fazenda Lavrinha, bacia do rio Paraíba do Sul. As gônadas foram classificadas macro e microscopicamente segundo estádios de desenvolvimento. Estabeleceu-se sazonalmente a proporção sexual da população nas diferentes amostragens. Foi calculada a relação gonadossomática (RGS) e a relação hepatossomática (RHS) separadamente para fêmeas com e sem cromossomo B. A presença de cromossomos B foi confirmada por meio da citogenética clássica e molecular com o emprego de sonda específica do cromossomo B construída por microdissecção cromossômica e amplificação por Degenerated Oligonucleotids Primers (DOP-PCR) e posterior hibridação fluorescente in situ (FISH). Análises de morfometria geométrica foram realizadas separadamente para fêmeas e machos com e sem a presença de cromossomos B. Os resultados indicam que a proporção sexual variou sazonalmente havendo um aumento do número dos machos em relação às fêmeas. Foram encontrados indivíduos hermafroditas na frequência de 7,7%. O período reprodutivo é caracterizado por um pico de reprodução atípico no período do inverno, além do período padrão observado a partir da primavera no mês de setembro. A presença de cromossomos B foi relacionada a possíveis estratégias reprodutivas distintas na população estudada, especialmente em relação ao aporte energético e estádios de desenvolvimento gonadal. Há diferenças morfométrica tanto entre indivíduos fêmeas e machos como entre indivíduos com e sem cromossomo B. Advisors/Committee Members: Mara Cristina de Almeida, Roberto Ferreira Artoni, Orlando Moreira Filho, Thais Saad Sczepanski.

Subjects/Keywords: RGS; RHS; proporção sexual; FISH; citogenética; GSR; HSR; sex ratio; FISH; cytogenetics; BIOLOGIA MOLECULAR

Record DetailsSimilar RecordsGoogle PlusoneFacebookTwitterCiteULikeMendeleyreddit

APA · Chicago · MLA · Vancouver · CSE | Export to Zotero / EndNote / Reference Manager

APA (6th Edition):

CORNELIO, D. (2013). Biologia reprodutiva e presença de cromossomo B em Astyanax scabripinnis (Teleostei: Characidae). (Thesis). UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA. Retrieved from http://www.bicen-tede.uepg.br/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=1046

Note: this citation may be lacking information needed for this citation format:
Not specified: Masters Thesis or Doctoral Dissertation

Chicago Manual of Style (16th Edition):

CORNELIO, DIANA. “Biologia reprodutiva e presença de cromossomo B em Astyanax scabripinnis (Teleostei: Characidae).” 2013. Thesis, UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA. Accessed December 02, 2020. http://www.bicen-tede.uepg.br/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=1046.

Note: this citation may be lacking information needed for this citation format:
Not specified: Masters Thesis or Doctoral Dissertation

MLA Handbook (7th Edition):

CORNELIO, DIANA. “Biologia reprodutiva e presença de cromossomo B em Astyanax scabripinnis (Teleostei: Characidae).” 2013. Web. 02 Dec 2020.

Vancouver:

CORNELIO D. Biologia reprodutiva e presença de cromossomo B em Astyanax scabripinnis (Teleostei: Characidae). [Internet] [Thesis]. UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA; 2013. [cited 2020 Dec 02]. Available from: http://www.bicen-tede.uepg.br/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=1046.

Note: this citation may be lacking information needed for this citation format:
Not specified: Masters Thesis or Doctoral Dissertation

Council of Science Editors:

CORNELIO D. Biologia reprodutiva e presença de cromossomo B em Astyanax scabripinnis (Teleostei: Characidae). [Thesis]. UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA; 2013. Available from: http://www.bicen-tede.uepg.br/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=1046

Note: this citation may be lacking information needed for this citation format:
Not specified: Masters Thesis or Doctoral Dissertation

.